• PT
  • EN
  • ES

SET Norte 2016 analisa tendências da indústria broadcast

Novas tecnologias exigem cada vez maior capacidade de armazenamento, interoperabilidade e inovação nas emissoras, em uma indústria que avança para níveis de qualidade técnica e operacional cada dia mais sofisticados e integrados. O desligamento analógico no Brasil, a migração do rádio AM para FM e algumas formas alternativas de energia também estiveram na pauta do encontro realizado em Manaus: especialista do setor energético aponta risco de apagão elétrico entre 2021 e 2023

por Gabriel Cortez e Fernando Moura

Nivelle Daou Júnior discursou na abertura do SET Norte 2016

Nivelle Daou Júnior discursou na abertura do SET Norte 2016

A capital amazonense Manaus foi o palco do quarto encontro regional da SET em 2016, o SET Norte 2016, realizado em novembro. O evento, o mais antigo dos SET regionais, foi, mais uma vez, transmitido ao vivo via streaming, no site da SET (set.org.br), em parceria com a equipe da Rede Amazônica (afiliada da Globo no Norte do país).

Na abertura dos seminários, o organizador do SET Norte e diretor regional da entidade, Nivelle Daou Júnior, lembrou que as formas de consumir conteúdo estão mudando em um contexto de evolução tecnológica e de convergência midiática. “Vamos falar do mercado de radiodifusão, das tendências em novas tecnologias e de como a própria TV aberta vem 51se transformando nos últimos anos. Os hábitos do telespectador vêm se modificando ao longo do tempo e a indústria também está cada dia mais voltada ao 4K, ao IP e à virtualização dos fluxos de trabalho. Esta transição será discutida aqui”, pontuou.

Na opinião de Daou Júnior, a TV aberta vai sair fortalecida do switch-off analógico, uma vez que a TV Digital irá aumentar a sua capacidade de expansão no mercado com o desligamento. “As lutas regulatórias também são importantes e serão abordadas. As tecnologias evoluem. Quando estivermos transmitindo em 4K, é importante que o espectro esteja preservado. Outro ponto são os mochilinks, que têm mudado toda a base do nosso jornalismo. Hoje, com muito menos equipamentos, se faz uma transmissão ao vivo de uma sala como a que estamos promovendo aqui. Precisamos estar atentos a todas essas transformações. Eu espero que vocês aproveitem bastante para se informarem e se atualizarem nesses dois dias de evento”, ponderou o diretor da SET Regional Norte e vice-presidente de tecnologia da Rede Amazônica, antes de oficializar o início das atividades.

Mário Costa, secretário geral da Rede Amazônica, também discursou na abertura do SET Norte, e lembrou que já estão trabalhando para o desenvolvimento de surpresas e novidades para o SET Norte 2017. “A nossa obrigação é deixar um mundo melhor para as futuras gerações. Desejo para os senhores dois dias de intensos trabalhos e ressalto que já estamos trabalhando para organizar o evento do ano que vem com novidades. Tenho certeza que será um excelente aprendizado”, exclamou.

Equipe da Rede Amazônica transmitiu as palestras ao vivo via streaming em Manaus

Equipe da Rede Amazônica transmitiu as palestras ao vivo via streaming em Manaus

“A nossa obrigação é deixar um mundo melhor para as futuras gerações”, afirmou Mário Costa, na cerimônia de abertura do evento

“A nossa obrigação é deixar um mundo melhor para as futuras gerações”, afirmou Mário Costa, na cerimônia de abertura do evento

A organização do encontro exibiu, ainda, um vídeo encaminhado pelo então diretor (veja requadro abaixo) e presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, com palavras de incentivo e de agradecimento aos participantes, aos palestrantes e aos realizadores do SET Norte. “Desejo que vocês se sintam à vontade neste evento, assim como se sentiram nos últimos anos. Nós queremos estar de mãos dadas com vocês, sempre ombreados com os companheiros do Brasil inteiro, e quem sabe também observando todas essas questões que vêm sendo apresentadas e discutidas para que o nosso sistema de radiodifusão seja mais operante. Que, no próximo ano, estejamos juntos para festejar muitos dos novos acontecimentos que já estamos planejando”, disse.

Nas próximas páginas, a Revista da SET brinda os leitores com um resumo das principais discussões e das principais tendências apontadas pelos especialistas do setor nos dois dias do evento realizado no centro de Convenções Estúdio 5, que se localiza no Distrito Industrial da capital amazonense.