• PT
  • EN
  • ES

Esportes na NAB

A produção em 4K pode ser uma das principais novidades que a FIFA apresente em termos de exibição mundial na Copa 2014 a realizar-se no Brasil. Por isso, as principais empresas fornecedoras de equipamentos para eventos esportivos mostraram durante a NAB 2013 alguns dos produtos que podem ser utilizados nas transmissões da próxima Copa do Mundo de Futebol. Já na Copa das Confederações, que se realizará em junho deste ano no país, serão realizados os primeiros testes de produção ao vivo em 4K.

Nº 133 – Maio/Junho 2013

Por Fernando Moura

REPORTAGEM – NAB 2013

Nesse sentido, a Sony como parceira da FIFA na Copa das Confederações a realizar-se no próximo mês de junho no Brasil, espera realizar testes de produção em 4K, apresentou na NAB 2013 o codec com um bit rate de 300 Mbps em até 30 fps usando compressão H.264/MPEG-4 AVC.
Com este novo codec para câmeras de consumo, a empresa japonesa quer aceder a um mercado maior e ajudar os produtores que investiram em câmeras F65 ou F55 com qualidade CineAlta a produzir mais e melhor com estes equipamentos.
Este novo codec irá suportar resoluções de 4K (3840 x 2160), HD e proxy segundo a necessidade do produtor e a circunstância na qual esteja sendo utilizada a câmera de CineAlta, utilizando uma compressão de MPEG-4 e já não o MXF utilizado nas câmeras profissionais. Isso porque as câmeras de CineAlta oferecem suporte de multi-codec que permitem gravações feitas diretamente em cartões SxS, modelo SxS PRO+ (Plus) para gravações na F55 em 4K:60p:422 10-bit XAVC e HD:422 10-bit XAVC em alta taxa de quadros.
É possível ligar a F55 a um monitor de LCD 4K de 30 polegadas, o PVM-X300 usando interfaces 3G SDI em resolução 4096×2160 para monitoremento ao vivo de até 60p durante as gravações XAVC 4K, assim como reproduzir imagens XAVC 4K. Da mesma forma, Por Fernando Moura também é possível ligá-la diretamente à TV de LED BRAVIA 4K de 84 polegadas para monitoramento das imagens da câmera em 60p 4K (em resolução redimensionada horizontal de 3860 pixels).
“Vamos fazer testes de engenharia com a HBS [Host Broadcast Services] e a FIFA para realizar transmissões em 4K ao vivo. Somente em forma de teste para assim, talvez, ter na Copa do Mundo 4K comercialmente,” disse à Revista da SET, Luiz Padilha, diretor de Sony Brasil em Las Vegas.
Para isso, informou Pedro Paz, responsável da área de serviços e engenharia da Sony Brasil, virão ao Brasil engenheiros e técnicos do Japão para realizar os testes e “um de nossos engenheiros estará em tempo integral acompanhando a equipe que virá da Sony Japão. Nosso engenheiro foi para Basingstoke, na Inglaterra, para receber treinamento do sistema 4K, e está preparado para acompanhar o evento”.

EVS 4K/Ultra HD
A EVS apresentou, na NAB 2013, um protótipo de replays em 4K que permitirá aos espectadores ver imagens ao pormenor, de diferentes ângulos, extraídas de uma imagem captada com resolução 4K. O novo EVS 4K Live Slow-Motion Replay System é, segundo a marca belga, o primeiro sistema de replay do mundo em 4K/UltraHD, que servirá, acredita-se, para melhorar a qualidade das transmissões esportivas.
Baseado no servidor de produção XT-3, o EVS 4K fará o ingest de 4 feeds 3G-SDI em simultâneo enquanto reproduz e outros 4 feeds 3G-SDI permitindo o replay instantâneo de vídeo em 4K, o que é equivalente a 16 canais em HD ao vivo para garantir suporte ao vivo de oito milhões de pixels a 50 ou 59,94 frames por segundo.

