• PT
  • EN

TV 3.0, 8K e 4K, blockchain e economia criativa são destaque no SET EXPO 2019

Maior feira e congresso da América Latina reúne os principais fabricantes da cadeia produtiva do audiovisual do mercado nacional e internacional, apresentando soluções de Virtualização, IP e novas tecnologias para as emissoras e produtoras de conteúdo da região

por Fernando Moura

O SET EXPO 2019, que se realiza de 27 a 29 de agosto no Pavilhão Vermelho do Centro de Convenções do Expo Center Norte, em São Paulo, conta com mais 150 empresas nacionais e internacionais que demonstrarão mais de 400 marcas e apresentarão o que há de mais recente no mercado em captura de som, imagem, transmissão e operação para a cadeia produtiva audiovisual aos mais de 20 mil visitantes que poderão participar de mais uma edição da exposição.
“A feira reúne os principais representantes da indústria de mídia eletrônica, as principais marcas trazem ao mercado brasileiro os seus lançamentos e os usuários têm a oportunidade de conhecer as novas tecnologias e experimentar muitas destas novidades. Neste ambiente de inovação, os grandes investimentos do mercado se consolidam anualmente no SET EXPO, que é o mais importante hub de negócios desta indústria”, afirmou Cláudio Younis, vice-presidente da SET.
A reportagem da Revista da SET percebeu que para as empresas expositoras a presença no SET EXPO é importante, e quase impreterível, mas o mercado tem desafios importantes pela frente. Para Jurandir Pitsch, vice-presidente de Vendas e Desenvolvimento de Mercado para a América e o Caribe da SES Vídeo, “o principal desafio é se diferenciar em um ambiente de alta competição e em grande transição de modelos de negócios tecnológicos. Nossos clientes estão sob pressão do mercado e procuramos sempre mostrar como podemos ajudá-los a monetizar melhor suas redes atuais e como entrar em novos mercados, com novas tecnologias”, motivo pelo qual a SES aposta no evento. “O SET EXPO é a maior feira que a SES participa na América Latina e nossas expectativas são positivas. Temos a oportunidade de receber nossos clientes atuais, além de negociar novos contratos e mostrar os novos serviços e produtos que a SES está trazendo para a região”.

31º Congresso de Tecnologia e Negócios de Mídia e Entretenimento deve reunir 2 mil participantes espalhados em mais de 50 painéis que terão mais de 200 palestrantes

Fredy Litowsky, diretor da Alliance Technologies, reforça a importância do evento. “A integradora é uma empresa nova, que nasceu em um período em que o Brasil atravessava grave crise econômica, política e institucional. Ainda vivemos sob estas condições, mas com possibilidade de crescimento econômico. Mesmo assim, investimos na construção de um modelo baseado na visão de empresa com foco no cliente. Foi o que idealizamos. O SET EXPO é parte crucial de nossa estratégia de negócios. Apresentaremos novidades em tecnologia e as soluções que temos para auxiliar os nossos clientes no desafio de obter sucesso nos seus respectivos mercados”.
Felipe Andrade, diretor de vendas para o Brasil da integradora internacional Cis Group, diz que a expectativa de sua empresa para o SET EXPO são as melhores possíveis. “Acreditamos que teremos uma presença de público maior que a do ano passado, e nossa intenção é poder mostrar a nossos clientes que a CIS Group tornou-se, ao longo destes 31 anos, uma empresa sempre à frente em termos de tecnologia, com soluções implantadas em todas as maiores emissoras do Brasil”.
“Isso é também um desafio”, diz Andrade, “poder mostrar aos nossos clientes que é possível customizar soluções que atendam às grandes, médias e pequenas empresas, com tecnologia de ponta, sem altos custos de investimentos e com retorno assegurado para os próximos anos”.
Sérgio Constantino, gerente-geral da Panasonic Brasil, mostrou-se confiante. “Temos a expectativa de mediante à apresentação destes novos produtos, poder gerar novos negócios, impulsionados pelas mudanças econômicas que devem acontecer neste segundo semestre.” Segundo ele, o principal desafio passa por “mostrar soluções que estejam dentro da expectativa tecnológica do cliente, respeitando a verba disponível para investimento”.
Para José Elias, gerente de vendas da IF Telecom, o desafio maior “é ampliar o volume de clientes em um ambiente de recessão econômica e manter clientes em função do volume crescente de ofertas de produtos a baixos custos com qualidades nada comparáveis e, até então, inaceitáveis, porém, muitas vezes imperceptíveis ao mercado que busca preço baixo e acaba suportando ausência de desempenho em função disso”.
Sybelle Urban, diretora-geral da Eurobrás, disse à reportagem da Revista da SET que as expectativas para 2019 passam pela internacionalização. “Nossa perspectiva principal, bem como a das marcas que representamos no Brasil, está diretamente relacionada aos acordos internacionais que estão sendo anunciados com o intuito de abrir o mercado entre Mercosul/União Europeia e Brasil/Estados Unidos que se traduzirão em redução de impostos de importação”.
Finalmente, Tiago Cunha, gerente de projetos da SNews, disse à reportagem da Revista da SET que o principal desafio no SET EXPO é tentar aproveitar que a economia do Brasil vem se recuperando. “No entanto, o aquecimento do mercado não é linear, as receitas dos grupos de comunicação vão demorar a voltar aos patamares que ocupavam antes de 2014 e levar aos clientes soluções que reduzam custos e elevem a eficiência é um dos nossos principais desafios. Outro movimento interessante é o surgimento de novos players, muitas rádios estão expandindo, muitos sites criando conteúdo multimídia, isso contribui positivamente, mas por outro lado, novos desafios são lançados e nós da SNEWS trabalhamos para atender os clientes de forma criativa”.
SET Arena
Este ano a feira tem uma novidade, a SET Arena, uma área com 60 lugares dedicada a palestras e workshops de expositores e parceiros, aberta aos visitantes, dentro do pavilhão de exposições. A participação é gratuita, sem necessidade de inscrição prévia.
Palestras e conteúdo
Em paralelo à feira acontece o 31º Congresso de Tecnologia e Negócios de Mídia e Entretenimento, também promovido pela SET. A expectativa da entidade é reunir 2 mil participantes que assistirão a mais de 50 painéis e 200 palestras em quatro dias de evento. Na grade de programação há temas sobre rádio e áudio; contribuição AV e infraestrutura; inovação e tecnologias disruptivas; produção de conteúdo; distribuição audiovisual e regulatório e normatização.