• PT
  • EN

SES apresenta nova solução em banda Ku para canais abertos via satélite

Usuários como a TV Cultura, que queiram receber conteúdo de uma maneira mais econômica agora podem explorar a possibilidade de apontar uma antena menor em casa para o SES-10 a 67 graus oeste

Os telespectadores em todo o Brasil podem agora receber alguns dos canais mais populares do país, como a TV Cultura, através da nova solução da SES, em banda Ku, para canais abertos, no satélite SES-10, localizado a 67 graus oeste.

Para garantir que os telespectadores possam acessar facilmente esses canais, os broadcasters podem enviar seu conteúdo para o teleporto da SES na cidade de Hortolândia acessando a capacidade do satélite em banda Ku. Os afiliados regionais dos canais e os telespectadores só precisarão comprar um decodificador compatível com DVB-S2, facilmente disponível no mercado, para receber os sinais do SES-10, podendo usar antenas de 60 ou 75 cm mais acessíveis e fáceis de instalar.

A TV Cultura, entre outros proprietários de conteúdo, vem testando o mais novo uplink em banda Ku da SES, e estão colhendo os benefícios de chegar ao mercado mais rapidamente e ser capaz de transmitir para milhões de espectadores a um custo de investimento menor. Emissoras e operadoras de rádio também serão capazes de alavancar a solução de distribuição nesta banda.

A SES afirma que com a solução para canais abertos no SES-10, assim como a sua nova plataforma over-the-top (OTT) pode “alcançar espectadores conectados por banda larga via IP e todos os outros usuários via satélite, as redes de distribuição híbridas da SES ajudam os clientes a oferecerem conteúdo sem interrupção ao maior público possível”.