• PT
  • EN
  • ES

REVISTA DA SET CHEGA A SUA EDIÇÃO N°100

REGISTRO
REVISTA DA SET CHEGA A SUA EDIÇÃO N°100
VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO DA RADIODIFUSÃO BRASILEIRA ESTÁ HÁ QUASE 19 ANOS NO MERCADO, COM CIRCULAÇÃO ININTERRUPTA.
Da Redação
Em setembro de 1989, um ano após a fundação da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), é lançada a Revista Engenharia de Televisão – nome da publicação na época. Seus idealizadores, que tinham em mente utilizá-la como mecanismo básico para disseminar idéias e consolidar trabalhos da SET, nem imaginavam que aquele singelo veículo ganharia tamanha força e chegaria a sua 100ª edição como uma revta respeitada por políticos e autoridades do setor.
Há que se destacar que a criação da publicação não foi tarefa fácil para uma associação formada por engenheiros e técnicos de televisão, que tiveram que substituir as habituais gravações e ilhas de edição, por elementos das artes gráficas, a fim de elaborar textos de adequado nível técnico e reunir empresas do setor para participação publicitária.
Naquela primeira edição, participaram como patrocinadores as empresas: Lys Eletrônica Ltda.; Plante – Planejamento e Engenharia de Telecomunicações Ltda.; Tecnovideo

Em setembro de 1992, edição n° 13, a Revista Engenharia de Televisão, antes impressa em preto e branco, passa a ser impressa com o miolo em duas cores e, a partir da edição n° 38, de janeiro/fevereiro de 98, deixa de utilizar o papel off-set para ser impressa, integralmente, em papel couché e em quatro cores.

Em janeiro/fevereiro de 2004, edição n°72, a Revista Engenharia de Televisão passa a se chamar Revista da SET, como forma de fortalecer a marca e os interesses da entidade de abranger os setores de broadcast, Telecom e produção.

Engenharia e Projetos Ltda. (JVC); Linear Equipamentos de Eletrônica Ltda.; TV Globo Ltda.(Rede Globo de Televisão); TV Manchete Ltda. (Rede Manchete); Telavo Indústria e Comércio de Equipamentos de Telecomunicações Ltda.; Empresa Paulista de Televisão (EPTV); Sony Comércio e Indústria Ltda.; Televisão Gaúcha S.A. (RBS); Tektronix Indústria e Comércio Ltda.; Globotec; Phase Engenharia Indústria e Comércio Ltda.; Certame Eventos Promocionais Ltda.e Ampex do Brasil Eletrônica Ltda.
Entre as notícias publicadas na época estão a “Digital Video Workstation – um novo conceito em pós-produção”, onde José Manuel F. Mariño defendia que a solução não era a única possível para um CPP totalmente digital, mas seria, “sem dúvidas”, uma das mais elegantes; “Domínio Digital”, em que Guilherme A. R. da Silva, da Crosspoint
Eletrônica Ltda., falava da crescente tendência de produtoras de vídeo buscarem a completa digitalização de seus estúdios, certos da conseqüente liderança no mercado, por conta da oferta de diversos fabricantes de equipamentos, que anunciavam produtos com saída de vídeo 4:2:2, bem como das exigências dos usuários, que passaram a se referir a toda série de siglas e protocolos, tais como: CCIR 601 e 605, SMPTE 125 e EBU 3246; e a “Proposta de atualização da Norma PAL-M”, que mostrava a atuação do Grupo de Trabalho da SET, criado para estudar itens conflitantes entre o sistema PAL-M e o padrão M e encaminhar ao Ministério da Comunicações, que deveria levar ao CCIR como sugestão de atualização.
É importante lembrar que todo processo de digitalização do sistema brasileiro de televisão foi amplamente divulgado pela Revista, e a SET – que participou intensamente dessa transição – teve em suas mãos, durante todo o tempo, uma ferramenta indispensável para manter seus sócios a par de suas atuações e conquistas.
Alguns dos leitores que hoje podem conhecer notícias relevantes do cenário da radiodifusão nacional e internacional e acompanhar as inovações tecnológicas, não são os mesmos de quando a SET iniciou suas ações de comunicação, nem a Revista tem o mesmo visual, haja vista que dezenas de mudanças visuais ocorreram, a fim de acompanhar a evolução do mercado editorial, no entanto, a publicação continua seguindo a mesma filosofia da edição número 1, ou seja, prestar informação técnica atual, constante e diversificada aos associados da SET.