• PT
  • EN
  • ES

Mirics desenvolve soluções híbridas para Tv Móvel

Armada com um sintonizador IC multi-standard (opera em vários padrões) reconfigurável, a empresa Mirics, radicada no Reino Unido, afirma que ainda continua como a única companhia a oferecer um software para TV e demodulador de rádio.
Apesar de tudo, este não era o plano original da companhia. “Acreditamos que podemos levar o crédito por isso, mas tropeçamos na idéia enquanto desenvolvíamos nosso próprio demodulador”, disse Simon Atkinson, diretor-executivo da Mirics, em recente entrevista à EE Times. Até o momento, a Mirics lançou uma solução beta do demodulador, capaz de suportar um determinado número de padrões digitais de rádio e TV, inclusive AM, FM, DAB, T-DMB coreano, DVB-T europeu e o ISDB-T japonês. Em desenvolvimento estão o PAL/NTSC, CMMB e o ATSC.
Atkinson revelou que a empresa também está desenvolvendo soluções híbridas para telefones celulares, aparelhos de internet móvel e outros dispositivos portáteis para o mercado de consumo. Ele ainda promete que a abordagem híbrida vai derrubar os custos da recepção de TV digital em computadores pessoais do convencional custo de material de 15 para menos de cinco dólares.
“A função da TV será eventualmente incorporada à placa mãe de um computador pessoal em vez de um pen drive ou um mini-cartão”, disse Atkinson.

Anatel publica novo plano que norteia suas principais ações nos próximos anos
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou no Diário Oficial da União, no dia 12 de novembro, uma resolução que aprova o Plano Geral de Atualização da Regulamentação das Telecomunicações no Brasil (PGR). O documento apresenta as ações a serem realizadas pela Agência nos próximos anos, elaborada segundo os princípios regulatórios que orientam a atuação da Agência. O Plano estabelece para a Anatel ações de curto (até dois anos), médio (até cinco anos) e longo prazos (até dez anos). Com o objetivo de garantir a aderência do PGR ao andamento dos trabalhos, tanto internos quanto externos à Anatel, o documento também prevê que, a cada dois anos, ou a qualquer tempo, há a possibilidade de revisão, se necessário.

Fórum da Anatel discutiu o desempenho da Certificação e Homologação de produtos para Telecomunicações
Mais de 120 especialistas, entre fabricantes de equipamentos de telecomunicações, representantes de laboratórios de ensaios e órgãos certificadores, estiveram presentes no Inatel (instituto Nacional de
Telecomunicações), entre os dias 27 e 28 de novembro, para o 12º Fórum de Certificação de Produtos para Telecomunicações (FCTP), promovido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O objetivo do evento foi avaliar o desempenho e propor melhoria contínua da gestão
do processo de Certificação e Homologação de Produtos para Telecomunicações. Durante o Fórum não é feita nenhuma certificação ou homologação.
Foram discutidos temas como: a fiscalização de produtos homologados; alteração e estabelecimento de novos requisitos para Fibras Ópticas – G.657; espectro sobre canalização e condições de uso de faixas de radiofreqüência; vantagens da Avaliação da Conformidade/ Certificação de Receptores de TV Digital (Settop Box); Planejamento da Subcomissão de Telecomunicações – DICLA – INMETRO para 2009; otimização de ensaios em cabos; abordagem de assuntos de interesse da certificação (manutenção da certificação / baterias / carregadores / cabos e outros).
Fox, Ion Media testa vídeo digital via telefone celular em Chicago
A encarnação de vídeo móvel por parte da Fox e da Ion Media vem emergindo como competidora dos já existentes serviços de TV Móvel, como Sprint TV, MobiTV e Verizon’s V Cast. É esperado que o padrão seja ratificado em junho. Os testes com os consumidores devem começar no próximo ano.
Anne Schelle, diretora-executiva do Open Mobile Video Coalition, um grupo de 20 companhias de radiodifusão que possui 450 estações de TV, disse que a demonstração em Chicago – quando Pat Mullen, diretor-geral das estações de TV da Fox em Chicago, ligou um aparelho celular para acompanhar o final de um jogo de futebol ao vivo – é mais um passo à frente para estabelecer um padrão de televisão móvel e colocar os dispositivos nas mãos do consumidor.
A Fox vem transmitindo sua programação em sinal digital móvel há cerca de um ano e afirma que uma imagem nítida pode ser recebida por aparelhos em um carro descendo pela rodovia, entrando em túneis e nas partes distantes dos subúrbios. Já a Ion Media vem testando um sinal móvel em Chicago desde agosto.
Fox e Ion demonstraram dois cenários diferentes de transmissão digital. As emissoras da Fox em HD ainda tinham espaço de banda suficiente para mais dois sinais móveis em digital no seu espectro. A Ion transmitiu quatro diferentes sinais em SD e ainda tinha espaço para dois sinais móveis.
Revista da SET – ed. 104