• PT
  • EN
  • ES

Projetos em tempos adversos

SET Sudeste 2015A última palestra do segundo dia do SET Sudeste 2015 foi proferida na capital fluminense por Alex Santos (Seal Broadcast & Content) e trabalhou os conceitos de “Capex vs Opex: A realização de projetos em tempos adversos”. Ele explicou as vantagens e desvantagens na escolha do melhor modelo para o desenvolvimento de um negócio/projeto com inovação e a melhor relação custo-benefício.

Santos disse que as empresas precisam entender o negócio, a “formação e a transformação do perfil dos profissionais. É intrínseco ao nosso mercado termos que nos adequar a novas tecnologias e seus impactos, independentemente de quando e como. Às vezes não recordamos, mas sempre o impacto atual é o pior, e mais difícil de ser vencido”.

Assim, ele disse que se estão “infiltrando bits na produção. Há uma alteração de linguagem com uma convergência entre banda base e file based. O SDI estará presente na indústria por muito tempo, mas o IP já é uma realidade, onde o bit rate é parte da indústria e com ela aparecem novos desafios com a proliferação de dados”.

Santos avançou para a reflexão de se os radiodifusores devem investir em Capex ou Opex, e onde este tipo de investimentos é adequado. Ele mostrou porque, por exemplo, para um projeto para Backup vale a pena um investimento Capex, isso porque, segundo ele, o acervo é capital da emissora.

Ele disse que o sistema broadcast atual é estático porque armazena em silos, em banda base, em um mix de sistemas, em um único site; com hardware especializado que é conduzido por operadores. Este é feito de forma manual, pré-provisionado, que é excessivamente integrado, mas é confiável e seguro. No sistema broadcast do futuro, que já é atual, afirma Santos, “ele é flexível, virtualizado, em rede, baseado em software, geo diversificado, com hardware commodity, conduzido pela operação, que é automatizado, escalável e esta levemente integrado”.

Santos afirmou que a base do trabalho do integrador de sistemas audiovisuais é implementar projetos que possam ser implementados da forma mais simples e organizada e “sem erros, seja para investimentos Capex ou Opex”.

O SET Sudeste 2015, Seminário de Tecnologia de Broadcast e Novas Mídias Gerenciamento, Produção, Transmissão e Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, se realiza no Auditório da Bolsa do Rio – Centro de Convenções Bolsa do Rio, na Praça XV de Novembro 20, Rio de Janeiro de 24 a 26 de novembro de 2015.

 

Veja a programação completa do SET Sudeste em:

http://www.set.org.br/eventos_regionais_sudeste.asp?ano=2015

Por Fernando Moura, no Rio de Janeiro

Post Tags: