• PT
  • EN
  • ES

UMA ELEIÇÃO EM CLIMA DE CONFRATERNIZAÇÃO

INSIDE SET
UMA ELEIÇÃO EM CLIMA DE CONFRATERNIZAÇÃO
Revista da SET Edição 102

Em 28 de Agosto ocorreu, em clima de confraternização, a eleição da nova diretoria da SET. Antes da eleição, José Munhoz, diretor executivo da SET, convocou uma Assembléia Geral Extraordinária para avaliar algumas propostas sugeridas por Liliana Nakonechyj. “O objetivo é tornar a estrutura da SET um pouco mais aderente à nossa realidade atual”, disse Liliana sobre mudanças nas diretorias, todas aprovadas.

A seguir, Roberto Franco falou sobre a gestão 2006-2008 ressaltando as principais conquistas do período. Entre elas estão a Revista da SET e os Anais do Congresso, que obtiveram seus respectivos registros ISSN em meados de 2007. “Isso se tornou extremamente importante para a SET, pois despertou enorme interesse de participação dos acadêmicos no Congresso”, destacou Franco.

Depois, a chapa encabeçada por Liliana, tendo na vice-presidência Olímpico Franco mais os diretores e membros dos comitês, foi eleita por unanimidade.

Liliana começou convocando uma reunião para o dia seguinte a fim de definir os próximos passos de sua gestão. Nesta reunião, Ronald Barbosa, diretor de Rádio, propôs rearranjar e reagendar os eventos regionais de modo a torná-los compatíveis com os eventos nacionais e internacionais. A proposta está sendo avaliada.

Outra intervenção importante foi feita por Valderez Donzelli, diretora editorial. Ela apresentou a nova Revista da SET, lançada durante o Congresso. Foi sugerida e aprovada a tradução dos encartes do Fórum do SBTVD para o espanhol. A edição deve circular no primeiro aniversário das transmissões digitais da TV brasileira, em dezembro

Grandes desafios esperam pelos novos diretores
Liliana Nakonechyj colocou grandes metas para toda a diretoria, a começar pela vicepresidência. “Idéias não faltam, mas há que transformá-las em realidade. Temos realizado muitas atividades, mas o staff da SET ainda é limitado para tudo que pretendemos implementar. Vamos nos reunir em breve e assim poderemos estabelecer as prioridades e um plano de ação”, diz Olímpio José Franco, vice-presidente da SET.

A nova diretoria de interatividade irá desenvolver, promover e acompanhar iniciativas ligadas ao assunto. “As empresas de software, agências de publicidade, radiodifusores e outras serão convidadas a relatar suas expectativas e experiências”, conta David Brito, diretor desta área.

Ao marketing compete divulgar a instituição e atrair novos sócios. “Acredito no trabalho em equipe e tenho a certeza de que os profissionais que compõem esta gestão não medirão esforços para continuar fazendo da SET a tribuna inovadora e consolidadora de novas tecnologias da radiodifusão no Brasil e América Latina”, diz João Braz Borges, diretor de marketing.

Por sua vez, o diretor de Indústria Dante Conti diz que seu papel será o de “promover ações junto à industria de consumo e à de equipamentos a fim de realizar a convergência da cadeia de valor no processo de implantação do SBTVD no país”.

Já a diretora editorial vai aprimorar as publicações da SET. “Temos dois desa- fios”, diz Valderez Donzelli. “O primeiro é a edição em espanhol para a América do Sul. O segundo são duas edições voltadas à publicações acadêmico-científi- cas, uma por semestre, em 2009”.

Ligar os dois ambientes técnicos de distribuição de conteúdo –o aberto e o condicionado– é a proposta da área de TV por Assinatura. “Também vamos aproximar a SET das associações que representam a TV paga e outros meios de distribuição de conteúdo condicionado, de maneira a estimular a cooperação e união de esforços”, diz Antonio João Filho, diretor de TV por assinatura.

Daniela Souza, diretora de eventos, vai sugerir e aceitar sugestões a fim de ampliar a divulgação dos eventos da sociedade e não apenas em âmbito nacional. “Pretendemos uma aproximação maior com os participantes de nossos eventos, por meio de pesquisas de qualidade/satisfação”.

A diretoria de ensino atenderá as demandas de capacitação dos profissionais de radiodifusão por meio de artigos técnicos na Revista da SET e de palestras e mini-cursos nos eventos regionais e nacional. “Promoveremos uma maior interação com universidades e centros de P&D”, afirma Carlos Nazareth Motta Marins, diretor de ensino.

“Queremos que os profissionais conheçam um pouco mais da sua emissora, dos problemas de propagação e condutividade do solo, fatores preponderantes e que afetam significativamente a cobertura das emissoras nas faixas de radiodifusão, principalmente o AM”, explica Ronald Barbosa, diretor de Rádio.

A diretoria de tecnologia vai responder às demandas da sociedade estimulando as discussões no âmbito do comitê de tecnologia e outros subgrupos temáticos. “Vamos orientar e disseminar o conhecimento para os membros da sociedade nos eventos e na Revista da Set”, conta Raymundo Barros, diretor de tecnologia.

José Marcelo do Amaral, diretor de TI/ Internet, buscará promover a integração dos setores de TI e Internet. “Isso se dará por meio de reuniões em que serão discutidos temas relevantes, integração com associações específicas e comunidades, formação de grupos de trabalho, promoção de workshops e seminários e proposição de temas para os eventos da SET”. Grandes desafios esperam pelos novos diretores.

No XX Congresso, festa para 1.700 convidados
No primeiro dia do Congresso a SET fez realizar, com o objetivo de comemorar os seus 20 anos e o XX Congresso, uma bela festa para 1.700 convidados dentre congressistas, patrocinadores do Congresso (na categoria Ouro: Brasvídeo, Rede Globo, Linear, M1ND Corp., Panasonic, Rede Record, Rede TV!, SBT, Sony, Thomson/Videodata; na categoria Prata, EMC Soluções em Telecomunicações, Ideal Antenas Profissionais, Oreon Broadcast, Promotech 21, Screen Service do Brasil, Step Software, Transtel e Victor/APC; na categoria Bronze, Kathrein Mobilcom Brasil, Roland Brasil/ Edirol, Unisat e a MBA UFF TV Digital) e expositores da Broadcasting & Cable, além de associados da SET. Estiveram presentes representantes de ministérios do Governo Federal, do Japão e de países da América Latina.Aliás, o Congresso e a festa não teriam tido o brilho que tiveram não fossem Olímpio Franco, coordenador geral dos painéis, Anna Lucia Gomes Nunes, responsável por uma série infindável de itens e José Munhoz, que comandou toda a estrutura logística do evento.
Parceria com a Tecsys envolve treinamento
A Tecsys disponibilizará R$1.000,00 mensais à SET, por um período inicial de 6 meses, tornando-se a primeira parceira na programação de treinamentos previstos para o Escritório SET em São Paulo. Com isso, já foi programado um treinamento men sal a ser oferecido aos profissionais de Engenharia de Televisão e há ainda a possibilidades de reuniões semanais.

SET e Fórum SBTVD participarão do Futurecom
O Futurecom, o principal evento do setor de telecomunicações e tecnologia da informação da América Latina, terá um estande da SET. Nele, estarão alguns representantes da entidade e do Fórum SBTVD. No painel sobre TV Digital, falarão pelas duas entidades Roberto Franco, Fernando Bittencourt, Moris Arditti e David Brito.