• PT
  • EN

Telestream anuncia o Vantage Cloud Port

Pré-NAB 2019

Combinando o poder do Vantage com a simplicidade do SaaS

Empresa apresentará na edição 2019 da NAB Show, o Vantage Cloud Port, uma plataforma inovadora para fluxos de trabalho de processamento de mídia, seja na nuvem, nas instalações ou em ambos. A plataforma de processamento de Mídia Vantage pode criar implementações híbridas baseadas na nuvem com SaaS (Software as a Service).
Em comunicado, a companhia afirma que cada fluxo de trabalho é único e as organizações exigem uma solução de processamento de mídia que possa se adaptar e dimensionar de maneira inteligente sob demanda. A nuvem nem sempre é a melhor opção para processar mídia, nem o processamento nas instalações. Frequentemente, é necessária uma abordagem híbrida, pois para gerar eficiência e economia de custos a mídia deve ser processada onde ela está, minimizando a entrada e a saída.
“O Vantage Cloud Port pode implementar trabalhos a partir de um repositório de motores de processamento Vantage de versão compatível em contentores na nuvem”, disse Max Denton, Gerente de Produto da Telestream. “Isso permite fluxos de trabalho de processamento de mídia híbridos flexíveis e inteligentes, baseados no padrão da indústria Vantage. ”
O Vantage Cloud Port permite a execução de ações de processamento do Vantage na nuvem usando micros serviços em contentores com motores idênticos aos serviços no local. Esses blocos de construção modulares e organizados podem otimizar as implementações brownfield e greenfield. Qualquer instalação existente ou nova do Vantage pode transferir perfeitamente processos específicos de/para o provedor de nuvem escolhido. Os usuários do Vantage existentes também obtêm acesso a ações compatíveis com a nuvem, mesmo se essas ações não forem licenciadas em seu sistema Vantage local. O mais importante é que a lógica do Vantage é configurada para decidir se o processamento deve ser feito no local ou na nuvem com base na localização da mídia e/ou na utilização do domínio.