• PT
  • EN
  • ES

Unificando o futuro da Televisão

A televisão em todo mundo está enfrentando desafios que afetam desde o seu modelo de negócios, até o seu papel em nossa sociedade atual. Esses desafios são em maior ou menor escola dependendo do contexto d casa país, mas independente destes contextos um fator é comum a todos os mercados televisivos no mundo: a distribuição de conteúdo em diversas plataformas. Pode parecer que isso seja óbvio, mas as implicações desta nova possibilidade de entrega de conteúdo está forçando a união do mundo broadcast e o mundo broadband e os Estados Unidos estão dando um passo decisivo para isso com a implantação do padrão ATSC 3.0.

Na sessão: Unificando o futuro da TV Giusepe Pascale, CEO da Opera TV, chamou a atenção da necessidade das duas indústrias em convergirem, não apenas em processos e hardwares, mas também em conteúdo. Isto porque a união destes dois mundos permite que “confiabilidade e escala do sistema broadcast, se una a personalização e interatividade do mundo broadband”, afirmou Pascale. Desta forma esta plataforma híbrida pode oferecer conteúdo em qualquer lugar, em qualquer hora, de forma interativa e personalizada, principalmente na publicidade.

Agora os americanos podem sonhar com esse mundo perfeito para distribuição de conteúdo, pois o novo padrão para o setor broadcast, o ATSC 3.0, permite esta integração e isto permite novos modelos e oportunidades de negócios e que podem ajudar o setor broadcast enfrentar com sucesso essa nova configuração de sua audiência, que continua consumindo produtos audiovisuais, mas não mais apenas pela tela da televisão.

Além da questão da entrega do conteúdo o novo padrão já está preparando para atender as outras demandas da indústria audiovisual, com o padrão 4K, HDR, Wide Colot Gamut e até mesmo o 3D, que já vem sendo descontinuado por algumas fabricantes de TV. Pascale finaliza apontando as principais características do novo padrão: a flexibilidade, adaptabilidade e foco  o futuro do audiovisual.

 

Por Francisco Machado Filho e Fernando Moura, em Las Vegas