• PT
  • EN
  • ES

Pavilhão Brasileiro volta a mostrar a importância do padrão ISDB-Tb

Nº 151 – Junho 2015

por Fernando Moura, em Las Vegas

FEIRAS E EXPOSIÇÕES

Em uma época de vacas magras no mercado nacional, o pavilhão brasileiro na NAB 2015 esteve recheado de empresas e teve uma muito boa receptividade por parte dos visitantes, não só brasileiros, mas também internacionais que cada ano se acercam em maior número a procura de soluções tecnológicas para serem utilizadas dentro do padrão ISDB-Tb, mas não só, também outras tecnologias brasileiras estão começando a gerar interesse internacional

oitava participação do Pavilhão Brasileiro na NABShow organizada pelo SINDVEL (Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), teve 20 empresas brasileiras oferecendo uma grande variedade de produtos e serviços para o mercado. Segundo informou à Revista da SET, Daniela Saccardo, gerente do PS Eletroeletrônicos Brasil, “as empresas vem se capacitando para atender o mercado externo, porque participar da maior feira do setor de broadcast do mundo é muito importante para as empresas brasileiras e o apoio da Apex-Brasil é fundamental para promover esta iniciativa”.

© Foto: Fernando Moura

A expectativa de Daniela antes da feira era “atrair cada vez mais visitantes para o nosso pavilhão e aumentar as expectativas de negócios que o ano passado eram de U$S 12 milhões”, situação que foi alcançada, já que no fim da exposição, a modo de balanço, ela disse que “o pavilhão este ano teve movimento o tempo todo. Foram cadastrados cerca de 1000 contatos. Este ano observamos que havia mais estrangeiros do que brasileiros no pavilhão. O fato de participarmos desde 2007 do evento, e há 4 anos estarmos no mesmo lugar, faz com que o movimento seja sabem onde estamos”.
De fato, analisou Daniela, “os seminários apresentados pelas empresas no SET e Trinta, também foram outro atrativo para a visitação do pavilhão.
O espaço foi muito bom e as empresas gostaram bastante. As empresas tiveram muitos contatos e os contatos foram bons. Estamos muito satisfeitos com a NAB este ano, e estamos muito entusiasmados para NAB2016”.

O pavilhão brasileiro na edição 2015 da NABShow contou com a participação de 20 empresas: Alfred, Ativa, Biquad, CloudTV, EiTV, Ideal Antenas, Inatel, JWSAT, Media Portal, Opic, Playlist, Screen Service, SP TeleFilm, ShowCase, Software News, Tecsys, TQTVD, TSDA, VoiceInteraction, e Wimobilis.
A seguir, uma pequena descrição de cada uma delas e o que apresentaram no Las Vegas Convention Center de 13 e 16 de abril de 2015.

Daniela Saccardo, gerente do PS Eletroeletrônicos Brasil se mostrou muito satisfeita com os resultados preliminares da feira. “Veremos com correm os negócios durante o ano e como evoluem, mas as perspectivas são muito boas”, afirmou

Os brasileiros na NAB 2015
A Alfred, empresa pernambucana apresentou em Las Vegas “os Alfreds, uma família de produtos revolucionários para gerenciamento, storage e arquivamento de mídia. O Alfred Server é um sistema broadcast montável em rack e o Alfred mini é o MAM para o resto de nós. Ambos com o poderoso Alfred Software, desenvolvido a partir do zero com características inovadoras, como transcodificação open-source e arquivamento LTO com LTFS”, afirma João Paulo Quérette, CEO da companhia.

