• PT
  • EN

SET Nordeste 2018: Inteligência Artificial já salva vidas e pode salvar conteúdos

Painel analisa Inteligência artificial e o seu uso nos mídias

A inteligência Artificial (IA) como oportunidade de distribuição e criação de conteúdo foi o tema do painel moderado por Jair Soares Ventura, Gerente de Tecnologia, Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, a tarde deste SET Nordeste 2018, em Fortaleza (CE).

O painel analisou oportunidades e vislumbrou possíveis formas de se explorar a distribuição de conteúdo apoiada em Inteligência Artificial, e como a adoção de novas tecnologias, agregando valor aos processos existentes, pode trazer resultados surpreendentes.  “As empresas modernas têm superado as tradicionais através de processos disruptivos que integram diferentes tecnologias e eliminam barreiras”, explicou.

Fabio de Sales Guerra Tsuzuki, CEO da Media Portal Soluções, explicou que a inteligência artificial é um campo de estudo bastante recente, “Nasceu há 50 anos da ideia de fazer as maquinas pensarem como pessoas. Essa integração é algo que trabalhamos na Media Portal”, explica mostrando o exemplo de um app-chat chinês que “faz tudo”, e gerou diferença no fluxo de trabalho. “Eles integraram a coleta de informações a respeito do interesse da audiência, e orientaram a produção e distribuição de conteúdo, melhorando o engajamento da audiência. Hoje o app faz pagamanto de contas, marca compromissos, etc”, situa.

Tiago Cunha (SNews)

Para Tsuzuki, a IA sofreu alguns invernos nesse período desde o seu descobrimento e hoje vive uma primavera. “E agora, como oferecer esse serviço a mais pessoas? Temos que mudar as ideais, oferecer novas evoluções. Somos a primeira geração que pode fazer mudanças enquanto estamos vivos. Vamos aproveitar isso para criar coisas novas”, conclui.

Tiago Cunha, Gerente de Projetos da SNews abordou o assunto pelo ponto de vista de que estamos experimentando, talvez da forma mais intensa da história, tecnologias de transformação chegando ao ponto de maturação ao mesmo tempo. “Estamos observando a criação de ferramentas que de fato são aplicáveis e fazem diferença sensível para o usuário. Tecnologias como a da Inteligência Artificial mudaram completamente a maneira de lidar com os ativos de mídia, a forma de distribuição, novas maneiras de monetização e redução da estrutura de custos”, disse.

Fabio Tsuzuki (Media Portal Soluções)

Como exemplo, cita o fato de ouvimos que a internet ia acabar com a televisão. “Não vai não. Hoje sabemos que ela pode acabar com a maneira de ver televisão aberta, mas ela em si não vai acabar porque novas maneiras e práticas surgem, como o OTT”, exemplifica.

Outro ponto importante observado nos últimos anos, segundo o palestrante, é a necessidade de revisão dos processos empresariais dos grupos de comunicação “que devem cada vez mais mudar o foco da plataforma para o conteúdo, em fluxos cada vez mais orientados para o fato que será contado”. Dois exemplos são o Newswhip e Narrative Science, que já existem e têm baixo custo de produção. “Eles orientam para onde o seu conteúdo deve ir e em qual plataforma ele deve ser veiculado”, enfatiza.

Por fim, Erick Soares, Expert em Tecnologia da Sony Brasil, falou sobre o uso da Inteligência Artificial na produção de conteúdo e jornalismo. Ele deu uma visão geral de dois tipos de aplicações e uso de inteligência artificial na área de produção de conteúdo, na área de jornalismo e na área de arquivo de imagens. “Nestes casos, buscamos uma tecnologia na qual as maquinas se aproximem do pensamento humano combinando várias tecnologias como a robótica, mas sem conceito de memória”, explicou.

Erick Soares (Sony Brasil)

Depois explicou Como as ferramentas hoje disponíveis podem contribuir com os fluxos de trabalho. “Nessa quarta revolução industrial, focamos na racionalização do trabalho intelectual. As principais aplicações são na área de saúde. Talvez muitos não sabem, mas grandes hospitais usam a inteligência artificial na tomada de decisões cirúrgicas. Se você tiver que olhar todos os dados, o tempo da decisão pode já ter passado. Esse é um exemplo da grande ajuda que essa tecnologia pode trazer”, contou.

Por Tainara Rebelo e Aurelio Alves (Fotos) em Fortaleza (CE), e Fernando Moura, em São Paulo (SP)

 

O SET Nordeste 2018 acontece os dias 17 e 18 de outubro, das  14h às 20h no Sebrae Fortaleza (CE).

Parceria: 

Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT)

Associação Cearense das Emissoras de Rádio e Televisão (ACERT)

Sebrae

Realização: Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET)