• PT
  • EN
  • ES

 SET EXPO 2017

 29º Congresso de Tecnologia

O resultado da pesquisa é referente a programação do dia

Programação sujeita a ajustes

Segunda-Feira – 21/08/2017

Ver Mapa das Salas | Imprimir ou salvar como  PDF

SALA  16 SALA 13 SALA  12 SALA  10
8h30 – 9h10 Café da manhã oferecido aos inscritos dentro das salas
9h  – 11h
Inovação e Tecnologias Disruptivas
Aumentando a Audiência: Engajamento com Big Data & IA & IOT & MR – Interatividade Real (demo CHATBOT)
Rodrigo Arnaut
Regulatório e Normatização
O Espectro e os Serviços Futuros
André Trindade

11h30  – 13h
Produção de Conteúdo
Tecnologia em Jornalismo: Impactos na Produção e Publicação de Notícias
Raimundo Lima
Hot Session
Destinos e Evolução da TV
Fernando Bittencourt
Workshop
Produção IP: da Teoria à Prática – Grass Valley
José Antônio Garcia / Robert Erickson

INTERVALO

14h – 15h30
Novas plataformas e Infraestrutura
Segurança da Informação e Privacidade dos Dados para o Mercado Audiovisual – Cyber Security
Emerson Weirich
Tecnologia e Negócios
Startups do Audiovisual – Oportunidades e Novos Modelos de Negócios
José Carlos Aronchi
Workshop
Produção IP: da Teoria à Prática – Grass Valley
José Antônio Garcia / Robert Erickson
Demonstração
Dolby Vision HDR / Dolby Atmos for Home
16h – 17h30
Inovação e Tecnologias Disruptivas
Fazendo a Realidade Virtual (VR) uma Realidade!
Daniela Souza
Tecnologia para TV e Rádio
Evolução dos Padrões de TV
Cristiano Akamine
Workshop
Produção IP: da Teoria à Prática – Grass Valley
José Antônio Garcia / Robert Erickson
Demonstração
Dolby Vision HDR / Dolby Atmos for Home

Segunda-Feira – 21/08/2017

Horário Palestra
Horário Palestra

9h - 11h

Inovação e Tecnologias Disruptivas | Sala 16

Aumentando a Audiência: Engajamento com Big Data & IA & IOT & MR – Interatividade Real (demo CHATBOT)

Aumentando a Audiência: Engajamento com Big Data & IA & IOT & MR – Interatividade Real ( demo CHATBOT)

Na década de 90 o grande rótulo da criatividade era Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), nos anos 2000 passamos a chamar tudo isso de “Inovação” e nessa década está cada vez mais forte o conceito de “Inovação Disruptiva”, onde existe realmente a quebra de um modelo antigo e velho para ser substituído por um modelo novo e contemporâneo, uma ruptura de conceitos, trazendo a disrupção como o “além” do novo, uma interrupção do curso normal de um processo. Diante deste cenário de novos rótulos, iremos traduzir de forma prática o que significa BigData, onde grandes volumes de informações diferentes são rapidamente acessadas, e também IA (Inteligência Artificial) onde algoritmos e ferramentas estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia, seja em softwares complexos ou até mesmo nos nossos chats das mídias sociais. Outra sopinhas de letras são VR (Virtual Reality) , AR (Augmented Reality) e MR (Mixed Reality), que levam usuários a interagirem com ambientes virtuais cada vez mais comuns nas experiências de marcas, e o IoT (Internet Of Things), que traduzindo significa Internet das Coisas, e que alcançará mais de 50 bilhões de dispositivos conectados na internet em 2020, envolvendo toda a cadeia da indústria de consumo. Com toda esta disrupção, a nossa vida está ficando totalmente interativa, conversamos com máquinas a todo instante, e daqui a pouco pode ser que não conversaremos mais com humanos. Será? Venha ouvir o que essa galera disruptiva apresentará no debate, traga seus amigos e venha discutir conosco o futuro da interação entre as mídias. Iremos fazer uma demonstração em tempo real, da criação e programação de um chatbot dentro de uma fanpage, um robô no messenger do Facebook.

Moderador: Rodrigo Dias Arnaut - Diretor – EraTransmidia/ FAAP/ SET/ Esconderijo

Consultor em planejamento transmídia para produtoras e agências no Esconderijo.xyz, Professor de mídias digitais na FAAP na faculdade de comunicação. Mestre em Ciências pela USP (Poli), Pós em Gestão de Negócios e Inovação Tecnológica ESPM, Engenheiro de computação USJT. Concluiu curso de extensão em E-business na UofT (University of Toronto). Presidente na Associação EraTransmidia, onde desenvolve atualmente pesquisas de produção audiovisual na área de vídeos imersivos, realidade virtual/aumentada e ações de impacto social. Com 25 anos de experiência profissional e acadêmica na área de Tecnologia, Negócios e Comunicação, em brainstormings e projetos de Transmídia, TI, Telecom, TV, IoT, Mobile, Web, Games, Wearables, Interatividade, Holografia, Realidade Virtual e Aumentada, Midia, Publicidade e Marketing, sendo 21 anos no grupo Globo em Pesquisa e Desenvolvimento, nas areas de Esportes, Jornalismo e Entretenimento, onde desenvolveu mais de 50 projetos, recebeu 15 prêmios, com destaque para IBC Special Awards do “Flutuador” (Amsterdã). Também é sócio na startup Gigamobb e na consultoria Esconderijo das Crianças, focado no desenvolvimento de projetos com a metodologia MAMP (Multi Audiência Multi Plataforma) da EraTransmídia. Vice-diretor de TV por Assinatura e Novas Mídias da SET. Palestrante em mais de 200 eventos no Brasil e exterior.

JeffersonPrestes

Conversando com máquinas

Utilizando ferramentas de IA (Inteligência Artificial) para otimizar custos, amplificar a qualidade e precisão das informações no atendimento dos consumidores, dos usuários, dos telespectadores, através do uso de Machine Learning e IA integrados às mídias sociais, como fanpages dentro do Facebook. Cases até de emissoras de TV que liberam vídeos pelo chatbot, uma OTT (Over The Top) via IA!

Palestrante: Jefferson Prestes - Diretor Novatrix / Chronos Bot

Jeff tem mais de 20 anos de experiência com Desenvolvimento de Software, trabalhando desde 1999 com Internet. Hoje, Internet das Coisas e Machine Learning são suas novas paixões. Ele participa de várias comunidades de desenvolvedores e trabalhou diversos anos como Evangelista, ministrando diversas palestras no Brasil e no Exterior bem como organizando Hackathons de níveis globais como Battlehack (battlehack.org). Tem sua empresa, a Novatrix, onde alia tecnicas de Design Thinking e de Lean Startup a novas tecnologias para ajudar empresas a Inovar e gerar negocios.

RodrigoTerra

Realidade Mixada chegou!

Como a MR (Mixed Reality ou Realidade Mixada) vai transformar nosso mundo de conteúdo e experiências imersivas, misturando holografia com imagens reais. Produções em VR (Realidade Virtual), case McDonalds; Aplicações em AR (Realidade Aumentada), como Pokémon e Transmídia, são o estado da arte na construção de experiências de marca para a nova geração de audiência que o mundo de mídia enfrenta hoje.

Palestrante: Rodrigo Terra -Fundador e Diretor Arvore.io / Presidente EraTransmidia

Pós-Graduado em Administração pela FGV. Especialista em Empreendedorismo pelo IBMEC-SP. Graduado em Rádio e TV pela FAAP-SP. Estuda e desenvolve conteúdos Transmídia desde 2006. Dirigiu e conduziu projetos diversos em audiovisual e transmídia para emissoras e produtoras. Foi co-autor, diretor-geral e diretor artístico da série Sexo no Sofá, exibida pela TV Futura e Glitz* (Turner). Consultor em Transmídia no programa Objetiva Audiovisual do Sebrae/APRO, professor PUC-PR de Produção de conteúdo módulo Audiovisual. É diretor criativo e evangelizador de experiências imersivas, Realidade Virtual, Aumentada e Mista. Hoje é presidente da Associação EraTransmidia, sócio-diretor da produtora Fazenda Urbana e COO da Arvore Experiências Imersivas.  

Engajamento e votação online

Como aproveitar a interação e engajamento dos consumidores no mundo online, com ferramentas de votação e pesquisa para tomada de decisão.

Palestrante: Renato Teixeira - Choicely Brazil / FAAP

Publicitário por formação, é consultor de pesquisa de mercado e mídia, e de estratégias de marketing digital. Professor de comportamento da audiência televisiva  na FAAP. Com experiência  em pesquisa de mídia e mercado por 28 anos nos institutos IBOPE Media e Datafolha.

Foto Marcelo Blum - Videodata

Como a Internet das Coisas e o Big Data vão mudar a nossa vida e o mundo de broadcast

As novas gerações estão acostumadas ao “tudo ao mesmo tempo agora”. Vivemos em um mundo em que as coisas crescem de forma exponencial e paradigmas são quebrados constantemente. Negócios consolidados desaparecem e novos negócios surgem rapidamente, mudando hábitos e facilitando as vidas das pessoas. A indústria de mídia e entretenimento precisa mais e mais incorporar esses conceitos, para se tornar mais eficiente, rentável e por consequência mantendo-se relevante. A internet das coisas vai revolucionar as residências, as empresas e os negócios de modo geral, interligando dispositivos, redes sociais, automatizando processos e ao mesmo tempo gerando uma massa de dados descomunal, que através de ferramentas de Big Data, poderão antever os anseios das pessoas. Os conteúdos e a publicidade serão cada vez mais experiências transmídia e multitela, em que as reações serão monitoradas em tempo real e as experiências cada vez adaptadas a cada pessoa.

 

Palestrante: Marcelo Blum - Gerente de Sistemas e Tecnologia da Videodata

Graduado em Eng. Eletrônica pela UFRJ, com 25 anos de atuação no mercado de Engenharia de Televisão, Gerente de Sistemas e Tecnologia da Videodata, especializado em Sistemas Playout, Cloud Playout, Media Asset Management, Orquestração de Workflows de Vídeo e Mídia, Tecnologias de Compressão e Transporte de Vídeo, Produção e Pós Produção e Sistemas de Missão Crítica. Sócio da Set há mais de 24 anos, tem contribuído apresentando inúmeras palestras em seus eventos.

Como criar conteúdos utilizando os dados da audiência

Criar conteúdo para programas de rádio é um desafio, principalmente pela segmentação diversificada da audiência. Temos quase 10.000 emissoras de TV e rádio educativas, comerciais e comunitárias em todo o País, sendo 4377 rádios comunitárias e 1501 rádios FM. Analisar dados de audiência e conhecer o público alvo dessas rádios é essencial na estratégia de produção de conteúdo. Realizar pesquisas e utilizar a interatividade com tecnologias de engajamento e bigdata pode tranaformar a criação de conteúdo no motor de arranque da emissora, aumentando ou até mesmo diminuindo a fuga de audiência para outras mídias.

Palestrante: Robson Ferri - Radialista e Publicitário

18 anos de experiência na área de comunicação. Atuou na Metropolitana FM, Rede Transamérica e Rádio Mix . Fornece conteudo para o Sistema Globo de Rádio, Fundador e diretor da RF Mídia, criou a Rádio Conteúdo uma geradora de conteúdo para rádios com presença em todo o Brasil, com mais de 200 emissoras, Projetos especiais, na cobertura dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, Copa do Mundo Brasil 2014, Rio 2016, com presença pelo segundo ano consecutivo como expositor na NAB Las Vegas.

9h - 11h

Regulatório e Normatização | Sala 13

O Espectro e os Serviços Futuros

André Trindade

O Espectro e os Serviços Futuros

O painel irá apresentar a situação do espectro atual e a demanda para serviços futuros da radiodifusão no Japão e no Brasil. Os órgãos reguladores têm o desafio de equacionar as necessidades de espectro radioelétrico de diferentes setores e, diante da forte pressão em alguns países na adoção do 600 MHz para a banda larga, será apresentada e debatida o posicionamento da Anatel, como regulador do espectro brasileiro e como tem sido a condução desse assunto em fóruns internacionais, com ênfase nas Américas. Além disso, o painel discutirá o uso da faixa de VHF por alguns canais.
 

Moderador: André Trindade - Engenheiro de Comunicação - ABRATEL

Engenheiro de Redes pela UnB, com especialização em Gestão Pública e em Segurança da Informação. Trindade é membro da delegação brasileira na Comissão Interamericana de Telecomunicações (PCC.II CITEL). Além disso, ele é membro titular do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired).  

Ogawa

Política e visão do uso do espectro no Japão – após ASO

O Japão completou a ASO em março de 2012. Após a ASO, algumas bandas VHF e UHF usadas pela TV analógica foram reatribuídas a outros serviços. Nesta apresentação, são explicados como o espectro foi reatribuído após o ASO no Japão e os problemas atuais relacionados à alocação do espectro para o lançamento do sistema móvel 5G.

Palestrante: Hiroyuki Ogawa - Director for Digital Broadcasting Technology, Ministry of Internal Affairs and Communications, Japan

Hiroyuki Ogawa atualmente é Diretor de Tecnologia Digital Broadcasting do Ministério dos Assuntos Internos e das Comunicações do Japão. Ele é responsável pela assistência técnica aos países que adotaram o ISDB-T e pela promoção internacional da tecnologia 4K / 8K. Ele ingressou no Ministério em 1998 e tem vasta experiência de coordenação de projetos de P & D, regulamentos e assuntos internacionais no campo das telecomunicações e da radiodifusão. Ele também serviu à Embaixada do Japão na Rússia como adido de telecomunicações. Graduou-se na Universidade de Tóquio com um grau de B.E. em engenharia elétrica. Ele também é um ávido operador de rádio amador.

Um cenário perigoso…

… está se configurando muito mais rapidamente do que se esperava no tocante ao uso da faixa de UHF pela radiodifusão. Somando-se as projeções continuadamente inflacionadas  de espectro para banda larga, originadas de trabalhos inapropriados, parciais, da UIT e de grandes empresas, as posturas de administrações dos países da Região 2 estão desafiando tanto as decisões da CMR 15, quanto o escopo da próxima CMR 19 colocando em risco inclusive a validade das decisões de uma conferencia mundial da UIT, entidade conhecida por suas decisões por consenso. Estudos globais de demanda não podem ser utilizados nacionalmente: como um country check em Recife derruba uma projeção de crescimento tráfego  globalizada. E a eficiência do uso do espectro continua um tabu. Esses temas serão abordados para incentivar discussões.

Palestrante: Paulo Ricardo Balduino - Diretor de Planejamento de TV/Espectro da ABERT

Paulo Ricardo Balduino, brasileiro, nascido em 1949, é o sócio principal e diretor-presidente da Synthesis Consulting, que atua no ambiente de telecomunicações e mídia. Atualmente, suas atividades de consultoria incluem a direção do Departamento de Planejamento e Utilização do Espectro de Radiofrequências da Associação Brasileira de Empresas de Rádio e Televisão – ABERT. É também membro do Departamento de Telecomunicações / DEINFRA da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), bem como membro do Departamento Regional da SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão).Trabalhou no Ministério de Comunicações do Brasil, sendo responsável pelo departamento de assuntos regulatórios internacionais, chefiando todas as atividades regulatórias relacionadas à União Internacional de Telecomunicações – UIT e à CITEL – Comisión Interamericana de Telecomunicaciones. Foi também responsável por acordos de cooperação comercial e técnica.

Leonardo Euler

Espectro: a visão da ANATEL

O Presidente do CEO – Comitê de Uso do Espectro e de Órbita – irá apresentar como a Anatel pensa a respeito do futuro da TV no Brasil e sua  visão sobre as necessidades de espectro para a demanda atual e das novas tecnologias de radiodifusão. Ele também irá abordar sobre o posicionamento e a atuação da administração brasileira nos fóruns internacionais da Comissão Interamericana de Telecomunicações (Citel) e da União Internacional de Telecomunicações (UIT) sobre o espectro utilizado pela radiodifusão.  
 

Palestrante: Leonardo Euler de Morais - Presidente do Comitê de Uso do Espectro e de Órbita (CEO)

Leonardo Euler é formado em Ciências Econômicas e possui mestrado em Economia pela Universidade de Brasília. É servidor de carreira da Anatel, desde 2005. Aprovado no primeiro concurso público realizado pela Agência, onde foi assessor de conselheiros e chefe da Assessoria Técnica. Atualmente, é membro do Conselho Diretor da Anatel e Presidente do Comitê de Uso do Espectro e de Órbita (CEO).  

Ilham Ghazi

A UIT (União Internacional de Telecomunicações) e os resultados da WRC 2015 (World Radiocommunication Conference)

Nesta participação por vídeo ao vivo a Sra. Ghazi fará uma breve introdução sobre a União Internacional de Telecomunicações de modo que se possa entender a importância dessa organização para os radiodifusores do Brasil e da América Latina. Também será apresentado o resultado da WRC 2015 no que se refere ao espectro utilizado pela radiodifusão e serão apresentados possíveis cenários para a WRC 2019 e 2023. O processo de coordenação regional de frequencias VHF e UHF para América Central e Caribe já iniciou, e o Brasil, por questões fronteiriças, também participa. A representante da UIT também irá falar sobre a importância desse processo.

Palestrante: Ilham Ghazi - Chefe dos Serviços de Radiodifusão no Escritório de Radiocomunicações da União Internacional de Telecomunicações.

Formada em Engenharia de Radiocomunicações pelo Instituto Internacional de Aviação de Kiev, Ucrânia e Mestre em Administração de Empresas pela Ecole polytechnique Federale de Lausanne, Suiça. Atualmente é encarregada pela UIT de liderar as reuniões regionais de coordenação para permitir que as administrações tenham freqüências adicionais na faixa 470-694 MHz e facilitar a liberação do primeiro e do segundo dividendo digital.

11h30 - 13h

Produção de Conteúdo | Sala 16

Tecnologia em Jornalismo: Impactos na Produção e Publicação de Notícias

Raimundo Lima_Diretor de Operações do SBT_ (21)

TECNOLOGIA E JORNALISMO: Impactos na Produção e Publicação de Notícias

O avanço e ofertas de novas tecnologias nas redações e ambientes de produção de notícias, trouxeram facilidades, dinamismo, velocidade na produção, apuração e divulgação dos conteúdos noticiosos.
Por outro lado, os profissionais que atuam nesses ambientes precisam entender, dominar e operar essas ferramentas para tirar o melhor proveito das novidades que obrigatoriamente devem estar à serviço do produto noticioso e não ao contrário.
As diversas formas de divulgação em diferentes plataformas, exigem agilidade e cobram mais eficiências dos profissionais envolvidos nos processos. Os debatedores do painel, trarão um pouco de suas experiências no enfrentamento desses desafios, ao mesmo tempo em que deverão traçar uma visão do que nos espera num futuro próximo.

Moderador: Raimundo Lima - Diretor de Tecnologia e Operações – SBT – Sistema Brasileira de Televisão

Com mais de 35 anos de atividades na televisão brasileira, passou pelos Diários Associados, TV Manchete, TV Globo (GINY), TV Band, TV Cultura/SP e Esporte Interativo. Durante esse período, ocupou diversos cargos nos departamentos de Jornalismo, Esportes, Dramaturgia e Entretenimento das emissoras por trabalhou. Com uma formação eclética, passou pela Universidade de Brasília, PUC-SP e Universidade Federal Fluminense, entre outras instituições  

AVI COHEN

LiveU – uma nova forma de captar e distribuir vídeo ao vivo

Palestrante: Avi Cohen - COO e GM da LiveU Americas

Israelense e formado na Universidade Ben-Gurion, Avi Cohen é um engenheiro visionário. Em 2006, fundou a LiveU depois de criar do cellular bonding para transmissão de vídeo sobre IP. A tecnologia revolucionou os mercados de televisão, contribuição jornalística e produção de vídeo publicitário. Com a liderança de Cohen, a LiveU apresentou ao mundo uma nova forma de captar e distribuir vídeo ao vivo, mantendo a liderança global e o estado da arte nos uplinks portáteis que operam nas principais emissoras de TV. Com espírito empreendedor, foi autor e coautor de mais de 10 patentes de comunicação via telefonia celular que introduziram o live streaming em novos mercados e aplicações. Hoje, Avi Cohen é responsável pela operação da LiveU no continente americano e constantemente é solicitado para entrevistas, palestras e conferências sobre inovação e tecnologia.

Rafael Gomide

Palestrante: Rafael Gomide - Chefe de redação do Núcleo de Reportagens Especiais da Record TV

Já soma 23 anos de trabalho em jornalismo, destes 18 anos são dedicados ao telejornalismo, como repórter, editor, repórter investigativo, produtor, editor executivo, editor-chefe, roteirista, redator, gerente de jornalismo e chefe de redação. Além da Record TV, já passou pelas emissoras Band e Rede TV. Rafael se formou em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo em 1997. Conquistou importantes prêmios, só para citar alguns: Prêmio Internacional Rei de Espanha 2016 (maior prêmio de Jornalismo do mundo nos idiomas português e espanhol), Prêmio Esso de Jornalismo em 2011 e 2015; Prêmio Vladimir Herzog 2009 e 2015; Prêmio Tim Lopes de Jornalismo Investigativo 2015; Prêmio Libero Badaró 2014; Prêmio América Latina de Direitos Humanos 2012, 2013 e 2015; Prêmio Anamatra 2016; Prêmio do Ministério Público Federal do Trabalho 2016 (Região Sudeste) e 2017 (Nacional).

Rafael Boni Marques

Palestrante: Rafael Boni Marques - Gerente Operações de Tecnologia - TV Globo

Me formei em 2006 em Engenharia Elétrica com ênfase em Telecomunicações pela FEI (Faculdade de Engenharia Industrial) Em 2010 finalizei uma pós Graduação em Engenharia de Redes e Sistemas de Telecomunicações pelo INATEL (Instituto Nacional de Telecomunicações) E em 2015 terminei uma Pós Graduação em Gestão Estratégica de Projetos pala FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) Entrei na Tv Globo em 1999 e desde então passei por algumas funções importantes dentro da empresa, como Engenheiro de Suporte, Engenheiro de Sistemas, Supervisor de Projetos, Supervisor de Operações e nos últimos dois anos estou atuando como Gerente de Operações de Tecnologia atendendo ao Jornalismo da empresa.

Eduardo Brandini

Palestrante: Eduardo Brandini - Head de Media e Entretenimento do YouTube para o Brasil

Formado em Comunicação Social – Rádio e TV pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), possui pós graduação em Gestão empresarial e inovação tecnológica pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Com mais de 15 anos de experiência na área de comunicação, Brandini já trabalhou nas maiores emissoras de TV do Brasil, como SBT, Globo, Bandeirantes e Cultura. Também é professor da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP).

11h30 - 13h

Hot Session | Sala 13

Destinos e Evolução da TV

Fernando Bittencourt

Destinos e Evolução da TV

Os consumidores, especialmente os jovens, estão assistindo cada vez menos a TV aberta.

Por que isso está acontecendo? Como reverter esta situação? Que novas tecnologias poderiam ajudar?

Estas são questões que correm o mundo. Neste painel/debate especialistas de 3 continentes vão nos ajudar a refletir sobre como enfrentar os desafios que o novo mundo digital traz à tradicional indústria de Broadcasting.

 

Moderador: Fernando Bittencourt - Diretor Internacional da SET

Fernando Bittencourt é diretor internacional e membro do Conselho de Ex-presidentes da SET. Engenheiro eletrônico, é fundador da FB Consultoria e ex-diretor geral de Engenharia da Rede Globo. Faz parte do Conselho Deliberativo do Fórum SBTVD e é membro das entidades internacionais: IEEE, IBC e SMPTE. Em 1994, tornou-se o coordenador do grupo criado pela SET e pela ABERT que estudou e implantou a TV digital no Brasil. Foi conselheiro titular do Conselho de Comunicação Social do Senado Federal. É reconhecido mundialmente como engenheiro de notório saber na área de comunicações.

Lisa Hobbs

Palestrante: Lisa Hobbs - Commercial Portfolio Strategy - Compression Solution Area Media - Ericsson

Lisa Hobbs ingressou na Ericsson em 1997, depois de passar nove anos nas divisões de comunicações por satélite e de compressão de vídeo da Scientific-Atlanta (agora Cisco.) Como Vice-Presidente de Estratégia de Portfólio de Compressão Comercial, ela compartilha a responsabilidade global para definir a direção da carteira de compressão em todos os segmentos de mercado em que a Ericsson está presente, com foco na direção do mercado e ROI.

