• PT
  • EN
  • ES

Carta ao leitor

Um congresso para ficar na história. É assim que a SET preparou a programação do SET 2009, em sua 32ª edição, que durante quatro dias irá discutir, analisar, difundir as novidades, as tendências e as profundas transformações que o setor de broadcast vem passando.

A grandiosidade do evento, que ganhou um dia a mais, pode ser medida por seus números, com nada menos do que 47 sessões, organizadas por 40 moderadores e seus 180 palestrantes. Para tanto, serão necessárias cinco salas funcionando simultaneamente.

Uma maratona dessa envergadura só é possível graças ao empenho e dedicação de todos os diretores da SET, moderadores envolvidos no desenvolvimento dos temas e da equipe operacional.

A feira Broadcast & Cable, realizada paralelamente ao Congresso, está em sua 18ª edição e, por sua vez, reflete o vigor do setor de radiodifusão no Brasil, propiciando aos profissionais um excelente ponto de encontro técnico e mercadológico com os fabricantes e representantes de tecnologia e produtos. Serão mais de 115 participantes entre empresas nacionais e internacionais, muitas das quais já anunciaram um sem-número de novidades, entre lançamentos, projetos, conceitos, que vão tornar ainda mais atraente a feira.

Matérias foram preparadas para o leitor se orientar quanto às apresentações do Congresso da SET e a exposição de equipamentos. Nosso entrevistado nesta edição é o diretor de ensino da SET e professor do Inatel, Carlos Nazareth Motta Marins.

Entre outros projetos, como o de ensino à distância, ele defende uma maior aproximação entre academia e engenheiros de radiodifusão. De fato, será benéfica para ambos os lados, afinal quanto mais rápido se tomar conhecimento das inovações desenvolvidas no mundo acadêmico, mais depressa elas podem ser implantadas em nível comercial.

O Alberto Deodato Seda Paduam, vice diretor Editorial da SET, inicia nessa edição uma série sobre “Sistema de TV de Ultra- Alta Definição”. Nesse primeiro capítulo, o tema abordado apresenta uma visão geral, o histórico, as diferenças com os outros formatos e padrões, cronograma de testes e como a NHK do Japão vem tratando o assunto.

O diretor de Rádio da SET, Ronald Siqueira Barbosa, nos conta o que é o “TMC”, discorrendo sobre a tecnologia, o seu emprego nas transmissões pelas emissoras de FM e a necessidade de padronização tanto do formato dos dados transmitidos quanto da obtenção desses dados e da linguagem utilizada no terminal receptor.

Por fim, na seção One Seg, “Os limites à exposição humana”, Francisco Sérgio Husni Ribeiro, do comitê Editorial da SET, relata e analisa a Lei n° 11.934 de 05 de maio de 2009, que dispõe sobre limites à exposição humana a campos elétricos magnéticos e eletromagnéticos.

O leitor poderá se preparar para o próximo evento internacional lendo a secção IBC 2009 e no Inside SET acompanhar as ações e realizações da SET, como o encontro SET Nordeste

Valderez de Almeida Donzelli
Diretora editorial
valderez@set.com.br

Revista da SET – ED. 108