Na demonstração feita para convidados especiais e profissionais da área na NAB 2013, a EVS utilizou um único canal de entrada e saída para mostrar as capacidades do novo sistema. Esse novo servidor de replays da EVS, como dissemos antes, permite a realização de replays 4K ao vivo utilizando dois canais do equipamento, permitindo que um único servidor XT3 grave simultaneamente duas câmeras 4K, proporcionando replays instantâneos 4K e destaques.
O servidor 4K XT3 será controlado através do painel EVS’LSM, o que permitirá aos usuários atuais do sistema operar o novo servidor sem necessidade adicional de treinamentos. Com este sistema, além de reprodução de imagens em 4K será possível realizar playout de imagens em três diferentes modalidades: slow-motion, clipping e highlights.
“Gravar em 4K e ter capacidade de replay instantâneo neste novo formato são uma extensão natural para o servidor XT3 EVS”, disse Luc Doneux, vice- -presidente executivo de EVS Sports. “Trabalhamos em uma primeira etapa com um servidor de 4K de dois canais, e graças à enorme largura de banda do servidor XT3, estamos trabalhando atualmente em um servidor 4K multi-canal”.

Segundo informou a EVS, este sistema foi utilizado experimentalmente na semifinal da Liga dos Campeões da UEFA, realizada em Munique, Alemanha, entre o Bayern de Munique e o Barcelona, realizada o 23 de abril de 2013. Nela o XT3 4K foi configurado com uma entrada e uma saída em 4K, mas a EVS estuda, segundo informou em comunicado posterior, ter uma solução que permita a captação de 3 canais em 4K em um único XT3 com dois canais de gravação e um de replay ou um de gravação e dois de replay.
Também foi apresentado na NAB 2013 o LSM Connect, um novo sistema que utiliza um tablet especialmente criado pela Asus, no qual é instalado um aplicativo que permite, entre outras coisas, controlar o painel do sistema MulticamLSM da empresa que hoje é utilizado por mais de 7 mil operadores em todo o mundo.
Este tablet se conecta remotamente com o LSM e, através dele, ao servidor de produção XT, fornecendo acesso instantâneo a todas as funções, clipes e listas de reprodução criadas durante a produção de uma transmissão ao vivo usando sem precisar mexer no controlador, senão no tablet de forma touchscreen.
Segundo a EVS, este aplicativo aumentará a eficiência da produção, fazendo operações – como a indexação de clipes e a busca e criação de drag-and-drop, mais rápida e fácil de gerenciar.
Por outro lado, EVS informou em comunicado que assinou um importante contrato com a FIFA World Cup Brasil 2014 para fornecer infraestrutura de produção ao vivo para as transmissões dos jogos da competição.
Assim, a empresa belga afirma que chegarão ao país diversos equipamentos da companhia com destaque para o novo sistema de produção 4K/ UltraHD que permitirá aos operadores ter possibilidades alargadas para acessar e controlar o conteúdo remotamente, e a introdução de tecnologia EVS C-Cast que permitirá oferecer aos espectadores imagens com multi-ângulo e sequências exclusivas de entrega por meio de aplicativos de segunda tela durante os eventos ao vivo.
O contrato da EVS com a FIFA contempla o aluguel de equipamentos para a Copa das Confederações da FIFA em 2013 e o Mundial em 2014 e ronda os U$ 6 milhões.

TriCaster 8000 e 3Play 4800, as apostas da NewTek
Como de costume, a NewTek trouxe novidades interessantes a NAB 2013. Desta vez, os produtos lançados na feira de Las Vegas foram o novo 3Play 4800, um sistema de replay multi-câmera de baixo custo, como todos os produtos da empresa radicada em Texas, nos Estados Unidos, que promete, mais uma vez, revolucionar o mercado esportivo.
O sistema NewTek permite, segundo Jorge Dighero, gerente de vendas para América Latina, realizar repetições em Slow Motion Replay HD/SD multicanal, com maiores recursos para “realizar mais operações em tempo real do que qualquer outro servidor de reprodução multi-câmera, dá aos produtores um acesso fantástico e novas oportunidades de replays, além de sofisticados efeitos visuais, troca de replays ao vivo, alta qualidade nas imagem em slow motion, e a hipótese de enviar conteúdos às mídias sociais desde um único sistema”.