NAB-Skip-Pizzi-2011-150x150

Palestrante: Skip Pizzi - Vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da NAB

Skip Pizzi é engenheiro, jornalista, editor, autor e coach de tecnologia. Atualmente, exerce o cargo de vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da National Association of Broadcasters (NAB). Também é vice-presidente do Grupo de Tecnologia 3 (TG3) do Advanced Television Standards Committee (ATSC), que está desenvolvendo o padrão ATSC 3.0. É membro do Conselho de Administração do Fórum Ultra HD e editor associado do Manual de Engenharia da NAB, 11ª edição.  Graduado pela Universidade de Georgetown, estudou Engenharia Elétrica, Economia Internacional e Belas Artes.  Seu livro mais recente é A Broadcast Engineering Tutorial for Non-Engineers, 4 ª edição.

Masayuki Sugawara

Palestrante: Masayuki Sugawara - Presidente DiBEG ( Digital Broadcasting Expert Group)

Masayuki Sugawara recebeu os títulos de B.S. e M.S. em engenharia de comunicação elétrica e Ph.D. em engenharia eletrônica da Universidade de Tohoku, Sendai, Japão. Ele ingressou na NHK em 1983. Pesquisou sensores de imagem de estado sólido, câmeras HDTV e o sistema UHDTV na NHK STRL de 1987 a 2015. Foi professor associado na Universidade de Eletro-Comunicações, Tóquio, Japão, de 2000 a 2004. Desde 2004, está envolvido na atividade de padronização da UIT-R Study Group 6, incluindo o padrão UHDTV conhecido como Recomendação BT.2020. Atualmente, é presidente do grupo de especialistas em radiodifusão digital (DiBEG) e engenheiro executivo da NEC Corporation.Dr. Sugawara é um membro do SMPTE, um membro sênior do IEEE e um membro do IEICE e do ITE.

Simon Fell

Palestrante: Simon Fell - Director of Technology & Innovation - EBU

Simon Fell lidera a equipe de ponta que desenvolve tecnologias de mídia na UER. Ele tem quatro décadas de experiência, anteriormente em ITV como Diretor de Tecnologias do Futuro. Participou da implantação da Carlton Television, onde ocupou vários cargos executivos e ajudou a lançar a transmissão digital. Presidiu o Conselho Técnico do Grupo de Televisão Digital do Reino Unido e foi Presidente do Fórum HD.Foi também Diretor de Engenharia para Rushes, Engenheiro-chefe do 625 e Channel Four. Sua carreira inicial incluiu períodos nos EUA com Rank Cintel e na YTV em Leeds.

11h30 - 13h

Workshop | Sala 12

Produção IP: da Teoria à Prática – Grass Valley

Robert Erickson - painel José Antonio

PRODUÇÃO IP: DA TEORIA À PRÁTICA – GRASS VALLEY

O objetivo do workshop será incialmente fornecer uma base teórica sobre Vídeo e Áudio sobre IP, informações sobre padrões (AIMS), arquiteturas e aplicações. E ao final uma demonstração prática de procedimentos de configuração, monitoração e acerto de falhas em um sistema IP em funcionamento.

Palestrante: Robert Erickson - IP Evangelist - Grass Valley

Membro da Grass Valley desde 2008, com mais de 17 anos de experiência no mercado de Broadcast e TI. Em sua carreira trabalhou em projetos e manutenção de infraestrutura e sistemas de playout baseados em tecnologias emergentes. Participa da Aliança para Soluções de Mídia em IP (AIMS). Dedica grande parte de seu tempo com a educação de clientes para as tecnologias emergentes em IP e treinamento de equipes internas. Projeta e gerencia ‘provas de conceito’ - POC - para clientes, testando e implementando soluções - incluindo cameras, servidores, routers, multiviewers, processadores e soluções em software. Robert é participante ativo do SBE, SMPTE e HPA. 

14h - 15h30

Novas plataformas e Infraestrutura | Sala 16

Segurança da Informação e Privacidade dos Dados para o Mercado Audiovisual – Cyber Security

Emerson Weirich

Segurança da Informação e Privacidade dos Dados para o Mercado Audiovisual – Cyber Security

Depois da digitalização do mercado Audiovisual, desenvolver corretamente as estratégias de Segurança da Informação e Privacidade dos Dados não é uma despesa e sim um investimento obrigatório. Atualmente arquivos de áudio e vídeo são distribuídos em diferentes plataformas e nos mais diferentes dispositivos, principalmente com o crescimento esperado da IoT (Internet das Coisas) onde os dispositivos de mídia se multiplicam e os riscos aumentam proporcionalmente. É um monitoramento constante de ameaças, vulnerabilidades, riscos, sensibilidades e impactos, para com isso permitir o adequado dimensionamento e modelagem de soluções. Nesta sessão, especialistas no assunto debaterão não apenas a segurança dos dados e da informação, mas também a dos sistemas em si.

Moderador: EMERSON WEIRICH, Gerente Executivo de Engenharia da EBC

Emerson Weirich é diretor da Regional Centro-Oeste da SET. Engenheiro eletrônico, é o atual gerente executivo de Engenharia da Empresa Brasil de Comunicação (TV Brasil, TV NBR, Rádios Nacional e Rádios MEC). É mestre em Gestão da Ciência e Tecnologia, especialista em Gestão Estratégica de Tecnologia e atuou em várias empresas de comunicação como RBS, TVE, Radiobrás e TV Justiça.

LEANDRO VALENTE

Internet das Coisas: Uma Visão dos Desafios de Segurança Cibernética no Setor de Mídia e Entretenimento

Essa palestra tem como objetivo principal demonstrar uma visão executiva dos principais riscos de segurança cibernética relacionados a dispositivos IoT, com foco no setor de mídia e entretenimento, expondo como os ataques cibernéticos podem trazer danos a essa indústria, através da discussão de casos reais de ataques envolvendo empresas deste setor. Adicionalmente, serão expostos frameworks de mercado focados em IoT, as melhores práticas e os principais desafios na implementação destas.

Palestrante: Leandro Valente, Especialista em Segurança da Informação - TV Globo

Leandro Valente tem 13 anos de experiência em segurança da informação e já fez parte do time de segurança de grandes empresas no mercado, como Arcon/NEC, Oi Telecomunicações, Ernst & Young e atualmente integra o time de projetos de segurança da informação da TV Globo. É certificado CISSP e atualmente está cursando MBA em Gestão de Negócios no IBMEC.

Vinícius Brasileiro

O fator humano na proteção da informação

Com o avanço das tecnologias e ferramentas de proteção os criminosos direcionam suas ações para um fator pouco trabalhado pelas organizações: o comportamento e a atitude dos colaboradores quanto à segurança da informação. Conheça as principais formas deste tipo de abordagem, os modelos e as técnicas de proteção e como construir uma cultura de segurança.

Palestrante: Vinícius Brasileiro, Supervisor Executivo de Segurança da Informação – TV Globo

15 anos de experiência distribuídos nas atividades de auditoria de sistemas e processos de negócio, segurança da informação, continuidade de negócio, mapeamento de processos, controles internos, gestão de riscos corporativos e compliance. Possui graduação em Informática e Ciências Contábeis pela Universidade Estácio de Sá e pós-graduação em Auditoria de TI pela Universidade Estácio de Sá. Possui as certificações Certified Information Systems Auditor (CISA), Certified Information Security Manager (CISM) e Certified in Risk and Information System Control (CRISC) pela ISACA; Certified Chief Information Security Officer (C|CISO) pelo EC-Council; Auditor Líder em Sistema de Gestão de Segurança da Informação (ISO 27001 LA) pelo BSI; Information Security Management Advanced based on ISO/IEC 27002 (ISMAS) pelo EXIN. É Membro da Comissão de Estudo Especial de Gestão de Riscos e da Comissão de Estudo de Tecnologia da Informação - Técnicas de Segurança do Comitê Brasileiro de Computadores e Processamento de Dados na ABNT.

Tacito Augusto Silva Leite

Estratégias de segurança da informação nas empresas de mídia digital e a gestão de riscos corporativos.

Grandes empresas de mídia digital já sofreram ataques cibernéticos às suas informações causando prejuízos milionários. A indústria de mídia está cada vez mais exposta às ameaças que surgem sobre os seus principais ativos – vídeo e áudio – que agora trafegam no mundo da informação digital. A avaliação de riscos deve ser integrada e envolver os diversos setores das organizações. Controles adequados devem buscar equilibrio entre tecnologia, processos e pessoas para serem eficientes. Para minimizar a exposição das organizações aos riscos do mundo digital, é conveniente adotar políticas consistentes de segurança da informação além dos treinamentos de conscientização de todos os envolvidos.

Palestrante: Tácito Augusto Silva Leite, Diretor - T-Risk Método de avaliação de Riscos

Atua desde 1994 na área de segurança e gestão de risco, desenvolvendo atividades de gerenciamento integrado de riscos, prevenção de perdas, projetos globais de segurança e administração de empresas de segurança. Diretor da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança, autor do livro Gestão de Riscos na Segurança Patrimonial – consultoriadeseguranca.com.br, criador do método Total Risk e da plataforma totalrisk.com.br, organizador da bibliotecadeseguranca.com.br, coautor das 1ª e 2ª Coletâneas ABSEG de Segurança Empresarial. Pós-graduado em Segurança Empresarial pela Universidad Pontificia Comillas de Madrid, MBA em Gestão de Segurança Empresarial pela Universidade Anhembi-Morumbi, MBA em Sistemas de Informação pela UnP com aprofundamento em Segurança da Informação, Curso de Gestão de Recursos de Defesa pela Escola Superior de Guerra - ESG, Curso em Gestão de Riscos e Auditoria Baseada em Riscos ISO 31000 pelo QSP e Oficial da Reserva do Exército Brasileiro. Possui a certificação DSE pela UPCO – Espanha, ASE pela ADESG-ABSEG e Certified ISO 31000 Risk Management Professional pela The Global Institute G31000 & International Accreditation Board for Risk Management, Geneva, Switzerland.

Lucimara

Botnets de IoT: “coisas” ao ataque.

A Internet das Coisas (IoT) já é realidade e a indústria do entretenimento faz uso de vários dispositivos conectados como câmeras, drones, TVs, antenas,roteadores wi-fi, etc. A maioria dos dispositivos IoT não foi projetada com segurança em mente. Em grande parte, a indústria de hardware não tem a visão de segurança de software e repete erros primários que levam à produção de dispositivos vulneráveis, que são “recrutados” por criminosos para fins maliciosos como, por exemplo, ataques de negação de serviço. Tais ataques podem atingir grandes escalas e impactar severamente a operação do entretenimento online (como streaming, games, votações). Esta apresentação irá discutir questões técnicas de segurança relacionadas a IoT, como funcionam as botnets abusando de IoT, incluindo estatísticas de dispositivos infectados, e algumas medidas para melhorar o cenário.

Palestrante: Lucimara Desiderá - Analista de Segurança - CERT.br/NIC.br

Lucimara Desiderá é Analista de Segurança no CERT.br/NIC.br, onde atua com foco nas áreas de Outreach e Conscientização em Segurança de Internet. Suas atividades incluem desenvolver materiais relacionados a boas práticas de segurança, ministrar palestras e workshops, organizar conferências, atuar em cooperação com outros times de resposta a incidentes, com fóruns internacionais (como LACNIC, LACNOG, FIRST, M3AAWG) e com diferentes setores da Internet no Brasil. É também co-fundadora e coordenadora do Grupo de Trabalho de Anti-abuso para a América Latina e Caribe (LAC-AAWG). É Mestre em Engenharia Elétrica pela UNICAMP e certificada CISSP.

14h - 15h30

Tecnologia e Negócios | Sala 13

Startups do Audiovisual – Oportunidades e Novos Modelos de Negócios

Aronchi - Escola de Negócios do Sebrae-SP - Copia

Startups do Audiovisual – Oportunidades e Novos Modelos de Negócios

As startups do audiovisual multiplataforma trazem as soluções disruptivas e inovadoras. Empreendedores, com empresas enxutas, ganham mercado e passam a oferecer desde conteúdo até soluções tecnológicas de baixo custo e alta tecnologia. O painel apresenta inovações trazidas por startups do audiovisual, aponta caminhos para a indústria broadcasting através do empreendedorismo e da inovação e o apoio da SET para o estímulo ao ecossistema de startups do audiovisual e seus novos modelos de negócios.

Moderador: José Carlos Aronchi - SEBRAE-SP

Diretor de Eventos da SET. Consultor de Inovação e Tecnologia na Unidade Cultura Empreendedora – Escola de Negócios do Sebrae-SP Alencar Burti. Jornalista e radialista, mestre em Comunicação Científica e Tecnológica pela Universidade Metodista/SP, doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP e pós-doutorando na UFSCar. Recebeu no SET EXPO, em 2010, o Prêmio de Melhor Inovação-Interatividade para a TV Digital pelo app Roda dos Gêneros da TV Digital. Em 2016, recebeu o Prêmio Sebrae Gestor de Startups Like a Boss, na Campus Party SP. Mentor de empresas startups do segmento audiovisual. É professor do curso de RTVi da FacCamp/SP e professor convidado da UFSCar no curso de especialização em Produção de Conteúdo Audiovisual para Multiplataformas. Autor de “Gêneros e Formatos na Televisão Brasileira” (2ª. Edição) e “Seja o primeiro a saber – a CNN e a globalização da informação”. Membro do GEMInIS – Grupo de Estudos em Mídias Interativas em Imagem e Som.

João Massarolo

StartUps no Mercado Audiovisual

A experiência da UFSCar com a Especialização em Produção de Conteúdo Audiovisual Multiplataforma e a proposta de incluir no programa do curso a disciplina Startups do Audiovisual – Inovação e Empreendedorismo. Os resultados ao se introduzir a formação em startups como disciplina da especialização. A formação do profissional na academia para atuar e empreender em startups do audiovisual multiplaforma. O GEMInIS – Grupo de Estudos em Mídias Interativas de Imagem e Som e sua visão para a formação de profissionais inovadores e empreendedores do audiovisual.

Palestrante: João Carlos Massarolo - UFSCar

João Carlos Massarolo: cineasta, professor universitário; Doutor em Cinema pela USP, é diretor e roteirista de vários filmes, entre os quais, São Carlos / 68 e O Quintal dos Guerrilheiros (2005). Publicou: Roteiro audiovisual para Narrativas Transmídia (2016); Sobre a midiatização do consumo ficcional transmidiático e seus efeitos (2015); Storytelling Transmídia: Narrativa para multiplataformas (2014), entre outros artigos. É Professor associado da UFSCar; Coordenador do grupo GEMInIS e Editor da Revista GEMInIS. Email: massarolo@terra.com.br

FOTO RAQUEL MOLINA 2

A captação de imagens por drones e o potencial do mercado

A Futuriste é uma startup pioneira no uso de captação de imagens por drones no Brasil, que ampliou para serviços, treinamentos, manutenções, consultorias e venda de drones customizados para atender as necessidades de empresas de vários segmentos. A Futuriste foi a empresa com maior número de indicações do prêmio TOP3 Mercado de drones Brasileiro pela DroneShow. A apresentação é sobre o desenvolvimento da startup, do protótipo, da validação com clientes, a captação de recursos financeiros e investidores, sua equipe de negócios e os resultados. Qual o seu modelo de negócio e a projeção de escalabilidade da startup.

Palestrante: Raquel Molina - Diretora Executiva da Futuriste

Co-fundadora da empresa de Drones Futuriste Tecnologia, é diretora executiva da empresa. É considerada a primeira mulher instrutora de Drones do Brasil, iniciando na área em 2015. Com background em Tecnologia, atuou por anos como Gestora de Projetos de Sistemas em grandes empresas do setor financeiro como Itaú-Unibanco e Bradesco. Raquel é Pós-graduada em governança de TI pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Graduada em TI com Ênfase em Gestão de Negócios pela FATEC, Certificada em CPRE (Engenharia de Requisitos de Sistemas), Certificada em COBIT (Governança de TI) e Técnica em Logística pela Escola Técnica Estadual.

Charles Boggiss

UView360: Startup de Inovação em imagens 360 graus

Fundada em 2010, a startup focada em Vídeo em 360 graus e transmissão ao vivo em vídeo 360 graus, trazendo inovação, interatividade e imersão aos usuários. Atuando nos mais diversos setores como Eventos, clipes musicais, empreendimentos imobiliários, programas de Tv e muito mais, a UView360 é um case da realidade virtual.

Palestrante: Charles Boggiss - CEO - UView360

Foto Edson Mackeenzy

SET Innovation Zone: Startups do audiovisual multiplataforma ganhando o mercado broadcast e broadband

O ecossistema das startups. O que é. O perfil do empreendedor, o time, a idéia e modelagem do negócio inovador que sai em busca do cliente com MVP. Porque as startups estão ganhando mercado. Onde estão as oportunidades para as startups do audiovisual e broadcasters. O apoio da SET às startups do audiovisual. O SIZ e o estímulo às startups nos SET regionais.

Palestrante: Edson Mackeenzy - Head SET Innovation Zone

Edson Mackeenzy, Empreendedor experiente, especialista em Inovação e desenvolvimento de negócios. Radialista, Apresentador, Facilitador e Keynote em eventos de Tecnologia, Marketing e Negócios. Mack é um importante agente na formação dos Ecossistemas de Startups em todo o Brasil e um elo entre elas e o mercado. Atualmente é Head de Inovação da SET, Curador do programa de inovação cooperativa Plataforma.Space para o Sicoob. Atuou como Dir. De Relacionamento com Startups na Bossa Nova Investimentos, BizDev responsável pela expansão LatAm daCodeFellows.org, produtor executivo do Relate Live by Zendesk, Head de Comunicação e Parcerias do Grupo iMasters | E-CommerceBrasil, CEO e fundador do 1º portal de videos do mundo o Videolog tv, Mentor, Facilitador e Community Leader na TechStars em ações como Startup Weekend. Em 2015 indicado a melhor Mentor de Startups do país no prêmio SparkAwards da Microsoft, eleito em 2013 um dos empreendedores mais influentes do Brasil, membro do conselho da RioSoft ( agente Softex), envolvido em centenas de conferências de comunicação, relacionamento, empreendedorismo, tecnologia e negócios em todo Mundo.

FOTO FERNANDO CHAMIS

Gamificação do conteúdo – Startups de games avançando em smart tvs e multiplataformas

Caminhos para as startups do segmento games mostram uma grande oportunidade de negócios devido às multiplataformas digitais, como as smart tvs, e conteúdo com realidade virtual e gamificados. A ABRAGAMES, o mercado de games brasileiro e internacional, cases de empreendedores que iniciaram como startup e agora já tiveram resultados de mercado nacional e internacional. O suporte da ABRAGAMES para estimular as startups de games, com apoio do BNDES e APEX.

Palestrante: Fernando Chamis - Presidente da ABRAGAMES - Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais

Fernando Chamis é bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em e-business e Gestão Empresarial pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie. Sócio-diretor da Webcore, empresa de desenvolvimento de soluções interativas fundada em 1999. Em 2007 criou também a divisão Webcore Games, responsável pela criação de jogos voltados para entretenimento, infantil e publicidade e a Insolita Studios, empresa de games responsável por títulos de sucesso como CaveDays, Freekscape e A Turma do Chico Bento. Em 2016 lançou o jogo My Night Job para PlayStation4 e Steam e recentemente lançou diversos jogos para o público infantil em parceria com propriedades intelectuais como O Menino Maluquinho, Bob Zoom, Bia & Nino, Jacarelvis, Hello Kitty entre outros. Já foi premiado diversas vezes tanto no mercado de games quanto no mercado de publicidade ganhand o duas vezes o prêmio de melhor jogo nacional e 3 vezes em Cannes Lions. É também atual presidente da Abragames - Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais na gestão 2016/2017.

14h - 15h30

Workshop | Sala 12

Produção IP: da Teoria à Prática – Grass Valley

Robert Erickson - painel José Antonio

PRODUÇÃO IP: DA TEORIA À PRÁTICA – GRASS VALLEY

O objetivo do workshop será incialmente fornecer uma base teórica sobre Vídeo e Áudio sobre IP, informações sobre padrões (AIMS), arquiteturas e aplicações. E ao final uma demonstração prática de procedimentos de configuração, monitoração e acerto de falhas em um sistema IP em funcionamento.

Palestrante: Robert Erickson - IP Evangelist - Grass Valley

Membro da Grass Valley desde 2008, com mais de 17 anos de experiência no mercado de Broadcast e TI. Em sua carreira trabalhou em projetos e manutenção de infraestrutura e sistemas de playout baseados em tecnologias emergentes. Participa da Aliança para Soluções de Mídia em IP (AIMS). Dedica grande parte de seu tempo com a educação de clientes para as tecnologias emergentes em IP e treinamento de equipes internas. Projeta e gerencia ‘provas de conceito’ - POC - para clientes, testando e implementando soluções - incluindo cameras, servidores, routers, multiviewers, processadores e soluções em software. Robert é participante ativo do SBE, SMPTE e HPA. 

14h - 15h30

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR / Dolby Atmos for Home

DolbyAtmos_Home_Master-500x500

DEMONSTRAÇÃO

A tecnologia Dolby Vision foi desenvolvida para entregar ao espectador o brilho, as cores e o contraste da vida real. Aumenta a fidelidade de sinais de vídeo HD e Ultra HD ao manter e reproduzir a faixa dinâmica e paleta de cores do conteúdo original. O Dolby Atmos trás uma imersão no espaço sonoro tridimensional colocando o espectador dentro da ação.
Dolby Vision e Dolby Atmos for home estão em demonstração continua na sala 10 ( Casa Verde).

Dolby Laboratories - Brasil

16h - 17h30

Inovação e Tecnologias Disruptivas | Sala 16

Fazendo a Realidade Virtual (VR) uma Realidade!

fotodani_congressoSET

Fazendo a Realidade Virtual (VR) uma realidade!

O desenvolvimento da tecnologia de VR deu vida a todos os nossos sonhos criativos. Criadores de conteúdo podem orientar um espectador através de uma experiência imersiva com potencial quase ilimitado, e transportar o consumidor para um lugar neste mundo ou qualquer outro. A realidade virtual é única de outras formas de mídia, na medida em que a atenção do consumidor é completa e exclusivamente focada na experiência, deixando uma impressão duradoura e poderosa.

Moderador: Daniela Souza - Diretora Marketing SET - SVP - AD Digital

Daniela é fundadora da AD Digital e hoje atua como SVP e também é Diretora de Marketing da SET.É palestrante convidada nos principais eventos relacionados com a criação, gerenciamento e distribuição de conteúdo, para compartilhar sua visão sobre o mercado, novos modelos de negócios e tendências de futuro para a indústria.

Renato Citrini, da Samsung

O que já é real na Realidade Virtual

Óculos de realidade virtual, câmeras de 360 graus para o consumidor final, capacidade de processamento dos smartphones e conteúdos para esses óculos disponíveis no Facebook e YouTube. Por onde caminha a Realidade Virtual e para onde vai?

Palestrante: Renato Citrini - Product Marketing Manager - Samsung

Renato Citrini é Gerente Sênior de Produtos da Divisão de Dispositivos Móveis da Samsung Brasil desde 2014. Antes disso, Citrini desenvolveu carreira na Microsoft, trabalhando como gerente de marketing de produtos por seis anos, passando pelas divisões Office, Windows e de Serviços Móveis. O executivo também percorreu uma trajetória importante na Motorola, Siemens e Ericsson. Engenheiro eletricista formado pela USP.

