• PT
  • EN
  • ES

SET EXPO 2014 mostrou a força do mercado broadcast brasileiro e latino-americano

Nº 145 – Set/Out 2014

Por Fernando Moura e Lucas Esteves

NOTICIAS

O ministro das Comunicações Paulo Bernardo e o presidente da SET, Olímpio Franco abrem oficialmente o SET EXPO 2014

A edição 2014 do SET EXPO trouxe grande variedade de produtos para a indústria broadcasting em São Paulo com mais de 300 expositores mostrando as principiais novidades do mercado audiovisual mundial. Como ocorrido nos últimos anos, grandes empresas escolheram a exposição para lançar mundialmente novos produtos aos mais de 14 mil visitantes de 16 países que percorreram a feira durante três dias.

Apresentação mundial da Sony no SET EXPO 2014, a nova camcoder PX-WX500 foi um dos destaques da exposição


SET EXPO 2014, Feira de Equipamentos, Tecnologia e Serviços aplicados aos Mercados de Broadcasting, Telecomunicações e Mídias Convergentes realizado no Expo Center Norte, em São Paulo (SP) de 24 a 27 de agosto passado, teve mais de 14 mil visitantes únicos, uma circulação de mais de 25 pessoas nos três dias exposição e se afirmou como o maior evento do género na América do Sul.
Com visitantes dos 4 cantos do Brasil, o público chegou de 16 países do mundo – desde Argentina ao Japão – com destaque para visitantes de diversos países de América Latina. A aposta da SET foi um êxito, e já se prepara para crescer na sua edição 2015, com pelo menos 35% mais de espaço para expositores.
Nesta edição foram utilizados os 10 mil metros do Pavilhão Azul do Centro de Convenções e Exposições Expo Center Norte em São Paulo, um espaço maior, mais moderno e com melhores acessibilidades do utilizado anteriormente para a realização do evento. Nele as quase 3 centenas de empresas expositoras demonstraram as tecnologias de ponta mundiais, e os pavilhões estrangeiros, como os da Baviera (Alemanha), do Reino Unido e o da NAB Show, com empresas norte-americanas, trouxeram o que há de melhor nessas regiões.


Sony e Panasonic realizaram apresentações mundiais no SET EXPO
Uma vez mais foi confirmada a importância do evento pelos lançamentos mundiais realizados nela e pela presença de executivos de grande porte das principais empresas do setor. Um deles disse a Revista da SET, que para a multinacional que trabalha, o “SET EXPO é a terceira feira em importância e investimentos” só perdendo da NAB Show e do IBC.
A Revista da SET visitou alguns estandes para descobrir quais as principais novidades do mercado esse ano. Faremos um recorrido imaginário para o leitor da Revista da SET em duas partes.

A Sony Brasil se apresentou no SET EXPO em um momento muito importante para a empresa após sua colaboração para o projeto de produção e transmissão da Copa do Mundo FIFA de 2014 com tecnologia 4K, onde a marca foi patrocinadora oficial.
Por isso, a Sony trouxe para a exposição um leque de opções com soluções de captação de imagem, switchers e controles de câmera, mídias e projetores 4K para cinema e mostrou muitas das implantações e trabalhos feitos durante a última Copa do Mundo realizada no país entre 12 de junho e 13 de julho de 2014.

A apresentação mundial da nova câmera AJ-PX800 da Panasonic é mais uma amostra da importancia do SET EXPO 2014 para as grandes marcas internacionais

Dentre muitíssimas novidades para o mercado brasileiro e latino-americano, a mais importante foi o lançamento mundial da nova camcoder PXWX500, uma câmera versátil que trabalha com codecs DNxHD e ProRes, e conta com conexão LTE para streaming de conteúdo através de proxies (existe a opção de envio e gravação simultânea).
Com sensores de imagem CCD de 2/3 de polegada e três chips, a camcorder foi projetada “para ser uma excelente ferramenta de aquisição em uma plataforma progressiva 1080 para uma ampla gama de aplicações de produção HD, como séries de TV, produções ao vivo, esportivas e jornalísticas” explicou Erick Soares, engenheiro de Suporte da Sony Brasil.
Uma das principais novidades desta nova câmera é um módulo sem fio integrado que permite um eficiente fluxo de trabalho e streaming de conteúdo proxy. Assim, a PXW-X500 pode ser operada a partir de dispositivos compatíveis com Wi-Fi, como tablets, por meio do módulo LAN sem fio USB IFU-WLM3 embutido. Além disso, arquivos pequenos de vídeo como os proxy, podem ser gerados separadamente da linha de gravações de alta resolução e gravados diretamente em um cartão SD independente.
Soares afirmou em coletiva de imprensa realizada no marco do SET EXPO que no início de 2015, “o módulo sem fio será capaz de enviar por streaming o conteúdo proxy via Wi-Fi ou LTE (Long Term Evolution)”.
Outro dos destaques no estande da Sony, foi o AnyCast, um novo switcher compacto touchscreen, uma linha de switchers de alta resolução usada na Copa do Mundo, mídias compactas de alta velocidade de transmissão e a PMW-F55 4K, câmera voltada para broadcast, também usada no evento da FIFA no Brasil. “A Sony trouxe todo um leque de opções para broadcast, atendendo vários tipos de demanda”, explicou Soares. A Panasonic, repitindo o que tinha feito no ano passado, fez em São Paulo a apresentação mundial da nova câmera AJ-PX800. A câmera possui 3 sensores MOS de 2/3” de 2.2 megapixels, alta sensibilidade (0,22 lux – F12), gravação AVC-ULTRA (AVC -LongG e Intra-Frame) e, assim como a AJ-PX5000 e a AJ-PX270, ela também tem capacidade de trabalhar com conexões de rede Wi-Fi/4G, possibilitando a criação de um novo fluxo de jornalismo.
Sérgio Constantino, gerente de vendas para o mercado broadcast da Panasonic afirmou que a apresentação mundial da AJ-PX800 “é uma amostra clara da importância do mercado brasileiro para a marca. Ainda mostramos pela primeira vez a VariCam 35, primeira filmadora profissional para broadcasting que filma com resolução 4K, lançada em abril deste ano pela Panasonic na NAB em forma de prototipo”.
Esta câmera grava com resolução de 4096x2160p (com tela 17:9) para captura de imagem em 4K e é capaz de captar em vários formatos, incluindo Ultra HD, Full HD (padrão a partir de 1080p) e High Definition (padrão a partir de 720p).
Assim, as camcoders AJ-PX800X800 e AJ-PX270PJ foram os destaques entre as câmeras portáteis. “São câmeras mais voltadas para produtoras menores, de pequeno porte, mas também equipadas com recursos como Wi-Fi e qualidade Full HD”, disse Leandro Arrivabene, um dos representantes no estande.
A câmera AJ-PX270PJ, primeira camcorder de mão P2 HD com baixa taxa de bits de gravação AVC-ULTRA (AVC-LongG e Intra-Frame) e mobilidade sem fio, pesa apenas 5 quilos, possui alta sensibilidade “para produção de imagens impressionantes, mesmo em condições de baixa iluminação”, afirmou Arrivabene.
Outro produto de destaque foi o AV-HS6000, um novo switcher de vídeo ao vivo de 2M/E, que traz funcionalidades como 32 canais HD e mais 2 entradas digitais de vídeo, 16 saídas HD-SDI (conexão para áudio e vídeo utilizada no segmento profissional em estúdios), entre outras funcionalidades que permitem uma interface gráfica intuitiva. Ainda, a Panasonic levou ao SET EXPO 2014 um grande número de opções de produtos capazes de atender os mais variados tipos de demandas do mercado, já que a marca têm pela frente um grande desafio, talvez o maior da sua história no país, ser patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, onde fornecerá todos equipamentos de captação de vídeo do evento.
Para isso, mostrou line-ups de câmeras maiores, voltadas para broadcast. Segundo Arrivabene, a nova linha pode fazer parte da parceria que a Panasonic está estudando com a organização dos Jogos Olímpicos Rio 2016, “essa nova linha é a que pode ser usada nos Jogos Olímpicos caso as negociações dêem certo”.

Grass Valley
A Grass Valley fez a sua estreia na América Latina no SET EXPO 2014, e por isso, para o Leonel Da Luz, VP de vendas da marca para América Latina foi um momento muito importante. “Somos uma empresa com mais de 50 anos de história que agora se integrou a outra com mais de um século de vida, por isso esta feira é muito importante. A marca tem um market share muito importante na América Latina e aqui mostramos a nossos clientes a forma da união”.
Nesse marco, a empresa mostrou as novas funcionalidades das câmeras LDX que agora podem ser integradas ao sistema de replays K2 Dyno que trabalha com o algoritmo de reprodução dinâmico AnySpeed que permite reproduzir imagens até 200% da sua velocidade original.
Os quatro novos modelos LDX com capacidade de câmera lenta 3X e 6X, assim a LDX HiSpeed (LDX HS) e LDX Compact HiSpeed (LDX Compact HS) são câmeras que captam imagens até 3X, enquanto os modelos LDX XtremeSpeed (LDX XS) e LDX Compact XtremeSpeed (LDX Compact XS) alcançam uma velocidade de 6X.
Junto com estas câmeras, foi apresentado ao público brasileiro uma nova plataforma de câmera 4K Ultra, baseada numa nova geração de sensores de 2/3”, respondendo diretamente às necessidades de produção de televisão no formato, nomeadamente para esportes, com suporte de objetivas de montagem B4.
Para Da Luz, o mais importante do SET EXPO foi “mostrar aos nossos clientes e visitantes as diferentes formas de integração dos produtos da Grass Valley com outras marcas, como por exemplo, a integração dos switchers”.

JVC
A marca apresentou o ProHD Broadcaster Server, um serviço profissional de streaming, um sistema que incorpora uma grande variedade de recursos de processamento de vídeo, incluindo transcodificação em tempo real, time shift, Playout VoD, função de gravação e uma matriz de comutação de stream. Possui uma interface web amigável simplificando o gerenciamento na configuração das múltiplas fontes e destinos de fluxo.
Podem ser utilizadas neste sistema as câmeras de ombro ProHD GY-HM850; GY-HM890 e a GY -HM650 quando conjugadas ao serviço de servidor de nuvem, a entrega de vídeo da câmera à internet fica disponível digitando uma única direção de IP. No Broadcaster um compensador de erro avançado por reconhecimento de conteúdo compensa perdas de pacote em até 30% garantindo uma alta qualidade de sinal que poder ser direcionado para múltiplos destinos através de uma matriz de comutação incorporada no servidor facilitando o gerenciamento na distribuição de múltiplos stream (MPEG-TS, MP4, HLS, HDS, e MPEG-DASH).

A câmera digital ARRI ALEXA foi um dos destaques do Pavilhão Germânico no SET EXPO 2014

ARRI
Localizada em Munique, Alemanha, a ARRI foi fundada em 1917 e é considerada uma das maiores fabricantes de equipamento cinematográfico do mundo. A empresa também esteve presente no SET EXPO 2014, no pavilhão Bavaria, voltado para empresas germânicas. O trabalho da ARRI inclui a fabricação de câmeras, refletores para iluminação e ferramentas de pós-produção digital. Além de câmeras de filme 16mm, 35mm e 65mm, a empresa atua no campo da captação digital, com seu sistema de câmera digital ALEXA.
Apesar de ter um grande leque de produtos diferentes, na Feira de Negócios da SET, a ARRI manteve o seu foco em dois produtos específicos: a câmera AMIRA e a série-L de refletores LED.
“A AMIRA não é uma substituta do nosso carrochefe, a ALEXA. Ela foi criada para um propósito diferente, para atender a outras necessidades”, explicou Robert Breitenstein, gerente de ventas da ARRI à Revista da SET.

A AMIRA é uma câmera versátil no estilo documentário que procura entregar a maior qualidade de imagem e mediante um desenho ergonômico permitir a operação por uma só pessoa. Ela é adequada para uma grande variedade de tipos de produção, como reportagens, produções menores e filmes corporativos. A câmera consegue captar imagens em qualidade até UHD, afirma Breitenstein.

Uma das grandes atrações da exposição foi o 4K e as produções feitas durante a Copa do Mundo Brasil 2014 com esta tecnologia

Quem também aposta em portabilidade é o novo refletor LED da série-L. “Ele é totalmente ajustável. Você pode adicionar todo o espectro de vermelho, verde e azul. É possível ajustar a temperatura da cor entre 2.800 Kelvin e 10.000 Kelvin. Além disso, o equipamento aposta em eficiência energética, tanto por ter baixo consumo de energia quanto por trazer a possibilidade de operar a partir de baterias”, disse Breitenstein.

Leader Instruments Corporation
Completando seus 60 anos de existência, a Leader Instruments Corporation também compareceu ao SET EXPO 2014. O foco da empresa este ano foram os seus monitores de forma de onda, em especial o novo LV5490, novo monitor com suporte 4K.
O LV5490 é o primeiro monitor 4K com duas entradas 4K, quatro entradas dual link ou oito entradas 3G/HD/SD-SDI. Quatro desses canais são dedicados à entrada, mas os outros quatro podem ser configurados de acordo com a necessidade do utilizador: como entradas também ou como saída com função de gerador de padrões.
Para a transmissão da imagem 4K, o LV5490 oferece duas opções. O método de quadrantes permite que a imagem seja transmitida após ser dividida em quatro quadrantes, enquanto no método de intercalação, dois pixels consecutivos são transmitidos à cada uma das subimagens.
Além disso, o monitor conta com outros recursos, como diagrama de espaço de cores, medidor de desvio de frequência, desenho da tela personalizável e o novo algoritmo de assistente de foco, que permite um fácil ajuste do foco para cenas de baixo contraste ou pequenos objetos.
Para quem ainda não pretende investir no 4K, o LV5770A é considerado pela empresa o novo padrão em testes HD. O foco desse aparelho é o bom custo benefício e ele monitora simultaneamente duas fontes 3G/HD/SD-SDI, além de exibir imagem, forma de onda, vetor e 5-barras. A opção de áudio ainda suporta medidas de Loudness, Lip Sync, retardo A/V e oferece display de Lissajous.
O estande da Leader ainda contava com outros modelos de monitores de sinal, procurando atender a diversos tipos de demandas e oferecendo opções diferentes para todos seus clientes.

Tektronix
No estande da empresa, o clima era de excitação e alegria. “A Tectronix está com muitas novidades nesta feira”, disse Silvino Almeida, gerente de Negócios da Tektronix Brasil. O estande contou com soluções para qualidade de arquivos, análise de RF em ISDB-TB, waveform e gerador portátil, e trouxe como exibição mundial os monitores de formas de onda WFM8300 e WVR8300 que foram utilizados pela Globosat/FIFA na Copa do Mundo para realizar o monitoramento e análise do sinal da Unidade Móvel 4K montada especialmente para realizar as primeiras transmissões 4K ao vivo da história.
Asssim, estes monitores de formas de onda (waveforms) foram os responsáveis por testarem a saída das câmeras 4K, assegurando máxima qualidade ao telespectador, já que podem executar inúmeras medições 4K, incluindo quatro displays de forma de onda, imagem, vetor, gamut e diagrama de olho. O software atualizável usa uma arquitetura de alto desempenho projetada para suportar os requisitos de taxa de transferência de conteúdos 4K.
Na UMUHD da Globosat foram utilizados equipamentos Beta, sendo que no SET EXPO 2014 já foram apresentados os dispositivos finais. Os novos equipamentos WFM2300 e WFM8300 foram os destaques da feira. Com características diferentes, os dois produtos garantem que a Tektronix consiga atender a clientes com tipos diferentes de demandas, afirma Almeida. O WFM2300, além de waveform, é também um gerador portátil para equipes de externas, conta com saída SDI elétrica e óptica, áudio, diagrama de olho, jitter automático, teste de cabos e bateria substituível com cerca de 4 horas de autonomia.
Já para centrais técnicas, o WFM8300 traz suporte a 4K, 3G, HD e SD-SDI, além de possuir opções de AES, Dolby, Closed Caption e áudio analógico. “O WFM8300 foi inclusive o modelo usado para monitoramento 4K durante a Copa do Mundo deste ano”, disse Almeida.

José Luís da Costa, gerente de negócios da Dalet e Adrien Bouraly, especialista en software da companhia francesa acreditam no aumento das vendas no Brasil

Segundo o executivo, a Tektronix está investindo em dar suporte que para seus clientes possam oferecer a maior qualidade de serviço possível, “nós vemos o surgimento de muitas formas de trabalhar com conteúdo. Tem a Segunda Tela, o 4K, a portabilidade. Você tem que garantir que alguém vai ver seu conteúdo e vai ver seu conteúdo com qualidade e esse é o centro do trabalho da Tektronix”, destacou.
Outro dos grandes destaques da empresa no SET EXPO 2014 foi o Sentry, um equipamento analisador de multi-programa, que conta com um algoritmo de Qualidade de Experiência (QoE) que captura macroblocos, artefatos de compressão, áudio baixo ou excessivo e trabalha de modo a proporcionar uma redução no tempo de atendimento de falha.
“O Sentry não é outra coisa que uma plataforma de monitoramento, tanto para a parte de sinais comprimidos quanto para a parte de Over-the-Top (OTT) que te permite garantir a qualidade da experiência e a qualidade da imagem no seu cliente final”, finaliza Almeida.

O público espera a abertura do SET EXPO 2014 no Hall de entradas do Expo Center Norte em São Paulo.

Dalet
Trabalhando com gerenciamento de conteúdo Media Asset Management (MAM), a Dalet mostrou a sua plataforma Dalet Galaxy Media Asset Management.
A solução fornece uma grande gama de ferramentas para trabalhar com o conteúdo em todo o processo de produção. Nela, os fluxos de trabalho podem ser configuráveis para várias áreas, como jornalismo, esporte, preparação de programas, rádio, produção e arquivo.
A grande vantagem do Dalet Galaxy “é a convergência de todas as etapas do processo de produção de conteúdo em um único sistema e um único cliente. A gente tem um fluxo completo de News, desde a ingesta até a exibição do conteúdo”, disse José Luís da Costa, o gerente de negócios da Dalet no SET EXPO 2014.
Segundo Da Costa, apesar de trabalhar com várias áreas da produção de conteúdo, a solução permite a personalização de autorizações para grupos de usuários diferentes, de forma que a convergência e organização são possíveis juntas.
Além disso, a nova plataforma conta também com um cliente web. “Isso permite uma acessibilidade muito grande”, garantiu Corrêa, “um editor-chefe pode aprovar uma matéria enquanto viaja para o exterior, por exemplo”.
E o Dalet Galaxy ainda traz uma característica exclusiva: hardware e software funcionam independentes, de forma que o usuário pode optar por outro software e ainda assim usar o hardware da Dalet. “Dessa forma, nós damos liberdade aos nossos clientes”, declarou Corrêa.
Alguns dias mais tarde, a Dalet informou à Revista da SET que a TV Globo adquiriu o Dalet Media Life, uma solução baseada na arquitetura do Dalet Galaxy Media Asset Management (MAM), isso porque a ideia da emissora é implantar um sistema onde o fluxo de trabalho das telenovelas produzidas seja end-to-end para o qual precisa integrar as três plataformas da empresa, a Dalet Brio para realizar ingesta de alta densidade, a Dale Dalet AmberFin transcodificação de alta qualidade, e a Dalet Galaxy para permitir a manipulação de arquivos digitais que pretendem ser arquivados (incluindo telenovelas) produzidas nos centros do Rio de Janeiro e São Paulo que possui a emissora.

O SET EXPO 2014 teve mais de 14 mil visitantes únicos com uma circulação de mais de 25 mil pessoas nos três dias exposição

A solução implementada no Projac do Rio de Janeiro permitirá que a TV Globo integre a sua arquitetura baseada no sistema Sony Professional Services gerindo os arquivos de forma mais simples e transparente. Assim, Sony escolheu a solução Dalet Media Life que inclui um mecanismo especifico de gerenciamento de trabalho, o Business Process Management, e ferramentas de produção e preparação multimédia. A solução completa inclui também o Dalet Brio para a ingesta e reprodução de conteúdos, além do serviço de transcodificação Dalet AmberFin.

Megatrax
Reconhecida mundialmente no setor de fornecimento de músicas e trilhas sonoras licenciadas para produtoras audiovisuais de diversos segmentos, a Megatrax esteve também no SET EXPO 2014, mostrando seus novos catálogos exclusivos: o Black is Blonde, o Zest Music, e o HyperLOCAL.
Voltado para o público jovem, o Black is Blonde tem influências de Pop Rock, música eletrônica, Dance e Hip-Hop. O catálogo oferece 21 álbuns com trilhas que podem ser usadas em spots de publicidade, vídeos corporativos, vinhetas de esportes, trilhas para tecnologia e videogames e mais. “Summer”, “Speed”, “Vintage Taxi” e “Kiss the Cook” são algumas das composições do catálogo europeu.
O Zest Music é uma produção mais energética, distribuída com exclusividade para os Estados Unidos e a América Latina pela Megatrax. O catálogo possui músicas positivas e cativantes e é voltado para chamadas televisivas e comerciais.
Já o HyperLOCAL vem trabalhar especificamente com noticiários em emissoras de TV e Rádio. As trilhas funcionam bem para chamadas e vinhetas, tendo sido elaboradas para blocos específicos, como tempo, crime, política e outras opções.
Além disso, a Megatrax lançou um novo serviço no SET EXPO 2014, o Curator’s Club, um clube de fidelidade para clientes que oferece personalização de buscas de trilhas, adequando para o perfil de cada assinante.

Biquad Tecnologia
A Biquad levou para o SET EXPO 2014, os seus três principais produtos do momento: equipamento de RDS, um processador digital e um suporte articulado para microfone. Segundo Totty Souza, analista de Marketing da Biquad Tecnologia, esse é o primeiro RDS – equipamento que permite a transmissão de mensagens de texto através do rádio – completo nacional no mercado, “até então a gente só encontrava soluções internacionais com esse tipo de recurso”.

A aposta da SET foi um êxito, mais de 14 mil visitantes e 1500 congressistas participaram do SET EXPO 2014

O processador digital DAPXS é uma evolução do produto principal da empresa, o DAP4. “Essa versão traz algumas melhorias como entrada digital ARS para conexões via internet. Por exemplo, de onde você estiver no planeta, se estiver conectado em uma rede, você consegue acessar o IP dele e consegue fazer todas as alterações”, explicou Souza.
O DAPXS também conta com um display colorido que permite que as mesmas alterações sejam feitas diretamente nele.
Por fim, o TOPARM é o novo suporte articulado para microfone da Biquad, que agora vem com o recurso “No Ar”, um LED que permite que a pessoa utilizando o microfone saiba quando o equipamento está ligado. “Ele também é todo ajustável e vem em diversas cores”, disse Totty. “A Biquad também está preparada para sanar dúvidas dos clientes a respeito das conversões de AM para FM.”, finalizou.

O SET EXPO 2014 contou com um espaço exclusivo para as emissoras brasileiras onde os visitantes se encontraram, bateram papos e se realizaram importantes reuniões de negócios

ShowCase
Como em anos anteriores, a ShowCase também esteve no SET EXPO 2014. No estande da empresa, quatro novidades estavam em destaque: o remultiplexador IFN100, o sistema de censura XDA 13, o ShowCase Pro ENC27, e o avatar de Libras.
Operando com uma plataforma embarcada de 64 bits, o ShowCase PRO IFN100 é um implementador de funções de dados e remultiplexação disponível para os sistemas de transmissão ISDB-T. Já o Avatar para Libras possibilita acessibilidade a pessoas com necessidades especiais. O produto é um novo modelo virtual 3D, que reconhece comandos de voz e sinais de libras de acordo com a programação.
Já para censura e monitoração, a ShowCase exibiu o XDA 13 que conta com armazenamento interno e permite a gravação da programação direto do sinal BTS. O conteúdo pode ser analisado e pesquisado por uma interface gráfica web intuitiva e multiusuário, sem interromper o processo contínuo de gravação.
O programa ainda gera um guia eletrônico de programação, sistema de pesquisa e servidor de clipping, a partir das legendas ocultas.
O último destaque do estande era o ShowCase PRO ENC27, que permite a comunicação em tempo real durante transmissões ao vivo entre estúdio e equipes de externa em campo usando o próprio sinal ISDB-T. O produto possui caráter coordenativo, possibilitando sugestões de pergunta e direcionamento da entrevista, instruções de corte e tempo faltante.

Ideal Antenas
A Ideal Antenas é uma empresa em destaque com 27 anos de mercado que busca inovações que surgem nos Estados Unidos e Europa e trazem para o Brasil, não importando, mas produzindo nacionalmente. Ela foi uma das várias empresas que marcou presença no SET EXPO 2014, colocando seus produtos e serviços em exposição para os visitantes.
“A grande novidade da Ideal para 2014 e 2015 são os assuntos focados na migração de frequência de AM para FM”, disse Marcelo Zamot, gerente de vendas da ideal Antenas. Nessa linha, foi desenvolvido um produto chamado Isoacoplador FM que permite operação Simulcast. “É uma solução interessante porque permite a transmissão de sinal em AM e FM, simultaneamente.”

Rafael Augusto Peressinoto, gerente de vendas da ShowCase PRO, acredita no crescimento da procura por parte das emissoras do Sistema Gerador de Legendas Ocultas, o XON 75

“O produto deve chamar a atenção das emissoras de rádio que estão trabalhando no processo de transição de AM para FM”, disse Zamot. O isoacoplador possui uma estrutura externa de latão e cobre e possui tratamento anti-UV e anticorrosivo para preservar seus componentes que é usado para a instalação de antenas de FM na própria estrutura da torre de AM, e tem por princípio impedir qualquer interferência entre os sinais de AM e de FM.
Por outro lado, a Ideal Antenas oferece, agora, em seu catálogo de produtos um Kit Gap Filler voltado para atender regiões com áreas de sombra e problemas de distribuição de sinal. “É o segundo foco nosso, apostando em solução para um momento importante de transição para sinal digital no Brasil. É um kit especial porque tem uma tecnologia que facilita o fechamento do enlace voltado ao gap filler”, explicou Zamot.
Mas provavelmente o ponto mais interessante da participação da Ideal Antenas na Feira de Negócios é a divulgação de uma nova filosofia de trabalho lançada para facilitar e estimular a interiorização do sistema digital terrestre brasileiro. Essa nova política consiste em uma reavaliação do custo das antenas, envolvendo todo o seu processo de fabricação, em todos os setores e departamentos da empresa. “Nós pensamos em como baratear sem perder nada da qualidade do nosso serviço. Pensamos em como fazer isso na produção, no armazenamento, enfim, em todos os setores”, disse Zamot. Com essa nova política, a Ideal volta sua atenção para o custo-benefício.

Ateme
“A Ateme é uma companhia francesa que desenvolve toda nossa tecnologia de decodificação de vídeo. É tudo feito in house”, disse Claúdio Medeiros, representante da empresa no SET EXPO 2014.
Os serviços principais da empresa são os algoritmos de compressão de vídeos baseados em software e carregados em plataformas tradicionais de computação. Uma dessas plataformas é o Titan. Apesar de não ser exatamente uma novidade da empresa, o Titan é atualmente o carro-chefe da Ateme no mercado.

