• PT
  • EN
  • ES

Congresso: o futuro das tecnologias de geração e transmissão

Por Fernando Moura/Revista da SET

A primeira palestra do Congresso SET 2015, na sala 14, moderada por Caio Augusto Klein, da SET RBS-TV, abordou a situação atual das tecnologias de transmissão/geração via internet, através das tecnologias 3G e 4G. A sessão fez projeções futuras sobre estas ferramentas e além disso, o painel contou com apresentações de fabricantes que desenvolvem equipamentos nos moldes dessa tecnologia e de fabricantes que já tem possuem inovações de transmissão acopladas nas próprias câmeras.

Billy Neves, engenheiro da Teradek, apresentou o panorama CNG – Cellular News Gathering, que conta com múltiplas conexões de internet 3G e 4G, além de ter maior robustez e maior confiabilidade. Neves explicou que um dos principais motivadores para criação de soluções de transmissão de informação via internet é a necessidade de dinamismo do jornalismo, afinal, as emissoras de televisão procuram processos mais práticos e menos custosos para melhor atender o telespectador.

Ele ainda prevê que “essa tecnologia [CNG] vai durar por muitos anos trazendo benefícios para as emissoras de televisão”, já que não há nenhuma outra plataforma de transmissão de notícias em tempo real que possa oferecer a mesma agilidade e praticidade.

No entanto, existem preocupações acerca da transmissão. Para evita–las, a Teradek desenvolveu o protocolo Sputnik que resolve problemáticas, como latência, perda de pacotes, erros de rede e jitter.  Por fim, Neves apresentou o vidiU, uma ferramenta de baixíssimo custo para mercado de streaming para web.

Pela Sony, o palestrante Erick Soares apresentou as últimas novidades desenvolvidas pela empresa na solução dos desafios da produção e transmissão de conteúdo audiovisual em eventos externos. Da UCAN Transmissão Digital, Eldad Eitelberg apresentou as alternativas tecnológicas para a contribuição jornalísticas e cobertura de eventos. A UCAN, que é a representante da LiveU no Brasil coleciona muitos cases de sucesso que foram apresentados no painel da sala 14. O palestrante destacou os números de aparelhos em todo mundo. “Temos 9 mil equipamentos em operação,

Fábio dos Santos, da Dejero, apresentou um histórico do crescimento da cobertura de internet no mundo e como ela transformou a maneira de trabalho dos produtores/geradores de conteúdo. Santos também fez uma projeção de que num futuro próximo, por volta de 2020, a internet 5G deve dar continuidade a essa transformação.

Eduardo Tude, da consultoria Teleco, abordou o assunto da qualidade de serviços de internet móvel oferecida no Brasil. Em sua projeção o 3G deve atingir o pico de usuários em 2018, e a partir daí dará lugar ao serviço de 4G. “Mesmo assim, as expectativas de velocidade não vão ser tão significativas, uma vez que o aumento no número de usuários vai dividir a banda e isso vai reduzir a velocidade de tráfego” ressaltou Tude.

A 27ª edição do Congresso da SET acontece de 23 a 27 de agosto de 2015 no Expo Center Norte, em São Paulo. Este é o Congresso mais importante das áreas de engenharias e novas mídias da América Latina reunindo especialistas dos Estados Unidos, Japão, Europa e América Latina, para debater e analisar a situação atual e as principais tendências em produção, transmissão e distribuição e contribuição de TV. Na edição deste ano o foco passa pelo desligamento analógico da TV e os temas relacionados com esta transição.

 

SET Comunicação
No Comments

Post a Comment