Pela sua parte a Ativa Soluções atua no mercado de telemetria e M2M (Machine-to-Machine), desenvolvendo soluções para prover gerenciamento remoto de dados para diversos segmentos de negócios apresentou-se em Las Vegas para “divulgar a integração dos produtos da ATIVA à tecnologia 4G. Em 2014 foi desenvolvida uma nova plataforma para gerenciamento dos transmissores de equipamentos de broadcasting com interface Ethernet para o Gateway, que vem sendo integrado à 4ª Geração de conexão de dados para oferecer uma solução ainda mais eficiente para equipamentos que são instalados remotamente”.
Biquad Tecnologia esteve presente no Pavilhão Brasileiro demonstrando as principais tecnologias para processamento de áudio digital tais como processadores de áudio, híbridas telefônicas, distribuidor de áudio, avisos luminosos e suporte para microfones.
Assim, a empresa de Santa Rita do Sapucaí apresentou em Las Vegas os seus sistemas de processamento digital de áudio e controle de Loudness “criado com tecnologia 100% brasileira. Aos apaixonados por áudio profissional, DAP4 é a ferramenta ideal para obter ótimos resultados em processamento digital de sinais nas emissoras de AM, FM e Televisão”, afirmam os seus responsáveis. A CloudTV apresentou em Las Vegas, entre outros produtos, o seu sistema de MAM colaborativo, uma ferramenta de gerenciamento de conteúdo que permite organizar, pesquisar, arquivar e distribuir suas produções de forma colaborativa com seu grupo de trabalho.
A EiTV levou pelo sétimo ano consecutivo a NAB os seus principais produtos referentes a soluções de TV Digital Interativa para redes ISDB-T, com equipamentos para datacasting e multiplexação de EPG, Ginga, OAD e EWBS; geração automática de closed- caption; middleware Ginga para TVs e STBs; e encoders e decoders de vídeo H.264 para broadcast ISDBTb e contribuição via IP.

David Britto, coordenador do Módulo de Mercado do Fórum SBTVD (SET/ TQTVD) no estande da TQTVD, junto a parte da equipe da empresa que se deslocou a Las Vegas

Rodrigo Araújo, diretor da EiTV, destaca que na edição 2015 da feira de Las Vegas ficou claro que o mercado caminha para espaços de convergência entre a TV e a internet.
“Hoje, quem produz conteúdo passa a ser o mago capaz de dar vida a toda esta indústria. A Internet é o espaço onde milhares e milhares de talentos criam conteúdos com uma liberdade impossível de acontecer em outro lugar. E a indústria tecnológica depende deles”.
Como tem feito nas principais feiras dos últimos anos, a Ideal Antenas se apresentou novamente no pavilhão Brasileiro em Las Vegas apresentando equipamentos de transmissão FM e TV de fabricação própria que contam com certificação ISO 9001/2008 em conformidade e serviço ao cliente, recursos de engenharia e suporte de vendas eficiente.

Marcelo Zamot, gerente de Vendas da Ideal Antenas afirma que para a empresa “é muito importante estar em Las Vegas para mostrar os sistemas de transmissão de alta qualidade” da empresa, que segundo ele, “é reconhecida como o principal fornecedor de sistemas de antenas profissionais” no país.
Outra das empresas presentes foi a Playlist Software Solutions, uma das principais empresas desenvolvedoras de software de automação de rádio no país que já conta com mais de 2.000 clientes, atuando também na Europa, África e Américas.

O Pavilhão Brasileiro serve de ponto de encontro entre radiodifusores e a indústria broadcast brasileira. Na imagem, Nivelle Daou Jr (SET/Fundação Rede Amazônica) conversa com representantes de empresas nacionais

“Nosso sucesso é impulsionado por nossa equipe de engenheiros, técnicos e gestores e seu foco incansável na entrega de softwares inovadores, seguros e produtivos. Nosso principal produto é o Playlist Automation Suite, um sistema integrado para automação de emissoras de rádio”, afirmaram seus representantes no pavilhão brasileiro.

A SP Telefilm, uma empresa localizada em São Paulo, com escritório no Rio de Janeiro, e parcerias nas principais cidades brasileiras se apresentou no pavilhão Brasileiro do Las Vegas Convention Center com o objetivo de mostrar ao mundo seus principais potenciais.
A produtora de TV, uma das principais da América do Sul, especializada em todos os tipos de produção, com ênfase em esportes e mais de 30 anos de experiência internacional na cobertura de eventos como F1 e Fórmula Indy, campeonatos brasileiros de futebol e Copas do Mundo, além de jornalismo e eventos considera essencial estar em este tipo de evento para continuar avançando no mercado e melhorar a qualidade técnica das suas produções.