SITE-O2_00C5906

Narrativas Imersivas: o Presente do Storytelling

-Ricardo Laganaro conta como a narrativa imersiva já é uma realidade na forma de se contar histórias, após ter produzido filmes em 360º e realidade virtual para grandes marcas, somando mais de 60 milhões de visualizações, além de museus, exposições e um curta produzido pela Oculus com participação em festivais de cinema como Tribeca e Sundance,

Palestrante: Ricardo Laganaro, Diretor, O2 filmes,

Ricardo Laganaro, diretor da O2 filmes, vem se especializando em novas formas de contar histórias desde que dirigiu o filme para o domo de entrada do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Desde então, dirigiu projetos em 360º e realidade virtual, como o videoclipe “O Farol” da cantora Ivete Sangalo (mais visto no mundo neste formato em 2016), uma série documental para os 20 anos do SPFW, além de peças publicitárias para clientes como MasterCard, Google e “O Boticário”, entre outros, que totalizam mais de 60 milhões de visualizações. Foi escolhido pela Oculus para ser parte do projeto “VR For Good”, onde dirigiu o documentário “Step to The Line”, filmado dentro prisões de segurança máxima nos EUA. O filme teve sua premiere como parte da seleção oficial do Festival de Tribeca de 2017 e vem ganhando grande repercussão mundial, além de ter sido compartilhado na página pessoal do criador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

AAEAAQAAAAAAAA2UAAAAJDUzMDczZDgwLTY0OGMtNDBjMi1hY2EzLTk3ZDc4MWZhYjVjNQ

Ecossistema global de VR: onde estão as grandes oportunidades?

Como está organizado atualmente o mercado global de Realidade Virtual. Quem são os principais players e as tendências, onde estão as grandes oportunidades de negócios e quais poderão ser as next killer-apps.

Palestrante: Marcos Alves é Diretor de Ventures na YDreams Global

Marcos Alves é Diretor de Ventures na YDreams Global, empresa canadense que une tecnologia sensorial, narrativas integradas e design transformador para permitir que as ideias mais ousadas sejam realizadas. É responsável por idealizar, construir e escalar novas startups e produtos digitais para audiências globais em domínios como Realidades Virtual, Aumentada e Mista, Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Visão Computacional. Seu próximo lançamento será o Arkave VR, a primeira rede global de arenas conectadas para jogos em Realidade Virtual. Atua há mais de 20 anos no mercado de tecnologia e negócios digitais, com trajetória de destaque por Globo.com, TV Globo, ThoughtWorks Brasil e Dextra Digital em posições de vendas, gestão e delivery de produtos digitais.

16h - 17h30

Tecnologia para TV e Rádio | Sala 13

Evolução dos Padrões de TV

Evolução dos padrões de TV

A TV digital é uma realidade no mundo e, aqui no Brasil, a TV analógica será desligada nos maiores centros até o final de 2017.  Mas será que esta evolução para por aí ? Neste painel, ouviremos sobre as próximas gerações de TV aberta que estão sendo desenvolvidas ao redor do mundo

Moderador: CRISTIANO AKAMINE - Pesquisador do Laboratório de TV digital e Professor no curso de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Computação / Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM)

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1999), mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (2004/2011). É pesquisador do Laboratório de TV digital da Universidade Presbiteriana Mackenzie desde 1998, realizou estágio no NHK Science and Technology Research Laboratories (STRL) e foi professor Especialista Visitante na Faculdade de Tecnologia da Unicamp. Atualmente é professor no curso de Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação (PPGEEC) da Universidade Presbiteriana Mackenzie e coordenador do Laboratório de TV digital da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É Bolsista de Produtividade e Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) - Nível 2. É membro do conselho deliberativo do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBTVD). Possui várias patentes e diversos artigos publicados e tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em TV digital, comunicação digital, codificação de canal, sistemas embarcados, lógica reconfigurável e rádio definido por software.

Murayama foto.

P & D para a próxima geração de radiodifusão terrestre no Japão

Em agosto passado, a transmissão experimental de Super Hi-Vision por satélite no Japão foi lançada com cronograma predeterminado. Além disso, estão planejados estudos para realizar transmissões terrestres de próxima geração . A NHK STRL vem realizando pesquisas em tecnologias de transmissão de grande capacidade para realizar a transmissão terrestre Super Hi-Vision e a TV-Globo e a NHK realizou com êxito experiências de transmissão terrestre 8K durante as Olimpíadas de Rio. Esta apresentação mostra uma visão geral de P & D para a próxima geração de radiodifusão terrestre no Japão.

Palestrante: Kenichi MURAYAMA Senior Research Engineer Advanced Transmission Systems Research Division Science & Technology Research Laboratories NHK

Kenichi Murayama é pesquisador sênior do NHK STRL. Ingressou na NHK (Japan Broadcasting Corporation) em 2002. De 2002 a 2008, trabalhou no NHK Engineering Administration Department do Transmission & Audience Reception Engineering Center. De 2008 a 2013, trabalhou na Advanced Transmission Systems Research Division  no Science and Technology Research Laboratories (STRL) e está empenhado em pesquisa e desenvolvimento relacionado com a próxima geração de transmissão digital terrestre.

NAB-Skip-Pizzi-2011-150x150

NEXT-GEN TV – THE ATSC 3.0 STANDARD

O mais avançado padrão de transmissão de televisão terrestre do mundo está quase pronto, e as primeiras implementações já estão em andamento. Esta apresentação trará uma visão geral das características e vantagens próprias do sistema para as emissoras e seus públicos.

Palestrante: Skip Pizzi - Vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da NAB

Skip Pizzi é engenheiro, jornalista, editor, autor e coach de tecnologia. Atualmente, exerce o cargo de vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da National Association of Broadcasters (NAB). Também é vice-presidente do Grupo de Tecnologia 3 (TG3) do Advanced Television Standards Committee (ATSC), que está desenvolvendo o padrão ATSC 3.0. É membro do Conselho de Administração do Fórum Ultra HD e editor associado do Manual de Engenharia da NAB, 11ª edição.  Graduado pela Universidade de Georgetown, estudou Engenharia Elétrica, Economia Internacional e Belas Artes.  Seu livro mais recente é A Broadcast Engineering Tutorial for Non-Engineers, 4 ª edição.

Lisa Hobbs

Aplicações Inovadoras para a Próxima Geração de Radiodifusão

A Radiodifusão de Televisão Terrestre mudou muito pouco desde que as primeiras transmissões pelo ar foram realizadas. A tecnologia mudou de: preto e branco para cores, analógico para digital e no aperfeiçoamento dos algoritmos de compressão. Mas, em geral, a aplicação permaneceu gratuita para transmissão em massa.

Tudo isso está prestes a mudar, no entanto, com a concretização do novo padrão ATSC 3.0. No seu núcleo, o padrão ainda fornece um meio para transmitir a programação no ar aos telespectadores. Mas se as emissoras pensam que esta é simplesmente uma nova maneira de fazer o que sempre fizeram, é improvável que sejam radiodifusores por muito tempo.

O ATSC 3.0 consiste em padrões projetados para permitir que os radiodifusores alcancem o objetivo de distribuição de conteúdo “a qualquer hora e em qualquer lugar” já adotado por provedores de conteúdo e operadores de cabo/satélite/telecomunicações. Isto permite que eles forneçam conteúdo diferentes com base nas preferências do espectador. E permite que eles consigam tudo isso alavancando algumas das tecnologias atualmente utilizadas pelas operadoras de redes móveis – trazendo a possibilidade de cooperação.

Esta apresentação se concentrará em algumas das novas aplicações que se espera que sejam introduzidas pelos radiodifusores aproveitando o sistema ATSC 3.0 e a aplicação em operação comercial na Coréia do Sul. Se espera que os radiodifusores no mundo comecem a pensar em novas maneiras de alavancar seus padrões existentes (ou modificados) para concretizar oportunidades similares em seus próprios mercados.

Palestrante: Lisa Hobbs - Commercial Portfolio Strategy - Compression Solution Area Media - Ericsson

Lisa Hobbs ingressou na Ericsson em 1997, depois de passar nove anos nas divisões de comunicações por satélite e de compressão de vídeo da Scientific-Atlanta (agora Cisco.) Como Vice-Presidente de Estratégia de Portfólio de Compressão Comercial, ela compartilha a responsabilidade global para definir a direção da carteira de compressão em todos os segmentos de mercado em que a Ericsson está presente, com foco na direção do mercado e ROI.

Sidney Brito

Novas Plataformas de Encoding: Software base encoding,Bare Metal, Docker e seus benefícios para o 4K/8K.

Quais as novas tecnologias e tendências que poderão auxiliar na redução das taxas de compressão, suporte aos diferentes formatos de HDR e de redes de transmissão para a distribuição dos sinais 4K/8K.

Palestrante: Sidnei Brito - Diretor de Vendas - SDB MULTIMIDIA - Harmonic Authorized

Engenheiro Eletrônico formado pela Pontificia Universidade Católica, com mais de 20 anos de experiência na área de televisão. Atualmente é Diretor Comercial da SDB Multimidia, Platinum Partner e Centro de Reparos autorizado da Harmonic no Brasil.

16h - 17h30

Workshop | Sala 12

Produção IP: da Teoria à Prática – Grass Valley

Robert Erickson - painel José Antonio

PRODUÇÃO IP: DA TEORIA À PRÁTICA – GRASS VALLEY

O objetivo do workshop será incialmente fornecer uma base teórica sobre Vídeo e Áudio sobre IP, informações sobre padrões (AIMS), arquiteturas e aplicações. E ao final uma demonstração prática de procedimentos de configuração, monitoração e acerto de falhas em um sistema IP em funcionamento.

Palestrante: Robert Erickson - IP Evangelist - Grass Valley

Membro da Grass Valley desde 2008, com mais de 17 anos de experiência no mercado de Broadcast e TI. Em sua carreira trabalhou em projetos e manutenção de infraestrutura e sistemas de playout baseados em tecnologias emergentes. Participa da Aliança para Soluções de Mídia em IP (AIMS). Dedica grande parte de seu tempo com a educação de clientes para as tecnologias emergentes em IP e treinamento de equipes internas. Projeta e gerencia ‘provas de conceito’ - POC - para clientes, testando e implementando soluções - incluindo cameras, servidores, routers, multiviewers, processadores e soluções em software. Robert é participante ativo do SBE, SMPTE e HPA. 

16h - 17h30

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR / Dolby Atmos for Home

DEMONSTRAÇÃO

A tecnologia Dolby Vision foi desenvolvida para entregar ao espectador o brilho, as cores e o contraste da vida real. Aumenta a fidelidade de sinais de vídeo HD e Ultra HD ao manter e reproduzir a faixa dinâmica e paleta de cores do conteúdo original. O Dolby Atmos trás uma imersão no espaço sonoro tridimensional colocando o espectador dentro da ação.

Dolby Vision e Dolby Atmos for home estão em demonstração continua na sala 10 ( Casa Verde).

Dolby Laboratories - Brasil


Terça-Feira – 22/08/2017

Ver Mapa das Salas | Imprimir ou salvar como  PDF

SALA 16 SALA  13 SALA  12 SALA 11 SALA 10
9h – 11h
Cerimônia de Abertura
11h30  – 13h
Regulatório e Normatização
Encontro com o MCTIC e a ANATEL
Tereza Mondino
Novas plataformas e Infraestrutura
Melhores Práticas e Novas Fronteiras do Video OTT
Salustiano Fagundes
Tecnologia e Negócios
Como Alcançar as Novas Gerações de Audiência em um Mercado Competitivo?
Hugo Nascimento
Novas plataformas e Infraestrutura
Soluções de Próxima Geração para TVs, OTTs e VODs com IP Via Satélite
J.R. Cristóvam
Demonstração
Dolby Vision HDR – Dolby Atmos for Home

INTERVALO

14h – 15h30
Gerenciamento e Workflow
A Receita da Inovação
Daniel Monteiro
Hot Session
Switch-off: Lições Aprendidas e o que vem por aí
Fernando Ferreira
Regulatório e Normatização
Segurança e Integridade de Direitos Autorais em Conteúdo UHD
Antonio Salles
Tecnologia para TV e Rádio
Pioneirismo Brasileiro em Áudio Imersivo: Experiências Práticas
Luana Bravo, Rafael Castro
Demonstração
Dolby Vision HDR – Dolby Atmos for Home
16h – 17h30
Regulatório e Normatização
O Papel da Área de Tecnologia no Processo de Switch-off Analógico e Início do 4G/LTE na faixa de 700 MHz
Rafael Leal
Tecnologia e Negócios
Mercado de Broadcasting: a Incerteza Frente ao Mundo Digital
Luana Bravo, Paulo Canno
Hot Session
A Tecnologia da Produção do Conteúdo Independente – BRAVI
Celso Araújo, Esdras Miranda
Tecnologia para TV e Rádio
HDR Master Class – SMPTE
Paulo Henrique Castro
Demonstração
Dolby Vision HDR – Dolby Atmos for Home

Terça-Feira – 22/08/2017

Horário Palestra
Horário Palestra

9h - 11h

| Sala 16

Cerimônia de Abertura

 

Liliana Nakonechnyj - Presidente da SET

Liliana Nakonechnyj é presidente da SET (Biênio 2017-2018). Engenheira de telecomunicações, dedicou grande parte de sua vida profissional à implantação de sistemas de distribuição de sinais de televisão em estações de transmissão terrestre, sistemas de contribuição e distribuição por rádio, satélite e fibra ótica. Também foi, por muitos anos, responsável pelo apoio de engenharia às emissoras afiliadas da Rede Globo. Liderou estudos e testes para a introdução da televisão digital no Brasil entre 1994 e 2006 e, posteriormente, demonstrações e testes de UHDTV. Representa a SET no IBC Council.

 

Keynote Speaker: Fábio Coelho - Presidente do Google Brasil

Fábio Coelho é vice-presidente da Google Inc. e desde 2011 é presidente do Google Brasil, uma das empresas mais admiradas e inovadoras do Brasil, ganhadora do prêmio Great Place to Work por 7 anos consecutivos entre 2010 e 2016, e eleita a Empresa dos Sonhos dos Jovens em 2015, 2014 e 2011 pela Cia de Talentos. Em 2015 e 2016 Fábio foi considerado um dos 10 melhores CEOs do Brasil pela revista Forbes Brasil. Fábio é formado em engenharia civil pela UFRJ, com Mestrado em administração pela COPPEAD-UFRJ, e pós-graduado pela Universidade de Harvard. Ele ocupou posições executivas de marketing, vendas e gerência geral no mundo da internet e também em telecomunicações, serviços financeiros e produtos de consumo em companhias como Citibank, P&G and Pepsico. Fábio trabalhou durante mais de uma década nos Estados Unidos como Presidente do negócio digital da AT&T. Desde o seu retorno ao Brasil em 2009, Fábio trabalha para ajudar a estimular o ecossistema digital. Além do IAB Brasil, onde foi Presidente em 2011-2012, e depois como Presidente do Conselho, em 2013-2014. Fábio é membro do Conselho da Graded School (Escola Graduada de São Paulo) desde 2013 e apoia as causas de empreendedorismo e educação.

11h30 - 13h

Regulatório e Normatização | Sala 16

Encontro com o MCTIC e a ANATEL

Tereza Mondino

ENCONTRO COM O MCTIC E A ANATEL

O painel vai atualizar as informações sobre as ações regulatórias do MCTIC e da ANATEL, concluídas e planejadas, promovendo uma discussão sobre a sua adequação às necessidades e expectativas do setor de Radiodifusão.

Moderador: Tereza Mondino - Diretora da TM Consultoria em Telecomunicações

Graduada em engenharia elétrica - opção eletrônica pela UNB. Diretora da TM Consultoria em Telecomunicações. Consultora da SET, nos grupos de TV Digital, de Canalização e atualmente no Grupo de Espectro, nos períodos de 1999 a 2003 e a partir de 2005. Trabalhou no Ministério das Comunicações até 1998, tendo atuado na área regulatória e de planejamento de radiodifusão e dos serviços de TV pro assinatura. Na área internacional, integrou delegações e representações do Brasil em conferências e reuniões do Mercosul, da CITEL e da UIT

Vitor Menezes Reduzido

Perspectivas futuras acerca da atuação regulatória da Anatel

Palestrante: VITOR ELÍSIO GÓES DE OLIVEIRA MENEZES - Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da ANATEL

Advogado, especialista em Direito Administrativo, Gestão Pública e em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações, servidor de carreira na Anatel desde 2007, passou pela Superintendência de Serviços Privados, Assessoria Jurídica da Presidência da Anatel e ocupa atualmente o cargo de Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação.  

Os desafios da TV Aberta frente à digitalização e cenário multiplataforma

Abordaremos a importância da TV Aberta para o Brasil, visto sua importância em um país com dimensões continentais, ressaltando seu papel de principal instrumento de inclusão social, diante do processo de digitalização e do cenário multiplataforma.
A TV Aberta no Brasil possui características únicas no mundo, visto sua capilaridade e penetração em um país de dimensões continentais, desempenhando um importante papel de inclusão social visto seu alcance de mais de 97% da população. Com o processo de digitalização e disponibilidade de conteúdo em diversas plataformas, a TV Aberta vem se reinventando, mas seus alicerces continuam calcados em serviços originalmente de radiodifusão. Para dar a celeridade necessária, é necessária a participação próxima do MCTIC e ANATEL, trabalhando em perfeitamente

Palestrante: Ivan Miranda - Diretor de Engenharia da GRPCOM / RPCTV (Afiliada Rede Globo no Paraná) e membro da Diretoria da SET como diretor na Região Sul.

Formou-se em Engenharia Elétrica, com ênfase em Telecomunicações. Pós Graduado em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas – FGV e Program for Management Development pela University of Navarra. Responsável pela implantação da transmissão de TV Digital na 8 emissoras de televisão da RPCTV no estado do Paraná, migração do jornalismo RPCTV para o formato HD, implantação da unidade de produção HD View (caminhão para cobertura de eventos) e implantação da OTV (canal para TV Paga).

Vanda Bonna

Desregulamentação do Setor de Radiodifusão e Novas Perspectivas.

Palestrante: Vanda Bonna - Secretária de Radiodifusão do MCTIC

Advogada, Docente de Legislação de Radiodifusão pelo SENAC/DF e já ocupou os cargos de Chefe de Assuntos Jurídicos da Fiscalização do Dentel; Coordenadora de Fiscalização da SNC; Coordenadora Geral de Fiscalização e Supervisão Regional do MTC; Diretora Substituta do Departamento de Fiscalização das Comunicações; Presidente do Conselho da TELASA; Membro de Conselho de Administração da TELEPARÁ e, atualmente, ocupa o cargo de Secretária de Radiodifusão.

Samir Nobre

Palestrante: Samir Nobre - Diretor de Radiodifusão Educativa, Comunitária e de Fiscalização do MCTIC

Advogado, já ocupou os cargos de Assistente do Departamento de Radiodifusão Comercial, Coordenador de Atos Societários; Coordenador Geral de Fiscalização; Coordenador Geral de Radiodifusão Comunitária; Coordenador Geral de Radiodifusão Comercial; Presidente da Comissão de Licitação de Radiodifusão; Coordenador Geral de Radiodifusão Educativa e Consignações da União e, atualmente, ocupa o cargo de Diretor do Departamento de Radiodifusão Educativa, Comunitária e de Fiscalização.

11h30 - 13h

Novas plataformas e Infraestrutura | Sala 13

Melhores Práticas e Novas Fronteiras do Video OTT

Salustiano_Fagundes_SEXTEXPO

Melhores Práticas e Novas Fronteiras do Video OTT

Entre 2010 e 2017, mais de 200 plataformas de vídeo OTT foram lançadas na América Latina e o Brasil, que já ocupa o 7º lugar em visualização de vídeos online e ainda possui espaço para crescer, se tornou um dos principais mercado para esse segmento, com a presença de players locais e internacionais. Nesse painel vamos conhecer o status atual de desenvolvimento, as melhores práticas e as novas fronteiras tecnológicas, como o uso das tecnologias de computação cognitiva.

Moderador: Jose Salustiano Fagundes, CEO, HXD OTT SOlutions

Salustiano é fundador da HIRIX Engenharia de Sistemas e CEO da HXD Smart Solutions - empresa brasileira que desde 2007 vem “pensando e fazendo a nova televisão”, construindo cases com clientes como Caixa Econômica, Grupo Bandeirantes de Comunicação, TV Globo, TV Climatempo, LG, Amazon Sat, Panasonic, Philips e History Channel, entre outros. Foi vice-presidente da SUCESU (Sociedade dos Usuários de Informática e Telecomunicações), avaliador do Prêmio Dorgival Brandão da Qualidade e Produtividade em Software MCTI/PBQP/Softex e membro do Conselho Deliberativo do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre. Atualmente participa do Grupo de Pesquisa de Novas Mídias da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET) e do LabArteMidia-Laboratório de Arte, Mídia e Tecnologias Digitais da USP.

Zalkind Lincoln

Computação Cognitiva na Indústria de Mídia e Entretenimento

Os dados gerados pelo consumo de mídia estão crescendo rapidamente em volume, variedade e complexidade. Esses dados digitais podem ser o ativo mais valioso que a indústria possuí.
Venha conversar conosco sobre como a computação cognitiva permite alavancar os insights escondidos em todos esses dados e fazê-los úteis em descobertas, suporte à decisão e modos de interação com clientes.

Palestrante: Zalkind Lincoln - IBM Global Markets Technical Leader

Engenheiro de Software com experiência na área TV Digital, tendo participado da coordenação de projetos de implementação de software no ISDB-T. Atua na IBM levando empresas a criar soluções disruptivas utilizando tecnologias como Computação Cognitiva e Cloud.

Masaru Takeshi

Panorama do Hybridcast no Japão

Hybridcast é o primeiro sistema do mundo em HTML5 com Integração Broadcast-Broadband (IBB) ). Desde o seu lançamento comercial em 2013, mais de cinco milhões de receptores de TV foram implantados no Japão, e há mais de 20 emissoras oferecendo serviços por Hybridcast.

Hybridcast é capaz de oferecer diversos serviços, incluindo segunda tela e VOD / streaming. Recentemente, o padrão MPEG-DASH está sendo usado para fornecer conteúdo audiovisual através da Internet. No Hybridcast, a entrega de conteudo em MPEG-DASH é padronizada pelo uso da técnica chamada Source Media Extension (MSE) que é um conjunto de APIs em JavaScript. Um software chamado “dashNx” foi desenvolvido para usá-lo em TVs onde os recursos de sistema são bastante limitados. “DashNx” pode ser usado em smartphones ou tablets, o que permite que os prestadores  ofereçam seus serviços em segunda tela.

Nesta palestra, veremos como funciona o MPEG-DASH em Hybridcast, e mostraremos alguns exemplos.

Palestrante: Masaru Takechi - Advanced R&D Department, NHK Engineering System Inc. and  NHK Science & Technology Research Laboratories

Masaru Takechi recebeu o diploma B.E e M.E. da Universidade de Tohoku, Sendai, Japão em 1987 e 1990, respectivamente. Ele ingressou na NHK em 1990. Desde então, ele estudou muitas áreas de tecnologias de transmissão no STRL/NHK, incluindo sistema de transmissão digital por satélite, multiplexação, middleware e interatividade. Entre elas, seu interesse particular é o middleware e a arquitetura da TV interativa. Sua pesquisa contribuiu para a arquitetura de receptores e design de sistemas de TV interativos japoneses e sistemas de Broadband Broadband-Broadband (IBB), nomeadamente BML, ARIB-J e Hybridcast. Ele também atuou para a padronização internacional. Ele tomou a iniciativa de criar mais de 15 Recomendações UIT-R e UIT-T e Relatórios ITU-R para sistemas de TV interativa, sistemas IBB e acessibilidade. Ele é co-presidente do IRG-IBB responsável pelo desenvolvimento de Recomendações para interatividade e sistemas IBB na UIT-R e UIT-T. Atualmente é engenheiro senior de pesquisa da NHK Engineering System Inc. e trabalha para implementação, implantação e harmonização do Hybridcast.

flavio-foto2

Netflix Open Connect, o servidor de conteúdo do Netflix

 

Para operar como uma provedora global de filmes e séries de televisão via streaming atendendo mais de 100 milhões de usuários, o Netflix Investiu em tecnologias inovadoras para oferecer uma boa experiência de acesso.

Nessa palestra vamos conhecer a solução Netflix Open Connect, uma CDN instalada em ISPs para permitir que os usuários acessem e assistam mais rapidamente os conteúdos.

 

Palestrante: Flavio Amaral - South America Network Strategist do Netflix

Formado em Ciências da Computação com mestrado em Engenharia Elétrica pela UFRN. Desde a graduação, trabalha em projetos ligados à Internet, começando como bolsista do Departamento de Informática da UFRN em 1994, quando conectou vários computadores do laboratório à Internet. Trabalhou na implantação do PoP-RN em 1996, projeto da RNP (Rede Nacional de Pesquisa), onde ocupou o cargo de engenheiro de redes e segurança. Foi professor da Escola Técnica Federal do Rio Grande do Norte de 1998 a 2000, onde além de lecionar, ajudou a expandir o provedor da instituição. Em 2000, ingressou no Yahoo! Brasil como engenheiro de operações, para iniciar o projeto de expansão do site no Brasil e na América Latina. Ingressou no Netflix em maio de 2012, atuando hoje como estrategista de redes para a América Latina, cuja missão é trazer conteúdo para a região e melhorar a experiência dos usuários.

