• PT
  • EN
  • ES

Atualização de cadastro de responsável técnico

A Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, por meio de portaria nº 3, de 13 de janeiro de 2010, determina que as empresas de radiodifusão atualizem o cadastro do responsável técnico conforme portaria do Ministério das Comunicações nº 160 de 1987. As emissoras têm prazo de 90 dias a contar da data da publicação para efetuar a atualização.
A seguir veja a íntegra dos artigos 1º e 2º da portaria:
Art. 1o Determinar que as entidades executantes dos Serviços de Radiodifusão, enquadradas no item II, subitem II.1 da Portaria MC n.º 160, de 24 de junho de 1987, publicada no Diário Oficial da União de 26 de junho de 1987, apresentem ao Ministério das Comunicações para fins de atualização e cadastro junto ao Sistema de Controle de Radiodifusão (SRD), as informações pertinentes ao responsável técnico pela emissora.
Parágrafo Único: As entidades deverão encaminhar tais informações por meio do Formulário Padronizado disponibilizado no sítio do Ministério das Comunicações (http://www.mc.gov.br/radiodifusao/ formularios-e-documentacao/formularios- tecnicos/), no prazo de 90 (noventa) dias, a contar da publicação desta Portaria.

Art. 2o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Ultra banda larga para 90% dos japoneses

No Japão, 90% da população já dispões dos serviços de ultra banda larga, segundo foi anunciado recentemente pelo diretor do departamento de políticas do Ministério das Comunicações Internas do Japão, Yasushi Yoshida, acrescentando que a cobertura deve chegar a 100% ainda este ano O serviço já tem 31,2 milhões de usuários. Nas contas de Yoshida, o Japão tem 182 provedores de FTTH, outros 41 de DSL; 381 de internet via CATV e 36 de FWA (banda larga fixa por wireless). São ainda cinco os provedores de BWA (banda larga por acesso wireless).
O que explica esse elevado número de fornecedores do serviço é o modelo de revenda implantado no país, que favorece os pequenos distribuidores. Embora com questões ainda pendentes, outro avanço está se dando na possibilidade dos os aparelhos de TV 3D terem conexão a uma rede de transmissão sem fio. Durante evento no qual foram divulgadas estas informações, o secretário de telecomunicações do Minicom, Roberto Pinto Martins, anunciou a criação do Fórum
Wireless Broadband, a fim de aproximar tanto indústria quanto instituições de pesquisa dos dois países, podendo assim aproveitar a experiência com a TV digital – do sistema ISDB – para a tecnologia de banda larga.

Serviço de busca na TV
O Wall Street Journal publicou recentemente que o Google e a segunda maior operadora de TV via satélite dos Estados Unidos, a Dish Network Corp, estão testando um serviço de busca de programação televisiva. Segundo a matéria, essa busca funciona por meio de decodificadores de TV que utilizam o sistema operacional Android do Google. O serviço vai possibilitar a pesquisa nos conteúdos da Dish e do YouTube. Ele permitirá ainda programar os horários de exibição dos programas.
A TiVo, fabricante de decodificadores do mesmo nome e que gravam a programação de TV para depois exibi-la como e quando o telespectador quiser, já está disponibilizando aos consumidores um decodificador com um dispositivo preparado para acesso à internet. Sony e Samsung já lançam modelos de TV com acesso à internet.

 

*Roberto e editor da revista da Set

Revista da SET
 ANO XXI – N.113 – MAR/ABR 2010