• PT
  • EN
  • ES

Newtek lançou no Brasil o sistema Talkshow VS-100

Nº 149 – Março 2015

por Fernando Moura

REPORTAGEM

O lançamento da companhia realizado em São Paulo para Latino-américa mostra a importância do mercado na região e como nos últimos tempos as suas soluções tem sido adoptadas no país

Como já referimos na cobertura do IBC 2014, a nova solução NewTek TalkShow VS-100 é apresentada pela marca como um sistema de produção de videochamadas full-frame desenhado especificamente para estúdios de televisão e produção em ao vivo. O sistema hardware foi desenhado de raiz para complementar o software Skype TX da Microsoft, permitindo iniciar e receber chamadas, monitorizar e gerir as chamadas e respectivo sinal de vídeo antes de este ir para o ar e dispondo de ferramentas de produção próprias que nenhuma solução de videoconferência até hoje disponibilizou.

Spcine

Com a solução TalkShow, torna-se possível fazer correção de cor de forma integrada sobre os sinais das chamadas recebidas, incluindo funções de balanço automático de cor, para permitir que essas contribuições sejam facilmente combinadas com os restantes sinais de estúdio – inclusivamente permitindo algo semelhante ao ajuste de cor de câmeras entre diferentes chamadas.
Em termos de funcionalidades, a solução NewTek TalkShow VS-100, para além de interfaces HD-SDI, permite trabalhar a qualidade de áudio com o sinal embebido em SDI, oferecendo ferramentas integradas de processamento, desde compressor/ limitador até equalização, redução de ruído e ajuste espacial ambiente. Estas ferramentas permitem que os sinais áudio/vídeo das chamadas tenham a melhor qualidade possível para poderem ser combinados com a programação de emissão. Quando integrado diretamente com os sistemas TriCaster, o sistema TalkShow se transforma em mais uma fonte de contribuição, sendo a comunicação entre os dois sistemas feita em rede, sem ocupar nenhuma entrada adicional HD-SDI da solução.
A NewTek quis diferenciar o seu sistema TalkShow – existem duas outras opções apresentadas no IBC 2014 e explicadas na Revista da SET nº 146 – também como uma solução de preço competitivo, integrando dupla ligação Ethernet e todas as ligações de entrada e saída, incluindo sincronismo, com um monitor no painel frontal, tudo numa simples unidade de 1U em rack. Para além do sistema de processamento integrado de imagem, o TalkShow suporta conversão automática de relação de aspecto, controlos de proc-amp e sinais de Tally que permitem que os operadores possam ver quando os sinais de Skype provenientes do TalkShow estão sendo utilizados em direto.
Filippo Ferlini, diretor geral de Vendas de Newtek para Latino-américa disse na Pinnacle Broadcast, em São Paulo, onde foi realizado o lançamento que a empresa mudou a estratégia de vendas na região e que o TalkShow “mudará a forma de fazer TV na região”.
Ele disse que a mudança na estrutura de vendas aconteceu devido ao aumento de vendas e a necessidade de separar as regiões em partes para poder chegar com maior facilidade aos clientes da marca, “no Brasil teremos dois distribuidores autorizados” e Flavio Batista, continuará sendo o gerente Regional de Vendas para Brasil da Newtek.

Durante a apresentação Flávio Batista fez testes do produto através do seu smartphone

O resto de latino-américa se dividirá em 4 regiões com Ralph Messana que deixou a direção de vendas para Latino-américa e passa a ser o responsável pelo mercado andino.
Adrian Bazan continua no México; e Víctor Dupré no Cone Sul com Argentina, Chile e Uruguai.
Ferlini afirmou que a apresentação para América Latina em São Paulo do TalkShow VS-100 é uma amostra clara da importância do mercado brasileiro e que o “mercado broadcast esta mudando. Há 5 anos seria impensado apresentar um sistema baseado em um sistema como o Skype para broadcast, hoje é uma realidade”.
De fato o sistema de gestão de chamadas permite preparar múltiplas ligações via Skype na mesma interface para que o operador possa ter a previsão total do alinhamento, com monitorização da qualidade das chamadas e entrada automática de gráficos previamente preparados para substituir o sinal vídeo caso a conexão possa falhar, afirmou Ferlini.
Para Flávio Batista o TalkShow será fundamental nos próximos tempos para as emissoras. “O Skype está em quase todos os smartphones, computadores, notebook e tablets do mundo, com esta ferramenta podemos por no ar, a qualquer usuario do sistema, o que pode mudar a forma de fazer televisão”.

Skype TX
O software Skype TX da Microsoft permite iniciar, receber, monitorizar e gerir as chamadas de vídeo e áudio via Skype, permitindo assim ter um conjunto de ferramentas que tornam o sistema apropriado para produção de televisão. Desde logo uma das diferenças é que a licença do Skype TX permite fazer a gestão de dezenas de chamadas em simultâneo, seja criando conferências de grupo, seja criando alinhamentos de chamadas. De resto é diretamente compatível com qualquer cliente Skype atualizado, o que significa que a sua instalação num estúdio de televisão permite receber chamadas de qualquer pessoa com um smartphone ou computador com a aplicação Skype instalada.
No lançamento a Revista da SET conversou com Solmar Cataldi, diretor do programa Skype TX da Microsoft quem disse que o principal objetivo da multinacional é “tornar o Skype TX uma ferramenta fácil e prática de usar para os broadcasters e ajudar a estos a realizar ligações com qualquer ponto do mundo através de Internet”.
Para Cataldi está é uma “oportunidade única para os radiodifusores, agora podem incluir milhões de pessoas na sua rede e coloca-la ao vivo quando precisarem com uma qualidade de vídeo superior”.
O que está claro é que a Microsoft entrou definitivamente ao mercado broadcast mundial, primeiro no cloud com a incorporação do Microsof Azure, e deste setembro de 2014 com a introdução do Skype TX.

Lançamento TriCaster Mini
Solução portátil da NewTek foi apresentada oficialmente no Brasil em workshop realizado no estúdio da Pinnacle Broadcast. Esta solução, também apresentado em Amsterdã, está pensada para as necessidades da produção corporativa e emissões em streaming para a Internet, combinando num mesmo chassis portátil tudo o que é necessário para misturar múltiplas câmeras e sinais de vídeo, inserir logos, grafismo e animações, incorporar sinais de computador, nomeadamente apresentações, substituir fundos de chroma com simulação de cenários virtuais, criar diretamente o sinal de streaming, partilhar clips para YouTube ou redes sociais e gravar toda a produção para utilização posterior, nomeadamente registando todas as entradas de câmera disponíveis para reedição posterior.
A partir do escritório, um evento ou de qualquer lugar, com o TriCaster Mini é possível criar, segundo Flávio Batista, gerente Regional de Vendas para Brasil da Newtek “publicar excelentes conteúdos de vídeo em minutos e, através de câmeras com saída HDMI, transmiti-lo ao vivo e fazer com que a apresentação cative o público com o mesmo estilo de programa de televisão”. O diminuto estúdio multimidia, permite que qualquer pessoa, mesmo que não seja um profissional, transforme uma apresentação simples numa verdadeira superprodução de televisão em simples passos.
Naturalmente, uma das aplicações interessantes consiste em combinar o novo sistema TalkShow com este TriCaster Mini e na prática criar um sistema de contribuição que, para determinadas aplicações corporativas e mesmo em reportagens pode ser bastante interessante. O TriCaster Mini pode vir opcionalmente com um monitor integrado e tem capacidade para armazenar até 45 horas de vídeo na máxima configuração, existindo até uma consola de controle opcional e outros acessórios.