• PT
  • EN

DAB+ Rádio Digital são discutidos no IBC 2018

Mrs. Joan Warner participa da discussão do tema DAB. Foto: Eduardo Cappia

Hoje, no IBC 2018, tivemos um interessante painel sobre o Rádio Digital DAB no mundo. A evolução do sistema já atinge dezenas de países, entre eles a Noruega e Austrália.

Várias opções foram apresentadas, desde o desligamento completo do FM analógico, passando pelo desligamento escalonado, como na Espanha e também sobre a convivência dele com o  AM e FM tradicional, na Itália.

Joan Warner, CEO da Commercial Radio Australia, em nome do presidente do consórcio WorldDAB – Patrick Hannon, apresentou o panorama atual da implantação, crescimento de quase 30% nos últimos 2 anos em número de público, e apontou os objetivos futuros até 2020, que são a injeção de 48 programas diferentes de áudio a cada 2,0 MHz de Banda.

Neste cenário em particular, no Brasil também reside a diferenciação devido à dificuldade do uso dos 174 MHz (portadora inicial do DAB convencional), que estão sendo autorizados para canais de TV Digital no VHF alto.

O modelo de negócio e a sua viabilidade continuam sendo entraves para a implantação desta alternativa.

A Banda estendida do FM – eFM – 76 a 88 MHz – também poderia acomodar uma portadora pública nacional de DAB, seria uma outra saída.

Vivemos mundos diferentes, mas a preservação do conteúdo rádio é o objetivo comum muito debatido neste IBC 2018.

 

Escrito por Eduardo Cappia – Diretor de Rádio da SET, direto do IBC, em Amsterdã.