• PT
  • EN
  • ES

Eutelsat mostra soluções para a migração digital

SET Expo Parte II

A empresa francesa que opera no Brasil desde que se instalou definitivamente no Rio de Janeiro tem apostado forte nos eventos da SET. Tanto na feira como nos eventos regionais, a presença de marca tem crescido bastante, comentou Rodrigo Campos, diretor-geral da Eutelsat no Brasil.

Rodrigo Campos, diretor-geral da Eutelsat no Brasil analisou positivamente a participação da empresa no SET EXPO 2016

Rodrigo Campos, diretor-geral da Eutelsat no Brasil analisou positivamente a participação da empresa no SET EXPO 2016

No SET EXPO 2016, o foco da companha foi, mais uma vez, mostrar a clientes e visitantes as funcionalidades do recentemente lançado satélite EUTELSAT 65 West A, que já está operando para o Brasil e conta com o teleporto próprio de monitoramento e telemetria em Santana de Parnaíba, interior de São Paulo.
O dispositivo combina, segundo os responsáveis da multinacional, potência, flexibilidade e eficiência. Trata- se de um satélite tri-band de alta capacidade para múltiplas aplicações, localizado na posição orbital 65° Oeste.
Campos afirma que a posição orbital é “privilegiada para serviços de vídeo em banda C”, e para operações, por exemplo, de banda Ku “para o mercado local de DTH. Trabalhamos para ser a escolha certa para migração da TV Digital no Brasil”.
O resultado dos Jogos Olímpicos Rio 2016, na opinião do executivo, foi excelente. “Atingimos as nossas metas, mas o mais importante é que as expectativas de futuro, tanto de receita como de preenchimento de espaço do satélite são favoráveis”, pese ao pequeno aumento na oferta de satélites na região.
Ele disse que um dos objetivos da feira foi mostrar aos seus clientes o programa de antenas da companhia e com todos os seus headends apontados podendo receber o sinal do satélite 65 West A “ao centro de controle em São Paulo com atendimento em português. A ideia é que o cliente veja os diferenciais do produto não só em termos de tecnologia satelital, mas também com suporte terrestre”.