• PT
  • EN
  • ES

EVS

A EVS apresentou o ecossistema de tecnologia Connected Live, “um passo à frente no conceito de IP”

Novo conceito, “Connected Live” no estande da EVS na NABA EVS avança em seu portfólio e, como já dissemos em outras oportunidades, deixa de ser apenas uma fornecedora de produtos para transmissões esportivas. Na NAB 2017, a empresa lançou o conceito de um ecossistema de tecnologia Connected Live, bem como as suas ferramentas, as quais denominou Creative Live. Este ecossistema se baseia na ideia/conceito de “immersive Live”, a forma como a empresa belga trabalha as futuras experiências dos usuários ao assistir conteú dos ao vivo, sejam em 4K ou em 360 graus, ou ambos.
O processador IP4Live é uma das soluções que integram o workflow, o servidor XT4K, o switcher DYVI e o C-Next completam o ecossistema. Com nova forma de conectividade, o servidor XT4K ficou “mais versátil”, afirmou Alfredo Cabrera, gerente de Vendas de EVS para América Latina à reportagem da Revista da SET. O novo servidor oferece “até 4 canais 4K sem compressão em um único cabo 12G-SDI ou a possibilidade de dispor de até 12 canais HD/1080p, o que é possível porque o dispositivo está integrado via IP nativo”. O XT4K armazena as imagens captadas em formato XAVC-4K suportando HDR 10 bits que “permite a imersão”, afirmou Cabrera.
Na área de criação de conteúdo, as ferramentas EVS Creative Live desenvolvidas são o IPWeb e o Xplore, soluções colaborativas que “permitem que equipes criativas acessem instantaneamente todos os arquivos de mídia disponíveis, mesmo remotamente, reduzindo pesquisas demoradas e operações de processamento de mídia no ambiente ao vivo. O IPWeb permite que os usuários acessem e selecionem conteúdo de qualquer local, enquanto o Xplore dá às equipes de produção a capacidade de visualizar, criar e entregar mídia sem interferir nas operações de vans e carros de transmissão”.

Novo conceito, “Connected Live” no estande da EVS na NAB