• PT
  • EN

eSports chegam ao NAB Show; mercado global deve atingir a marca de US$ 1 bilhão em 2019

Artigo original de  Todd Prince

Pesquisas apontam que milhões de pessoas da geração Millenium (nascidos entre 1981 e 1996) e da Geração Z (nascidos entre 1996 e 2016) querem ver atletas e praticantes amadores em campeonatos de eSports, gerando uma nova demanda para a televisão. Os esportes eletrônicos são a modalidade esportiva que mais cresce, de acordo com a Intel, que produz chips para jogos.

“Claramente, eSports é uma categoria de conteúdo de programação que está conquistando a sociedade americana”, disse Dennis Wharton, vice-presidente executivo de Comunicações da NAB. “Nosso objetivo foi o de fornecer uma plataforma para as empresas de jogos educarem e exporem as novas tendências e oportunidades de negócios que acompanham o crescimento dos eSports.”

As empresas expositoras no novo pavilhão estão mostrando a tecnologia por trás da produção e distribuição de eSports. Eles também demonstram como as marcas podem atingir o público e como podem monetizar seu crescimento. Várias palestras e painéis dedicados ao setor de eSports também estão acontecendo

Segundo a empresa de pesquisa de games Newzoo, este ano, está previsto um crescimento global de 15% do público de eSports, algo em torno de 450 milhões de pessoas. As receitas do setor vão ultrapassar US $ 1 bilhão pela primeira vez em 2019, incluindo quase US$ 500 milhões em direitos de mídia e publicidade, de acordo com dados desta empresa sediada na Holanda.

“Para os setores de mídia, os eSports serão um componente chave de suas futuras estratégias de programação”, disse Cleo Sardelis, diretora de Comunicações da Newzoo.

A ESPN, emissora esportiva de propriedade da Walt Disney Co., por exemplo, anunciou no mês passado que realizará seu primeiro campeonato universitário de eSports em maio.

SET

De olho neste setor, este ano, a SET firmou acordo de cooperação com a Confederação Brasileira de Desportos Eletrônicos (CBDEL).