A Opic Telecom expos novamente no pavilhão brasileiro da NAB porque é a “forma de buscar novas parceiras trazendo assim novas tecnologias para o mercado brasileiro”, afirmou José Carlos Morães, gerente da Opic Telecom.

Revista da SET é lida com atenção no pavilhão brasileiro da NAB 2015

A empresa de Ribeirão Preto, interior de São Paulo é focada em soluções de equipamentos e serviços para Broadcast, “atendemos desde o layout até a operação da emissora no ar. É uma empresa que representa as melhores marcas em Broadcast como Ross, Axia, Telos, Omnia, Linear Acoustic, Leader, Axel, Promax, Adtec, Enco, IDX,Comrex e Hardata”.

Os estandes da EI TV e a Inatel se movimentaram bastante durante os 4 dias da NAB 2015, com presença de diversos profissionais nacionais e internacionais interessados nos seus produtos conversa com representantes de empresas nacionais

TSDA é fabricante de sistemas de telemetria e controle remoto para aplicações de radiodifusão em diversos países. A sua linha de produtos é composta por software de gerência, unidade remotas, sensores e acessórios para atender todas as demandas de telemetria, oferecendo características importantes como fácil instalação & operação, capacidade de integração e principalmente confiabilidade. Os produtos são integrados ao protocolo SNMP garantindo um alto desempenho na operação de dispositivos de TV Digital.
de Santa Rita do Sapucaí, conhecida no Brasil como o Vale da Electrónica Nacional, a “TSDA possui no seu DNA a vocação para o desenvolvimento de tecnologias que, somadas à qualidade dos profissionais oriundos das Instituições de ensino técnico e superior local, fazem da TSDA uma referência nacional e internacional”, afirmam seus executivos.

Finalmente, a WiMobilis Digital Technologies, empresa 100% nacional, que atua na área de Engenharia de Software e Sistemas se apresentou no pavilhão brasileiro com o objetivo de colocar a disposição dos visitantes os seus desenvolvimentos nas áreas de TV Digital e comunicações Sem Fio de última geração.
Assim colocou a disposição dos visitantes informações sobre as suas soluções para H.264 HD e codificadores de baixa latência 1-seg; gerador ISDB -T: EPG, inserção de closed-caption, servidor interatividade; multiplex e links para áudio ISDB-T, entre outros.

Broadcasters e profissionais do mundo audiovisual de 19 países passaram e se cadastraram nos estandes do pavilhão brasileiro durante a NAB 2015

Bons negócios
Alguns expositores voltaram para o Brasil com excelentes perspectivas, uma delas foi o Inatel, que segundo seu gerente de Desenvolvimento de Negócios, Leandro Guerzoni, regresso ao Brasil com “a possibilidade de que dentro de um ano, a instituição obtenha um retorno de 500 mil dólares com novos negócios decorrentes da participação no evento. Nunca voltamos de uma NAB com uma expectativa tão boa. Apesar de atuar em diversas áreas, o Inatel é muito reconhecido pelo mercado pela sua competência em Radiocomunicações, então, estar na NAB é uma iniciativa que não pode deixar de acontecer e que valoriza muito nossa marca”, destaca Guerzoni.
Os contatos feitos na NAB culminarão em parcerias tanto na área de Treinamento, quanto para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias. “Houve um grande interesse por parte de instituições da América Latina, não só pelos cursos na área de TV Digital, mas por todos os cursos que oferecemos, o que vai de encontro com nossa intenção de internacionalizar nossa atuação. Também tivemos conversas muito interessantes com grandes players do mercado para possíveis cooperações em projetos”, afirmou Guerzoni.

Lançamentos
 A JWSAT, empresa brasileira de tecnologia fundada em 1992, apresentou em Las Vegas o seu novo monitor de modulação FM Telenick, com o qual, afirmam os seus criadores, “será possível controlar a sua emissora de rádio FM e, também, as outras emissoras. O dispositivo permite armazenar em sua memória 6 frequências de emissoras de FM distintas com acesso ágil e rápido”.
Segundo os empresários de Santa Rita do Sapucaí, “graças a sua alta sensibilidade e controle automático de ganho (CAG) que garante confiabilidade nas medidas, mesmo as emissoras distantes com sinais de baixa intensidade poderão ser monitoradas.
O sistema conta com saídas de áudio em conectores Canon (XLR), P10 e um conector para fone de ouvido com controle de volume digital”.
A Screen Service apresentou na NAB 2015, dois novos transmissores, um equipamento com amplificadores Doherty banda larga. Um dispositivo extremamente compacto e com eficiência energética de até 38% capaz de trabalhar em diversos padrões de TV Digital. O mesmo, ainda sem nome comercial, conta com pré-correção adaptativa real time, otimizando sempre o MER de saída e a linearidade do transmissor.

