• PT
  • EN

NAB 2018: Ross Video avança para a “living Live” e apresenta nova matriz de vídeo

Empresa canadense continua sua aposta em pequenas produções, mas avança em soluções para todo tipo de produções com switchers profissionais com mais funcionalidades e uma nova matriz de produção escalável e modular

David Ross, presidente e CEO da Ross Video, disse neste domingo (8/4) em Las Vegas, que a empresa passa por um excelente momento.  “Este ano cumprimos 26 anos de crescimento e sucesso no mercado com produtos que dão a volta ao mundo com experiências em diferentes partes do mundo”.

Ross Video anunciou a nova matriz de produção integrada, Ultriz “uma solução fantástica em um mix de IP e SDI”, disse Ross no fim da Keynote realizado com muito humor e agilidade, em um hotel de Las Vegas.  Segundo o executivo, a matriz vai revolucionar a produção por chegar  “com 16G 3G IP i/O ou 8 UHD i/O, IP Frame Sync, IP Connect, IP Audio, IP to SDI Brige, e SDI to IP Brige, IP Encapsulation convert. Em Ultrix vislumbramos o futuro”.

A Ross anunciou, também, uma atualização da linha Carbonite Black Solocom dois novos equipamentos, o novo Black Solo 13 Frame e o Solo 13 All-in-One , além de um novo software para o V13 com High Dinamic Range.

Outro dos upgrades é o do switcher Acuity, que agora conta com HDR, Wide Color Gamut, e áudio controlado desde o mesmo local, e, ainda, conectividade 12G para 4k/UHD em IP, tanto para Imput como para Output, como o Carbonite Black. Ainda a unificação em uma única interface do Grafite e o Mira Express.

Um dos cases apresentados foi o da Discovery Networks, que está utilizando o inception.cloud da Ross Video para gerenciar o seu ecossistema digital na nuvem com esta solução. Ainda foi apresentado o tria News, um sistema de streamline com entrada AVC-intra e XDCAM para produções ao vivo.

Assim, como principal novidade, streamline.cloud  em parceria com a Azure, a Google Cloud e a AWS que permite gerenciar vídeo e gráficos em tempo real em diferentes soluções de nuvem com segurança na comunicação em todos os network locais utilizados. Esta solução funciona com uma plataforma híbrida que trabalha ainda com gerenciamento de arquivamento.

Finalmente, em termos de plataformas IP, foram apresentados o novo OpenGer , uma solução ultra HD criada em IP com  possibilidade de expansão até 53%, Full Color Frame Clow, e que pode ser utilizada, pensando no Road Map da AIMP com todos os padrões de transmissão IP.

E o Newt IP Gear, uma solução compacta com entrada e saída IP, e saídas flexíveis com um gateway IP 12x 1080p, Frame Sync, conversão UP/Down/Cross.

Por Fernando Moura, em Las Vegas

  • Fernando Moura é professor da Universidade Anhembi Morumbi e da PUC-Campinas.

David Britto faz um balanço do processo de switch-off no Brasil e o avanço do Ginga

SET e Trinta – Dia 1

Publicado por SET Brasil em Segunda, 9 de abril de 2018