• PT
  • EN

FOX Sports realizará produção remota ao vivo na Copa do Mundo

Soluções da Telestram e Aspera ajudam empresa norte-americana realizará cobertura recorde na Rússia com 320 horas de conteúdo de transmissão original e mais de 1.100 horas de conteúdo original total

FOX Sports nos Estados Unidos fará uma importante cobertura da próxima Copa do Mundo, de fato, segundo Kevin Callahan, Vice-presidente de Operações e Engenharia de campo da FOX Sports ela será a “anfitrião de língua inglesa da Copa do Mundo deste ano e para os próximos três torneios. Nossa cobertura incluirá 64 jogos em 12 estádios em 11 cidades. A produção está instalada na Praça Vermelha de Moscou, com uma sala de controle e centro de operações técnicas nos subúrbios de Moscou a 20 quilômetros de distância”.

Empresa opta por soluções da Telestream e à Aspera. Uma integração entre Vantage e Lightspeed Live da Telestream e Aspera FASPStream da IBM que permite streaming de alta qualidade para equipes de produção remota para edição e produção em tempo quase real usando redes IP padrão.

Callahan disse que a Copa do Mundo da FIFA de 2018 é a maior produção nos 20 anos de história da FOX em termos de equipe, horas e escala. Inclui 320 horas de conteúdo de transmissão original e mais de 1.100 horas de conteúdo original total. No total, serão transmitidos 38 jogos na rede, mais do que nas quatro Copas do Mundo anteriores juntas.

Na produção, o executivo afirma que a empresa queria “evitar a criação de instalações totalmente novas na Rússia e, em vez disso, aproveitar a tecnologia de transferência sobre IP para utilizar nossas instalações de produção de última geração em Los Angeles. Mas isso não é uma tarefa menor. Nossa equipe precisa fazer o de 20 sinais HD-SDI e de dois sinais UHD-HDR para cada um dos 64 jogos no torneio. Para todos esses sinais, é necessário criar um proxy HLS baseado em nuvem, bem como um AVC Intra de alta resolução em Los Angeles, que devem ser disponibilizados no nosso sistema de gestão de conteúdo. O AVC Intra também deve ser gravado no armazenamento local para duas ilhas de edição na Rússia. Finalmente, e mais importante, a operação deve se manter dentro de 30 segundos da ação ao vivo. Qualquer atraso e a produção não poderia atender à expectativa do público ao vivo”.

Assim, a empresa, explicou o executivo da Fox Sports, “instalamos 22 sistemas Lightspeed Live da Telestream que receberão ISOs de câmera e outros feeds não dedicados ao jogo, permitindo que a equipe capture completamente todo o conteúdo relacionado ao evento no sistema de gestão de conteúdo. Quatro feeds encaminharão o conteúdo de alta resolução diretamente para a instalação de produção de Los Angeles via Aspera FASPStream para edição em tempo quase real”.

Já que, afirma, “as unidades Lightspeed Live, combinadas com a transcodificação e fluxos de trabalho do Vantage, fornecem entrega direta de formatos profissionais de produção para que o conteúdo chegue “pronto para uso” nas instalações de produção em Los Angeles. Ao disponibilizar um formato pronto para edição sobre IP diretamente na infraestrutura de armazenamento do editor, a solução Telestream permite que os editores consumam o vídeo ao vivo quase instantaneamente”.

 

Por Fernando Moura, em São Paulo