• PT
  • EN

Interra Systems anuncia novas plataformas de controle de qualidade de vídeo, monitoramento e soluções de classificação

Pré-NAB 2019

Empresa afirma que a indústria vive um momento empolgante, mas desafiador, para os provedores de serviços de vídeo, pois eles mantêm o modelo tradicional de distribuição de vídeo e adotam e exploram a plataforma OTT. Embora o OTT streaming ofereça excelentes oportunidades de crescimento, sua distribuição é mais complexa, pois exige novos formatos de pacotes e entrega de conteúdo, implantando uma nova infraestrutura de monitoramento VOD e ao vivo, garantindo a conformidade regulatória e anúncios personalizados.
Na NAB 2019, os especialistas da Interra Systems demonstrarão como as soluções da empresa podem ajudar a indústria de mídia com controle de qualidade de conteúdo (CQ), monitoramento e classificação para otimizar o gerenciamento de conteúdo, melhorar a eficiência e fornecer excepcional qualidade de áudio e vídeo em todos os dispositivos. A flexibilidade de implantar as soluções da Interra na nuvem, no local, ou uma combinação de ambas, permite que criadores de conteúdo e distribuidores adotem uma abordagem pragmática mais adequada para sua organização.
Uma das soluções de monitoramento são o BATON ABR QC e ORION-OTT, que estabelecem o benchmark do setor para oferecer vídeo transmitido de alta qualidade. BATON ABR e ORION-OTT realizam verificações profundas de CQ e monitoram o VOD e o conteúdo ao vivo desde a ingesta até os pontos de distribuição. “Ao realizar verificações exaustivas nos estágios pré e pós-transcodificação, juntamente com verificações e monitoramento abrangentes e específicos da entrega, esta solução garante QoE excepcional para cada fluxo em cada dispositivo”, afirma a empresa em comunicado.
O ORION-OTT pode monitorar um grande número de fluxos para conformidade com ABR junto com verificações de qualidade de áudio e vídeo em tempo real. O conjunto de soluções de alto desempenho também oferece suporte a legendas ocultas, verificação de anúncios e DRMs nos sistemas operacionais Windows e Linux.