• PT
  • EN
  • ES

Qualidade de transmissão em TV Digital: desafio da escolha dos padrões IP

Ciro Noranha trata das vantages e desvantagens dos padrões de vídeo sobre IP

Diversos padrões de transmissão de vídeo sobre IP impõem uma escolha cuidadosa observando caso a caso e a demanda específica de cada cliente

A palestra “Tutorial: saiba tudo sobre o DVB-S2X, conheça o MPEG-H e avalie os prós e contras de cada protocolo de vídeo sobre IP”, moderada por Liliana Nakonechnyj, realizada no primeiro dia da 26ª  edição do Congresso SET, realizado pela Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET).

Três palestrantes abordaram o tema que vem sendo cada vez mais utilizados na entrega de conteúdo audiovisual por parte das emissoras de televisão e serviços de OTT.

O palestrante Ciro Noronha (SET/TV Globo) abordou as diferentes opções nos padrões de transporte de vídeo sobre IP. Afirmou que “há uma grande oferta de padrões para transporte de vídeo sobre IP atualmente”, e que o grande desafio é saber “como escolher o melhor?” Esta foi a pergunta inicial de Noronha. Ressaltou que esta escolha depende de cada caso, ou de acordo com a demanda específica de cada cliente, pois cada formato tem vantagens e desvantagens e que uma escolha equivocada poderá comprometer a experiência do usuário. Basicamente a transmissão por IP se baseia na perda aceitável de informação em cada pacote enviado. Noronha analisou os padrões UDP e TCP e suas utilizações e limitações.

Afonso Carrera (Fraunhofer ISS) também abordou a transmissão sobre IP, mas especificadamente a entrega de conteúdo em áudio, 3D, Surround etc., conteúdo presente, principalmente em produções cinematográfica e esportivas. Carrera abordou o decoder MPEG-H que possui uma melhor qualidade com menor perda de bitrates. Dentre as vantagens o MPEG-H suporta estéreo e multicanal, possui codificação eficiente e está preparado para o 8k e todos os sistemas como 2.0, 5.1 etc.

Finalizando a sessão Gerard Faria (Teamcast) apresentou palestra com o tema: os mistérios do DVB-S2x. Formato em desenvolvimento na Europa que está sendo desenvolvido para atender as novas demandas da TV Ultra HD (4Ke 8K) a TV Híbrida e a mobilidade.

O Congresso terá 44 sessões e 220 palestrantes distribuídos em 4 auditórios simultâneos, em um fórum que congrega um grupo seleto de mais de 1.600 profissionais que discutem as questões mais relevantes do setor intensamente durante um período de 4 dias.

O evento reúne de 24 a 27 de agosto de 2014 no Pavilhão Azul do Centro de Convenções e Exposições Expo Center Norte em São Paulo, especialistas do Brasil, Estados Unidos, Japão, Europa e América Latina, que discutem os principais aspectos da produção, transmissão e distribuição em TV, além de temas relacionados a vídeo, cinema, rádio e internet. Entre os temas destacados está o switch-off da TV, as interações entre TV e Internet, os desenvolvimentos tecnológicos da Copa do Mundo e muitíssimos outros temas de atualidade da indústria.

* Por Prof. Francisco Machado Filho (UNESP)

Post Tags: