• PT
  • EN
  • ES

SET EXPO mantém níveis de negócios, apesar da crise

SET Expo Parte II

Em meio a um cenário político e econômico turbulento, o SET EXPO contou com a presença de mais de 150 expositores, que representaram cerca de 400 marcas da indústria, cujos volumes de negócio podem superar os 40 milhões de dólares, igualando-se volume de negócios da edição anterior.

© Foto: Fernando Moura

© Foto: Fernando Moura

Nesta edição da Revista da SET (nº 164), apresentamos a segunda parte da nossa cobertura especial com as principais novidades do SET EXPO 2016, a maior Feira de Broadcast e Novas Mídias da América Latina, realizada em agosto, no Expo Center Norte, em São Paulo.

O balanço do SET EXPO 2016 é positivo para a diretoria da entidade. Paulo Galante, gerente de Mídias e Patrocínios da SET, afirmou — no lançamento oficial do SET EXPO 2017, realizado no último dia 19 de outubro — que a feira teve uma percepção muito positiva por parte dos expositores.
A avaliação foi anunciada mediante a apresentação de uma pesquisa de satisfação realizada pela SET jun- to dos expositores durante o evento. A pesquisa, explicou Galante, foi respondida por mais de 50% dos expositores “mostrando o interesse dos expositores em nos ajudar a melhorar a feira ano a ano”.
Para ele, “o resultado do evento e a percepção global é que foi um evento positivo”, mesmo em um ano de crise econômica e política. “A pesquisa reflete a percepção das nossas conversas com os expositores. De fato, em um nível de 1 a 6, sendo que 1 era nada satisfeito, e 6 era muito satisfeito, a avaliação média com relação à infraestrutura do pavilhão teve uma média de 5. Quanto à segurança, à qualificação dos visitantes, à organização do evento e limpeza em geral, foi de 5,0. Com relação ao atendimento ao expositor, a média foi de 5,1”.
A planta da feira foi pensada em “forma de ilhas, pontas e esquinas que nos permitem ter uma distribuição
de áreas interessantes por todo o pavilhão. Em 2017, já estão definidas
as posições para os parceiros institucionais da SET e para o setor de StartUps, que em 2017 terá maior investimento, com um espaço de 125m2, informou Galante aos executivos presentes na Sala Cantareira 2 do Expo Center Norte.