A Delegação Brasileira na NAB 2015 contou com 20 empresas expositoras na maior feira de broadcast do mundo

Por outro lado, o evento marcou a entrada da Screen do Brasil no mercado de rádio FM, onde foram apresentadas as novas soluções da empresa para estes transmissores, como modulação digital, sistemas compactos e de alta eficiência, facilidade de manutenção e operação.

O estande da SNews teve muitas visitas não só de broadcasters brasileiros, mas também de interessados de outros lugares do mundo

Para a Raquel Caldas Oliveira, coordenadora de treinamentos e capacitação da SNews, “a NAB Show 2015 foi um sucesso”, e o lançamento do “ANews Mobile que possibilita ao repórter que está fora da redação realizar uma série de consultas, e ter uma comunicação em tempo real com toda equipe da emissora, superou as nossas expectativas”.
Rodrigo Brasiel, gerente de Vendas disse ainda que o lançamento do aplicativo mobile na NAB foi significativo para a empresa porque foi uma forma de destacar a presença na exposição. “O ANews é um sistema de automação para telejornalismo que possui várias características que o diferenciam com os demais sistemas disponíveis no mercado. Entre elas podemos citar: integrações com outras soluções; solução via web multiplataforma. Com a aplicação é possível acompanhar o fluxo de trabalho do jornalismo em sistemas Android, IOS e Windows Phone”.

Brasiel afirma que a aplicação permite “minimizar o tempo dentro de uma redação gerando praticidade ao conectar pessoas à fatos em tempo real com total sincronia permitindo conexão, por exemplo, entre repórter, produtores e editores de forma simultânea”.
Como referido na edição 149, a Tecsys do Brasil lançou na NAB 2015, o TS 9090 VOM, é um produto “stand alone” para inserção de texto e imagens em sobreposição ao vídeo de entrada, com funções de gerenciamento e automatização de exibição.

Roberto Franco (SBT); Rodrigo Zerbone (Gired/Anatel) e Daniel Cavalcanti (ANATEL) ouvem as funcionalidades de um dos equipamentos para ISDB-Tb oferecidos no estande da Tecsys

Ainda o TS 8200 VO – IRD Profissional Tecsys. Um IRD com implementação das funções de sobreposição de texto e imagens no vídeo decodificado, sendo gerenciado e telecomandado por servidor instalado no up-link para controle e automatização da exibição. Ambas soluções (produtos) atendem em 100% aos critérios de regionalidade, periodicidade e temporalidade, bem como automatização de exibição e conceito de distribuição dos sinais adotado pela emissora. Ainda, traz a individualização das informações e personalização das tarjas e seu conteúdo. Geração automática da contagem regressiva à partir da data prevista para desligamento.

Prevendo o desligamento do sinal analógico que começará em abril de 2016 e que se dará em localidades/ regiões diferentes para cada emissora de acordo ao cronograma estabelecido pela Anatel. A Tecsys do Brasil apresentou, ainda, a nova linha de transmissores digitais de baixa potência, que vai de 25 a 250 Watts. A TQTVD empresa carioca especializada em negócios interativos para televisão digital e IPTV, e uma constante nos pavilhões brasileiros da NAB e do IBC em Amsterdã, apresentou na edição 2015 da feira que se realiza no Las Vegas Convention Center, uma evolução do AstroTV, um middleware já reconhecido no mercado, presente em mais de 10 milhões de TVs, conversores digitais e dispositivos 1-Seg.
O AstroTV+ é uma plataforma otimizada para conversores digitais de baixo custo, sem por isso limitar-se a tarefas básicas. Seu pacote completo oferece recursos de Segunda Tela (Integra tablets / smartphones); aplicações para plataformas Over-the-Top (OTT); sistema PushVoD; uma loja de Aplicativos – Ginga. A nova plataforma da TQTVD trabalha com browser HTML5; tem compatibilidade com TVs de tubo (4:3), Full HD e 4K (UHD). Uma das novidades é o PVR (Personal Video Recorder) com Recurso de Time-Shift incorporado.

