• PT
  • EN
  • ES

Ministro japonês conta experiência de seu país com o fim da TV analógica

Por Luciana Alvarez

Foto: Equipe Foto Andres

Foto: Equipe Foto Andres

O padrão nipo-brasileiro de TV digital, o sistema ISDB-T, já adotado por 15 países do mundo, foi o tema com o qual o vice-ministro das comunicações do Japão, Yasuo Sakamoto, conquistou a plateia durante a solenidade de abertura da SET Expo 2015, o maior evento de negócios e tecnologia para broadcast e novas mídias da América Latina. “Ele possuiu features que outros padrões não oferecem, que podem ser usados para melhorar a vida das pessoas”, afirmou, em uma defesa do sistema.

Sakamoto contou sobre a experiência japonesa de “transição gentil” da TV analógica para o padrão digital, que por lá começou em 2003 e levou 8 anos para ser finalizada. “Foi um grande desafio para o Japão. Um país é diferente do outro, mas podemos ser uma boa referência”, afirmou. Ele ofereceu cooperação, sobretudo durante as Olimpíadas do Rio, em 2016.

Atualmente o Japão está um passo à frente do Brasil, fazendo a transição para o 4k; já no próximo ano devem começar os testes para o padrão 8k. Ainda assim, Sakamoto ressaltou a importância do Brasil para a adoção do sistema ISDB-T pela América Latina.

Embora tenha falado muito sobre tecnologias, Sakamoto salientou que nunca se deve perder a dimensão humana. “Com os avanços da tecnologia, está tudo se conectando – não apenas as pessoas, mas os objetos uns com os outros. As coisas se interconectando automaticamente são um teste para nossa sabedoria, de como usar a tecnologia para o progresso humano”, afirmou. Segundo ele, esse cenário torna urgentes as discussões sobre privacidade e segurança. Há muito para ser debatido nesta e nas próximas edições da SET EXPO.

user-gravatar
SET Comunicação
No Comments

Post a Comment