• PT
  • EN
  • ES

Mutirão da migração contemplará rádios de Pernambuco e do Pará

ABERT, com edição da SET

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anunciou as próximas regiões que receberão o mutirão de assinaturas para migração das rádios AM para FM.

Recife e outras cidades de Pernambuco deverão assinar os termos aditivos de adaptação de outorga na próxima sexta-feira (15). Belém e demais cidades do Pará receberão o evento no dia 29 de setembro. Durante o congresso Fala Norte/Nordeste, o ministro Gilberto Kassab falou sobre a importância do trabalho. O evento sediou o 10º mutirão de assinatura, dando início ao processo de migração de 64 emissoras de Fortaleza e outras cidades do Ceará.

Os mutirões vão às capitais para agilizar o processo burocrático, esclarecer dúvidas dos radiodifusores e mostrar a importância da mudança de faixa.

“O evento sediou o 10º mutirão de assinatura, dando início ao processo de migração de 64 emissoras do Ceará.  Fortaleza, a capital,  tem emissoras destinadas à faixa estendida eFM de 76 a 88 MHz, que tem sido objeto de esforço concentrado da ABERT e SET (Diretoria de Rádio) discutindo as vertentes técnicas (MCTIC-ANATEL) que pode significar maior número de emissoras na faixa convencional.”, explica o diretor de Rádio da SET, Eduardo Cappia.

“Isso é o gratificante na vida pública, assumir responsabilidades e construir um legado. Tivemos a felicidade de conseguir avançar bastante na desburocratização do setor com decretos, leis e medidas provisórias que nos permitem afirmar que, hoje, a vida do radiodifusor está bem mais fácil, com menos documentação, mais agilidade e menor participação e interferência do poder público. No mundo da internet, quem não combate a burocracia, é porque não quer. Mais de 560 emissoras já assinaram contrato para migrar, e o trabalho não terminou”, disse o Ministro.

O mutirão em Recife (PE) acontecerá às 11h, no Palácio do Campo das Princesas. O local e horário da solenidade no Pará ainda serão confirmados pelo MCTIC.