• PT
  • EN

SET Norte 2018: Regional destaca evolução das mídias e tecnologias digitais

Seminário regional mais antigo da entidade começou em Manaus

Foi dado início ao SET Norte 2018. O evento, que foi o primeiro a ser realizado pela SET, acontece esta quarta-feira (28), e amanhã (29), no Stúdio 5, em Manaus (AM), e conta com a presença de importantes nomes da indústria do audiovisual brasileiro.

O superintendente da SET, Olímpio José Franco, cumprimentou  os presente e disse na abertura oficial que “2018 foi um ano muito ativo com eleições, copa do mundo (quando se testam muitas tecnologias em audiovisual). O SET Norte já tem uma tradição e grande apoio da rede amazônica. É um prazer estar aqui mais uma vez”.

“Este ano temos a grande novidade de alguns palestrantes com apresentações virtuais. São palestrantes que não puderam vir, mas se apresentarão remotamente falando sobre como faremos a digitalização de 400 municípios, tendências de mercado automação, indústria 4.0. Hoje nossos concorrentes mudaram de face, são Netflix Google e Microsoft. Os consumidores também têm hábitos de consumo muito diferentes.  Espero que todos aproveitem e façam reflexões sobre esses pontos de vista”, refletiu Nivelle Daou Junior, membro do Conselho Consultivo da Rede Amazônica de Rádio e Televisão, e diretor da Regional Norte da SET.

Na sequencia, Franco apresentou a SET e o papel da entidade, desde a sua criação em 1988, na transformação digital brasileira. “Reunimos na época os interesses de técnicos de engenharia e engenheiros para firmar um padrão na codificação e transmissão. Falava-se dos padrões Pal-M e NTSC. Em 1994 foi criado o Grupo Abert/SET de TV Digital, com o intuito de nos preparar para a transição digital. Depois de vasta pesquisa no mercado, o modelo escolhido foi o japonês ISDB-Tb, em funcionamento no Brasil há dez anos.  Estuda-se agora o melhor modelo para dar continuidade à TV Brasileira, e muito disso será discutido hoje e amanhã no SET Norte 2018”, situou o superintendente.

A evolução das mídias e tecnologias digitais também são um ponto-chave nas atuais discussões sobre audiovisual,“e o que as mídias tradicionais podem fazer complementarmente á sua transmissão regular para se tornarem mais competitivas no mercado digital.”, explicou.

Os encontros da SET têm como objetivo levar essa discussão às cinco regiões do país, com o intuito de deixar o mercado atualizado e preparado para se posicionar sobre as mudanças que vêm ocorrendo por conta do avanço da tecnologia.

Para mais informações sobre o SET Norte 2018, clique aqui.

Para acompanhar a transmissão ao vivo na SET_TV, clique aqui.

Captação de som e imagem pela Rede Amazônica.

 

Por Tainara Rebelo em Manaus (AM), e Fernando Moura em São Paulo (SP)