Marcelo Zuffo

Modelos Híbridos de Convergência OTT & TV Digital Aberta

OTT é um conceito estabelecido na indústria audiovisual. Novos paradigmas de distribuição e consumo de acesso à mídia digital continuam a surgir. Vamos focar nossa apresentação sobre as tendências em modelos híbridos onde há a convergência de tecnologia OTT com TV Digital Terrestre.

Palestrante: Marcelo Knörich Zuffo - Coordenador Centro Interdisciplinar em Tecnologias Interativas da Universidade de São Paulo

Graduado em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – EPUSP – (1988). Mestre, Doutor pela Escola Politécnica. Professor visitante da Universidade de Calgary. Pesquisador do Laboratório de Sistemas Integráveis e coordenador do Centro Interdisciplinar em Tecnologias Interativas. Presidente do Conselho Superior da Associação dos Engenheiros Politécnicos.

MarcelloAzambuja-Dojo

VIDEO OTT: CASE Globo Play e Globosat Play

Vamos comentar a experiência e aprendizado do maior grupo de mídia da América Latina detalhando os cases Globo Play e Globosat Play, e o desafio de construir uma plataforma tecnológica.

Palestrante: Marcello Azambuja - Diretor de Plataformas Digitais - Globo.com

Formado em Engenharia Eletrônica e Computação pela UFRJ, MBA pela COPPEAD/UFRJ, com formação em Gestão por Harvard e concluindo seu doutorado em Ciência da Computação na PUC-Rio na área de Inteligência Artificial. Entrou na Globo.com em 2003 como engenheiro, participou do lançamento do primeiro OTT no Brasil, Globo Media Center (2004). Hoje é diretor de plataformas digitais na Globo.com, sendo responsável pelo desenvolvimento do Globo Play e Globosat Play.

Luiz Bannitz Guimaraes

Construindo uma plataforma brasileira de OTT de vídeo

Nessa palestra vamos apresentar as lições aprendidas para criar e posicionar o Looke, uma plataforma brasileira lançada em 2015, no mercado de serviços de OTT de vídeo. Com mais de 10 mil títulos em catálogo, organizados em 19 categorias, o Looke tem hoje uma base de aproximadamente 600 mil usuários que acessam a plataforma por SVOD e TVOD para aluguel ou compra de vídeos. Atualmente promove ações para se consolidar entre o público brasileiro e para expandir seu serviço na América Latina.

Palestrante: Luiz Bannitz Guimaraes - Diretor de Conteúdo e Negócios do Looke

Advogado, Economista e Administrador de Empresas, trabalhou em empresa como HBO Brasil, GEO Eventos, EMI Music, atua como assessor de conteúdo e desenvolvimento de negócios do Fitness Channel, é Diretor de Conteúdo e de Negócios do Looke. Participa como palestrante em eventos de tecnologia, distribuição digital e audiovisual.

11h30 - 13h

Tecnologia e Negócios | Sala 12

Como Alcançar as Novas Gerações de Audiência em um Mercado Competitivo?

hugonas_newsite

Como alcançar as novas gerações de audiência em um mercado competitivo?

A tecnologia vem rapidamente nos afetando de várias formas. Este painel será pautado pela discussão sobre  as novas formas de geração, distribuição na nuvem, digitalização das operações, engajamento via redes sociais e novos modelos de negocio. Estas bases para a transformação digital, em conjunto com a produção de conteúdos de alto valor para grandes públicos, são uma boa receita para atrair assinantes para seu público-alvo.

Empresas que alcançam bilhões de visualizações de seu conteúdo em poucos meses precisam ainda lidar com o crescimento de seu publico dentro das plataformas sociais que atingem diferentes públicos com diferentes ambições necessitam trabalhar para aumentar sua audiência online.

A sofisticação de novas interfaces e meios de analise de comportamento de cliente e mídia traz um mundo de possibilidades ainda inexploradas. As facilidades de busca cruzada, adoção de freenemies e ate mesmo reconhecimento de usuário e preferencias de consumo simplesmente ao se autenticar via digital em seu controle remoto abrem a novas formas de se consumir conteúdo.

Com o avanço das infraestruturas de rede, armazenamento e distribuição, a gestão de trafego com a presença dos mais diferentes e variados tipos de conteúdo na rede se torna um grande desafio.

Esta sessão deve cobrir de forma ampla os diferentes aspectos existentes na nova forma de se interagir com o conteúdo e os desafios possíveis neste ambiente em transformação.

Moderador: Hugo Nascimento, CTO AD Digital

Formado em engenharia, tem 12 anos atuando em projetos de PAY TV em diversos ramos como IPTV, DTH e TV a cabo nos mais exigentes mercados, como Alemanha, Estados Unidos, México, Dinamarca, entre outros, e em empresas referência no mercado, como Cisco e Irdeto.Em sua carreira atuou em pré e pós-venda dentro de projetos que envolviam equipes multidisciplinares.

foto2017

Phygital: From Clicks to Bricks

Neste mundo hiperconectado em que vivemos, quanto mais o digital avança, mais os clientes procuram por experiências únicas, interações personalizadas, engajamento e relacionamento.Durante muito tempo, propagou-se a mensagem de que o futuro seria dominantemente digital, suplantando tudo que era físico. No entanto, existe um novo caminho sendo explorado, inclusive pelos gigantes digitais, que é atuar nas duas frentes (espaços digital e físico), trata-se de uma estratégia de abordagem mista, multicanal, com toda a conveniência do digital e preservando o que há de melhor na experiência presencial.

Palestrante: Karina Israel, CGO, YDreams Global

Um sólido histórico em gerenciamento e planejamento de projetos, adquirido ao longo de vários anos de trabalho com tecnologia brasileira de alto nível e empresas de mídia interativa. Em 2002, concluiu uma Mestrado em Tecnologia, Ciência e Sociedade pela Universidade de Salamanca e, na YDreams, gerencia uma variedade de projetos comerciais e de pesquisa. Especialidades: branding e identidade, consultoria interativa, inovações para eventos e publicidade.

carolina_duca-300x300

A nova TV Globo em Recife: tudo em IP

A apresentação irá abordar a solução que está sendo implantada em Recife e como isso está sendo feito de forma a deixar o site preparado para qualquer nova tecnologia que venha a surgir dentro da TV Globo Recife, 4k, 8K nos próximos anos.

Palestrante: Carolina Duca, gerente sênior de Tecnologia da TV Globo em Recife

Gerente sênior de Tecnologia da TV Globo em Recife

AAEAAQAAAAAAAAPmAAAAJDFjNmU2M2E0LTdkYmYtNDBkYy04MjlkLWZmZjMwODc1MGVlYQ

O papel do Twitter na audiência televisiva 3.0

Marcela Dória, diretora de pesquisa do Twitter para a América Latina, fala sobre o novo perfil da audiência de TV e como o Twitter contribui para que programas e emissoras engajem de forma relevante com esse público. A executiva também traz insights e tendências de comportamento do mercado brasileiro.

Palestrante: Marcela Doria, Diretora de Pesquisa do Twitter para a América Latina

Marcela Doria, está no Twitter desde 2015, depois de ter desempenhado importantes funções como profissional de mídia por mais de 15 anos no mercado nacional e internacional de Pesquisa de Marketing. A executiva, que hoje lidera a área de Pesquisa de Mídia do Twitter para a América Latina, já trabalhou em empresas como Discovery Networks Latin America&Brasil e ESPN Brasil.

monroy_500px

Aplicações Tangíveis da Inteligência Artificial na América Latina, em Mídia e Outros Setores

A inteligência artificial (“IA”) já está em uso comercial em aplicações como Siri da Apple, Alexa da Amazon e veículos autônomos da Google. Esses aplicativos utilizam múltiplos mecanismos cognitivos para processar grandes quantidades de áudio e vídeo (dados não estruturados) e fornecem, em segundos, resultados e conhecimentos equivalentes aqueles que exigir dezenas de humanos muito mais tempo para entregar. As aplicações da IA já não estão limitados aos oferecidos pela elite do Vale do Silício. Um ecossistema crescente já está oferecendo o poder de IA para das empresas de todos os tamanhos.

Palestrante: Manuel Monroy, VP Latam, Veritone

Manuel, Vice-presidente Regional de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios, é responsável pela expansão do Veritone para a América Latina. Ele mora em São Francisco e tem 17 anos de experiência prática no Vale do Silício. Antes do Veritone, Manuel era Diretor da Intel Capital, responsável por identificar e avaliar as oportunidades para o Fundo de Diversidade. Enquanto na Intel, ele também era responsável pelo desenvolvimento de aplicativos que alavancavam a tecnologia Computer Vision da Intel. Manuel possui um MBA da UCLA e um BS em Engenharia Industrial e de Sistemas da USC.

11h30 - 13h

Novas plataformas e Infraestrutura | Sala 11

Soluções de Próxima Geração para TVs, OTTs e VODs com IP Via Satélite

Soluções de Próxima Geração para TVs, OTTs e VODs com IP Via Satélite

No novo contexto das transmissões via satélite, com a crescente utilização de IP Vídeo e IP Áudio e o início de mudança de conceito de aluguel de MHz para prestação de serviços em Mbit/s, Mbytes e ainda em outros possíveis modelos de negócios e de condições contratuais, as principais operadoras de satélite apresentarão as suas soluções e tecnologias de última geração, aplicações, serviços e diferenciais associados para utilização pelas diferentes empresas componentes da cadeia de valor do audiovisual, incluindo as áreas de TV, OTT e VOD. O objetivo é de que a audiência tenha acesso a informações realmente novas.

Moderador: JOSÉ RAIMUNDO CRISTÓVAM NASCIMENTO - Diretor Técnico na UNISAT / Representante do GVF - Global VSAT Forum no Brasil e Vice-Diretor da SET Sudeste

Atua na área de comunicações via satélite desde 1983, tendo liderado equipes de projetos em diversas ocasiões. Sócio-Diretor e um dos fundadores da UNISAT em 1990. Diretor Técnico da empresa, consultor sênior de empresas nacionais e internacionais. Antes da criação da UNISAT, trabalhou na NEC, TELEBAHIA e na EMBRATEL, nas áreas Nacional e Internacional, em comunicações via satélites Brasilsate Intelsat, tendo integrado o Departamento de Comunicações Domésticas via Satélite, conhecido como SAT.Engenheiro de Operações modalidade Eletrônica pela UFRJ, Engenheiro Eletrônico pela Escola de Engenharia da UGF, Pós-Graduado na UFF em Telecomunicações, cursos de especialização no Japão (NEC, NTT e Anritsu) e nos EUA (TCB – Thomson).

Jurandir

Novas aplicações em sistemas DTH por satélite: VOD, multi-telas, sistemas híbridos

A apresentação irá abordar novas aplicações complementando os sistemas DTH tradicionais. O uso de tecnologia de compressão HEVC irá permitir a transmissão de sistemas mais avançados de DTH, incluindo canais em 4 K UHD, sistemas multi-telas para os usuários assistirem em dispositivos móveis em suas residências, sistemas VOD, catch up TV e muitos outros.

Palestrante: Jurandir Pitsch - Vice President Sales - SES

Jurandir Pitsch é Vice Presidente de Vendas e desenvolvimento de mercado da SES Video para a América Latina. Jurandir é engenheiro de telecomunicações com mais de 35 anos de atuação na área de satélites.

Ricardo Calderon 2

Soluções inovadoras de transmissões IP via satélite

Com a sua extensa e flexível frota de 39 satélites cobrindo virtualmente todo o globo terrestre, a Eutelsat também desenvolve soluções de transmissão em IP para impulsionar a utilização de satélites. SmartBEAM, solução para distribuição da conteúdo em multi tela e SmartLNB, conexão eficiente para aplicações de Máquina-a-Máquina (M2M) são 2 exemplos de desenvolvimentos nesta área.

Palestrante: Ricardo Calderón - Diretor Comercial - Eutelsat do Brasil

Formado em engenharia eletrônica pela Escola de Engenharia Mauá, possui 29 anos de experiência no mercado de comunicações por satélites, Broadcast e PayTV. Ocupa a posição de Diretor de Vendas na Eutelsat do Brasil desde 2015

José-Edio-Gomes-reduzido-1

Mitos e fatos do consumo de TV

Veremos alguns mitos e fatos a respeito de como os consumidores atuais assistem TV, além de alguns dados de mercado.

Palestrante: Edio Gomes - Diretor Técnico e Operacional da Hispamar Satélites

Com mais de 38 anos de experiência em comunicações por satélite e formação em Telecomunicações, Informática e Administração de Empresas, Edio Gomes ocupa desde 2004 o cargo de Diretor Técnico e Operacional da Hispamar Satélites. Anteriormente, Edio trabalhou em vários cargos na Globalstar do Brasil, Intelsat (em Washington, DC) e Embratel. Edio também possui um MBA Executivo pelo COPPEAD.

William John Hemmings

MPTS via Satélite

Vamos apresentar o projeto da Romantis Brasil sobre múltiplos Canais de Esporte trafegando via Satélite até as ERB´s das Operadora de Telecom onde trafegarão até o usuário final através da rede LTE Broadcasting que é adequada e concebida para trafego de Vídeo com baixíssima latência.

Palestrante: William John Hemmings - Romantis Sales Director for Brasil

Trabalhou como Diretor das Operadoras de Satélite Loral Skynet e TELESAT e atualmente é Diretor da Romantis Brasil que é a representante, perante a ANATEL, da Operadora de Satélite RSCC, que estará presente com estande na SET EXPO 2017 com informações sobre o satélite Express AM8 e como trazer Contribuição de TV em um único salto em banda C da Copa do Mundo da FIFA de 2018 na Russia.

Mauro Wajnberg

Telesat LEO Constellation

Descrição do sistema de satélites em órbita baixa a ser lançado pela Telesat.

Palestrante: Mauro Wajnberg - Diretor Geral da Telesat Brasil

Mauro Wajnberg trabalha na indústria de comunicações por satélite há mais de 25 anos. Atualmente é o Diretor Geral da Telesat Brasil, subsidiária da Telesat Canadá, quarta maior operadora mundial de satélites de comunicação.Previamente à Telesat, o Sr. Wajnberg foi Diretor de Marketing e Produtos da Star One, operadora de satélites da Embratel. Anteriormente, o Sr. Wajnberg ocupou diversos cargos em relevantes empresas de telecomunicações com foco em serviços ao mercado corporativo, incluindo a implementação das primeiras redes VSAT brasileiras.O Sr. Wajnberg é graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Militar de Engenharia (IME) e possui um MBA Executivo pela FGV/RJ.Além de suas atividades na Telesat Brasil, Mauro Wajnberg é também Presidente da SSPI Brasil, capítulo brasileiro da SSPI International, Sociedade Internacional dos Profissionais de Satélite.

Marcio Brasil

Inovações de Contribuição com Vídeo IP em Multi-Redes

Deseja simplificar as operações de Vídeo IP e obter transmissões robustas de Vídeo ? Saiba mais sobre a tecnologia de operações em células, satélites e as inovações mais recentes para as melhores plataformas de classe Mídia IP.

Palestrante: Marcio Brasil - Managing Sales Director do Escritório da INTELSAT no Brasil

Marcio Brasil começou a atuar como Managing Sales Director da Intelsat do Escritório do Brasil em agosto de 2010. Desde julho de 2015, é Managing Sales Director do Escritório de Vendas do Brasil. Ele é responsável pelo gerenciamento das atividades de vendas da Intelsat no Brasil. Antes dessa posição, o Sr. Marcio Brasil trabalhou há mais de 20 anos nos Mercados de Telecomunicações e Satélites, tendo atuado em cargos de administração em Operações, Engenharia, Gerenciamento de Projetos, Desenvolvimento de Negócios e Vendas. O Sr. Brasil obteve um BSc. em Engenharia Elétrica / Telecomunicações da PUC-Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, MSc. em Engenharia Eletrônica / Telecomunicações da Universidade Mackenzie em São Paulo e MBA em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro.

Geraldo Cesar de Oliveira

Satélite: Tendências e Novas Aplicações

Este é um momento muito importante para as Operadoras de Satélites. Várias alternativas de meios de transmissão, aplicações e tecnologias têm surgido, e para esta indústria particular que leva em torno de 3 anos para especificar os seus produtos e mantê-los vivos por um período de 15 a 18 anos, é fundamental uma avaliação correta das novas tendências de mercado (DTH, VOD, OTT, IPTV, HDTV, IOT,WI-Fi On Board…etc).

Palestrante: Geraldo Cesar de Oliveira - Gerente de Produtos Segmento Espacial - Star One

Formado em Engenharia Eletrônica em 1985, em Engenharia Telecomunicações em 1986, Mestrado em Engenharia de Sistemas de Telecomunicações na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC – CETUC -RJ) e com MBA em Marketing Executivo no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC – RJ).

11h30 - 13h

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR – Dolby Atmos for Home

Em elaboração

14h - 15h30

Gerenciamento e Workflow | Sala 16

A Receita da Inovação

foto

A Receita da Inovação

A inovação tem sido pauta importante na agenda das empresas de mídia. Mas o fomento dessa inovação vai além da própria pesquisa tecnológica, necessitando também de metodologias e espírito empreendedor em um modelo que conjugue criatividade, ciência e poder de realização.
Nesse painel estaremos abordando um ecossistema de inovação através de Lean Startup, Software Livre, Tecnologias Emergentes e Empreendedorismo.

Moderador: Daniel Monteiro - Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento - TV Globo

Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento na TV Globo trabalhando com pesquisa e inovação desde 2000. Apaixonado por inovação e novas tecnologias, com muitos anos de experiência em desenvolvimento de software, hoje lidera um time que realiza pesquisas exploratórias e aplicadas principalmente nas áreas de mídias digitais, processamento de sinais, inteligência artificial, realidade virtual, computação, eletrônica e IoT.

fabio

Do Waterfall ao Go Horse, do Agile ao Lean

Ao longo dos últimos anos houve uma migração de metodologias mais tradicionais de projetos de software para práticas mais ágeis e mais sustentáveis. Vamos discutir um pouco destes conceitos fazendo uma reflexão sobre diferentes abordagens de desenvolvimento.

Palestrante: Fabio Castro - Supervisor Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento - TV Globo

Supervisor de Pesquisa e Desenvolvimento na TV Globo. Liderou times de P&D em diversas áreas e nos últimos anos está dedicado a projetos relacionados à Mídias Digitais. Atualmente lidera o desenvolvimento dos aplicativos móveis e TV Conectada para o Globo Play.

netomarin-profile

O que tem de novo para inovação na plataforma Google?

O Google oferece uma série de ferramentas que podem ser a base na construção de soluções inovadoras, como o TensorFlow, Cloud Vision API, Android Things e muito mais. Nessa apresentação, iremos fazer um apanhado do que já foi e do que pode ser construído usando essas soluções.

Palestrante: Neto Marin - Developer Advocate - Google

Neto Marin é Android Developer Advocate da equipe de Developer Relations do Google, baseado em São Paulo, com experiência em Android desde as primeiras versões do SDK, além de grande experiência em dispositivos móveis com passagens em diversas empresas da área. Criador de treinamentos e vídeos sobre desenvolvimento Android, seu principal objetivo é ajudar os desenvolvedores a criar aplicativos de alta qualidade nas plataformas Android.

glauter

Espírito de Startup & DISRUPTalks

A quarta revolução industrial é ágil, democrática e conectada, pois faz uso intenso da internet, das redes sociais, da inteligência artificial, da realidade aumentada, da computação cognitiva, da internet das coisas e da computação em nuvem. Vivemos na era da economia criativa, que explora a abundância de ideias, ao contrário da economia de anos atrás, baseada na escassez.
É nesse contexto que um tipo de empreendimento denominado startup ganha força e vem tornar o mundo um lugar melhor para se viver. As startups apresentam um olhar diferente sobre sustentabilidade, impactos socioambientais e aplicação de ética nos negócios.
Independentemente se somos donos de um negócio ou empregados de uma empresa, ser empreendedor e ser disruptivo é mandatório para impactar pessoas e obter sucesso.

Palestrante: Glauter Jannuzzi - Microsoft

Mestre em Engenharia de Sistemas e Comércio Eletrônico (IME), MBA em Gestão Empresarial (FGV), Bacharel em Ciências da Computação (UNESP), apaixonado por Transformação Digital, Startups, Educação Financeira, Gestão de Pessoas, Vendas e Marketing, É o idealizador da startup social Atitude Infinita que conseguiu unir o Poder Público, o Setor Privado, as Instituições Acadêmicas e a Sociedade em prol de um movimento inovador e criativo para fomento do empreendedorismo e criação de um ecossistema inclusivo, chamado Vale Digital. Atua pela Microsoft há dez anos, onde já passou pelas áreas de Serviços, Tecnologia, Vendas e Marketing. Publicou o livro Espírito de Startup – Tudo ao mesmo tempo agora, em maio de 2017 e trabalha no mais novo projeto DISRUPTalks. É co-fundador da FlirtAR, uma startup do Vale do Silício com conceitos inovadores e uso intenso de Realidade Aumentada.

Juliana_Munaro_Bio_Pic

Palestrante: Juliana Munaro - PEGN

Jornalista formada pela PUC-SP. Trabalha com televisão desde que se formou em 2007. Já produziu reportagens para os jornais locais da Globo São Paulo, cobriu eleições e participou de projetos especiais da emissora, como Flutuador e Respirar. Também trabalhou como repórter em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Em 2015 se apaixonou por empreendedorismo quando começou a trabalhar no programa Pequenas Empresas e Grandes Negócios. Hoje, juntou o amor por empreender e por tecnologia e apresenta o quadro PEGN.TEC do programa. Co-autora do livro DISRUPTalks, que será publicado em Nov, 2017.

14h - 15h30

Hot Session | Sala 13

Switch-off: Lições Aprendidas e o que vem por aí

SWITCH-OFF: LIÇÕES APRENDIDAS E O QUE VEM POR AÍ

  • O que podemos esperar nos próximos 12 meses em cidades e regiões tão relevantes como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e o interior do Estado de São Paulo, entre outros.
  • Olhando para a frente, qual a visão de valor da TV Digital em um novo contexto de mídia existente hoje.
  • Visão do Instituto de Pesquisa da percepção de valor da TV Digital. O que a TV aberta pode esperar com as novas mídias na visão dos mesmos.
  • Visão da Sinclair para onde a TV aberta estará indo. Os EUA fizeram uma implantação da TV digital em grande parte do país.
  • Com o novo padrão ATSC 3.0 o que estimam obter de evolução da TV aberta.

Moderador: Fernando Ferreira - SET

Formou-se em engenharia eletrônica com ênfase em Telecomunicações em Porto Alegre, pósgraduou- se na Kellogg School of Management, Northwestern University, em Evanston, em Chicago. Participou do Conselho Deliberativo do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre no setor de Radiodifusão. Liderou a implantação das emissoras de TV Digital de Porto Alegre e Florianópolis e outras emissoras no RS e SC.

Raymundo Barros

Palestrante: Raymundo Barros – Diretor Tecnologia Rede Globo

Raymundo Barros é Engenheiro Eletrônico formado pela Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco. Possui MBA pelo IBMEC/SP e Pós-graduação em redes e sistemas de telecomunicações pelo Inatel. Iniciou sua carreira na empresa como estagiário, na Globo Nordeste. Diretor de Engenharia da Globo Nordeste e Diretor de Engenharia da Globo São Paulo. Em 2014, Raymundo Barros assumiu a Direção de Tecnologia da Rede Globo.

ANtonio Carlos Matelletto

Palestrante: Antônio Carlos Martelletto - Presidente EAD - Seja Digital

É formado em Engenharia Elétrica/ Eletrônica pela PUC-RJ e com especialização em Telecomunicações pela UNICAMP. Atuava como Diretor Executivo no grupo América Móvil desde 2008, tendo sido anteriormente Diretor da Vivax e passado por empresas como Globosat, Telebrás e Promon Engenharia.

