• PT
  • EN
  • ES

BNDES e MCTIC definem cronograma do plano nacional para Internet das Coisas

internet das coisasO processo de contratação da consultoria que vai desenhar o plano de ação nacional para Internet das Coisas entrou na fase final. Até o momento, 29 propostas foram entregues e até o final de julho será divulgada a empresa vencedora. Todo o processo será conduzido pelo BNDES e pelo MCTIC, que incorporou o ministério das Comunicações

O anúncio foi feito por Ricardo Rivera, gerente setorial das indústrias de tecnologia da informação do BNDES, durante a Rio Info 2016. De acordo com Rivera, definida a consultoria, a pesquisa acontecerá de outubro até o final de dezembro. A meta é que no segundo semestre de 2017, o plano nacional de Internet das Coisas comece a ser implantado.

O plano terá com validade de 2017 a 2022. “O modelo terá recurso para garantir a implantação. Ele não será um estudo sem medidas práticas”, detalhou ao afirmar que um ponto central do estudo BNDES/MCTIC é obrigar o monitoramento das ações.

“Há ações de IoT acontecendo no mundo. Precisamos dividir conhecimento. Há muitas oportunidades de negócios, mas temos que estruturar quais são as competências do Brasil e como agir dentro delas. Essa é uma onda que não pode ser perdida”, completou.