Tecsys do Brasil apresentou um sistema de overlay de logotipos e tarjas sobre vídeo Dinâmico. O produto prevê mensagens diferentes para cada localidade (informação de canal e contagem regressiva) e dará a liberdade para que as tarjas e informações sejam desenvolvidas de acordo com a necessidade de cada emissora

A VoiceInteraction apresentou no NAB Show 2015 duas novas soluções associadas à indústria: a quarta geração do sistema de Legendagem Automática e a variante Broadcast Edition do MMS. O primeiro, transcreve, em tempo real, a emissão de um canal de televisão (broadcast) ou internet (webcast).

Esta nova geração do sistema resulta da integração de uma nova tecnologia de modelação acústica de modo a otimizar o desempenho do reconhecimento de fala que combina técnicas avançadas de processamento de sinal, reconhecimento de fala contínua usando vocabulários extensos, segmentação e classificação acústica.
A variante Broadcast Edition do MMS – Media Monitoring Solution – é um sistema de monitorização de conteúdos difundidos nos media, desenvolvido para responder às necessidades específicas das emissoras de televisão e organismos públicos com responsabilidades de regulação. Esta solução realiza a gravação legal da emissão – a que estas empresas estão obrigadas para fins de auditoria –, verificando os níveis de Loudness; assiste na criação de segmentos de vídeo para reemitir ou redistribuir em múltiplas plataformas, entre outras funcionalidades.

 

 

 

Com INATEL, e Francisco Machado Filho

 

 


Marco António Melo: “Quanto melhor tecnologia desenvolvamos, mais mercado internacional teremos”

A ShowCasePro, uma velha conhecida em Las Vegas, apresentou as suas principais novidades no mercado de closed-caption afirmando que a sua principal virtude é “o poder da simplicidade”.

A empresa lançou na NAB 2015 equipamentos de sinalização e soluções em acessibilidade para TV. Os principais produtos foram o XDA13 (censura) e o XON75 (Gerador de closed-caption). Ainda foram apresentadas soluções para sistemas de legendagem automática, encoders de áudio e vídeo; sistemas de gerenciamento de vídeo como Show Play, Show Browser e ShowNews.

Marco António Melo, Jessyca Camargo e Rafael Augusto Peressinoto no estande da marca na NAB2015

O Sistema de Auditoria XDA13 permite realizar pesquisa dos vídeos gravados pelo XDA13, utilizando ferramentas de filtragem por horário ou programa exibido, contando ainda com a visualização na própria interface do vídeo selecionado. Uma das novidades é que através de gráficos, demonstra a densidade de palavras do closed-caption produzido diariamente, ou, as horas de closed-caption nos dias da semana, ou ainda, o acompanhamento mensal, verificando se cumpre a norma brasileira.
Marco António Melo, diretor da ShowCasePro afirmou que a empresa possuí “um conjunto de produtos profissionais que focam na experiência de usuário, simplicidade de manutenção e confiabilidade. Usamos criatividade e o estado da arte em tecnologia para entregar soluções de alta qualidade que funcionam. Nossas áreas de interesse abrangem software embarcado, TV Digital, acessibilidade, legendagem oculta, áudio descrição, TVs conectadas, reconhecimento de fala e aprendizado de máquina”. Para a empresa a NAB foi importante “porque proporcionou oportunidades para novas negociações, porém, não atingiu nossa expectativa em relação a quantidade de clientes, o fluxo não foi o esperado, mas isso não implica que em 2016 não participemos, estaremos com certeza novamente”.
Seguindo a linha de raciocínio de Daniela Saccardo, gerente do PS Eletroeletrônicos Brasil, a empresa tem “feito investimentos na área comercial e tecnológica com foco nos negócios internacionais. Além de participar dos maiores eventos de broadcast do mundo, cremos que existem avanços, inclusive as negociações tendem a serem mais fortes de acordo com a atenção e inovação oferecida ao cliente”.