Dora Camara

Palestrante: Dora Câmara - Diretora Executiva Comercial Brasil - Kantar IBOPE Media

Dora Câmara é publicitária com graduação em comunicação social pela ESPM e MBA em gestão empresarial pela FIA. Está há 31 anos na Kantar IBOPE Media. Em 2010, recebeu o Prêmio Contribuição Profissional – categoria Serviços Especializados da APP. Em 2011, foi indicada ao Prêmio Destaque Profissional de Comunicação, na categoria Pesquisa, promovido pela Associação Brasileira de Propaganda. Atualmente, vem trabalhando nas soluções de métricas de multi-telas e consumo simultâneo de multimeios.

Louis - Libin

ATSC 3.0 é apenas o início de uma nova experiência em mobilidade

ATSC 3.0 é a progressão natural para um vídeo e áudio de maior qualidade. Melhora a experiência de visualização, tem uma maior eficiência de compressão e mais robustez na transmissão para aparelhos móveis e fixos.
Tem também maior acessibilidade, personalização e interatividade. O ATSC 3.0 atende às rápidas mudanças de preferência e comportamento dos consumidores, fornecendo conteúdo de TV em uma ampla variedade de dispositivos. O ATSC 3.0 vai agregar mais valor aos serviços de radiodifusão, estendendo o seu alcance e adicionando novos modelos de negócios – tudo isso sem restrição de compatibilidade com o sistema legado. É um mundo novo, que exploraremos a seguir…

Palestrante: Louis Libin - Sinclair Broadcast Group

Louis Libin é diretor sênior de novas tecnologias da Sinclair Broadcast Group. Louis é especializado em transmissão, desenvolvimento de novos produtos e novas mídias. Louis já trabalhou no desenvolvimento estratégico de advanced TV em muitos países. Nos Estados Unidos, Libin é conselheiro em questões da FCC e Espectro . Libin também promove workshops sobre tecnologia para agências reguladoras internacionais. Louis preside o Comitê Consultivo da Advanced Television Broadcasting Alliance. Mr. Libin é o coordenador local de frequências da Região de New York. Louis é membro da UIT e tem escrito numerosos papers sobre Espectro.

14h - 15h30

Regulatório e Normatização | Sala 12

Segurança e Integridade de Direitos Autorais em Conteúdo UHD

Antonio Salles Neto 2016

Segurança e integridade de direitos autorais em conteúdo UHD

Entendimento de riscos aos direitos autorais e à propriedade intelectual no uso irrestrito da neutralidade pela indústria ilegal.
O crime cibernético age no mundo virtual. Invade, rouba em nuvem, faz receptação, revende o produto e se evade em velocidade próxima à da luz. Como inibir o crime virtual com processos jurídicos do mundo material, que reage na velocidade de pessoas e dos objetos rígidos ?

Moderador: Antonio Salles Neto, Coordenador do Núcleo Inteligência Antifraude da ABTA

Pioneiro em TV a Cabo, ex-diretor de operações e engenharia em empresas como NET, United Globalcom LA (LGI- Liberty Global International), Adelphia BR /Blue e ex- diretor do SETA-Sindicato das Empresas Operadoras de TV por Assinatura até 2010. Coordenador do Núcleo Inteligência Antifraude da ABTA, na gestão de ciber segurança de conteúdo de vídeo desde 2011.

Impactos de operações ilegais de IPTV na produção de conteúdo no Brasil

Visão mercadológica e regulatória de consequências sobre investimentos na produção de conteúdo, diante das ameaças de pirataria na distribuição.

Palestrante: Marcelo Bechara - Diretor de Relações Institucionais, Regulação e Novas Mídias - Grupo Globo

Marcelo Bechara é advogado com MBA em Direito da Economia e da Empresa pela Fundação Getúlio Vargas e especialista em Direito de Comunicação e Tecnologia. É participante do I-Law Program pelo Berkman Center for Internet & Society da Harvard Law School. Ex Procurador- Geral da Anatel, membro do comitê gestor da internet do Brasil – CGI.br e do Conselho de Administração do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto Br. Foi Consultor Jurídico do Ministério das Comunicações, Presidente da Comissão Organizadora da I Conferência Nacional de Comunicação, Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Agência Nacional de telecomunicações – Anatel, tendo atuado ainda como Membro do Conselho Fiscal da ECT – Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. É certificado em Direito da Propriedade intelectual pela World Intellectual Property Organization Academy.

Igor Valerio

Panorama Internacional – Exploração ilegal de direitos autorais em redes IP

A visão da indústria de cinema sobre como  países da América Latina e de outros continentes estão lidando com a distribuição ilegal pela Internet  de conteúdos protegidos por direitos autorais.

Palestrante: Ygor Valerio - Vice-Presidente Jurídico e de Proteção a Conteúdos LA - MPAA - Motion Pictures Association

Advogado, graduado em Direito pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco - USP, com especialização em propriedade intelectual pela FGV-SP. É co-coordenador da Comissão de Estudos de Direito Autoral da ABPI. É Vice-Presidente Jurídico e de Proteção a Conteúdos para a América Latina na MPA- Motion Pictures Association e trabalhou em empresas como Adobe, Nokia e Microsoft. Autor de diversos artigos nas áreas de direito, tecnologia e propriedade intelectual

Daniel-Pitanga

Direito Digital e MCI – Marco Civil Internet

Riscos aos direitos autorais e intelectuais na distribuição de conteúdo UHD na Internet, no entendimento da lei e do MCI.

Palestrante: Daniel Pitanga - Advogado / Associate - Siqueira Castro Advogados

Daniel Pitanga é advogado especializado em Mídia com mais de 11 anos de experiência nos segmentos de entretenimento, internet e tecnologia. Associado Sênior do Siqueira Castro Advogados. Mestre em Information Technology and Telecommunications Law (University of Southampton/UK). Pós-graduado em Direito da Propriedade Intelectual (PUC-RIO). Especialista em Direito do Entretenimento (UERJ). Vice-Presidente do Comitê de Mídia e Entretenimento Interativo da ITechLaw (Associação Internacional de Direito da Tecnologia). Secretário Geral da Comissão de Propriedade Industrial e Pirataria da OAB/RJ. Ex-Secretário Geral da Comissão de Direito Autoral, Direitos Imateriais e Entretenimento da OAB/RJ. Membro da OAB/RJ. Membro da ITechLaw.  

14h - 15h30

Tecnologia para TV e Rádio | Sala 11

Pioneirismo Brasileiro em Áudio Imersivo: Experiências Práticas

Rafael Castro

Pioneirismo Brasileiro em Áudio Imersivo: Experiências Práticas

O foco deste painel será mostrar como a produção de áudio imersivo funciona na pratica , sob o ponto de vista do broadcast. Traremos como exemplos o Rock In Rio 2015 que foi o primeiro evento ao vivo feito em 4k no mundo, abordaremos também o Carnaval deste ano que novamente foi pioneiro em transmissão Atmos OTT, além de eventos ao vivo trataremos também pós-produção suas ferramentas, como introdução teremos uma breve explanação sobre status de áudio imersivo no mundo.

Moderador: Rafael de Castro - Diretor Regional - Latin America Dolby Laboratories

-

Luana Bravo

 

Co-moderadora: Luana Carolina Bravo - Comitê de Ensino - SET

Engenheira eletricista com ênfase em eletrônica pela Faculdade de Engenharia São Paulo. Pós graduada em TV Digital pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Trabalha no mercado de televisão há mais de 10 anos. Participante da diretoria da SET desde 2012, membro do Grupo Técnico de Recepção (GT-Rx) do GIRED, membro do Módulo de Mercado do Fórum Brasileiro de TV Digital e representante da ABERT no Projeto Ultra HD Brasil .

Carlos-Watanabe

Palestrante: Carlos Watanabe - Diretor para Mercados Emergentes na Dolby Laboratories

Carlos Watanabe é Diretor para Mercados Emergentes na Dolby Laboratories, a líder global em tecnologias de entretenimento audiovisual. Há mais de 50 anos a Dolby cria tecnologias de áudio, vídeo e voz que transformam o entretenimento e as comunicações em dispositivos móveis, no cinema, em casa e no trabalho. Carlos é Engenheiro Elétrico formado na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com MBA pela Ross School of Business da Universidade de Michigan. Ele conta com mais de 20 anos de experiência em empresas de tecnologia, mídia e entretenimento, e consultoria de alta gestão.

Gabriel Thomazini

Áudio Imersivo na TV por Assinatura

Com o Audio Imersivo sendo apresentado como uma desejada opção nas transmissões em 4K, nessa apresentação, serão abordadas as características da utilização do formato Dolby ATMOS na cadeia de Broadcast, compartilhando as impressões e desafios dessa tecnologia na Área de TV paga.

Palestrante: Gabriel Thomazini - Coordenador de Áudio da Globosat

Trabalhando há mais de 30 anos com audio profissional, foi técnico de gravação e mixagem de conteúdos musicais, técnico de P.A e Sound Designer. Há mais de 15 anos na área de broadcast, participou realizando projetos para infraestrutura de áudio de grandes eventos como Olimpíadas, Copas do Mundo e Shows Internacionais. Participou no desenvolvimento de projetos de Unidades Móveis, Estúdios de Televisão e infraestrutura IP para sistemas profissionais de áudio e automação. Membro da AES desde 1998, realiza palestras e workshops promovendo novas técnicas e tecnologias para produção de áudio. Atualmente ocupa o cargo de Coordenador de Áudio da Globosat, considerada a maior programadora de TV a cabo da América Latina.

Carlos Ronconi

Dolby Atmos no Carnaval do Rio

Primeira transmissão mundial com mixagem remota usando Dolby Atmos.

Mais de 40 trilhas canalizadas do Sambódromo até os estúdios da Globo, em Jacarepaguá, onde se fez a mixagem com tecnologia Dolby Atmos.

Palestrante: Carlos B. Ronconi - Assessor Técnico - Grupo Globo

-Assessor técnico nos Estúdios Globo onde atua na area de audio. Participou da implantação de várias tecnologias de audio para live e sonorização, desde o primeiro workstation de áudio até a Unidade Móvel de Áudio. Coordena o áudio dos eventos e transmissões do Entretenimento tais como Carnaval, Especial Roberto Carlos, Criança Esperança, Rock In Rio, Brazilian Day, etc. Formado em Cinema pela Universidade Gama Filho e estudou Engenharia Elétrica na Fundação Valeparaibana de Ensino, de São José dos Campos, SP. Formado em Música (Piano Clássico) pelo Conservatório Santa Cecília, também de SJC. Trabalhou também no Instituto de Atividades Espaciais, nos Estúdios Transamérica e na gravadora Som Livre.

Rodrigo Meirelles

Áudio imersivo em dramaturgia

Entre as experiências realizadas recentemente pela Globo em Dolby Atmos, a dramaturgia é um destaque. As mixagens experimentais de clipes de séries de TV voltadas para Dolby Atmos Home foram as primeiras realizadas na América Latina. Poder, a partir de uma única mixagem, gerar uma experiência imersiva a um grande número de espectadores promove uma mudança de cenário no som para TV que não vemos desde a implementação do estéreo. O objetivo da apresentação é discutir as oportunidades criativas e impactos nos fluxos de trabalho que a tecnologia impõe em dramaturgia, de novela a séries, no contexto das múltiplas plataformas e do consumo de conteúdo imersivo em soundbars e headphones.

Palestrante: Rodrigo Meirelles - Supervisor de Áudio - TV Globo

Rodrigo Meirelles é Supervisor Executivo de Áudio da Globo. É formado em Engenharia Eletrônica e de Computação, Gravação e Produção Fonográfica e tem Mestrado em Educação e Mídia. Há 16 anos no mercado de áudio, começou sua carreira como engenheiro em estúdios de produção musical no Rio de Janeiro, em manutenção, instalação e projetos de estúdios de gravação de áudio, foi instrutor e fundador do centro de treinamentos ProClass, pioneiro em certificações oficiais em Pro Tools e Avid no Brasil e, na TV Globo, foi responsável pela área de sonoplastia de pós-produção de 2009 a 2014. Hoje é responsável pela área de Produção de Áudio do Entretenimento (Estúdios Globo). Foi professor universitário por 8 anos ministrando disciplinas nos cursos de Produção Fonográfica, Produção Audiovisual, Rádio e TV e Graduação em Cinema. 

14h - 15h30

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR – Dolby Atmos for Home

DolbyAtmos_Home_Master-500x500

DEMONSTRAÇÃO

A tecnologia Dolby Vision foi desenvolvida para entregar ao espectador o brilho, as cores e o contraste da vida real. Aumenta a fidelidade de sinais de vídeo HD e Ultra HD ao manter e reproduzir a faixa dinâmica e paleta de cores do conteúdo original. O Dolby Atmos trás uma imersão no espaço sonoro tridimensional colocando o espectador dentro da ação.
Dolby Vision e Dolby Atmos for home estão em demonstração continua na sala 10 ( Casa Verde).

Dolby Laboratories - Brasil

16h - 17h30

Regulatório e Normatização | Sala 16

O Papel da Área de Tecnologia no Processo de Switch-off Analógico e Início do 4G/LTE na faixa de 700 MHz

Rafael Leal

O Papel da Área de Tecnologia no Processo de Switch-off Analógico e Início do 4G/LTE na Faixa de 700 MHz

O painel abordará aspectos técnicos relacionados aos desligamentos da TV Analógica, questões referentes aos diversos remanejamentos para limpeza e liberação da faixa de 700 MHz além das discussões sobre as ações que antecedem e sucedem o início do 4G/LTE em todo país. Teremos a participação dos profissionais que estão bastante envolvidos em todos esses processos que poderão compartilhar com o público suas experiências recentes nestas três frentes de atuação: Desligamentos, Remanejamentos e Início da Operação do 4G/LTE.

Moderador: Rafael Leal - TV Globo

Rafael Leal é formado em Engenharia de Telecomunicações pelo INATEL, pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP e tem MBA em Gerenciamento de Projetos também pela FGV-SP. Ele tem mais de 10 anos de experiência em engenharia de televisão e há 08 anos trabalha na TV Globo. Trabalhou por 6 anos na área de apoio e interface técnica com as emissoras afiliadas e nos últimos anos tem se dedicado às questões regulatórias atuando mais próximo dos processos de desligamento da TV analógica e expansão do sinal digital em todo o país. É vice coordenador do Módulo de Mercado do FBTVD (Fórum Brasileiro de TV Digital), coordenador do Grupo de Trabalho do Switch-off da SET e membro do GT-Rm (Grupo Técnico de Remanejamento) do GIRED.

Carlos Cauvilla

O Desligamento da TV Analógica no Brasil – Como conduzir

Serão  abordados nesta apresentação alguns pontos sobre como se preparar para os desligamentos dos sinais analógicos incluindo avaliação de cobertura digital, treinamento das equipes técnicas e ações de divulgação do desligamento. Qual são os papeis da engenharia nos períodos de pré e de pós desligamentos. Como a tecnologia deve suportar as demais áreas das emissoras no processo de conscientização do apagamento dos sinais analógicos?

Palestrante: Carlos Cauvilla / Diretor de Tecnologia de TV / Rede Anhanguera

Engenheiro com MBA em Gestão de Negócios e Gestão de Tecnologia. Atualmente ocupa o cargo de Diretor de Tecnologia de TV na Rede Anhanguera, onde responde pela operação, projetos e implantação de tecnologias voltadas para o negócio de Mídia TV. Participando ativamente do seu terceiro desligamento analógico no Brasil, no cluster Goiânia

O que devo saber sobre o início da operação do 4G/ LTE na faixa de 700 MHz?

Essa apresentação abordará os principais pontos relacionados ao início da operação do 4G/LTE na faixa de 700 MHz no Brasil, em relação à convivência com as transmissões de TV na faixa adjacente. Serão descritas as medidas preventivas e corretivas adotadas para evitar possíveis problemas de interferências prejudiciais, destacando os aspectos mais importantes a serem acompanhados pelos radiodifusores.

Palestrante: Luiz Fausto - Especialista em Estratégia e Regulatório da Rede Globo

Possui mestrado profissional em computação aplicada pela UECE (2015), MBA Executivo em Tecnologia da Informação pela UFRJ (2011), curso de extensão em Redes de Vídeo sobre IP pela UFRJ (2009) e graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Eletrônica pela UFRJ/USU (2005). Atualmente é Especialista em Estratégia e Regulatório da Rede Globo , Vice-diretor de Tecnologia da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), membro da Delegação do Brasil no ITU-R (SG 6) e na CITEL (CCP.II), membro do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED), membro do Grupo de Trabalho de Harmonização do Fórum ISDB-T Internacional.

Mara Ballam

Logística Reversa de Eletroeletrônicos e a Sustentabilidade

Mara Ballam, da ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos –  irá abordar os desafios do setor eletroeletrônico para a implantação da logística reversa e seu impacto ambiental, social e econômico.

Palestrante: Mara Raquel Ballam - Gerente Executiva da ABREE

Técnica em Processamento de Dados pela ETEC. Graduação Técnica em Telecomunicações pela FATEC. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de SBC. Pós Graduada em Direito Ambiental pela PUC. MBA em Sustentabilidade na FGV. Especialista em Responsabilidade Social Corporativa pela FGV. Auditoria líder em Qualidade e Meio Ambiente pela IRCA. Especialista em Six Sigma atuando como Green Belt e Black Belt. 15 anos de experiencia em gestão nas áreas de Qualidade, Meio Ambiente, Saúde e Segurança Ocupacional bem como desenvolveu projetos nas áreas de Meio Ambiente e Sustentabilidade na indústria.Atuação significativa em frentes governamentais atraves das associaçoes do setor eletroeletronico e eletrodomestico , para diversos temas em especial logistica reversa e na sustentação de legislação para controle e logistica reversa para pilhas e baterias. Gerenciamento de área de Responsabilidade Social corporativa, especialmente em projetos sociais para Copa do Mundo no Brasil e com diferentes organizações como UNICEF e WWF.

Fernando  Gomes de Oliveira EAD

O remanejamento de canais de TV

O remanejamento pode requerer a troca da antena, do transmissor, filtros, etc., e cada projeto é diferente. Como parte do edital do governo, os compradores dessa faixa de frequências têm a responsabilidade de redistribuir 1034 canais de TV, seguindo o cronograma de desligamento da TV analógica, que será concluído até o fim de 2018, quando o espectro estará liberado para a ativação da próxima geração de banda larga móvel.
Nesta palestra abordaremos as principais etapas deste processo.

Palestrante: Fernando Gomes de Oliveira - gestão e planejamento de projetos - Seja Digital

Fernando Gomes de Oliveira trabalha no setor de telecomunicações e broadcast desde 1996, promovendo soluções técnicas às principais emissoras de TV, operadores de TV por assinatura e provedores de Internet locais. Na Seja Digital, é responsável pela gestão e planejamento dos projetos de remanejamento de canais de TV com o objetivo de liberar a faixa de 700MHz, possibilitando a implementação de redes de 4G/LTE.

16h - 17h30

Tecnologia e Negócios | Sala 13

Mercado de Broadcasting: a Incerteza Frente ao Mundo Digital

MERCADO DE BROADCASTING: A INCERTEZA FRENTE AO MUNDO DIGITAL

Na segunda metade do século 20 a TV aberta reinou sozinha no campo do entretenimento para as massas.

Mas, virou o século… e o jogo também! A Internet, que começou tímida, com cara de revista, tem hoje bilhões de horas de música e vídeo, até em 4k!

E a cada hora que passa milhares de horas se somam a este infinito acervo.

E  você assiste  como quiser: em casa, no ônibus, no celular e … na própria TV.

E para complicar, também se assiste de graça. Como na TV aberta!

Como não perder este jogo?

Como manter aquela audiência, que levamos décadas para conquistar?

Como atrair os mais jovens, que fogem do sofá da  TV ?

Que tipo de conteúdo, que tipo de programação só a TV aberta é capaz de oferecer?

Ser multiplataforma é uma solução?

Como usar a internet a  nosso favor?

São algumas de muitas questões que desafiam o  futuro da TV aberta.

Moderador: PAULO CANNO - Diretor de Tecnologia - Rede Gazeta do ES/ SET

Graduado em Engenharia Elétrica pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo e Pós-Graduado em Gestão Empresarial pela FGV.Atuou em projetos e instalações de sistemas de transmissão de rádio e TV, de 1976 a 1984, como engenheiro responsável da Sociedade Nacional de Eletrônica. De 1984 a 1986 trabalhou na Engesa Eletrônica, como responsável do laboratório do controle de qualidade de componentes. Desde 1986 na Rede Gazeta do ES (Afiliada a Rede Globo), onde ocupa o cargo de Diretor de Tecnologia e é responsável por toda a infraestrutura tecnológica que suporta SET EXPO PROCEEDINGS – SETEP v. 2, Article 58, 2p. © 2016 SET - Brazilian Society of Television Engineering / ISSN (Print): 2447-0481/ ISSN (Online): 2447-049X This open

Luana Bravo

Co-moderadora: Luana Carolina Bravo - Comitê de Ensino - SET

Engenheira eletricista com ênfase em eletrônica pela Faculdade de Engenharia São Paulo. Pós graduada em TV Digital pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Trabalha no mercado de televisão há mais de 10 anos. Participante da diretoria da SET desde 2012, membro do Grupo Técnico de Recepção (GT-Rx) do GIRED, membro do Módulo de Mercado do Fórum Brasileiro de TV Digital e representante da ABERT no Projeto Ultra HD Brasil .

fotodani_congressoSET

Transformação Digital – O caminho para Inovação

Estamos em um momento de transformação: modelos disruptivos criaram um público com novos hábitos e novas exigências, fazendo com que as empresas de mídia precisem se preocupar em entregar uma experiência personalizada para usuários em diversas telas, além de uma revisão em seus modelos de negócios, tanto no que tange a publicidade quanto a indústria de Pay TV.
Acompanhe a AD Digital nessa discussão sobre os pilares dessa transformação e novas estratégias de negócio para o futuro (visão 2020).

Palestrante: Daniela Souza, SVP da AD Digital

Fundadora da AD Digital, entrou no mercado de Mídia e Entretenimento em 1994. É palestrante convidada nos principais eventos relacionados com a criação, gerenciamento e distribuição de conteúdo, para compartilhar sua visão sobre mercado e tendências de futuro para a indústria. Há mais de 10 anos compõe a mesa diretora da SET e é responsável por alguns dos novos conceitos presentes no Brasil.

Palestrante: Rodrigo Navarro Marti - Diretor de Multiplataforma - SBT

Formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas com MBA pela FIA. Trabalhou por 10 anos em empresa de Bens de Consumo “Unilever”, possui mais de 15 anos de experiência em empresas de Mídia, “SBT”, “Abril”, sendo responsável hoje pela Diretoria de Multiplataforma do SBT.

Akihiko Chigono

Perspectiva futura do serviço de radiodifusão

O ambiente em torno da radiodifusão está mudando rapidamente. As tecnologias de TI estão sendo utilizadas pela indústria de radiodifusão e a NHK, juntamente com outras emissoras, tem que se adaptar a esta situação. Esta palestra apresentará a situação atual do setor de radiodifusão no Japão e como a NHK está lidando com isso para manter a iniciativa como provedor avançado de serviços de mídia.

Palestrante: Akihiko Chigono - Diretor Executivo, Chefe de Engenharia NHK (Japan Broadcasting Corporation)

O Sr. Chigono ingressou na NHK em 1977. Depois de trabalhar para a Divisão de Engenharia de Programas, ele se tornou, em 2006, Chefe do Departamento de Administração de Engenharia. Na sequência, em 2010, assumiu o cargo de Diretor do Departamento de Administração de Engenharia. Ele desempenhou um papel fundamental na rápida recuperação da rede de transmissão após o grande terremoto de 11 de março de 2011. No mesmo ano, liderou e gerenciou a digitalização da rede de televisão terrestre no Japão e supervisionou com sucesso a conclusão do switch-off analógico em março de 2012. Foi para a NHK Media Technology com o cargo de Presidente / CEO em 2013. Desde 25 de abril de 2017, é Diretor Executivo, Chefe de Engenharia da NHK. Ele atualmente é responsável pela engenharia e sistemas de informação & segurança, incluindo o desenvolvimento e implementação de serviços de televisão de próxima geração.

rodrigo neves

Palestrante: RODRIGO NEVES - Conselheiro e ex-Presidente da AESP

RODRIGO NEVES, jornalista com especialização em jornalismo de rádio. Atualmente ocupa o cargo de Diretor Geral do Grupo Bandeirantes de Comunicação na cidade de Campinas, SP, que compreende quatro emissoras de rádio, uma televisão e um jornal diário. De julho 2011-julho 2015 foi presidente da AESP Associação das Emissoras de Rádio e Televisão do Estado de São Paulo, a primeira associação do setor no Brasil e mais importante regional e neste momento ocupa a cadeira de 2º Membro do Conselho da associação. É Vice-Presidente Regional da Amcham Campinas, Membro do Conselho do Centro Infantil Boldrini, do SERTESP - Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Estado de São Paulo e do Centro Corsini.