Silvino Almeida, da Tektronik se mostrou orgulhoso por o Brasil estar em foco e exibir em primeira mão no mundo os sistemas de monitoramento de sinal 4K utilizados na Copa do Mundo

A plataforma é um transmissor e codificador de sinal montado em um grande servidor de alta densidade. Isso significa que o Titan pode armazenar conteúdo e suportar uma quantidade grande de canais (são 360 canais SD ou 90 canais HD). Baseado em plataforma Intel, o servidor conta com suíte e entrada SDI, e faz até 48 canais ao vivo em SDI.
“A ideia da Ateme para o Titan é que se tenha toda a parte de compressão de vídeo em um só sistema. Ele é capaz de guardar os arquivos em formato mezaninos e depois buscá-los e prepara-los para a transmissão em formatos de múltiplas telas, como smartphones e tablets. Além de formatar os arquivos para formatos de distribuição em internet, ele também os formata para DTH” , afirma Medeiros.
Segundo o executivo, no Brasil a Ateme já conta com um portfólio grande de clientes, incluindo a Rede Globo, a Rede Record, e pode dizer que teve vários de seus equipamentos envolvidos na transmissão da Copa do Mundo FIFA 2014.

A tecnologia 8K mostrada no estande da NHK, com imagens captadas no Carnaval do Rio e o Mundial 2014 foram uma as principais atrações desta edição

SNews
Um dos produtos que já é presença confirmada em todas as feiras das quais a SNews participa é o ANews, que também esteve como destaque da marca no SET EXPO. No entanto, as novidades dessa vez ficaram por conta de dois novos playouts da empresa.
O primeiro é o Neo Express, um playout simplificado voltado para emissoras menores. Apesar de ser a versão mais simples (e também mais barata), o Neo Express tem suporte aos principais formatos em SD, HD e, inclusive, 4K e 3D. O aplicativo exibe todos os formatos reproduzidos pelo QuickTime Players e aceita vídeos em diferentes resoluções, realizando conversão automática quando necessário. Além de um timer, a solução possui nove controles de playback que facilitam para o usuário preparar mídias, posicionar onde achar adequado e reproduzir na velocidade desejada. O software também possui uma tela de pré-visualização de saída de vídeo capaz de utilizar a tela em fullscreen.
Já a versão mais robusta recebe o nome de Neo Player. Este não impõe limites quanto ao número de vídeos inseridos na playlist e nem ao número de criação. O modo de reprodução é mais completo: toca vídeos em looping, modo seamless advance sem perda de frames e um vídeo por vez com pausa no último frame.
A solução não é apenas um timer, o Neo Player possui também dois timers menores, regressivo e progressivo do total da playlist. Para a pré-visualização, que também pode ser colocada em fullscreen, três novas funcionalidades são adicionadas: Refresh, que permite capturar o vídeo no ar e colocá-lo no ar; Cut, que permite que o vídeo em preview entre no ar; e Sincronizar, que habilita playback e manipulação de rate enquanto o vídeo está no ar.
Segundo Eliézer Reis, o representante da SNews no estande, ambas as versões rodam em equipamentos MAC OS, “somos o único playout no Brasil que é exclusivo para MAC. Ele ainda garante a qualidade da linha Neo. É um software com bastante robustez e agilidade, além de ser todo em português e com suporte fácil em português”, explicou.

Floripatec
A Floripatec foi outra empresa a marcar presença de destaque nos corredores do SET EXPO 2014. A empresa é voltada ao desenvolvimento de produtos e softwares, principalmente à linha de broadcasting, para TV e emissoras, procurando sempre atender as necessidades dos seus clientes e demandas do mercado.
No seu estande, a grande estrela era a Signa, um protótipo da futura nova mesa de controle mestre HD-SD. “É o nosso grande foco aqui esse ano”, explicou o gerente de contas, Cláudio Raso.
A Signa é uma switcher híbrido que aceita sinais misturados e conta com upscaler e downscaler integrados e frame synchronizer em todas as entradas. Ele ainda permite inserção de grafismos em até 28 camadas independentes, diretamente na mesa.
Além disso, o dispositivo conta com sistema multiviewer integrado e trabalha áudio Loudness. “Essa ainda é uma versão preliminar, mas é um projeto muito promissor”, disse Raso.
Mas a mesa de controle não foi tudo o que a Floripatec levou para o estande. Outros três produtos interessantes estavam sendo apresentados: Logware, um gravador de programação para auditoria; Nasware, um sistema de armazenamento centralizado de alta performance; e o Actus, um sistema de gravação de programação multicanal que é capaz de fazer rating de audiência, produzindo inclusive gráficos navegáveis dos índices de audiência dos programas gravados.
Raso ainda destacou que a Floripatec fechou recentemente uma parceria com a Plura Broadcast para representa- los aqui no Brasil o que aumento o leque de produtos da empresa.

