• PT
  • EN

Comitê Nacional de Iniciativas de Apoio a Startups realiza 1ª reunião

Conteúdo MCTIC

O Comitê Nacional de Iniciativas de Apoio a Startups foi instaurado nesta quarta-feira (18), durante reunião no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O objetivo do comitê, que conta com representantes de 10 órgãos e entidades, é articular as diversas ações do Poder Executivo destinadas às empresas nascentes de base tecnológica.

No primeiro ano, a coordenação do comitê será exercida pela Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (Sempi) do MCTIC. Uma das principais ações do comitê será a criação de uma plataforma digital com o registro de todas as iniciativas de apoio a startups. Ao acessar esse ambiente digital, o empreendedor encontrará informações sobre os programas que todos os órgãos e entidades integrantes do colegiado do comitê já executam para estimular as startups.

A pauta da primeira reunião com os representes do governo e de entidades incluiu temas como a indicação dos membros titulares e suplentes que vão integrar o comitê; a estruturação do Grupo Consultivo Técnico e a definição do calendário e plano de trabalho para o ano de 2020.

Trabalho conjunto

A coordenação do comitê será exercida, alternadamente, pelos representantes da Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC e da Secretaria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do ME, a cada período de um ano. A participação dos representantes no Comitê Nacional de Iniciativas de Apoio a Startups e em seu grupo consultivo técnico será considerada prestação de serviço público relevante, não remunerada.

O comitê é composto por representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC); do Ministério da Economia (ME) ; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Financiadora de Estudos e Projetos (Finep); Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes); Banco Central do Brasil (Bacen); Empresa Brasileiras de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI); Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil); e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além disso, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE) vão participar do grupo de governança das iniciativas de apoio à Startups.

Leia a matéria completa aqui.