16h - 17h30

Hot Session | Sala 12

A Tecnologia da Produção do Conteúdo Independente – BRAVI

Celso_Araujo

A tecnologia da produção do conteúdo independente

A produção de conteúdo independente está cada vez mais presente em diversas janelas de exibição. E somente um excelente roteiro, direção e atores não bastam para o sucesso de uma obra audiovisual. Neste painel produtores discutem sobre os desafios tecnológicos para a produção e entrega de conteúdos em múltiplas telas.

Moderador: Celso Araujo- Diretor Cinema/SET- Diretor LINK Multisserviços Eletroeletrônicos

Ingressou na TV Globo em 1973, onde atuou durante 40 anos na Central Globo de Engenharia, no Rio de Janeiro. Esteve mais de 12 anos em Manutenção, período em que teve a oportunidade de desenvolvimento em diversos setores da manutenção de TV, tais como câmeras, lentes, vídeo, áudio, switchers, roteadores, e até mesmo na gestão dos sistemas e de equipes, bem como a gestão das operações de produção e também em eventos esportivos, shows, Copa do Mundo e Olimpíadas. Em 2013 atuando como Empreendedor, Consultor de Empresas na área de Tecnologia de TV e ministrando Seminários e Workshops junto à SET nos seus eventos regionais, ao IAV (Instituto de Áudio e Vídeo de São Paulo).

Esdras Miranda

Co-moderador: ESDRAS MIRANDA DE ARAÚJO – Diretor regional nordeste/ SET - Gerente Técnico e Operacional / Sistema Jangadeiro de Comunicação.

Graduado em Engenharia Elétrica (Eletrônica), Pós-Graduado em Gestão da Manutenção pela Universidade Politécnica de Pernambuco (UPE); Pós em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Iniciou as atividades em Rádio Difusão em 1994 na FM e TV Tribuna (afiliada BAND de Pernambuco). Em 1999 participou do nascimento e implantação da TV Guararapes (afiliada BAND de Pernambuco). Em 2003 assumiu a Gerência Técnica e Operacional das Rádios Clube de Pernambuco AM / FM. Atualmente exerce a função de Gerente Técnico e Operacional do Sistema Jangadeiro de Comunicação com duas Geradoras de TV afiliadas ao SBT e BAND (localizadas no Ceará) e do Sistema Jangadeiro de Rádio composto por 8 emissoras de FM.

Tiago_Mello-reduzido

Palestrante: Tiago Mello - Sócio - Boutique Filmes

É Produtor Executivo da série 3%, primeira série original da Netflix no Brasil. É co-criador e produtor executivo das series “Zoo da Zu” (nomeada ao International Emmy Internacional 2015, Discovery Kids), “Experimentos Extraordinários” (Cartoon Network) e da animação “S.O.S Fada Manu” (Gloob). Também assina a produção executiva de Gigantes do Brasil (ficção em coprodução com o History Channel), Cinelab (NBC Universal), Lowrider Brasil (Discovery Channel), A Grande Luta (HBO), entre outros trabalhos. Tiago Mello foi responsável pela série Escola Pra Cachorro (TV Cultura/Nickelodeon/TV Ontario), uma das primeiras coproduções entre Brasil e Canadá. Com a TV Globo e Cartoon Network esteve a frente da série de animação “Sitio do Picapau Amarelo”. Foi também criador e produtor de “Julie e os Fantasmas” (Band/ Nickelodeon), indicado ao International Emmy Awards de 2012. Como Produtor Executivo, produziu também as séries Descolados (MTV) e Brilhante (TV Brasil).

sabrina-nudeliman-reduzido

Palestrante: Sabrina Nudeliman Wagon - Diretora e Co-fundadora da ELO COMPANY

Grande experiência em distribuição e programação audiovisual no Brasil e no Exterior. Administradora de empresas com especialização em comunicação e liderança, com experiência na Consultoria Estratégica McKinsey. Ministrou aulas na Fundação Getulio Vargas, FAAP e outras. Ministrou também palestras no Festival de Cinema de Cannes sobre distribuição audiovisual, fez parte do júri e pitchings na Secretaria de São Paulo, TV Cultura e elaborou projetos culturais/sociais.

Marcio_Yatsuda

Palestrante: Marcio Yatsuda - Presidente da Movioca Content House

Presidente da Movioca Content House, produtora de TV e cinema, especializada em branded content e storytelling e professor da Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Graduado em matemática aplicada e computacional pela Unicamp, possui diversas especializações em Administração, Produção Executiva, Liderança e Gestão de Pessoas. Foi co-fundador e presidente da Kaizen, empresa integradora de TI onde atuou de 1996 a 2012, eleita a “Melhor Empresa de TI&Telecom para se trabalhar no Brasil” pelo “The Great Place to Work Institute” em 2007, sendo adquirida em 2010 pela chilena Sonda IT, maior empresa latino-americana de TI. Com larga experiência em negócios internacionais, além da Movioca, é investidor e conselheiro na MW8 Soluções, empresa de tecnologia, e atua como conselheiro em outras empresas.

16h - 17h30

Tecnologia para TV e Rádio | Sala 11

HDR Master Class – SMPTE

 

Moderador: Paulo Henrique Castro - Diretor de Tecnologia e R&D da TV Globo

Engenheiro pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1996 (PUC-Rio). Trabalhando com a Globo desde 1996, onde começou um programa de estágio. Responsável pela padronização da Digitial TV no Brasil. - Coordenador do Grupo de Trabalho de Codificação de Áudio e Vídeo do Fórum SBTVD. -Chairman do ABNTCommitee para TV Digital (Associação Brasileira de Normas Técnicas, Ramo ISO do Brasil). - Ponto de contato para o Subgrupo A - Especificações, no Grupo de Trabalho Conjunto Brasil-Japão para a iniciativa de Televisão Digital - Membro da SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão) desde 1996. Também membro de muitas sociedades do IEEE (CommSoc, BTS, MTT , CE) e SMPTE

Joel_Pic - Professional

SMPTE: Os próximos 100 anos

Esta sessão iniciará com uma breve discussão sobre o SMPTE e seu plano centenário a partir da perspectiva dos três pilares do SMPTE: Padrões, Associação e Educação.

Palestrante: Joel E. Welch - Diretor de Educação - SMPTE

Joel E. Welch é um profissional sênior de Aprendizagem e Desenvolvimento (L & D) que construiu sua carreira ajudando pessoas e organizações a crescer e avançar. Joel demonstrou a capacidade de desenvolver estratégias eficazes, criando programas de aprendizagem e de liderança desde o início, mantendo o olho em iniciativas de maior impacto estratégico. Sua visão organizacional sistêmica e habilidade no pensamento lateral ajudam a garantir que seja considerado o impacto para toda a organização e sejam utilizados os processos colaborativos. O Sr. Welch é atualmente Diretor de Educação para SMPTE. Anteriormente, ele ocupou um número de cargos de liderança em L e D. Joel foi Diretor de Certificação e Desenvolvimento de Programas de 2002 a 2007 na SCTE. Ele foi um dos principais membros do núcleo da equipe inicial de 28 funcionários como Gerente Nacional de Liderança e Treinamento Técnico da Optus Vision, com sede em Chats wood, NSW, Austrália, ajudando a expandir a organização de 28 para 2.700 funcionários em 18 meses. Acredita-se que durante este período a Optus Vision e seus programas de treinamento técnico permitiram que a empresa se tornasse a primeira no

Matthew Goldman 1 4x5 high - copy

High Dynamic Range Master Class

A sessão continua com o já popular seminário HDR-Master Class.  HDR(High Dynamic Range) , o melhor desenvolvimento de experiência de visualização de TV, tornou-se real este ano, desembarcando nas casas dos consumidores. O HDR adiciona um nível de realismo diferente de qualquer novo aprimoramento de imagem. Esta master class explora, em profundidade, o que é HDR e seu impacto na experiência de visualização imersiva. Serão explicados os esquemas de HDR, com base nas funções (PQ) e (HLG), e como eles impactarão os fluxos de trabalho do radiodifusor. Outros tópicos abordados incluem metadados dinâmicos versus estáticos, interoperabilidade, compatibilidade reversa, bem como o estagio da padronização HDR.

Palestrante: Matthew Goldman - Senior Vice President Technology at Ericsson / Fellow & President of SMPTE / Senior Member at IEEE

Matthew Goldman é vice-presidente sênior de tecnologia, TV e mídia da Ericsson, com foco em soluções de processamento de vídeo e media delivery. Ele participa ativamente do desenvolvimento de sistemas de televisão digital desde 1992. Teve uma destacada atuação no Moving Picture Experts Group, onde ajudou a criar os padrões MPEG-2 Systems e DSM-CC. Continua influente em outras organizações como a Society of Motion Picture and Television Engineers (SMPTE), a Alliance of IP Media Solutions (AIMS), o Fórum Ultra HD, o projeto Digital Video Broadcasting, o Advanced Television Systems Committee e a Society of Cable Telecommunications Engineers. Quatro de seus projetos tiveram reconhecimento da Technology & Engineering Emmy® Awards. O Sr. Goldman recebeu diplomas de bacharelado (com distinção) e mestrado em engenharia elétrica pelo Instituto Politécnico de Worcester. Ele possui seis patentes relacionadas ao transporte de vídeo digital.Membro da SMPTE, ele também é membro sênior do IEEE e membro da Academia de Pioneiros de Televisão Digital. O Sr. Goldman é o atual presidente da SMPTE.

16h - 17h30

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR – Dolby Atmos for Home

DolbyAtmos_Home_Master-500x500

DEMONSTRAÇÃO

A tecnologia Dolby Vision foi desenvolvida para entregar ao espectador o brilho, as cores e o contraste da vida real. Aumenta a fidelidade de sinais de vídeo HD e Ultra HD ao manter e reproduzir a faixa dinâmica e paleta de cores do conteúdo original. O Dolby Atmos trás uma imersão no espaço sonoro tridimensional colocando o espectador dentro da ação.
Dolby Vision e Dolby Atmos for home estão em demonstração continua na sala 10 ( Casa Verde).

Dolby Laboratories - Brasil


Quarta-Feira – 23/08/2017

Ver Mapa das Salas | Imprimir ou salvar como  PDF

SALA  16 SALA  13 SALA  11 SALA  12 SALA  10
8h30 – 9h10 Café da manhã oferecido aos inscritos dentro das salas
9h – 11h
Regulatório e Normatização
Acessibilidade: Closed Caption, Libras, Audiodescrição e Atualização das Normas
Caio Klein
Hot Session
Hábitos de Consumo e Futuro da Mídia
Roberto Franco
Inovação e Tecnologias Disruptivas
As Inovações na indústria de Criptomoedas, Games e Startups
José Dias
Tecnologia e Negócios
Mercado de TV por Assinatura e OTT no Brasil
Claudio Borgo
Demonstração
Dolby Vision HDR | Dolby Atmos for Home
11h30  – 13h
Gerenciamento e Workflow
Produção ao Vivo IP: Status, Evolução e Melhores Práticas
José Antônio Garcia
Tecnologia e Negócios
Internacionalização do ISDB-T
Luiz Fausto de Souza Brito
Tecnologia para TV e Rádio
A Migração do Rádio AM e a Revisão do Regulamento Técnico
Eduardo Cappia
Tecnologia e Negócios
TV por Assinatura / VoD e OTT
Maurício Donato
Demonstração
Dolby Vision HDR | Dolby Atmos for Home

INTERVALO

14h – 15h30
Regulatório e Normatização
Drones: voando Legal
Francisco Peres
Novas plataformas e Infraestrutura
Avaliação e Controle de Qualidade de Distribuição por IP
Gilvani Moletta
Tecnologia para TV e Rádio
O FM no Celular e o Rádio no Painel do Carro – Caminhos para o Futuro do Rádio
Marco Túlio Nascimento
Tecnologia e Negócios
Futuro da Monetização em TV Multiplataforma 
Marcelo Souza
Demonstração
Dolby Vision HDR | Dolby Atmos for Home
16h – 17h30
Produção de Conteúdo
Drones: voando Real
Eduardo Bicudo
Novas plataformas e Infraestrutura
Cloud e Virtualização
Alexandre Sano
Tecnologia e Negócios
Migração do Rádio e o Mercado
Rodrigo Neves
Novas plataformas e Infraestrutura
Lives Broadcast (360 4K e 8K) em Mídias Sociais – economizando em SEO, Ads e Recursos (demo live 360 4K)
Rodrigo Arnaut
Demonstração
Dolby Vision HDR | Dolby Atmos for Home

Quarta-Feira – 23/08/2017

Horário Palestra
Horário Palestra

9h - 11h

Regulatório e Normatização | Sala 16

Acessibilidade: Closed Caption, Libras, Audiodescrição e Atualização das Normas

Caio_SET 01

Acessibilidade: Closed Caption, Libras, Áudio Descrição e Atualização das Normas

O tema da acessibilidade está cada vez mais presente no dia a dia dos broadcasters. De acordo com o IBGE, 6,2% da população brasileira (13 milhões de pessoas), tem algum tipo de deficiência. Nos últimos anos, a legislação brasileira está avançando em medidas de inclusão para que todos tenham acesso à informação, cultura e lazer. Este painel irá abordar o tema da acessibilidade em todas as suas formas como closed caption, libras, áudio descrição, e também apresentar as normas que regulam a adoção destes serviços pelos radiodifusores. Iremos apresentar soluções práticas implementadas e discutir as tecnologias disponíveis no mercado.

Moderador: Caio Augusto Klein - Gerente Executivo de Operações da RBSTV/ SET

Engenheiro formado pela UFRGS (Universidade Federal do RS), com Pós-Graduação em Liderança Estratégica em Negócios e Pessoas pela ESPM-RS. Iniciou a carreira na RBS sendo Coordenador Técnico da RBSTV Uruguaiana. Após, voltou para Porto Alegre onde trabalhou em projetos de instalações de novas Unidades do Grupo, destacando a RBS Video São Paulo e a RBSTV Santa Cruz. Depois, por 10 anos, foi Diretor Técnico da TVE do Rio Grande do Sul. Voltou para a RBS para ser o Gerente Técnico das Rádios do Grupo, onde participou das coberturas das Copas do Mundo de 2006 e 2010, Olimpíadas 2008 e Mundial Interclubes em 2006 e 2010, coordenando a logística do Grupo RBS nestes eventos. Em 2009 voltou para a RBSTV na função de Gerente Executivo de Operações, continuando a participar de grandes coberturas, como a Copa do Mundo do Brasil de 2014.

Acessibilidade: Conceitos e Normas

Nessa palestra, serão apresentados os conceitos fundamentais de acessibilidade em televisão, bem como as normas que regulam a prestação desses serviços na televisão aberta brasileira.

Palestrante: Luiz Fausto - Especialista em Estratégia e Regulatório da Rede Globo

Possui mestrado profissional em computação aplicada pela UECE (2015), MBA Executivo em Tecnologia da Informação pela UFRJ (2011), curso de extensão em Redes de Vídeo sobre IP pela UFRJ (2009) e graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Eletrônica pela UFRJ/USU (2005). Atualmente é Especialista em Estratégia e Regulatório da Rede Globo , Vice-diretor de Tecnologia da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), membro da Delegação do Brasil no ITU-R (SG 6) e na CITEL (CCP.II), membro do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED), membro do Grupo de Trabalho de Harmonização do Fórum ISDB-T Internacional.

Raphael Oliveira Barbieri

Soluções para Closed Caption

Para atender a crescente demanda na geração de legenda oculta, novas tecnologias para a geração deste conteúdo são cada vez mais necessárias. Nesta palestra serão abordados as vantagens e desvantagens de sistemas de reconhecimento de voz e de estenotipia, quais as soluções em software e hardware necessárias, além de cenários de exemplos para geração e transmissão do Closed Caption no sinal banda base (SD/HD-SDI) e comprimido (distribuição ISDB-Tb).

 

Palestrante: Raphael Oliveira Barbieri - Gerente de Produtos EiTV Entretenimento e Interatividade para TV Digital

Raphael Barbieri possui MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV (2014) e é graduado em Engenharia de Computação pela UNICAMP (2007) com ênfase em sistemas e processos industriais. Atualmente é mestrando pela Faculdade de Eng. Elétrica da UNICAMP, Membro do Modulo Técnico do Fórum SBTVD e Gerente de Produtos da EiTV, onde trabalha desde 2007 com o estudo e desenvolvimento de novas tecnologias de hardware e software para o sistema Brasileiro de TV digital (SBTVD).

foto

Closed Caption, Libras e Áudio Descrição em programação ao vivo

Leandro Fernandes apresenta o Case Debate RBS TV RS, durante as eleições de 2016. Uma transmissão simultânea de 12 debates, com recursos de closed caption, libras e áudio descrição.

Palestrante: Leandro Duarte Fernandes - Coordenador Geral de Programação, RBS TV

Leandro Fernandes é Bacharel em Administração de Empresas pela PUC-RS com MBA em Engenharia de Produção com ênfase em Inovação e Qualidade pela UFRGS. Tem sólida experiência na área de manutenção, engenharia e operações com 18 anos de vivência em emissoras de televisão. Já gerenciou áreas de Tecnologia, Expansão de Rede e Administrativa. Atualmente responde na RBS TV RS pela Coordenação Geral de Programação e Exibição.

IMG_4336

Infraestrutura para acessibilidade

Abordagem sobre infraestrutura para prover os recursos de acessibilidade e necessidades para enquadramento nas diretrizes das normas. Cenários de trabalho como uma emissora geradora.

Palestrante: Marcos Luis Padeti Junior - Coordenador técnico - Record TV

Bacharel em Desenho Industrial com ênfase em design de produto pela Oswaldo Cruz (2005) e Gestão da Tecnologia da Informação (2014) extensão em Gestão de Projetos pela FIAP (2017). Coordenador de sistemas de exibição, 14 anos na Record TV, sempre voltado ao departamento de programação e exibição, trabalhando com desenvolvimento de projetos, análise de mercado e manutenção.

9h - 11h

Hot Session | Sala 13

Hábitos de Consumo e Futuro da Mídia

Hábitos de Consumo e Futuro da Mídia

Este painel irá promover um debate sobre o futuro do mercado de mídia e do audiovisual.

Na discussão, serão abordados temas de extrema importância e relevância para o meio, entre eles: Como estão sendo transformados os hábitos de consumo? Quais tecnologias e mídias emergentes irão prevalecer? Os serviços de OTT substituem ou complementam os tradicionais? Quais os resultados em termos de penetração, e de audiência? A rentabilidade ainda é exclusiva dos modelos tradicionais?

Moderador: Roberto Franco - Head de Assuntos Institucionais e Regulatórios - SBT

Graduado em engenharia elétrica com enfoque em eletrônica e telecomunicações pela Universidade Federal da Bahia e Pós em Marketing e Gestão de Empresas pelas FGV e ESPM. No decorrer de sua carreira, foi responsável pelo projeto e implantação de diversas empresas de rádio e televisão no Brasil. Foi Presidente da SET - Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão no período de 2002 até 2008 e Presidente do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital nos períodos de 2005 a 2008 e de 2015 a 2017, após este período ingressou como membro do Conselho de ambas Entidades. Em 2009 Fez parte do Conselho Consultivo da ANATEL, em Agosto de 2012, tomou posse no Conselho de Comunicação Social até 2017 e atualmente é Head de Assuntos Institucionais e Regulatórios do SBT.

29223e7

Palestrante: Alberto Menoni, Head of Broadcast, Media, Entertainment and Telecommunications - Brazil - Google

Executivo de negócios com ampla experiência em empresas de destaque como [X], Google, Microsoft, Rio Tinto Alcan e AT & T, tendo construído uma sólida carreira internacional em vendas, marketing e parcerias. Um empresário bem sucedido também, com 8 anos liderando o rápido crescimento de uma empresa de tecnologia brasileira, a Auteq.

Palestrante: Gregor McElvogue - Diretor - Video Offerings - IBM Cloud

Está na IBM há quase 20 anos, onde ocupou vários cargos técnicos e de gestão. Recentemente foi gerente de Soluções Globais para a área de Media e Entertainment da IBM. Profissional com experiência internacional na entrega de soluções baseadas em software, hardware e serviços para clientes de mídia e entretenimento. Habilidade no reconhecimento das necessidades dos clientes propondo soluções específicas e customizadas sempre considerando os objetivos do negócio e o ROI. Capaz de transpor a linha de divisão entre o desenvolvimento técnico e a operação comercial. Gregor recebeu seu MBA em Administração de Empresas na London Business School.

Palestrante: Skip Pizzi - Vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da NAB

Skip Pizzi é engenheiro, jornalista, editor, autor e coach de tecnologia. Atualmente, exerce o cargo de vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da National Association of Broadcasters (NAB). Também é vice-presidente do Grupo de Tecnologia 3 (TG3) do Advanced Television Standards Committee (ATSC), que está desenvolvendo o padrão ATSC 3.0. É membro do Conselho de Administração do Fórum Ultra HD e editor associado do Manual de Engenharia da NAB, 11ª edição.  Graduado pela Universidade de Georgetown, estudou Engenharia Elétrica, Economia Internacional e Belas Artes.  Seu livro mais recente é A Broadcast Engineering Tutorial for Non-Engineers, 4 ª edição.

9h - 11h

Inovação e Tecnologias Disruptivas | Sala 11

As Inovações na indústria de Criptomoedas, Games e Startups

José Dias

As Inovações na indústria de Criptomoedas, Games e Startups

Este encontro mostrará como a Forex e Criptomoedas, estão revolucionando o ecossistema financeiro mundial.
Como ganhar dinheiro com Criptomoedas…
Aprenda a conduzir uma Startup ao sucesso. E como anda a revolução da indústria de Games no Brasil e no exterior.

Moderador: José Dias - CEO Mixmedia - Content Production Director -SET

Tem se dedicado nos últimos 40 anos às Técnicas de Produção e Engenharia de Televisão e ao estudo de utilização de Computadores para dinamizar o aspecto visual e as técnicas sofisticadas da geração de imagens e efeitos especiais para TV e cinema. Entre 1979 e 1984 foi o Principal no desenvolvimento da Tecnologia de Computação Gráfica que revolucionou o visual da Rede Globo de Televisão na década de 80.

FOTO FERNANDO CHAMIS

Games: Saiba mais sobre o mercado de jogos no Brasil e no Mundo

Nesta palestra, Fernando Chamis, CEO da Webcore Games e Presidente da Abragames (Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos) mostra dados, exemplos, tecnologias e curiosidades sobre o mercado de jogos no Brasil e no Mundo.

Palestrante: Fernando Chamis - Presidente da ABRAGAMES - Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais

Fernando Chamis é bacharel em Ciência da Computação e pós-graduado em e-business e Gestão Empresarial pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie. Sócio-diretor da Webcore, empresa de desenvolvimento de soluções interativas fundada em 1999. Em 2007 criou também a divisão Webcore Games, responsável pela criação de jogos voltados para entretenimento, infantil e publicidade e a Insolita Studios, empresa de games responsável por títulos de sucesso como CaveDays, Freekscape e A Turma do Chico Bento. Em 2016 lançou o jogo My Night Job para PlayStation4 e Steam e recentemente lançou diversos jogos para o público infantil em parceria com propriedades intelectuais como O Menino Maluquinho, Bob Zoom, Bia & Nino, Jacarelvis, Hello Kitty entre outros. Já foi premiado diversas vezes tanto no mercado de games quanto no mercado de publicidade ganhand o duas vezes o prêmio de melhor jogo nacional e 3 vezes em Cannes Lions. É também atual presidente da Abragames - Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais na gestão 2016/2017.

Cidinaldo Boschini

Como tornar uma Startup um sucesso

Não é preciso, necessariamente, ter a solução desenvolvida…
Não existe negócio com potencial onde o mercado é pequeno…
Não se pode gerenciar aquilo que não se mede.
O que é importante para fazer de uma Startup um sucesso?