RF COM
Sediada em São José dos Campos, a RF COM é uma empresa privada de capital 100% nacional especializada na montagem de unidades móveis para broadcast e telecomunicações. “Hoje nós trabalhamos desde unidades fabricadas em carros pequenos, como vans e doblos, até carrocerias mais completas”, afirmou Moacir Assis de Faria, o representante da empresa no SET EXPO 2014. Através de um leque grande de opções oferecidas, a RF COM consegue atender as demandas de clientes com tipos diferentes de necessidades.
Embora a empresa não estivesse expondo nenhum equipamento inédito ou exclusivo, o estande trazia uma das unidades de carroceria, abertas para que os visitantes conhecessem o interior do veículo. O revestimento da carroceria é feito de uma material especial desenvolvido pela RF COM que é térmico e acústico.

Totty Souza da Biquad afirma que o SET EXPO é muito importante para apresentar os novos produtos da empresas aos clientes brasileiros.

“Ele também é bem leve, o que ajuda a manter a carroceria sem muito peso”, afirmou Faria.
As unidades mais completas, como a exposta no SET EXPO, explicou Faria, “ainda vêm equipadas com toda a parte de gerador, acessórios para links de micro- ondas, nobreaks, hacks e um sistema de nivelamento automático no veículo”.
A RF COM é uma empresa referência no mercado de unidades móveis para jornalismo e broadcast, com unidades espalhadas por todo o país, ela tem como principais clientes várias afiliadas da TV Globo, as centrais da emissora, além de Record e Band.

Advantech
A Advantech trabalha com soluções para serviços DSNG, amplificadores e rádios micro-ondas, apresentando alguns dos seu principais equipamentos no evento.
Um dos destaques era a família de amplificadores de sinal, que funcionam tanto para Banda C quando para banda KU. Uma linha de rádio micro-ondas de serviço ponta-a-ponta para broadcast também deu as caras no estande da empresa. Os rádios contam com porta IP e porta ASI, além de recurso de sincronismo de 10 MHz.
Mas a verdadeira novidade da empresa era o modem ASAT, que é parte da solução para serviços DSNG da empresa. A tecnologia faz comutação automática de uso de banda estatística para determinística e vice- versa. “É uma comunicação duplex baseada em DVBRCS e também em ECPC”, disse Cláudio Frugis, o representante da empresa no estande Frugis explicou que o sistema “tem voz e dados sendo transmitidos, e ele faz uma análise estatística do uso de banda e quando entra o vídeo, ele faz a comutação automática” e o uso de um equipamento desses em uma unidade móvel tem várias vantagens.

A Leyard teve destaque no SET EXPO com a apresentação de telas gigantes em 4K, mostramos aqui o esquema de ligação para as telas 4K montado para a Revista da SET por Augusto Gonçalves, gerente Técnico de Leyard Brasi

l.

Se por um lado o carro pode ser mais simples, contando com uma antena menor que trabalhe com banda KU, por outro o equipamento não deixa nada a desejar em termos de recursos possíveis.
“A jornalista pode se comunicar com a central usando o próprio link de satélite. Ela pode passar ou receber um texto da central via internet e ainda pode ser feita a transmissão de vídeo através do carro DSNG”, explicou Frugis.
A tecnologia do modem ASAT não só foi uma novidade apresentada na SET EXPO 2014, como também foi o lançamento da Advantech no mercado.

Leyard
A Leyard ocupou uma posição de privilégio no SET EXPO 2014: ela era a única expositora fabricante de painéis de LED. A empresa não decepcionou, levando dois painéis que chamavam a atenção de todo mundo que passava perto do estante.
O painel maior tinha cerca de 320 polegadas e ocupava quase todo o fundo do estande. Segundo Orlando Custódio, CEO da Leyard, a intenção era justamente mostrar como as telas LED servem para aplicações backdropping e cenários, oferecendo altíssima resolução.
As telas maiores para uso outdoor são de 8mm.
Por outro lado, foi a LED TV de 1.9 que chamou a atenção das pessoas que passavam lá. Com 144 polegadas, o painel tinha qualidade superior em nível de contraste, brilho e escalas de cinza reais, proporcionando imagens que chamavam a atenção dos visitantes. “Agora nós já podemos competir com projetores. A LED TV ainda conta com uma alta taxa de refresh, que permite que as imagens sejam exibidas continuamente sem cintilação”, explicou Custódio.
Uma característica que a Leyard afirma tentar levar para todos os seus produtos é a eficiência energética. A empresa ainda prometeu algumas novidades para o futuro, como telas 1.6 em 4K e 8K que serão lançadas em breve.
Sobre a participação na feira, Custódio avaliou que ao SET EXPO é uma ótima oportunidade para levar seus produtos ao público e que pretende continuar participando das próximas versões do evento: “estamos muito satisfeitos com a feira e queremos estar aqui de novo no ano que vem com uma tela 8K”.