• PT
  • EN

Consumo de TV aumenta após o switch-off

SET Sudeste 2017

por Gabriel Cortez e Fernando Moura

 

 

Qualidade da imagem foi decisiva no sucesso do desligamento e na melhoria dos números, indicam broadcasters e representante da EAD; garantir os 100% de cobertura ainda é desafio

Em sessão que discutiu o apagão do sinal analógico no Brasil, realizada no SET Sudeste na tarde do dia 03 de outubro, a diretora de comunicação da Seja:Digital, Patrícia Abreu, afirmou haver um aumento no tempo que as pessoas gastam assistindo TV após o switch-off. A pesquisa realizada pela EAD sessenta dias após o desligamento em Brasília e em São Paulo mostrou que – respectivamente – 99,4% e 99,6% dos municípios do entorno estavam digitais. A executiva lembrou ainda que, nessas localidades, a audiência está passando mais tempo assistindo TV pelo fato de a qualidade da imagem ter aumentado, de acor-do com estudo do Kantar Ibope Mídia. “Sabemos que a televisão é muito importante na vida do brasileiro e queremos garantir que esteja em 100% do País”, frisou Patrícia, em sessão moderada por Paulo Canno. O diretor da Regional Sudeste da SET afirmou que “essa alavancada na audiência era de se esperar, por conta do aumento na qualidade da imagem”. Pela sua parte, Carlos Cauvilla, diretor de Tecnologia de TV e Rádio na Rede Anhanguera (GO), lembrou que, em Goiânia e região, 100% do sinal já está Digital. “Houve queda de audiência nas primeiras duas semanas, mas, após trinta dias, tudo volta ao normal, o que foi demonstrado pela pesquisa do Kantar/Ibope citada pela Patrícia. Precisamos trabalhar muito bem o desligamento para não perder receita e nem audiência. A nossa meta tem que ser 100% de cobertura digital. Trabalhando bem, não há surpresa negativa e colhemos os frutos das pes-soas utilizando o sinal”, argumentou.