Cidinaldo Boschini - CEO | 2C Turnaround Consulting & Associates

Especialista em Turnaround com mais de 11 anos de experiência na área. Desenvolveu projetos de reorganização em mais de 80 empresas de todo o Brasil. Também investidor Angel em Startups de tecnologia , Empreendedor e Venture Capitalist

Octavio Moura

Criptomoedas

Com foco no mercado da CriptoMoeda este encontro visa proporcionar aos participantes de modo simples e profundo um entendimento mais claro a respeito da mudança complexa que tem acontecido no ecossistema financeiro mundial. Serão abordados assuntos de interesse coletivo, que têm por objetivo mostrar quando esse movimento começou, quais os motivos, as principais consequências e como tirar proveito desta nova forma de comunicação financeira, que vem ganhado mais adeptos todos os dias em todo o mundo”

Palestrante: Octávio Moura - Trader em CriptoMoeda

Formado em História e Pós Graduado em Psicanálise Clinica Palestrante e desenvolvedor humano começou seus primeiros contatos com o mercado da CriptoMoeda em 2011 dando palestras sobre o assunto em todo o Brasil.

William Soares

Forex (mercado cambial)

Com o avanço da tecnologia, investimento no mercado financeiro tem ficado comum e acessível a qualquer investidor.
A praticidade dos apps possibilita a você investir mesmo com pouca experiência.
Descubra um dos mercados que pode fazer parte de sua carteira de investimento a partir de agora.

FOREX – O que é? Como Funciona?
O mercado cambial, ou FOREX “foreign exchange” é o maior mercado mundial em termos de dinheiro movimentado diariamente, com mais de 5 trilhões de dólares transacionados diariamente.

Como se Opera em FOREX?

Palestrante: William Soares - Trader Forex

Técnico em Transações Imobiliárias, Especialista em Gestão de Investimentos e Professional Coach.

9h - 11h

Tecnologia e Negócios | Sala 12

Mercado de TV por Assinatura e OTT no Brasil

A Tecnologia por trás da Nova TV por Assinatura

Os clientes estão mudando o hábito e a forma de consumirem Vídeo e Entretenimento para modelo de  ” Anytime , Anywhere ” . As Empresas de TV por Assinatura ,  propulsoras no Video on Demand ,  se preparam para este novo momento fazendo a entrega do conteúdo de forma fácil e principalmente de forma Integrada.
Mas quais são as principais novidades da Engenharia e Tecnologia para suportar este novo momento?
Neste painel , com a participação de especialistas em inovação , teremos oportunidade de conhecer e debater os principais tecnologias que vão viabilizar este novo momento.

Moderador: Cláudio Borgo - NET

-

Hugo Amaral Ramos

 

Palestrante: Hugo Amaral Ramos - Chief Regional Technologist (CRT) for the Caribbean and Latin America (CALA) at ARRIS.

Ele é responsável por evangelizar a visão tecnológica da ARRIS em todo o Caribe e América Latina, alinhando sua capacidade global de inovação com as necessidades dos prestadores de serviços locais. Em colaboração com os clientes da ARRIS, Ramos desenvolve estratégias tecnológicas que influenciam o futuro da região e promovem a liderança da ARRIS pelo seu expertise em sistemas de telecomunicações, TV a cabo e arquiteturas de rede.Ramos tem mais de 16 anos de experiência na indústria de TV . É formado em Engenharia Elétrica e de Telecomunicações pela Universidade Federal do Espírito Santo.

Damien Sterks2. jpg

Palestrante: Damien Sterkers - Global OTT System Architect at Harmonic  

Damien Sterkers, Global OTT System Architect da Harmonic, tem 18 anos de experiência e um profundo e amplo conhecimento dos vários aspectos da tecnologia da TV digital, com foco no domínio OTT. Sua experiência, na sua maioria adquirida no campo e em contato direto com os broadcasters, prestadores de serviços e empresas de mídia, oferece uma visão pragmática de como as inovações tecnológicas podem ser traduzidas em benefícios práticos para operar e otimizar sistemas. Damien viveu e trabalhou em muitas regiões ao redor do mundo e é fluente em quatro idiomas. Possui um diploma de Supélec, uma renomada escola de engenharia francesa de engenharia.

Alessandro Maluf_4

Palestrante: Alessandro Maluf - Diretor de Produtos TV da Claro Brasil

Responsável pelo Roadmap de novas funcionalidades de vídeo , é formado em Publicidade, com MBA com especialização em Finanças, atua no mercado de Telecom e TV por assinatura há mais 20 anos

Palestrante: Fabiano Barbieri - Diretor de Engenharia de Video na Telefônica Brasil

Graduado em ciência da computação e pós graduado em gerenciamento de projetos pela fundação Getulio Vargas, mais de 17 anos de experiência desenvolvendo e implementando Projetos de Video em diversas regiões como na América do Norte, America Latina e Europa.

9h - 11h

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR | Dolby Atmos for Home

DolbyAtmos_Home_Master-500x500

DEMONSTRAÇÃO

A tecnologia Dolby Vision foi desenvolvida para entregar ao espectador o brilho, as cores e o contraste da vida real. Aumenta a fidelidade de sinais de vídeo HD e Ultra HD ao manter e reproduzir a faixa dinâmica e paleta de cores do conteúdo original. O Dolby Atmos trás uma imersão no espaço sonoro tridimensional colocando o espectador dentro da ação.
Dolby Vision e Dolby Atmos for home estão em demonstração continua na sala 10 ( Casa Verde).

Dolby Laboratories - Brasil

11h30 - 13h

Gerenciamento e Workflow | Sala 16

Produção ao Vivo IP: Status, Evolução e Melhores Práticas

jasg

Produção ao Vivo IP: Status, Evolução e Melhores Práticas

Como a engenharia de televisão pode traçar um caminho para a transição da atual tecnologia SDI em direção ao futuro do fluxo de trabalho totalmente com tecnologia IP ? Quais as ofertas atuais, as melhores práticas e os próximos passos nesta evolução ?

Moderador: José Antônio de Souza Garcia - EBC - Empresa Brasil de Comunicação / SET

Graduado em 1975 como Técnico em Eletrônica pela ETE em Sta. Rita do Sapucaí e em 1982 em Engenharia de Telecomunicações pela Universidade São Judas em São Paulo. Tem trabalhado em empresas de televisão, incluindo TV Tupi-SP, TV Cultura-SP, TV Jovem Pan e atualmente gerente de engenharia na TV Brasil-SP. Membro da SET - Diretoria de Tecnologia e do Fórum SBTVD.

Matthew Goldman 1 4x5 high - copy

O Futuro das Instalações de TV: A Migração da SDI para a Infra-estrutura de TI (“All IP”)

Para tornar mais ágil a operação e alavancar a economia de escala e a flexibilidade que a infra-estrutura de TI traz, os Broadcasters devem considerar a migração de arquiteturas específicas  para soluções baseadas em TI. Isso vai em paralelo com a tendência para o processamento de mídia definido por software e a virtualização de funções de rede. Esta apresentação inicialmente dará uma visão geral sobre os desafios que os radiodifusores enfrentam e os benefícios da transformação para “All IP”. Em seguida, descreverá os principais esforços de padronização por trás de “All IP”, incluindo o novo conjunto SMPTE ST 2110 de padrões para mídia profissional sobre IP. Revisaremos o estado atual da indústria e o que deve ser feito em seguida.

Palestrante: Matthew Goldman - Senior Vice President Technology at Ericsson / Fellow & President of SMPTE / Senior Member at IEEE

Matthew Goldman é vice-presidente sênior de tecnologia, TV e mídia da Ericsson, com foco em soluções de processamento de vídeo e media delivery. Ele participa ativamente do desenvolvimento de sistemas de televisão digital desde 1992. Teve uma destacada atuação no Moving Picture Experts Group, onde ajudou a criar os padrões MPEG-2 Systems e DSM-CC. Continua influente em outras organizações como a Society of Motion Picture and Television Engineers (SMPTE), a Alliance of IP Media Solutions (AIMS), o Fórum Ultra HD, o projeto Digital Video Broadcasting, o Advanced Television Systems Committee e a Society of Cable Telecommunications Engineers. Quatro de seus projetos tiveram reconhecimento da Technology & Engineering Emmy® Awards. O Sr. Goldman recebeu diplomas de bacharelado (com distinção) e mestrado em engenharia elétrica pelo Instituto Politécnico de Worcester. Ele possui seis patentes relacionadas ao transporte de vídeo digital.Membro da SMPTE, ele também é membro sênior do IEEE e membro da Academia de Pioneiros de Televisão Digital. O Sr. Goldman é o atual presidente da SMPTE.

Avaliações e desafios técnicos. Lições aprendidas em implementações IP

Os primeiros sistemas em IP incorporavam tecnologias proprietárias, com a camada de transporte de mídia não padronizada, tecnologias de roteamento específicas e orquestração dos fluxos de mídia em um ecossistema fechado. Mas a aliança AIMS pavimentou um caminho com padrões abertos, que incluiu vários fornecedores de sistemas utilizando soluções baseadas em COTS. Grandes implementações de IP empurraram os limites do conhecimento, sobre o que pode ser implantado usando uma infra-estrutura COTS e quais desafios surgem com a ampliação dos sistemas.

Palestrante: Robert Erickson - IP Evangelist - Grass Valley

Robert Erickson, atualmente na GrassValley, com a missão de Evangelista da Tecnologia IP. Atua há 18 anos em Engenharia de Televisão, esteve na KWTV, Sinclair Broadcast Group, Tyler Media e na GrassValley desde 2008.

boris

Arquiteturas de referência baseadas em IP para Produção e Distribuição

Oferecer uma visão mais aprofundada das arquiteturas IP utilizando padrões abertos, desenvolvimento conjunto com os com os fornecedores de IP switches, estudos de casos com topologias já em operação, discussão dos novos desenvolvimentos de normas e grupos de trabalho, lições aprendidas ao longo dos processos, melhores práticas dos IP “early adopters“, considerações específicas para cada tipo de infraestrutura.

Palestrante: Boris Kauffmann, Solutions Architect

Arquiteto de Soluções da Imagine Communications, trabalha há mais de 10 anos com projetos na área de broadcast, arquivos de filmes, pós-produtoras e estúdios de som. Experiência com processos de aquisição, digitalização, processamento, codificação, transcodificação e transporte de sinais. Conduziu provas de conceito, apresentações e treinamentos de técnicos para vários fabricantes em broadcasters e provedores de telecomunicações.

IMG_3965

Como encarar as Mudanças da Produção ao Vivo em IP

O momento é de mudanças.
A transição de HDTV para 4K, SDR para HDR e SDI para IP tem assombrado muita gente.
Estratégias de migração e de crescimento futuro estão pipocando, juntamente com novos padrões. Diferentes arquiteturas e workflows estão sendo propostos.
Novos e antigos atores estão se posicionando.
O que acontecerá com produção ao vivo? O que nos oferece o SMPTE 2022/2110 e o NDI? Como gerenciar e controlar esse sistema? Que topologia é adequada?
Participe e esteja preparado.

Palestrante: Antonio Leonel da Luz, Presidente, media and content-dynamics

Leonel da Luz é o presidente da media and content-dynamics que atende ao mercado brasileiro e latinoamericano, oferecendo consultoria, projetos, produtos e serviços profissionais. Com uma sólida formação em engenharia e administração de empresas pela Mauá, INATEL, FGV e MIT, Leonel acumulou sucessivas histórias de sucesso em várias empresas nacionais e internacionais, como TV Cultura-SP, Ampex, Philips, TV Anhanguera, Harris e Grass Valley, dentre outras.

11h30 - 13h

Tecnologia e Negócios | Sala 13

Internacionalização do ISDB-T

Internacionalização do ISDB- T

Passados mais de 10 anos desde que foi adotado pelo Brasil como padrão de TV Digital Terrestre, o sistema japonês ISDB-T vem ganhando novos países adotantes, principalmente no hemisfério sul.

Com exceção da Colômbia, Suriname e Guianas, todos os demais países da América do Sul adotaram o sistema e, na América Central, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Costa Rica e agora no começo do ano El Salvador – escolheram o sistema japonês, na versão brasileira ISDB-TB.

Na África foi adotado por Botswana e na Ásia foi adotado pela Filipinas, Sri Lanka e Maldivas, além do próprio Japão, criador do padrão ISDB-T. Hoje há cerca de 500 milhões de espectadores potenciais do ISDB-T.

Neste painel teremos uma visão geral do ISDB-T no mundo e compartilharemos as experiências e os desafios enfrentados por países vizinhos que adotaram o nosso sistema.

 

Moderador: Luiz Fausto - Especialista em Estratégia e Regulatório da Rede Globo

Possui mestrado profissional em computação aplicada pela UECE (2015), MBA Executivo em Tecnologia da Informação pela UFRJ (2011), curso de extensão em Redes de Vídeo sobre IP pela UFRJ (2009) e graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Eletrônica pela UFRJ/USU (2005). Atualmente é Especialista em Estratégia e Regulatório da Rede Globo , Vice-diretor de Tecnologia da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), membro da Delegação do Brasil no ITU-R (SG 6) e na CITEL (CCP.II), membro do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED), membro do Grupo de Trabalho de Harmonização do Fórum ISDB-T Internacional.

Masayuki Sugawara

Estado atual da implantação ISDB-T no mundo

O ISDB-T, um dos principais sistemas de TV Digital no mundo, foi adotado por 19 países, incluindo Japão e Brasil. O estado da implantação em cada país difere um do outro. Depende da data da adoção do ISDB-T, da transmissão analógica no passado, do futuro plano da TV Digital, da situação econômica etc. Esta palestra examinará o estado atual da implantação do ISDB-T em cada país e seus antecedentes. Também apresentará as atividades do Fórum ISDB-T Internacional, que foi organizado pelos países que adotaram o ISDB-T.

Palestrante: Masayuki Sugawara - Presidente DiBEG ( Digital Broadcasting Expert Group)

Masayuki Sugawara recebeu os títulos de B.S. e M.S. em engenharia de comunicação elétrica e Ph.D. em engenharia eletrônica da Universidade de Tohoku, Sendai, Japão. Ele ingressou na NHK em 1983. Pesquisou sensores de imagem de estado sólido, câmeras HDTV e o sistema UHDTV na NHK STRL de 1987 a 2015. Foi professor associado na Universidade de Eletro-Comunicações, Tóquio, Japão, de 2000 a 2004. Desde 2004, está envolvido na atividade de padronização da UIT-R Study Group 6, incluindo o padrão UHDTV conhecido como Recomendação BT.2020. Atualmente, é presidente do grupo de especialistas em radiodifusão digital (DiBEG) e engenheiro executivo da NEC Corporation.Dr. Sugawara é um membro do SMPTE, um membro sênior do IEEE e um membro do IEICE e do ITE.

MEmuscio

Resenha da Experiência Argentina

Características gerais do sistema de televisão implantado na Argentina. Progressos desde a adoção do sistema. A situação crítica do Espectro por causa da convergência.

Palestrante: María Eugenia Muscio - Assessora Técnica - CAPER

Engenheira Eletromecânica com orientação em Eletrônica formada pela Universidade de Belgrano. Além disso, desde 1990 até agora, trabalha como consultora independente em Radiodifusão e Telecomunicações para vários provedores de serviços de televisão (subscrição e abertos), de telecomunicações e rádio AM e FM, instalados em toda a Argentina .Tem uma carreira ativa em instituições profissionais: Conselho Profissional de Engenharia de Telecomunicações, Eletrônica e Ciência da Computação (COPITEC) e Centro Argentino de Engenheiros (CAI).No COPITEC é atualmente Conselheira Titular com mandato até 2019 e Coordenadora da Comissão de Broadcasting desde 2012. No CAI, foi secretária da Subcomissão de Comunicações Audiovisuais de 2010-2012 e na Comissão CEYTIC de 2005-2012.Ex-gerente geral da Merlovisión S.A de 1992-1994.

Carlos Eduardo Valle

Implementação do padrão ISDB-T na República de El Salvador

Descreve a recente adoção do padrão e os passos que estão sendo dados na elaboração de um plano diretor e os testes do mesmo que já estão sendo realizados.

Palestrante: Carlos Eduardo Valle - chefe do Departamento de Monitoração do Espectro e QoS de Telecomunicações – SIGET / El Salvador

Técnico em Telecomunicações especializado em transmissão pelo Instituto Centro-americano de Telecomunicações. Engenheiro Industrial pela Universidade Francisco Gavidia. Pós-graduado em Regulação de Telecomunicações pela Universidade de Brasília. Múltiplas capacitações em tecnologias de radiodifusão, sistemas móveis 3G e 4G e sistemas de gestão e monitoração do espectro radioelétrico, dentro e fora do país. Atualmente com 16 anos acumulados na SIGET (1997-2010 e 2014-2017), chefe do Departamento de Fiscalização e Monitoração do Espectro Radioelétrico e Qualidade dos Serviços de Telecomunicações, assim como líder técnico do projeto de implementação da Televisão Digital Terrestre e Dividendo Digital.

11h30 - 13h

Tecnologia para TV e Rádio | Sala 11

A Migração do Rádio AM e a Revisão do Regulamento Técnico

Eduardo Cappia _1_

A MIGRAÇÃO DO RADIO AM E A REVISÃO DO REGULAMENTO TÉCNICO

A migração do rádio AM resultando em 300 novas emissoras na faixa estendida (76 a 88 MHz). Novo regulamento técnico aplicado. Universo de receptores faixa estendida, equipamentos e requisitos de modulação FM.

Moderador: Eduardo Cappia, EMC/SET Diretor

JOSE EDUARDO MARTI CAPPIA - Engenheiro Eletricista desde 1979. Diretor da Empresa EMC – SOLUÇÃO EM TELECOMUNICAÇÕES deste 1991. EMC Fez testes do Rádio Digital na UFMG – Belo Horizonte e Responsável Técnico por testes de HD Radio em Cordeirópolis – SP e DRM em Belo Horizonte. Avaliação e defesa de tese junto ao IBiquity nos EUA, sobre convivência de emissoras em Digitais em primeiros canais adjacentes FM. Implantação em 2014 da estação de testes, em eFM – 84,7 MHz – Jovem Pan – São Paulo. Na AESP - líder do Comitê Técnico desde 2011. Atuação na Diretoria de Rádio SET – desde 2011.

ANDRE CINTRA (3)

PLANEJAMENTO DA CANALIZAÇÃO FM ESTENDIDA – BALANÇO MIGRAÇÃO

FAIXA ESTENDIDA FM (76 a 88 MHz). Planejamento dos 12 MHz acrescentados à faixa FM, criterios de interferencia e proteção com a canalização convencional. Critérios e modificações sugeridos na adoção na canalização em Regiões Metropolitanas. Regulamento Técnico e Balanço da Migração.

Palestrante: Andre Ulhoa Cintra - Diretor de Radio - ABERT

Engenheiro de Comunicações – Consultor especializado no planejamento de canais de radiodifusão. Diretor de Rádio Abert e estando atualmente trabalhando na Canalização FM, pela ABERT para acomodar os canais migrantes. Desenvolveu pela SET trabalho para acomodar a canalização de TV no processo de planejamento da canalização de TV Digital de TV.

Receptores Faixa estendida, desde embarcados até smartphones

Características mínimas dos receptores e Norma Técnica para a indústria produzir e ampliar a massa de recepção, viabilizando à operação das novas emissoras a partir de 2019.

Palestrante: Caue Franzon - Gerente de Projetos – RBSTV e Rádios

Mestrando em Engenharia de Produção, Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS; MBA em Gerenciamento de Projetos, FGV – 2012; Gerente de Infraestrutura – RBSTV de 2012 a 2017; Engenharia Elétrica – Ênfase Controle e Automação – UNISINOS – 2004; Coordenador de grupo de pesquisa de produtos e soluções em televisão – RBS TV de 2006 a 2009; Técnico Eletrônica – Fundação Liberato Salzano Vieira da Cunha – 1996

JOSE MAURO DE ÁVILA

Eficiência Energética Transmissores FM – Certificação eFM – Parâmetros da Modulação FM

Serão exibidos os detalhes da Modulação FM, seus vários parâmetros. A inserção RDS, PILOTO, MPX, seus limites e os efeitos no resultado final do produto “audio FM e sua massa” . Certificação de transmissores eFM. Considerações sobre eficiência energética em transmissão FM.

Palestrante: José Mauro de Ávila - Diretor Técnico - MEGASISTEMA - AESP/SET

Engenheiro Eletricista e de Segurança do Trabalho pela Universidade Paulista 2008. Técnico em Eletrônica desde 1982. Participa da NAB – Broadcast Engineering Conference desde 1992. Palestrante em Seminários Técnicos SET AESP. Diretor Técnico Mega Sistema de Comunicação. Especialista Automação Audiovault – Broadcast Electronics.

11h30 - 13h

Tecnologia e Negócios | Sala 12

TV por Assinatura / VoD e OTT

Foto Donato (anhembi)

TV por Assinatura / VoD e OTT

O surgimento dos meios de comunicação de massa, rádio, televisão e internet provocaram mudanças significativas nas mais diferentes narrativas. E, a medida que as tecnologias vão se aprimorando, novos players vão sendo agregados. Nesse contexto as perspectivas de convergência das mídias no mercado audiovisual brasileiro são avassaladoras, tendo em vista as mudanças vertiginosas do comportamento dos telespectadores ao assistir conteúdo audiovisual. Seja via TV aberta, por assinatura, OTT e Vod. O painel Tv por assinatura versus OTT & Vod tem a proposição de debater com profundidade essa convergência presente na era digital e na vida dos produtores, engenheiros e consumidores do mercado audiovisual.

Moderador: Mauricio Donato - Conselheiro Editorial da revista da SET

Mauricio Donato é graduado em Rádio e TV pela Universidade Metodista de São Paulo; mestre em Comunicação na Contemporaneidade pela Faculdade Cásper Líbero e doutorando pela USP/ECA, desenvolvendo a tese “Aplicabilidade das novas tecnologias na era da TV digital em 4k e 8k”.  Possui vasta experiência em direção de programas televisivos, desenvolvendo projetos na TV Globo (Domingão do Faustão), SBT (Ô Coitado, Programa Livre, Pequenos Brilhantes, Teleton, Meu Cunhado) Rede TV (Vila Maluca), Band (One ofertas), TV Cultura (Eu Nunca Mais Vou Te Esquecer) do showman Moacyr Franco e na Rede Record de televisão. Também desenvolveu projetos audiovisuais na área artística/jornalística, criando e formatando desde cenários até a construção narrativa dos programas: Repórter Record Investigação (Domingos Meirelles), Esporte Fantástico (Mauricio Torres, Milena Cyribeli e Cláudia Reis), O Voto na Record (Ana Paula Padrão e Adriana Araújo). Foi ainda editor executivo do Domingo Espetacular, dirigindo o programa ao vivo e criando novos conteúdos, como: Dr. Pet e Seu Sucesso.  Teve participação ativa no Fórum SBTVD (Sistema Brasileiro de Tv Digital). Atualmente, é professor na Universidade Anhembi Morumbi, lecionando a disciplina Direção em TV e Mídias Audiovisuais e na FAPCOM orientando as disciplinas de planejamento audiovisual e tecnologia broadcasting.

coutinho02

Os avanços tecnológicos alteraram profundamente as bases econômicas e sociais da produção e distribuição de conteúdo, transformando a atenção em um dos recursos mais escassos da sociedade contemporânea. Ao mesmo tempo, a economia das redes permitiu o aparecimento de empresas baseadas em plataformas de software que impactam significativamente os formatos tradicionais de comercialização de produtos e serviços nos mais variados setores. Como isso se reflete no contexto brasileiro e quais as opções estratégicas para as empresas de produção e distribuição de conteúdo audiovisual em nosso país são o foco das pesquisas e análises que Marcelo Coutinho desenvolve na EAESP-FGV.

Palestrante: Marcelo Coutinho - Coordenador do Mestrado Profissional em Administração da EAESP-FGV

Colunista do Meio & Mensagem e integrante do Comitê Técnico de Mídia do CENP. Foi Diretor Global de Inteligência do Terra-Telefonica, Diretor Executivo do IBOPE Inteligência, Diretor de Serviços de Análise para América Latina do IBOPE/NetRatings, Pesquisador Visitante do Grupo Internacional de Tecnologia na Universidade Harvard, Gerente de Marketing e Editor-Assistente de Economia Internacional na Agência Estado. É autor dos primeiros trabalhos no Brasil sobre o uso de redes sociais e mídia programática na pesquisa de mercado, além dos capítulos sobre nosso país nas primeiras edições do Global Information Technology Report, publicado pelo World Economic Forum. Realizou dezenas de palestras, inclusive no Festival de Publicidade de Cannes, Associação Americana das Agências de Publicidade e World Association for Public Opinion Research, além de empresas como HP, Banco Itaú, Kraft, SAP Latin America, General Electric, Turner, Grupo Aval (Colombia), Rede Globo, Natura, Editora Abril, Kimberley-Clark, Goodyear, Votorantim, Telefonica e Unilever, entre outras.