Este sistema “vai além de ser um software de replays, porque permite que, ao mesmo tempo em que se está realizando um evento esportivo ao vivo para TV, se possam enviar por streaming conteúdos para o Facebook, Twitter, YouTube e muito mais. Esta solução permite que os operadores entreguem imediatamente mídia as redes sociais, uma aplicação que nenhum outro sistema permite”, explicou Dighero em conversa com a Revista da SET em Las Vegas.
O 3Play 4800 permite gravar até 4 canais de vídeo dobrados com gravações ISSO, que permite a proteção das mídias, mas os usuários podem optar por gravar simultaneamente oito entradas, conforme necessário.
“Este é um produto feito quase a pedido dos nossos clientes. Ouvimos durante algum tempo as suas sugestões e criamos o 3Play 4800. O que eles queriam era um produto mais acessível que permitisse a gravação multi-câmera, em que a escolha de vídeo e as playlist de saída fossem rápidas e ágeis. Acredito que conseguimos,” disse o responsável da NewTek. Mas a grande novidade da NewTek foi o TriCaster 8000 CS, uma solução integrada de produção em direto, não-linear e “media publishing” que permite a realização de grandes produções ao vivo, e ainda enviar conteúdos às diferentes mídias sociais em simultâneo.

Ainda, unido ao 3Play 4800 pode ser uma solução econômica para unidades móveis de exteriores ou emissoras de TV com transmissões esportivas ao vivo em formato multi-câmera.
O TriCaster 8000 CS possui entradas para 8 câmaras em HD-SDI e 8 canais de gravação até 1080p a 25/30 frames por segundo, permite a gravação em disco a 1080p com código de tempo, em arquivos AVI, QuickTime, MPEG-2, e H.264 (para TV ou streaming), e vem equipado de origem com quatro discos removíveis de 2TB SATA III que permitem gravar 50 horas em 1080i ou 300 horas em 480i.
Dighero explicou à Revista da SET que este novo sistema “melhorou muitíssimo a latência e tem a capacidade de fazer sincronismo interno, além de permitir com a Mirror Function, espelhar dos equipamentos e permitir que um segundo funcione como back-up,” o que, segundo o responsável da marca, “era um dos maiores pedidos dos clientes, sobretudo das grandes cadeias de televisão que precisam ter um equipamento de backup e redundância constante para evitar cortes na emissão”.
Este equipamento trabalha com um switcher de 24 – 10 canais externos, 6 internos e 8 buses M/E. Ainda possui 24 set virtuais HD e dá hipótese ao operador de configurar até 4 monitores de vídeo.

Objetivas para esportes e mais… A divisão de dispositivos ópticos da Fujifilm apresentou na NAB 2013, uma grande variedade de novas objetivas e atualizações. Mas, destas, a que mais chamou a atenção dos visitantes foi a Premier PL 85-300 Cabrio (modelo ZK3.5×85) pela sua qualidade e por ser de montagem PL; e a objetiva para produção em campo XA99x8.4 UltraWide porque foi uma das soluções para esportes mais relevantes da marca.
A XA99x UltraWide foi apresentada por Wilson Zeferino, engenheiro de vendas para América Latina e Caribe de produtos profissionais e broadcast da Fujifilm, como ideal para a cobertura em direto de grandes eventos esportivos. Esta objetiva de grande alcance foi lançada em Las Vegas com um upgrade da tecnologia de assistência de precisão de foco, a Precision Focus Assist (PF), a maior novidade do modelo.
Com um zoom 99x, a XA99x UltraWide possui uma amplitude de focagem de 8.4 até 832mm, e MOD de 2,9m. Trabalha com a integração de um estabilizador de imagem recentemente desenvolvido pela marca que segundo o responsável da FujiFilm “é fundamental para filmagens HD a longa-distância e com movimentos rápidos como os que acontecem em eventos esportivos”, disse Zeferino.
Por outro lado, chega ao mercado com peso e tamanho semelhante a uma das suas antecessoras, a PL 19-90mm Cabrio, modelo ZK4.7×19, mas com maior distância focal, o que “é ideal para documentários, natureza, vida selvagem e publicidade”, comentou o responsável de vendas do setor.
Com uma distância focal de 85-220mm em T2.9 e 300mm em T4.0, com 200 graus de rotação de focagem, a PL 85-300 esta equipada com a aba de ajuste de distância focal, um MOD de 1,2m, função macro para objetos a uma distância mínima limite de 97 milímetros (3,8 polegadas), e cobre um sensor de 31,5 milímetros de diagonal.

