• PT
  • EN
  • ES

Emissoras em “uma caixa”

Nas emissoras de TV a automação é solução essencial para se adequar às novas possibilidades e exigências da distribuição de conteúdo atual

tV na caixa

A última sessão do primeiro dia do congresso SET, sala 17, abordou um assunto que vem captando a atenção de diversos setores da cadeia produtiva das emissoras de televisão: a automação e integração de sistemas de produção e distribuição de conteúdo. O moderador da sessão. Laercio Kazmierczak (RPCTV) abriu os trabalhos da mesa abordando exatamente esta questão e o quanto ela atualmente é importante para a viabilidade econômica das emissoras de televisão não necessariamente resultando em diminuição das pesquisas.

A primeira participação contou com a fala de Reyne Terada (Line Up) que apresentou soluções de automação também para emissoras de médio e pequeno porte, com arquiteturas mais simples baseadas em servidores de alta disponibilidade. “Cada vez mais os sistemas de Branding, controle mestre e playout podem estar contidos dentro de uma caixa”. Uma ferramenta útil e ágil que será necessária para atender todas as demandas do novo modo de se fazer televisão, cada vez mais simultâneo, multiplataforma, multicanal, forçando as centrais técnicas a operar mais como data centers do que centrais técnicas.

Em seguida, Juan Carlos Ortolan (Ross Vídeo) também aparentou soluções mais econômicas e viáveis para emissoras de pequeno porte que podem controlar diversos equipamentos com equipe otimizada totalmente integrado com a web e as redes sociais. Ortolan apresentou o TV Station Extreme, um sistema redundante que ao mesmo tempo é um switcher e um router 144×144 com 2 switcher e que possibilita a montagem de uma emissora de TV em uma caixa.

Martim Alejandro (Brasvideo) apresentou o Viz Mozart que também possibilita a montagem de uma televisão in a box. É um sistema conceituado em automação de jornalismo, projetado para trabalhar 24 horas por dia, com a possibilidade de criar programas mais complexos e tendo como principal vantagem a inserção de breaking News com operação simplificada e menos erros. A Vizrt com o produto VizMosart criou um real fluxo de trabalho para produções jornalísticas, de entretenimento e esporte. O jornalista ou editor cria a matéria e aponta qual o dispositivo correspondente, através da utilização de um template, o restante a automação se encarrega de gerenciar. É possível controlar, câmeras robóticas, geradores gráficos, servidores de vídeo, mixers de vídeo e áudio, dimmers, tudo de forma integrada com o software de criação de laudas o NRCS (news room computer system), qualquer mudança mesmo de última hora no NRCS reflete diretamente na automação.

tV na caixa_1Por fim, Cristiano Barbieri (Grass Valley) trouxe um complemento às questões apresentadas anteriormente abordando a questão da relação custo/benefício da automação de sistemas. Barbiere chamou a atenção que os broadcasters estão sendo pressionados pela maximização do Retorno Sobre o Investimento (ROI) na difícil análise de escolha de soluções eficientes, onde o capital investido (Capex) realmente traga uma redução do Custo Total de Operação (Opex).

“O mercado de broadcast exposto aos fatores da economia como qualquer outro negócio e a gente está vendo que estas empresas estão se adequando à realidade do momento”, afirmou Barbieri, e a automação tem sido a alternativa para a redução de custo das emissoras e obtenção de novas receitas, ofertando produtos customizados e otimizados.

A 27ª edição do Congresso da SET acontece de 23 a 27 de agosto de 2015 no Expo Center Norte, em São Paulo. Este é o Congresso mais importante das áreas de engenharias e novas mídias da América Latina reunindo especialistas dos Estados Unidos, Japão, Europa e América Latina, para debater e analisar a situação atual e as principais tendências em produção, transmissão e distribuição e contribuição de TV. Na edição deste ano o foco passa pelo desligamento analógico da TV e os temas relacionados com esta transição.

SET Expo 2015

A feira será realizada de terça-feira, 25 de agosto até quinta-feira, 27 de agosto. Este ano, o SET EXPO, Feira de Equipamentos, Tecnologia e Serviços aplicados aos Mercados de Broadcasting, Telecomunicações e Mídias Convergentes espera um público de mais de 15 mil visitantes entre profissionais, empresários e executivos do mercado de produção e distribuição de conteúdo eletrônico de multimídia, incluindo TV aberta e por assinatura, rádio, internet, indústria, produção e telecomunicações.

Mais de 200 expositores, representando mais de 400 marcas nacionais e internacionais vindos de países como Estados Unidos, Canadá, Israel, Coréia, Itália, Espanha, Chile, e muitos outros estarão presentes na edição 2015. Ainda a exposição contará com pavilhões internacionais do Reino Unido, Alemanha, Japão, Argentina e Escandinávia.

Como já é costume, siga a cobertura em tempo real do Congresso e o SET Expo na Revista da SET.

Equipe Revista da SET/ProEx Unesp: Francisco Machado Filho, em São Paulo