• PT
  • EN

High School Nation utiliza câmeras Blackmagic em treinamentos da NFL Pro Bowl e MLB Spring

URSA Mini Pro  utilizadas na liga norte-americana

A Blackmagic Design anunciou que que o High School Nation está utilizando unidades URSA Mini Pro como suas principais câmeras junto do programa comunitário estadounidense de ensino médio.

O High School Nation foi criado em 2014 por Jimmy e Mike Cantillon para ajudar a banda do seu irmão mais novo a encontrar um local para se apresentar evoluíram para um trabalho de âmbito nacional para promover escolas e jovens artistas. “O High School Nation estabeleceu cedo o objetivo de mostrar aos adolescentes que há milhares de trajetórias profissionais por aí”, disse Jimmy Cantillon. “Acreditamos que depois que um estudante sente o gosto de uma carreira na área de criação, isso pode fazer com que sigam um caminho inteiramente novo na vida.”

Cantillon e sua equipe têm uma capacidade única de garantir que seus alunos tenham acesso ao que muitos pensam ser impossível, eles regularmente levam os estudantes de comunicação a eventos ilustres, como o NFL Pro Bowl, Liga de Verão da NBA, MLB All-Star Week e muito mais. Mas suas origens foram muito mais simples. No início, o HSN se concentrava em transmissões de rádio ao incentivar artistas musicais jovens e emergentes a aparecer em emissoras de rádio escolares para uma entrevista. Isto era frequentemente seguido de uma performance no campus durante o almoço. A partir dali, passar para a produção digital pareceu ser uma extensão lógica.

O cinegrafista Ryan Slattery do HSN acolheu favoravelmente o upgrade para a Blackmagic URSA Mini Pro 4.6K, simplesmente porque ela oferecia opções profissionais. “A qualidade da imagem é impressionante. Depois de gravar S-Log 3 por anos, achamos a transição de codec relativamente tranquila, mas a profundidade de cores de 10 bits é uma otimização importante. Como um pacote, a URSA Mini Pro, de fato, nos ofereceu uma configuração mais fácil, ao já conter um monitor (com LUTs), com as entradas XLR e o encaixe para ombro integrado já existente”, disse Slattery.

A primeira experiência do HSN com as câmeras aconteceu no NFL Pro Bowl, quando Slattery percebeu rapidamente que a flexibilidade prática das câmeras era de grande valor. “Elas permitiram que filmássemos 60 fps em UHD, o que é uma grande melhoria em comparação às câmeras anteriores, que precisavam ser reduzidas a 1080 para captar 60 fps. Outra importante otimização foi a capacidade de conectar cabos XLR para microfones diretamente na câmera, em vez de gravadores de áudio separados. Fez mais sentido usar o encaixe de ombro do que um monopé ou um estabilizador nesta execução. E por último, a profundidade de cores é incrível.”

Migrar da tecnologia DSLR para a URSA Mini Pro foi um salto, mas algo bem recebido pelo HSN e os alunos, que tiveram a oportunidade de montar os sistemas juntos e conhecer a configuração enquanto se preparavam para as suas entrevistas. “Todos eles comentaram, inclusive os professores, como seus departamentos no campus seriam melhores se tivessem acesso a equipamentos assim”, disse Cantillon.