• PT
  • EN
  • ES

CeBIT SEDUZ PELOS NÚMEROS E PELAS IMAGENS

EVENTOS
CeBIT SEDUZ PELOS NÚMEROS E PELAS IMAGENS
Com mais de 6.000 expositores, como a Samsung, LG, Toshiba, O2, Metrogroup, Intel, Siemens, entre outros, a CeBit (Feira do Centro de Tecnologia de Informação para Escritório) comemora vinte anos de existência, exibindo toda a sua grandiosidade tecnológica. Televisores de 103 polegadas, celulares com câmeras de 10 megapixels e o lançamento do primeiro notebook compatível com o formato HD-DVD, foram os lançamentos que chamaram a atenção. A feira que teve a sua primeira edição realizada em 1986, chega ao ano da Copa do Mundo, apostando na perfeição da imagem.
Com isso a cidade de Hannover, na Alemanha, foi mais uma vez palco da maior feira tecnológica do mundo. Enquanto os televisores ganharam dimensões exageradas, como um dos protótipos da Panasonic, os celulares encontraram caminho inverso e se tornaram menores, porém ganharam avanços tecnológicos. A coreana Samsung mostrou dois aparelhos celulares o SCH-i310, com disco rígido de 8 Gbytes, câmera de 2 megapixels e tocador compatível com MP3, AAC, e WMA, um modelo de celular leve e prático, diferente do SCH-B600, com um design pouco vantajoso, diante o seu peso e tamanho, mas com uma câmera de 10 megapixels.

Da Samsung também surgiu o UMPC (Ultra Mobile Personal Computer), que é na verdade um micro de mão mais leve e menor do que os atuais laptops. Equipamentos digitais, serviços de VoIP, combinações de DVB e DMB (Digital Multimedia Broadcating), soluções móveis e UMTS (Sistema Universal de Telecomunicação Móvel), foram os destaques das inovações tecnológicas apresentadas nos dias da exposição. Até a Copa do Mundo e a velocidade, paixão alemã nutrida pelos troféus de Schumacher, foram usados para poder mostrar os avanços tecnológicos dos equipamentos mostrados na exposição.
As multifuncionais apresentaram as melhores novidades na área de escritório, a Lexmark P450 traz um gravador de CD embutido e a HP Photosmart 475 traz disco rígido de 1,5 Gbyte e tela onde o usuário pode editar fotos.
Mesmo com tantos equipamentos de última geração e tanta tecnologia presente, algumas empresas apostaram em sonhos de consumo inatingíveis para muitos, como a Trekstor, que produziu um aparelho de MP3 folheado a ouro e com 63 diamantes, e que tem o seu valor avaliado em 20 mil euros, cerca de R$ 53 mil.
A maior feira de tecnologia do mundo, recebeu mais de 200 mil visitantes durante os sete dias.
Nesses sete dias, o estilo de vida digital foi a ênfase da feira, que tinha o tema “Digital Solutions for Work and Life”, e cerca de 71 países estavam dispostos a transformar esse lema em realidade. Para isso Taiwan, China, Coréia do Sul e Estados Unidos, reuniram um maior número de expositores.
Com tantas tecnologias novas, a CeBit, registrou mais de 200.000 visitantes, sendo que 64,3% dos visitantes são formadores de opinião, e segundo dados da própria organização os sul americanos tiveram uma presença três vezes maior do que nos outros anos. Foi com essa união de praticidade e simplicidade no trabalho e na vida, que a CeBit, mostrou o que tinha de melhor na área da tecnologia, atraindo um grande número de público e apresentando os mais diversos lançamentos da área tecnológica.
Sérgio Constantino, da Vídeo System, falou de tecnologia de servidores para jornalismo, pós-produção e exibição, a Sony, foi representada por Felipe Siqueira, que falou sobre a linha HD da empresa e ainda falou sobre os conceitos do vídeo digital.
Da Star One Luiz Tadeu, José Édio Gomes, da Hispamar, Guilherme Saraiva, da COMSAT e Rodrigo Silva da Loral, falaram sobre a tecnologia, serviço e modelo de negócios que as empresas de satélites colocam a seus clientes. A Star One apresentou o anacrônico BLOU (Build, Lunch, Operate and Use) e falou da tendência de ter satélites com transponders híbridos nas bandas C e Ku, a Hispamar, mostrou a cobertura dos seus satélites, as plataformas de vídeo/IP e VoIP, que já operam normalmente, a COMSAT focou sua apresentação na criptografia com visão tecnológica e comercial para atender melhor seus clientes, e a Loral falou da ampliação de e-learning.
Torre de Babel: Cerca de 71 países expositores estiveram apresentando seus produtos no evento.

Com todas essas palestras, e tantas novidades na área de telecomunicação, o SET Sudeste, destaca o grande avanço que vem acontecendo na área no Brasil atualmente, com isso, o evento se torna um debate e um local propício, para o conhecimento de novos produtos e de novas tecnologias.