• PT
  • EN

Primeiro estádio 5G no país

Claro e Ericsson realizam ação durante o espetáculo Led Zeppelin in Concert no Allianz Parque, onde foi realizada a primeira transmissão holográfica em tempo real do país feita a partir da tecnologia 5G

Fonte: Staff Images/divulgação.

Claro transformou o Allianz Parque no primeiro estádio brasileiro preparado para a chegada do 5G, usando a tecnologia de quinta geração da Ericsson. Esse momento foi marcado com a realização da primeira holografia em tempo real do Brasil em rede 5G diante de um grande público, que permitiu levar o músico Lucas Lima ao palco do espetáculo Led Zeppelin In Concert, apresentada pela Nova Orquestra.

O concerto, regido pelo maestro Eder Paolozzi, celebrou os 50 anos dos dois primeiros álbuns da banda britânica Led Zeppelin. Antes do show, Thiago Leifert surgiu no telão da arena para contar ao público sobre a experiência que estavam prestes a vivenciar – um teste oficial da tecnologia 5G aplicada no setor de entretenimento. Em seguida, o músico Lucas Lima, da Família Lima, apareceu no palco diante dos olhos dos espectadores em forma de holograma, como se tivesse sido teletransportado, e conversou em tempo real com o maestro, em qualidade cinematográfica de imagem e som. Para finalizar sua participação, o músico tocou a música Black Dog, de Led Zeppelin, em seu violino, explica a empresa em comunicado.

“Isso só foi possível pelas baixíssimas latências da rede 5G, que elimina o atraso da transmissão, e pelas altíssimas velocidades de transmissão, que permitem recriar uma imagem virtual, capturada em estúdio especial, a partir de diversas câmeras que fazem o mapeamento 360 graus da pessoa que terá sua imagem projetada”, avança a Claro.

Fonte: Staff Images/divulgação.

“O 5G já está se preparando para a sua chegada. O que fizemos preparando o primeiro estádio conectado com essa tecnologia no país, ao lado de parceiros como a Ericsson e o Allianz Parque, prova que isso é só o começo de uma transformação na forma de usar a conectividade como instrumento de entretenimento. O 5G é mais que conexão. Ele é mais experiência, colocando o consumidor no centro de tudo que há de mais inovador no mercado, que a Claro irá oferecer”, disse Márcio Carvalho, diretor de Marketing da Claro.

A tecnologia foi utilizada na ativação de holografia no Allianz Parque neste domingo (20/10), e foi implementada no estádio e na sede da Claro, onde Lucas Lima estava, localizada no bairro de Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo. Com o 5G, o músico pôde participar em tempo real de um show que ocorria a aproximadamente 17 quilômetros de distância, no palco do Allianz Parque Hall.

“A essência do nosso negócio é aproximar as pessoas, conectá-las à música e ao esporte, promovendo o espetáculo da união. A parceria com a Claro e com a Ericsson nos permite usar a tecnologia para quebrar barreiras geográficas e nos torna a única arena do país totalmente pronta para receber o 5G, o que reforça nosso pioneirismo no mercado de entretenimento. Estamos prontos para o futuro, em que os usuários terão uma experiência ainda mais inovadora e imersiva”, comenta Márcio Flores, Diretor de Marketing e Novos Negócios do Allianz Parque.

Experiência única no palco

Para tornar esse momento ainda mais especial, a Claro e a Ericsson disponibilizaram óculos drealidade virtual (VR) com streaming e conectados ao 5G, com os quais o público pode vivenciar uma experiência imersiva, em meio à orquestra.

Uma câmera especial de até 8K de resolução, e filmagem em 360°, foi instalada entre o maestro Eder Paolozzi e a Nova Orquestra. Esse equipamento, usando a tecnologia VR, possibilitou assistir em tempo real a movimentação do maestro e dos músicos pelo palco. A experiência em 5G tornou o momento ainda mais dinâmico e interativo, possibilitando que os participantes estivessem na perspectiva do maestro enquanto ele regia a orquestra, em uma posição privilegiada e única para o espetáculo.