• PT
  • EN

SET EXPO supera expectativas de negócio

Evento surpreende pela abrangência e profundidade dos temas apresentados no congresso, pela qualidade dos expositores da feira e qualificação de público.

Todo o ecossistema do audiovisual esteve reunido entre os dias 26 e 29 de agosto em São Paulo para participar do mais importante evento de tecnologia e negócios para mídia e entretenimento da América Latina, o SET EXPO, realizado anualmente pela SET.

Formado por uma Feira e um Congresso, o evento recebeu a visita de mais de 15.000 pessoas. Desse total,  cerca de 2.000 congressistas conferiram as mais de 80 horas de palestras, ouvindo 200 especialistas em suas áreas de atuação que abordaram em profundidade as inovações, tendências e desafios relacionados à crescente demanda por conteúdo audiovisual e aos novos hábitos de consumo de mídia.

Na Feira de Tecnologia e Negócios os visitantes puderam conferir as inovações e tendências em produtos e serviços de mais de 400 marcas. A expectativa de geração de negócios também merece destaque: mais de US$ 50 milhões (superior a R$ 200 milhões), cifra 25% superior em relação a edição anterior.

Acordos e temas disruptivos

A edição 2019 do SET EXPO também entrará para a história por selar o acordo de cooperação entre a SMPTE (Society of Motion Pictures and Television Engineers), uma das mais importantes associações do setor de cinema e televisão do mundo, e a SET.

No Congresso, além de questões técnicas já consagradas tais infraestrutura de transmissão de TV e conteúdo, temas disruptivos como inteligência artificial, esportes eletrônicos e Big Data também ganharam espaço e grande interesse por parte dos congressistas. Entre os palestrantes, nomes do mercado e também de associações dos EUA (SMPTE, NAB), da Alemanha (Fraunhofer IIS) e do Japão (NHK-STRL, DiBEG).

Para Carlos Fini, presidente da SET, o SET EXPO 2019 mostrou a convergência e as enormes oportunidades de negócios do setor de mídia e entretenimento. “Percebo um espaço fértil para convergência, convivência e complementaridade positiva entre os modelos de consumo de mídia. Disse isso após o final do NAB Show 2019 e repito agora: estamos vivendo uma época do “e”, e não do “ou”. A cada dia que passa, há mais demanda por conteúdo e novos consumidores: tudo se encaixa”, avaliou.