• PT
  • EN
  • ES

SET e Trinta: A migração para o IP é impreterível

Silvino Almeida (TEKTRONIK) explicou que uma das principais perguntas que deve fazer o radiodifusor na hora de migrar para estruturas IP é saber como transportar o sinal e de que forma, isso porque, a demanda por conteúdo multiplataforma em formatos maiores e melhores, o avanço da tecnologia IP e a necessidade de redução de custos, estabelece novos desafios aos produtores e distribuidores de conteúdo.

“Fazer certo e ser eficiente, operando redes complexas é um desafio hercúleo. Hoje precisamos melhorar a qualidade de áudio e vídeo e por isso é imperativo migrar para formatos de alta resolução de vídeo” e para isso, a única forma que temos é a de migrar para redes IP, afirmou na palestra “o desafio da garantia da qualidade nos novos worflows tapeless, IP e 4K”.

“IP é uma tecnologia bem dominada o que permite que trabalhar bem com as ferramentas para tráfico de vídeo por isso, já podemos brindar soluções diferentes segundo as necessidades. Na atualidade com a migração dos conteúdos para arquivos, não temos como não usar estruturas IP e com a inclusão de tecnologias como o 4K com codificação HEVC precisamos pensar em plataformas completas que possam não só transportar e gerenciar, mas também, controlar o vídeo e o áudio”.

Acompanhe a cobertura completa do SET e Trinta, o seminário exclusivo da SET que reúne opinião de leaders, profissionais e empresas para discutir as principais novidades em tecnologia de broadcasting e novas mídias durante o NABShow, em Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos.

Este ano, o evento acontece entre os dias 13, 14 e 15 de abril, nas salas N116, N117 e N118 do pavilhão de exposições. As atividades começam sempre às 7 da manhã e terminam por volta das 9 horas, quando a feira americana começa.

Confira o cronograma completo em:
www.set.org.br/eventos_nab_programacao.asp?ano=2015

Por Fernando Moura, em Las Vegas