• PT
  • EN
  • ES

Produção de Conteúdo em uma Era Transmídia

SET Sudeste 2015A última sessão do SET Sudeste foi moderada por Celso Eduardo Araújo (SET)  e debateu a “a Produção de Conteúdo em uma Era Transmídia”. Teve a participação de  Mariana Dias – Era Transmídia Rio; Camilla Carandino – Era Transmídia Rio; Claudio Dipolitto – Era Transmidia Rio/ Prisma Criativo e Firecast Studio; Bruno Valente – Era Transmidia Rio/ Punch!; Thais Lopes – Era Transmidia Rio/ Kaya Na Gandaya; Renata Frade – Era Transmidia Rio/ Prisma Criativo Punch!; e Leonardo Cruz – Era Transmidia Rio/ Prisma Criativo.

Camilla Carandino apresentou o grupo afirmando que ele está crescendo no país junto às emissoras, e contou como o grupo tem trabalhado junto aos produtores de conteúdo. “A Associação EraTransmidia, nasceu de um grupo de estudos fundado em São Paulo,  formado por voluntários multidisciplinares apaixonados por narrativas e  universos multiplataformas – transmídia. Está consolidado como o maior grupo de profissionais de comunicação colaborativo do Brasil”.

A seguir, Mariana Dias trabalhou dois cases nos quais as marcas e as narrativas transmediáticas mudam o curso da história. Estas narrativas são multimodais (mais de uma mídia) com intertualidade radical (conteúdo relacionado e com ponto entre as mídias) com o propósito de compreensão aditiva.

Mariana analizou a participação e narrativa transmidiática, que é também é interessante  para o produtor porque pode tornar o conteúdo mais memorável utilizando mecanismos na Web 2.0 para facilitar esse processo. Tem a participação relativa na narrativa transmidiática versus a narrativa tradicional. Ela disse ainda que as narrativas ficcionais tradicionais querem se transmidializar, ou seja, aliar participação e manter interesse entre temporadas.

Claudio Dipolitto avançou para “Modelos de Negócio Multiplataforma”, afirmando que “a vida das pessoas decorre em múltiplas telas”, com uma combinação de modelos de negócio e de receita e, como isto é um circulo de inovação, é recombinação.

Para Dipolitto, o mundo mudou, as “novas gerações são multitarefa”, em um mundo onde as pessoas mudaram de hábitos e de consumos , e, por exemplo a Globo no Brasil, “já lançou a Globo Play, isso poque estamos em um estado de confluência de convergencias tecnológica, de processos e de interesses”.

O SET Sudeste 2015, Seminário de Tecnologia de Broadcast e Novas Mídias, Gerenciamento, Produção, Transmissão e Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, se realizou no Auditório da Bolsa do Rio – Centro de Convenções Bolsa do Rio, na Praça XV de Novembro 20, Rio de Janeiro de 24 a 26 de novembro de 2015.

Assim, a Revista da SET se despede. Até o próximo evento da SET.

 

Por Fernando Moura, no Rio de Janeiro