AJA Video A AJA Video System não fez grandes apresentações nesta NAB 2013, mas trouxe a feira uma série de upgrades gratuitos dos seus produtos e apresentou algumas alianças estratégicas como com o Pro Tools, da Avid, o Pablo Rio, da Quantel, e o suporte para FilmLight FLIP com Multi-Channel I/O On KONA 3G, e Adobe.
No estande, a Revista da Set pode ver funcionando o gravador Ki Pro Quad, recentemente lançado que permite ao usuário ter um workflow completo de gravação em 4K. Esta solução, agora permite, ter acesso a um workflow 4K/Quad HD/2K/ HD com a eficiência da gravação em Apple ProRes 444 ou Apple ProRes 422 segundo a necessidade da produção e a flexibilidade de gravar em formato RAW em cartões de estado solido permitindo, ainda, a reprodução desde o próprio dispositivo. Se este dispositivo for usado em uma câmera Sony F55 pode gravar em 4K 4x 3G-SDI. Se for em uma Canon C300 ainda será com 10-bit 4:4:4. Este dispositivo conta com docks com Thunderbolt e USB3 para as drives AJA Pak.

Para Adobe Premiere Pro e o Adobe Speedgrade foi apresentado um suporte que permitirá a maximização do fluxo de trabalho nestes sistemas. Para isso, os novos drivers da AJA permitem mediante o codec a captura de imagens Apple ProRes no Adobe Premiere Pro para Mac, a captura do codec DNxHD no Adobe Premiere Pro para Mac e Windows, juntamente com um suporte integrado que agiliza a exportação dos sistemas Adobe mediante a tecnologia da AJA. Este novo driver de dispositivo e software de aplicação plug-in estará disponivel para download gratuito nos próximos dias.
Para os sistemas Pro Tools HDX e Pro Tools Native da Avid foi anunciado um sistema de Playback Video com sincronizador utilizando o AJA KONA, T-TAP, e a família de produtos Io. Assim, com o Avid Video Engine Support para as plataformas de Pro Tools HDX e Pro Tools permitira a ingesta de todos os formatos padrão que suporta os sistemas da Avid.
“A Avid tem tido um tremendo sucesso com a iniciativa de IO aberta, e a AJA foi uma das primeiras a suportar isso em painéis”, disse Nick Rashby, presidente da AJA, na coletiva de imprensa realizada pela marca na NAB 2013, e acrescentou que é muito importante que os seus clientes possam utilizar as opções de vídeo I/O a partir do suporte AJA pelo Media Composer, através do novo Avid Video Engine, incluído no novo Pro Tools 11.
Foi anunciada, também, uma parceria com a FilmLight, através da placa de captura e reprodução Kona 3G que suporta ingest multicanal e playout para o Flip, o novo processador de imagens em tempo real da FilmLight. Este processador será acoplado ao Kona 3G da AJA como parte da sua estrutura, que foi idealizada para permitir trabalhar com o sistema de correção de cor, Baselight. Com a placa Kona 3G, os clientes do Flip terão a possibilidade de pré-visualização, em tempo real, a cor da imagem capturada, permitida entre outras coisas, pela combinação de canais de vídeo HD I/O e, mediante essa interface, ajustar o Flip para gravar e reproduzir vários streams HD-SD ao mesmo tempo.
Finalmente, foi anunciada uma parceria com a Quantel, pela qual ambas empresas anunciaram que as novas placas Corvid Ultra OEM podem ser utilizadas na plataforma Pablo Rio da Quantel. Segundo explicaram os responsáveis da Quantel em colectiva à imprensa, está é a primeira vez que a empresa permite que as suas soluções trabalhem com placas de vídeo externas. Assim, a solução da AJA permitirá que a plataforma trabalhe com vídeo 4K.
As placas Corvid Ultra OEM apresentadas há dois anos pela AJA, na NAB 2011, tem capacidade para processamento de imagem de resoluções multiformato até 4K/2K e HD/Dual-link/SD. Esta solução Corvid Ultra processa imagens em modo High Frame Rate (HFR), muito utilizada no cinema digital.
Uma das principais características do sistema, e importantes para o estabelecimento da parceria entre ambas marcas foi que o Corvid Ultra conta com suporte HFR 48p e 60p, 4K e processos de trabalho estereoscópicos a 2K, com capacidade de “debayering” de câmeras de alta resolução em tempo real (em hardware).

Fernando Moura
Redação Revista da SET
fernando.moura@set.org.br