• PT
  • EN

Grupo Globo cria serviço para verificar fake news

AESP

Fato ou Fake” é a nova ferramenta para alertar a audiência brasileira a respeito de conteúdos duvidosos disseminados na internet. Criado por G1, TV Globo e GloboNews, o serviço une a apuração dos jornalistas desses veículos aos de O Globo, Extra, Época, Valor e CBN, que já tocavam iniciativas semelhantes. Com a seção, a editoria “É ou não É”, do G1, deixa de existir.

Por meio do projeto, as informações monitoradas são classificadas por selos: “Fato”, quando o conteúdo é totalmente verídico; “Não é bem assim”, quando é parcialmente verdadeiro e exige esclarecimentos; e “Fake”, quando não possui dados comprovados.

Os jornalistas envolvidos no projeto monitoram redes sociais, verificando mensagens com ampla divulgação. Os profissionais investigam a fonte de origem da notícia, o contexto que a informação está inserida, a data de publicação do dado e as imagens usadas no conteúdo. Além disso, a apuração abrange contato com fontes oficiais, testemunhas e especialistas.

A metodologia da nova seção busca transparência de fontes, identificadas no texto; de metodologia, responsável por destacar o que levou uma informação a ser verificada; e de correções, mostrada ao público caso ocorra alguma modificação na checagem que tenha comprometido a publicação original.

O projeto ainda conta com bot para Facebook e Twitter, criado para responder o que é falso ou verdadeiro ao público. Com o mote “Duvide”, o projeto possui campanha de divulgação para TV, rádio e jornal.