• PT
  • EN
  • ES

Pavilhão Britânico aposta na engenharia do Brasil para expandir negócios

Sergio Bourguignon no Pavilhão Britânico do SET EXPO 2017

Já tradicional no SET EXPO, o Pavilhão Britânico marcou presença na edição 2017 do evento com novidades que ainda serão apresentadas no IBC 2017, maior evento europeu do segmento.

“O mercado brasileiro está logo atrás dos mercados da Ásia, Europa e EUA em tamanho, mas não em qualidade. Por seu posicionamento estratégico no calendário de feiras internacionais de tecnologia, optamos por trazer novidades que já foram apresentadas na NAB, que aconteceu em abril, e que ainda serão lançados no IBC, em setembro”, explica Sergio Bourguignon, da britânica TSL Products.

É o caso do sistema de controle de monitoramento que a empresa trouxe para o SET EXPO e possibilita habilitar todos os dispositivos de um só lugar. “Você pode praticamente operar um canal de televisão da sua casa”, explica. Dentre as emissoras que já utilizam o sistema, está a BBC, o ITV e o BT Sport. “Aqui no Brasil, o Grupo Globo já usa parte dessa solução e tem projetos para expandir este uso no futuro”, acrescenta Bourguignon. Algumas afiliadas do Grupo Record e da ESPN também já aderiram à tecnologia de acordo com o executivo.

Quatro empresas compõem o Pavilhão Britânico na edição de 2017 do SET EXPO: TSL Products, Novella, RT Software e Emotion. A ideia é promover as empresas britânicas nos maiores eventos de tecnologia para broadcast do mundo.

“Os engenheiros brasileiros são uns dos melhores do mundo, e por isso esse mercado é tão importante para a Inglaterra, representa quase que metade de todo o mercado da América Latina. A região colocou-se ainda mais em evidência com a realização bem-sucedida dos grandes eventos como a Copa do Mundo, e as Olimpíadas. Se a engenharia de TV no Brasil já era bem vista, isso só melhorou essa representação”, finaliza.

Além do Pavilhão Britânico, o SET EXPO conta com a presença internacional de expositores dos Estados Unidos, Canadá, Itália, Alemanha, Bélgica, Espanha, Japão, China, Suécia, Austrália e Rússia.

Para o diretor internacional da SET, Fernando Bittencourt, a presença estrangeira no SET EXPO potencializa a grandiosidade e qualidade do evento se comparado a Feiras como o IBC e NAB Show, referência no setor.

“A SET como entidade e o SET EXPO têm um prestigio em função de tudo o que já foi feito hoje tem um nível de reconhecimento muito grande. O congresso de tecnologia e os expositores que compõem o SET EXPO elevam o nível do evento a cada ano, não perdendo em nada para outros eventos internacionais. Posso afirmar que os estrangeiros vêm porque eles veem valor em estar aqui e participar de um evento com essa magnitude e qualidade” conclui.

Tainara Rebelo
No Comments

Post a Comment