• PT
  • EN
  • ES

Amazonas 3 é lançado com sucesso

Com a operação a cargo da Hispamar Satélites, filial brasileira da Hispasat, o novo satélite é o primeiro com banda Ka, na América Latina

Nº 130 – Jan/Fev 2013

Da Redação – Fotos: Divulgação

O Grupo Hispasat lançou com sucesso, no dia oito de fevereiro, às 19:36, horário de Brasília, o seu novo satélite, o Amazonas 3, da base da Agência Espacial Europeia, localizada em Kourou (Guiana Francesa), a bordo do veículo lançador Ariane 5 ECA da companhia Arianespace.
Aproximadamente 28 minutos depois da decolagem do foguete, ocorreu a separação do satélite Amazonas 3 do veículo lançador, dando prosseguimento a sua inicialização e a abertura dos painéis solares. A partir daí, começaram as manobras para posicionar o novo satélite na órbita geoestacionária, onde será realizada a fase de testes para comprovar o seu perfeito funcionamento. Uma vez superados os mesmos, dentro de algumas semanas, o satélite será colocado em sua órbita geoestacionária definitiva na posição orbital brasileira 61º Oeste

Para o CEO da Hispasat, Carlos Espinós, “este novo satélite, o décimo da companhia, fortalece o Grupo como principal ponte de comunicações entre o continente europeu e o americano. Como grande inovação foi incorporada a banda Ka para fornecer serviços interativos e aplicações multimídia via satélite a uma grande quantidade de usuários, e assim ampliar o acesso dos mesmos pela população. O Grupo Hispasat é o primeiro operador de satélites que oferece esta possibilidade na América Latina. Nosso objetivo é continuar oferecendo aos nossos clientes serviços inovadores e de alta qualidade adaptados as suas necessidades de comunicação”.
Com uma vida útil de 15 anos, o novo satélite cobrirá da posição orbital brasileira 61º Oeste, todo o continente americano, Europa e norte da África. Operado pela Hispamar Satélites, filial do Grupo, o Amazonas 3 dá continuidade aos serviços prestados atualmente pelo Grupo Hispasat a partir desta posição e contribui para universalizar o acesso à Internet na região, o que representa um importante salto para a redução da exclusão digital na América Latina.

O Amazonas 3

Fabricado pela Space Systems/Loral com base na plataforma SSL 1300, o satélite possui uma massa de lançamento de 6,2 toneladas e mede mais de 26 metros de largura e 8 metros de altura. Conta com 52 transponders simultâneos, sendo 33 em banda Ku, 19 em banda C e 9 feixes em banda Ka, além de controle de atitude em 3 eixos, o que garante grande precisão de apontamento. Com um investimento de mais de € 200 milhões, o projeto contou com a relevante participação da indústria espanhola:
– EADS CASA: antenas em bandas Ku (2 desdobráveis e 2 fixas) e Ka (desdobrável).
– Thales Alenia Space Espanha: transmissor de beacon, IMUX nas bandas Ku e C e transmissores de telemetria em banda Ku.
– RYMSA: filtros de RF, híbridos, acopladores e adaptadores de RF em bandas Ku, C e Ka.
– MIER: divisores de potência.
– GMV: sistema terreno de controle do satélite e S/W de dinâmica orbital.
– Indra: segmento terreno de controle do satélite.
– INSA: estação de controle nas Ilhas Canárias.