• PT
  • EN
  • ES

SET Centro Oeste aprofunda tecnologia de televisão

A SET realizou seu último evento regional do ano de 2009 nos dias 11 e 12 de novembro em Brasília. O SET Centro- Oeste contou com dezenas de participantes e apresentou um conteúdo diversificado sobre tecnologia de televisão. Foram 15 palestras que abordaram temas como o funcionamento da mutiplexação do sistema ISBD-TB e o resultado que imprime nos sinais digitais.
Foram apresentadas soluções para otimizar a distribuição de programas por meio de cobertura em todo o país, tendo em vista a regionalização da transmissão digital. Emerson Weirich falou sobre as experiências que o sinal digital trouxe à EBC e João Braz, da SET, argumentou sobre a viabilidade em digitalizar pequenas e grandes emissoras de TV.
A tecnologia DVB-S2 demonstrou ser uma ferramenta eficaz para ampliar a banda das operadoras de satélite, enquanto reduz insumos para radiodifusores. Assunto abordado também no SET Nordeste, o tema Tapeless – “Se” não é mais a questão, e sim “quando”, reincidiu no SET Centro-Oeste pela sua importância. O assunto mostra a necessidade de implantação desta tecnologia para aperfeiçoar o armazenamento de vídeos nas emissoras de TV. Rede de Frequência Única como resposta para uma cobertura sólida do sinal digital; a operação da polarização elíptica em antenas digitais; um raio-X sobre a situação dos receptores de TV digital e a evolução dos sensores de captação fecharam o primeiro dia do evento.
O segundo dia contou com curso de TV digital, referente à técnica de transmissão OFDM. Lúcio Martins da Silva, da UnB, palestrou sobre Rádio digital, tema inevitável na vida do radiodifusor. Foram tratados a edição não linear para Jornalismo e gração com arquivo digital. Em outro painel, houve um detalhamento sobre os principais aspectos técnicos no conceito de Interatividade, SI/EPG, Closed Caption e OAD.
Patricia Ikeda, da Rhode & Schwarz, tratou da tecnologia da RNI, Radiação Não Ionizante: um método saudável que permite o avanço tecnológico sem expor a população aos efeitos do campo eletromagnético. Discussões sobre iluminação e um diagnóstico da atual infraestrutura em 3G foram o desfecho do SET Oeste.

Workshop sobre tecnologia JPEG-2000
A sede paulista da SET recebeu no dia 4 de novembro o Dr. Chin Koh, da Nevion, que promoveu workshop sobre a tecnologia JPEG-2000. Ele demonstrou como funciona o sistema de compressão desse recurso. Foi apresentada a solução de transporte da Nevion, que oferece uma plataforma escalável e flexível de distribuição/contribuição de vídeo em redes de Telecom, por meio dessa nova tecnologia de compressão.
O JPEG-2000 oferece altíssima qualidade de vídeo, permitindo pós-produção do material comprimido; baixa latência (45 ms) na compressão e descompressão; baixo custo; o encoder pode se tornar decoder e vice-versa (sistema balanceado de compressão); plataforma com interfaces para redes de telecom (Gbeth, STM-1/STM- 16); utilização de interfaces padrão telecom que permite a utilização de enlaces de microondas digitais de telecom do tipo STM-1 ou Gbeth, existentes em maior disponibilidade e ao mesmo tempo aumenta a flexibilidade do sistema, pois o mesmo encoder pode ser conectado ao mesmo tempo a uma rede de telecom fixa assim como a uma rede de microondas que pode ser utilizada como backup do sistema.

* Raphael é repórter da Revista da SET.
Revista da SET
 ANO XXI – N.111 – DEZ 2009