Sony certifica empresa brasileira na NAB 2015

A MediaPortal se transformou na edição 2015 da feira realizada no Las Vegas Convention Center na primeira empresa de latino-américa a ser certificada por Optical Disk Archive (ODA) da Sony.

Prototipo de Optical Disc Archive Gen 2 drive (ODA) apresentado no estande da Sony na Nab 2015

Durante a exposição a Revista da SET se reuniu em exclusiva com os representantes da MediaPortal/Videodata e Sony para uma entrevista interessantíssima que tentou desvendar os segredos de por que a empresa brasileira atingiu o nível de excelência necessário para tornar-se o primeiro parceiro da América Latina a ser certificada pelo Atsugi Technology Center da gigante japonesa. Em entrevista, Genya Kamada, director da Systems Solutions Division, Professional Solutions Group, IP&S, Sony Corporation do Japão afirmou que a escolha se deve a “qualidade profissional dos desenvolvimentos da Media Portal” e ao fato da Sony entender que as soluções de arquivamento precisam ter “características e parceiros locais que desenvolvam soluções de acordo as necessidades dos produtores locais. Na Sony estamos muito preocupados com isso, com a possibilidade de entregar ferramentas de arquivamento como o Optical Disk Archive, mas que estas se adaptem as necessidades próprias de cada região”.

Ele afirmou que “a tecnologia cria novas demandas” e essas demandas, as vezes, podem ser cobertas “com desenvolvimentos locais que se ajustem melhor a elas. Na Sony temos claro que o mercado hoje produz conteúdos cada dia mais pesados e que estes tem de ser guardados de forma segura, e por muito tempo. O mercado de arquivamento (storage) aumentou várias vezes nos últimos anos, por isso tínhamos de criar solução duradoura e que possa vir a ser compatível nos próximos anos. O sistema ODA foi desenvolvido pensando em arquivamentos que possam ser usados daqui a 20/30 anos”.
Kamada afirma que na última década o conceito e a forma de produzir e emitir conteúdos broadcast mudaram tangencialmente. “Hoje o TI domina muitas áreas da indústria” que aos poucos começa a perceber que “com as mudanças e avanços nos formatos de compressão de vídeo, tudo o que não for ao vivo (live), é guardado em estruturas baseadas em software, e até o Live começa a ser enviado e transmitido nas emissoras por estruturas de software. O broadcast mudou para uma outa forma de fazer com a inclusão de mercados e tecnologias que antes eram impensadas”.

Da esq. à dir.: Erick Soares (Sony Brasil), Genya Kamada (Sony Japão), Fábio Tsuzuki (Media Portal) e Rosalvo Carvalho (Videodata) se mostraram felizes pela parceria

Fábio Tsuzuki, CEO de MediaPortal afirmou que a certificação é muito importante para a empresa e para seu parceiro a Videodata, mas sobretudo “é uma amostra do potencial de desenvolvimento de tecnologia da empresa e do Brasil. A MediaPortal desenvolveu e criou uma solução de acordo com as necessidades dos clientes brasileiros e latino-americanos, um mercado ao que apostamos cada dia mais”. O empresário e desenvolvedor brasileiro disse sentirse orgulhoso pela certificação, mas que este é um “atestado de competência, e com isso de responsabilidade. Nossa solução para o ODA permitirá o acesso a conteúdos durante mais de 50 anos, por isso os nossos clientes tem de confiar na solução. Nosso objetivo é que eles não tenham de migrar a outros suportes nos próximos tempos porque o sistema de arquivamento fique obsoleto. Tsuzuki disse que a solução da MediaPortal prevê uma livraria local que trabalhará e se adequará as necessidades de cada um dos nossos clientes. “Nossa solução pode ser customizada segundo as necessidades dos usuários”, refere.
A MediaPortal/Videodata estiveram presentes no pavilhão Brasileiro e, segundo Tsuzuki receberam vários radiodifusores latino-americanos “querendo informações sobre os nossos produtos e a associação com a Sony no desenvolvimento do ODA. Para nós é muito importante que Sony nos tenha como partnership neste projeto”.