• PT
  • EN
  • ES

Quebra de paradigma em TIC: Relevância do meio físico

Cátia Silene dos Santos Kon (Parcus)

A segunda parte da manhã teve um toque feminino com a palestra de Cátia Silene dos Santos Kon (Parcus), que analisou as relevâncias da implantação de um sistema de telecomunicações e TI nas empresas: tripé software, hardware e o meio físico.

Cátia começou a sua palestra com a explicação do conceito de cabeamento estruturado, “um sistema que envolve cabeamento e hardware de conexões que suporta a utilização de diversos tipos de aplicações, obedecendo normas específicas nacionais e internacionais, capaz de atender às necessidades de Telecomunicações e TI dos usuários de redes nos mais diferentes tipos de edificações”.

Assim, segundo ela, este tipo de cabeamento “suporta diversos padrões de aplicações, dados, voz, imagem ou qualquer outro serviço que venha a ser utilizado na rede sendo um sistema aberto, flexível, expansível, de fácil operação e manutenção, e que suporta todas estas aplicações. Não há tomadas específicas para voz, dados ou qualquer outro serviço que venha a ser utilizado na rede (Access Point, impressora, automação, sensores), ou seja, uma tomada de telecomunicações que pode ser usada para qualquer aplicação disponível na rede indistintamente”.

A executiva disse que para que as empresas avancem em infraestrutura é necessário considerar o custo adicional de hoje e os benefícios futuros. Segundo ela, é preciso considerar ainda se o prédio é alugado ou próprio; qual o plano de migração de aplicação, que análise de criticidade da performance da rede e que percentagem do custo de instalação de infraestrutura, quando comparado com o custo total da rede.

No Brasil, disse Cátia, são instaladas mais de 100 mil caixas de cabo por mês, mais de 700 mil tomadas RJ45 por mês por várias centenas de milhares de instaladores “não qualificados”.

Ela disse que o cabeamento será indispensável nas empresas porque, entre muitas coisas, elas podem ser de qualquer tamanho, setor dependem da Internet Global, pelo qual é “necessário ter investimento em capacitação e habilitação constante de profissionais de infraestrutura de cabeamento, porque o alto índice de desqualificação dos profissionais de cabeamento estruturado brasileiros ocasiona grandes prejuízos à implantação e manutenção da rede”

Tudo isso, afirma Cátia, é porque o “cabo ainda é o meio mais seguro de tráfego, e vai perdurar durante muitas décadas.”

O SET Norte 2015 é transmitido ao vivo:


Para assistir ao vivo

Endereço para Iphone/Ipad

O SET NORTE 2015, Seminário de Tecnologia de Broadcast e Novas Mídias Gerenciamento, Produção, Transmissão e Distribuição de Conteúdo Eletrônico Multimídia, terá importantes palestras, com destaque para o desligamento da TV Analógica, migração das AMs para a faixa FM, 4K, infraestruturas IP e interiorização da TV Digital, serviços satelitais, normas e regulações, entre outros

O seminário se realiza das 9h às 18h (horário de Manaus – duas horas a menos que o horário de Brasília) no Studio 5 Centro de Convenções – Av. Rodrigo Otávio, 3.555 – Distrito Industrial – Manaus – AM. O evento é realizado pela SET e a Fundação Rede Amazônica.

Por Fernando Moura, Manaus (AM)