• PT
  • EN
  • ES

Riedel continua a crescer no Brasil

Nº 145 – Set/Out 2014

REPORTAGEM

Riedel continua a crescer no Brasil

CComo informado na última NAB pelos diretivos da Riedel, os escritórios da empresa no país continuam a crescer e o suporte ao cliente agora será realizado desde São Paulo. Isso, porque no SET EXPO 2014 a empresa germânica informou a contratação de Pierre Cordellier como novo gerente de Suporte Técnico para Brasil, para aumentar o suporte local com maior proximidade com os clientes brasileiros.

Fabiano Botoni e Pierre Cordillier, no estande da Riedel no SET EXPO 2014

Fabiano Botoni, diretor de vendas internacionais de Riedel, e responsável pelos escritórios da empresa alemã no Brasi diz à Revista da SET que esta contratação é parte da estrategia da marca no país já que “é um mercado em expansão que pode crescer e muito. Nossa ideia é estar mais perto dos clientes e avançar em novos projetos”.
Pierre Cordellier, é francês e esta radicado em São Paulo há alguns anos, é engenheiro em sistemas de Imagem e Som pela Universidade de Valenciennes e do Hainaut-Cambrésis (UVHC) na França. Chega a Riedel depois de desempenhar funções como responsável pelo áudio das unidades móveis da NEP Casablanca no Brasil; da Live HD Production & Facilities em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos; e de outras empresas na Europa, especialmente na França.
O destaque da marca no SET EXPO 2014 foi a apresentação na América Latina da nova versão do MediorNet 2.0 que introduz compatibilidade com o protocolo Studer A-Link, permitindo que um sistema MediorNet Modular possa agir como uma matriz de áudio descentralizada de grande dimensão, com interfaces totalmente redundantes. Entre muitos outros melhoramentos, o suporte MediorNet para o protocolo de controlo EMBER+ permite também alargar a integração de sistemas de múltiplas marcas que estão adoptando este sistema de controle.
As capacidades desta solução da Riedel são entretanto expandidas com a introdução do novo roteador de fibra MediorNet MetroN Core Router, contido numa simples unidade de 2U, mas que permitira alargar a abordagem de rede para a distribuição de sinais, oferecendo uma capacidade de 640-Gbytes em tempo real, distribuída sobre 64 portas Ethernet 10G. Este novo módulo permitirá responder a aplicações ainda mais exigentes sem preocupações com as limitações de largura de banda.