• PT
  • EN
  • ES

Rádios de Goiás e Paraná assinam contrato de migração para FM

O Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, estará em Goiânia (GO) no dia 31 de maio para assinatura dos contratos de migração das rádios que irão funcionar em FM. 13 emissoras assinarão o termo aditivo que adapta as outorgas de concessão e autoriza a mudança da frequência de AM para FM.

No dia 5 de junho, a caravana da migração do MCTIC estará em Curitiba (PR), quando aproximadamente 40 emissoras de rádio também assinarão os contratos para operar na nova faixa. Após a assinatura do termo, a emissora precisa apresentar o projeto de instalação e obter a aprovação de local e uso de radiofrequência.

De acordo com o diretor de rádio da SET, Eduardo Cappia, estima-se a assinatura de 33 contratos de rádios paranaenses no dia 05 de junho. Para São Paulo, no 23 de junho, estão previstas assinaturas de mais 40 contratos.

A mudança para o FM garante mais qualidade do sinal e a possibilidade de sintonia em celulares e tablets, gerando melhores resultados em audiência e faturamento às emissoras de rádio.

Das 1781 rádios AM no Brasil, quase 1500 solicitaram a migração para o FM.

Nesta primeira etapa, cerca de mil emissoras poderão operar na faixa atual de FM, de 88 a 108 MHz. As demais emissoras terão que esperar concluir o processo de digitalização da TV para liberação da faixa estendida, de 76 até 108 MHz, hoje ocupada pela TV analógica.

Conforme levantamento do TudoRadio.com, 113 emissoras já estão operando no processo migratório. Segundo Cappia, após as assinaturas de São Paulo serão 550 contratos assinados no país.

 

 

Abert, com edição da Diretoria de Rádio da SET