• PT
  • EN
  • ES

Centros de mídia começam a ser construídos

Esta é a primeira vez que as obras dos núcleos de imprensa não são financiadas com recursos públicos.

Nº 137 – Outubro 2013

Por Redação

Notícias

As obras para instalação das fundações do Centro Internacional de Transmissão e do Centro Principal de Mídia (IBC e MPC, na sigla em inglês) foram iniciadas esta semana.
Ao contrário de edições anteriores dos Jogos Olímpicos, esta é a primeira vez que as obras dos núcleos de imprensa não são financiadas com recursos públicos. No Rio, o financiamento é feito por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Desta forma, após o evento, o destino das instalações vai ficar sob responsabilidade da iniciativa privada.
Assim, o International Broadcast Center (IBC), centro destinado às emissoras de TV e rádio com direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016 vai custar cerca de R$ 400 milhões.

As edificações
O IBC terá 85 mil metros quadrados de área construída, capacidade para cerca de 10 mil pessoas e funcionará 24 horas por dia durante os Jogos. As fundações da instalação compreendem predominantemente a instalação de estacas metálicas que formarão as estruturas de sustentação do prédio. Ao todo, serão utilizadas 5 mil toneladas de perfis metálicos nas fundações do IBC.
As instalações Centro Principal de Mídia têm 27 mil metros quadrados de área construída. Na área do MPC, serão construídos 410 metros lineares de paredes de contenção e executadas 200 estacas, que resultarão na utilização de 14 mil metros cúbicos de concreto e 415 mil quilos de aço.
Parte das obras do Parque Olímpico é realizada pela Concessionária Rio Mais, com coordenação da Prefeitura por meio da Empresa Olímpica Municipal, RioUrbe e da Subsecretaria de PPPs da Secretaria Municipal da Casa Civil.

Redação
Revista da SET.