Oscar-Simões-REDUÇÃO2

Palestrante: Oscar Vicente Simões de Oliveira - Presidente Executivo da ABTA

Atualmente é Presidente Executivo da ABTA – Associação Brasileira de TV por Assinatura onde é responsável pela gestão da entidade, e pela representação dos associados visando a defesa e o desenvolvimento desse setor econômico, em especial junto aos entes reguladores de suas atividades. Foi Presidente do Sindicato Nacional das Empresas Operadoras de Televisão por Assinatura e de Serviço de Acesso Condicionado – SETA, de 2013 até julho/2016.É membro do Conselho Consultivo da C+ Tecnologia e associado ao IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa e ao FFI- Family Firm Institute e membro do Conselho Consultivo de diversas empresas nacionais. É Administrador, com curso de Mestrado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Especialização em Gestão Avançada pelo INSEAD- The European Institute of Business Administration e Fundação Dom Cabral dentre outros.

Guilherme Saraiva

TV Everywhere

Telecine Play: no mundo da informação e entretenimento ágil.

O Telecine criou uma nova plataforma tecnológica para os seus assinantes. Através do site e dos aplicativos do Telecine Play o assinante terá o serviço conhecido como TV Everywhere. Nesse painel desvelaremos qual tecnologia está a disposição do Telecine Play e em função dessa nova plataforma de mídia quais melhorias podemos trazer para a nossa audiência.

 

Palestrante: Guilherme Saraiva – Diretor de Tecnologia do Telecine

Guilherme é Diretor de Tecnologia do Telecine. Formado em Engenharia de Telecomunicações pelo IME, com MBA em Marketing e Master em Finanças pela FGV, liderou a área de planejamento de tecnologia da Globosat e trabalhou na unidade de clientes corporativos da NET no lançamento do Vírtua. Coordenou o planejamento da expansão da operação da British Telecom na América Latina, onde participou de projetos de inclusão digital em diversos países.

11h30 - 13h

Demonstração | Sala 10

Dolby Vision HDR | Dolby Atmos for Home

DolbyAtmos_Home_Master-500x500

DEMONSTRAÇÃO

A tecnologia Dolby Vision foi desenvolvida para entregar ao espectador o brilho, as cores e o contraste da vida real. Aumenta a fidelidade de sinais de vídeo HD e Ultra HD ao manter e reproduzir a faixa dinâmica e paleta de cores do conteúdo original. O Dolby Atmos trás uma imersão no espaço sonoro tridimensional colocando o espectador dentro da ação.
Dolby Vision e Dolby Atmos for home estão em demonstração continua na sala 10 ( Casa Verde).

Dolby Laboratories - Brasil

14h - 15h30

Regulatório e Normatização | Sala 16

Drones: voando Legal

Francisco Peres

Drones: Voando Legal

O uso de Drones vem se difundindo cada vez mais no Brasil e no mundo e com isso devemos ficar atentos a legislação existente. Neste painel teremos a apresentação das condicionantes regulatórias para o uso de RPA no Brasil com ANAC, DECEA e ABM. Mostrando os avanços legais para utilização comercial de Drones.

Moderador: Francisco Peres - Gerente de Engenharia - TV Globo

Graduado em Engenharia de Telecomunicações pela Universidade Federal Fluminense e Mestrado em Eletromagnetismo aplicado pela PUC-Rio. Está na TV Globo desde 2003, tendo trabalhado como engenheiro de Projetos, desenhando antenas, transmissores e sistemas de contribuição e distribuição para redes MFN e SFN. Atualmente é gerente do departamento de projetos, instalações e regularização e responsável pela expansão da cobertura digital nas 5 emissoras da TV Globo.

Sem título

Regras gerais para a operação de Drones

Apresentação das  regras impostas pela ANAC através do RBAC-E 94 sobre o uso de Drones em território nacional para fins comerciais.

Palestrante: Felipe Filgueiras Costa - Técnico de Telecomunicações - TV Globo

Técnico em Telecomunicações, atua no ramo há 7 anos. Está na TV Globo há 3 anos, trabalha na área de regularização, fazendo as solicitações para uso de radiofrequências na ANATEL em todos os grandes eventos da empresa e também é responsável por criar a norma de utilização de Drones.

3x4decea

A adesão dos pilotos à normatização

Como o mercado profissional dos Drones tem se comportado após a liberação da legislação, e o que os pilotos estão fazendo para se profissionalizar e trabalhar dentro das normas.

Palestrante: Flávio Fachel, presidente da ABM - Associação Brasileira de Multirrotores

Flávio Fachel é um jornalista brasileiro, Formado em Comunicação Social pela Famecos (Faculdade de Comunicação Social da PUC-RS), turma de 1993. Iniciou sua carreira como repórter de televisão em 1991, na emissora RBN (Manaus, AM), na época afiliada à Rede Manchete. Em 1993 foi selecionado para o Projeto Caras Novas da RBS TV, emissora de Porto Alegre, RS, onde trabalhou até 1997 como editor e repórter. Em 1998 foi convidado pela Rede Globo para trabalhar como correspondente na Amazônia. Durante dois anos ficou baseado em Manaus, AM, na TV Amazonas (emissora afiliada da Rede Globo), onde era responsável pela cobertura jornalística de cinco estados: Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Amapá. Neste período, destacou-se na realização de reportagens sobre denúncias ambientais para o Jornal Nacional, Globo Repórter, Fantástico e outros programas jornalísticos da emissora. De 2000 a 2010, trabalhou como repórter especial da Rede Globo no Rio de Janeiro, se destacando em reportagens de comportamento, de ciência e tecnologia e de séries especiais. Em 2010 foi convidado para trabalhar como correspondente internacional da Rede Globo de Televisão em Nova Iorque durante o período de 2 anos, em 2012 retornou para o Brasil para trabalhar como repórter especial no Rio de Janeiro. Desde 10 de junho de 2013 é apresentador e editor executivo do telejornal Bom Dia Rio. Ajudou a modificar o perfil do telejornal, tornando-o mais crítico e opinativo, fazendo cobranças fortes ao poder público, dezembro de 2014 passou a ser também apresentador eventual do Bom Dia Brasil.

Ferraz - 1T.crop

RPAS & ACESSO AO ESPAÇO AÉREO BRASILEIRO

Apresentar os meios de Solicitação do Uso do Espaço Aéreo Brasileiro por Aeronaves Remotamente Pilotadas.

Palestrante: 1o.Ten Mário Ferreira Ferraz - Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV-SP). Regional Flight Protection Service of São Paulo (SRPV-SP).

Natural de Bernardino de Campos-SP. - Exerceu a função de Controlador de Voo de JAN 1999 a FEV 2004 no Controle de Aproximação Não Radar de Corumbá (APP-CR) e de MAR 2004 a DEZ 2010 no Controle de Aproximação Radar de São Paulo (APP-SP). - Atualmente exerce a função de Elaborador de Procedimentos de Navegação Aérea, Análise de Pedidos de Uso do Espaço Aéreo para diversos fins (Paraquedismo, Tiro Real, Acrobacia, Balões Tripulados, etc...) no Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV-SP).

14h - 15h30

Novas plataformas e Infraestrutura | Sala 13

Avaliação e Controle de Qualidade de Distribuição por IP

Gilvani Moletta

Avaliação e Controle de Qualidade de Distribuição por IP

Em um cenário de inevitáveis mudanças tecnológicas que proporcionam significativo período de transição. Vamos explorar dentro desse contexto os desafios do controle de qualidade (Quality Control) nas mais diversas etapas de produção e também nas inúmeras formas de distribuições por IP.

Moderador: GIlvani Moletta - Diretor Tecnico - Fundação Padre Anchieta

Diretor Técnico da Fundação Padre Anchieta responsável pelos setores de Engenharia, Operações e Tecnologia da informação; Engenheiro Eletrônico especialista em Processamento Digital de Sinais; MBA em Gerenciamento de Projetos; Experiência de 20 anos em radiodifusão.

Renan Czauskas

Emissora em IP – Desafios e Soluções de Segurança de Redes Aplicadas à Televisão

Atualmente vicenciamos diversos desafios tanto financeiros, operacionais como tecnológicos que nos forçam a repensar o modelo tradicional de engenharia de uma emissora de televisão, nesta palestra abordaremos o assunto do ponto de vista da Segurança, abandonando os modelos tradicionais aplicados ao mundo de TI, vamos explorar as melhores práticas e metodologias, protocolos e novos recursos, do design da sua rede para transporte de vídeo IP ao suporte técnico do dia a dia.

Palestrante: Renan Cizauskas - Diretor Executivo - Asccent do Brasil

Diretor de Tecnologia da Asccent do Brasil, engenheiro, empresário, com formação em soluções de áudio, vídeo e TI para o mercado de Broadcast, atualmente se dedica a promover e orientar as emissoras na adoção de soluções virtualizada e de video sobre IP. Trabalhou para grandes fabricantes como Harris Corporation, Grass Valley e emissoras de televisão como TV Bandeirantes e TV Cultura.

Fabio Acquati

Soluções de referência, testes, medições, monitoramento e controle de qualidade em IP

Atualmente, temos a sensação que o mundo está indo para IP e em Broadcast não é diferente. Esta mudança já está ocorrendo, bem no coração da operação de vídeo, mexendo com o bom e velho SDI, trazendo novas possibilidades, maior flexibilidade, mudando paradigmas, mas trazendo consigo novos desafios. Vamos falar um pouco sobre como está o cenário de Video Não Comprimido sobre IP, a mudança na referência de redes híbridas (PTP), e sobre como monitorar e manter a qualidade do vídeo neste no mundo IP.

Palestrante: Fabio Acquati - Diretor da NGN Telecom

Formação Acadêmica: Engenheiro com ênfase em Telecomunicações Contribuições: Iniciou sua carreira na Tektronix, atuando como Engenheiro de Sistemas de Vídeo para a América do Sul e, durante esse período, acompanhou a evolução e a transição dos sistemas de vídeo, participando dos primeiros testes de TV digital no Brasil. Atualmente, é sócio diretor da NGN Telecom, empresa que fundou em 2005, para trabalhar com soluções de qualidade para redes de telecom e de transporte de vídeo, período onde adquiriu conhecimento no mundo de redes IP. Participa do grupo GEIP, da SET, ministra treinamentos na área e tem estudado, junto à Tektronix, a tecnologia e os desafios do vídeo sobre IP.

Samuel Yuen

Inovações de streaming para TV linear “ao vivo” com baixa latência e alta confiabilidade;

Tendências em TV ao vivo linear e os desafios associados. Como garantir pela Internet qualidade de transmissão broadcast com:
(a) novos protocolos de contribuição;
(b) novos protocolos de ingesta de video ao vivo;
(c) novas arquiteturas de origem ao vivo com alta disponibilidade;
(d) serviços de CDN extremamente distribuídos e confiáveis.

Palestrante: Samuel Yuen - Major Account Executive LATAM at Akamai Technologies

Samuel Yuen é o executivo da Akamai responsável pela mídia e entretenimento vertical na América Latina. Ele ajuda as principais empresas de mídia e parceiros a oferecer experiências de qualidade superior aos usuários finais. Antes da Akamai, ele tem mais de 10 anos de experiência em desenvolver empresas e gerenciar projetos na Oracle, Ericsson e Accenture, especialmente no setor de Telecomunicações. Samuel é graduado em MBA da INSEAD Business School e é formado em Engenharia Informática pela Universidade de São Paulo.

Carlos E. O. Capellão

Ferramentas para automatização de monitoramento e controle de qualidade para streaming de mídia

Por que devemos prestar atenção às mudanças nos comportamentos de consumo do mercado?
À medida que os consumidores exigem mais conteúdo em uma gama cada vez maior de dispositivos, os produtores se esforçam para atender essas necessidades. Este crescimento indomável de diferentes mercados de entrega apresenta inúmeros desafios relacionados à multiplicidade de formatos, regulamentos e novos métodos de entrega.
Por que controlar e verificar a qualidade são importantes?
Simplificando, sem um arquivo estável e compatível com padrões, o conteúdo pode não chegar aos espectadores. Pior ainda, uma má experiência de visualização pode levar um consumidor a outros provedores de serviços e as opções em alta velocidade.
No domínio digital, QC e ferramentas de monitoramento.

Palestrante: Carlos E. O. Capelão - Diretor da Phase Engenharia, representante da Interra Systems

Engenheiro Eletrônico formado pela UFRJ em 1974, com diversos créditos de pós-graduação na área e MBA pela FGV-RJ. Desde 1973 atua no setor de Televisão e Telecomunicações, tendo trabalhado em diversas emissoras de TV e na Embratel. Sócio fundador e ex-presidente da SET- Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão. Desde 1980 dirige a Phase Engenharia no Rio de Janeiro, trabalhando no planejamento e fornecimento de Soluções para Sistemas de Televisão e Telecomunicações e distribuindo os produtos de QC da Interra Systems no Brasil.

14h - 15h30

Tecnologia para TV e Rádio | Sala 11

O FM no Celular e o Rádio no Painel do Carro – Caminhos para o Futuro do Rádio

O FM no Celular e o Rádio no Painel do Carro – Caminhos para o Futuro do Rádio

Na medida em que o smartphone é virtualmente o dispositivo universal para consumo de mídia, é absolutamente estratégico que o rádio esteja presente nele. Ironicamente, a maioria dos celulares possui o chip para recepção de FM, porém, apenas uma minoria tem esta recepção ativadaTendo notado isto, a NAB começou uma campanha para ativação destes chips. Na mesma época, foi lançado no mercado americano o modelo de rádio híbrido NextRadio, reunindo recepção de áudio via FM com recepção de metadados via internet 3G/4G. Seguindo o mesmo movimento, os radiodifusores brasileiros começaram a se mobilizar para promover a ativação dos chips de FM nos smartphones por aqui.

Este será o foco deste painel, a ativação do FM nos celulares. Serão apresentados o case americano, as iniciativas de promoção no Brasil e a proposta de regulamentação.

O painel incluirá ainda uma apresentação sobre o projeto RDC, uma tecnologia que permite mostrar a logomarca da emissora nos painéis de uma nova geração de receptores de rádio nos automóveis.

 

Moderador: Marco Túlio Nascimento - diretor da ZYDigital / SET

Engenheiro de Telecomunicações formado em 1983 pela Universidade Federal Fluminense. Com carreira desenvolvida na área de radiodifusão, trabalhou no Sistema Globo de Rádio onde ocupou a função de Gerente Geral de Tecnologia e foi responsável pelas áreas de Engenharia, TI e Operações. Atualmente, é diretor da ZYDigital, empresa que fundou em 2015 voltada para consultoria de tecnologia como suporte a negócios e desenvolvimento de soluções em engenharia de mídia. É vice-diretor de Segmento de Mercado Rádio da SET.

NAB-Skip-Pizzi-2011-150x150

Pocket Convergence: FM Radio on Smartphones in North America

A inclusão da recepção de FM nos smartphones na América do Norte tem sido um interessante e, às vezes, difícil processo – não por questões técnicas, mas sim por razões de negócios. Esta apresentação irá abordar a tecnologia, a história, o status atual e as perspectivas futuras da penetração, no mercado norte americano, da recepção de FM em smartphones.

 

Palestrante: Skip Pizzi - Vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da NAB

Skip Pizzi é engenheiro, jornalista, editor, autor e coach de tecnologia. Atualmente, exerce o cargo de vice-presidente de Educação Tecnológica e Outreach da National Association of Broadcasters (NAB). Também é vice-presidente do Grupo de Tecnologia 3 (TG3) do Advanced Television Standards Committee (ATSC), que está desenvolvendo o padrão ATSC 3.0. É membro do Conselho de Administração do Fórum Ultra HD e editor associado do Manual de Engenharia da NAB, 11ª edição.  Graduado pela Universidade de Georgetown, estudou Engenharia Elétrica, Economia Internacional e Belas Artes.  Seu livro mais recente é A Broadcast Engineering Tutorial for Non-Engineers, 4 ª edição.

Alexandre Barros

O PROJETO RADIOPHONE – PROMOVENDO A ATIVAÇÃO DO FM NOS CELULARES NO BRASIL

Esta apresentação irá discutir, na perspectiva brasileira, a ativação dos chips de FM nos celulares, os desafios e as oportunidades. Apresentará ainda o projeto Radiophone, uma iniciativa da AERP para promover a ativação dos chips no Brasil.

Palestrante: ALEXANDRE BARROS - Presidente da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná - AERP Diretor do Grupo Maringá de Comunicação

ANDRE CINTRA (3)

O FM no celular e a possibilidade de regulamentação no Br

Nesta palestra será apresentada a visão da ABERT sobre a ativação do FM nos celulares no Brasil. Também será discutida a possibilidade de tornar a ativação obrigatória através de regulamentação.

 

Palestrante: Andre Ulhoa Cintra - Diretor de Radio - ABERT

Engenheiro de Comunicações – Consultor especializado no planejamento de canais de radiodifusão. Diretor de Rádio Abert e estando atualmente trabalhando na Canalização FM, pela ABERT para acomodar os canais migrantes. Desenvolveu pela SET trabalho para acomodar a canalização de TV no processo de planejamento da canalização de TV Digital de TV.

MATHIAS-MICHAEL-

EXPOSIÇÃO DA LOGOMARCA EM AUTO-RÁDIOS E SEGURANÇA DO SINAL RDS

Esta palestra apresentará o projeto Radio Data Center, uma tecnologia que permite mostrar a logomarca da emissora nos painéis de uma nova geração de receptores de rádio nos automóveis. O RDS é uma das referências da tecnologia para identificar a emissora sintonizada. Para evitar que o uso indevido do PI por terceiros implique em erros de identificação, a plataforma possui recursos para verificar a procedência do sinal.

A nova tecnologia já está funcionando no Brasil nos receptores MOPAR easy4u, utilizado nas frotas da FIAT e da Chevrolet. A Mercedez Bens começará a usar a tecnologia no Brasil em 2018.  A ABERT e a AMIRT apoiam o projeto e algumas emissoras já estão participando.

Palestrante: MATHIAS MICHAEL OEELEIN - Radio Data Center (RDC)

MATHIAS MICHAEL OEELEIN, alemão, representa a empresa Radio Data Center (RDC) no Brasil desde 2014.   A RDC é uma empresa alemã que atua internacionalmente na área de Consulting na recepção da frequência das emissoras, disponibilizando e avaliando todos fatores, inclusive os dados topográficos e de radiodifusão.   A RDC também atua disponibilizando e implementando logotipos das emissoras de rádios, nos mais modernos sistemas de multimídia nos automóveis.   Formado em direto na Alemanha e no Brasil, especializado em direto contratual e de negociações, palestrante internacional e autor de inúmeros guias de direto contratual, publicados pelas câmaras de comércio internacional da Alemanha, Áustria, Dinamarca e Polônia.   Mathias Oefelein é responsável pela implementação do projeto da RDC no Brasil, visando a legalização do uso das logomarcas nas novas gerações de sistemas multimídia veiculares.   

 

 

14h - 15h30

Tecnologia e Negócios | Sala 12

Futuro da Monetização em TV Multiplataforma 

Marcelo_Souza_Globo

FUTURO DA MONETIZAÇÃO EM TV MULTIPLATAFORMA

A cadeia de valor em monetização de TV Multiplataforma está cada vez mais complexa e fragmentada. Nos últimos anos, os modelos de assinatura e transacionais têm sido a tônica da distribuição digital, mas a evolução das ferramentas de publicidade multiplataforma e soluções em AdTech prometem agregar mais valor e performance  nas mensagens dos anunciantes de TV.
Além disso, tão importante quanto as ferramentas de distribuição, são as de medição de performance. Sem definição de uma métrica em qual o mercado possa confiar, continuaremos com a percepção de que estamos trocando os dólares analógicos pelos centavos digitais.
Neste painel, Free Wheel compartilhará um panorama em monetização de vídeos premium no mundo, Google nos apresentará as principais ferramentas em Publicidade de TV Multiplataforma como Dynamic Ad Insertion, Comcast trará os principais cases nos EUA e Kantar-Ibope nos contará sua visão sobre o futuro das métricas e principais cases no mundo.

Moderador: Marcelo Souza - Vice-diretor de Interatividade - SET / Diretor de Tecnologia em Mídias Digitais na TV Globo

Marcelo Souza é diretor de Tecnologia em Mídias Digitais na TV Globo e lidera diferentes iniciativas em Transformação Digital como OTT, Big Data, Segunda Tela e Experiências Interativas. Trabalha na empresa há 16 anos em diferentes funções incluindo Projetos em Transmissões de TV Digital, Satélite e Fibra, Operações de canal e pós-produção da área de Negócios Internacionais e Planejamento Estratégico da Tecnologia. Formado em Engenharia Eletrônica e Computação na Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem Mestrado em Processamento de Imagens pela COPPE-RJ e MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ.  

Vinicius_Reina_Google

MONETIZAÇÃO EM TV MULTIPLATAFORMA – A (R)Evolução da Publicidade

O consumo de vídeo vem evoluindo de forma drástica nos últimos anos. Hoje em dia, os usuários assistem o que querem,
onde querem e quando querem.

Suas expectativas em relação a uma experiência excelente não se limitam apenas ao conteúdo, mas também a publicidade
relacionada a ele.

Essa combinação de fatores cria um paradigma completamente novo, e novas oportunidades! Dentro deste contexto, Vinicius
Reina – Especialista em Inovação e Soluções para Veículos do Google – irá apresentar apresentar as mais novas tecnologias de inserção de anúncios e como elas podem ser utilizadas para gerar um aumento de receitas e também melhorar a experiência do usuário.

Palestrante: Vinicius Reina - Líder de Inovação e Soluções em Publicação Digital - Google

Vinicius Reina é formado em Ciências da Computação pela UNICAMP e possui uma vasta experiência internacional tendo atuado em países como Canadá, Inglaterra e África do Sul. Atua no Google Brasil desde 2012, trabalhando para trazer novidades para o mercado brasileiro.

Gilles_Chetelat_FreeWheel

FreeWheel Video Monetization Report: Q1 2017

Em 2017 uma coisa ficou clara: a indústria nunca esteve tão próxima de uma verdadeira unificação em vídeos premium como agora. O estudo “FreeWheel Video Monetization Report: Q1 2017” ilustra como os limites entre o que consideramos “tv tradicional” e vídeo digital estão desaparecendo, e no final do dia, todos são somente vídeo. Gilles Chetelat falará do crescimento do OTT e VOD nos set top boxes, como conteúdo ao vivo está se tornando importante de novo, e como publicadores e empresas de mídia estão cada vez mais priorizadndo o usuário, garantindo experiências premium e lineares para anúncios.

Palestrante: Gilles Chetelat - Vice-presidente Sênior em Desenvolvimento de Negócios - Free Wheel

Como Vice Presidente Senior, Desenvolvimento de Negócios Internacional, Gilles lidera a execução do negócio em APAC e LATAM. Previamente, Gilles foi COO e co-fundador do StickyADS.tv. Ele expandiu StickyADS.TV SSP globalmente viabilizando a aquisição da empresa pela FreeWheel em Maio de 2016. Gilles começou sua carreira na Alcatel onde se tornou diretor de contas estratégicas do ambiente de Telco. Poucos anos depois se juntou a RedBack Networks e integrou o time de venas como Diretor de Vendas para EMEA South. Gilles tem diploma pela French Business Scholl ESC Clermont e MBA (MSM) pela Georgia Tech.

Amanda_Ibope

Kantar IBOPE Media – Total Vídeo

A Kantar IBOPE Media tem como foco promover o conceito de Total Video. Uma ressignificação do conceito de Televisão e do conteúdo de vídeo em todas as suas formas.
A demanda hoje do mercado é sobre um maior conhecimento da dinâmica do consumo cross media. E neste universo a Kantar IBOPE Media aporta conhecimento, tecnologia e qualidade de medição essenciais para este próximo passo em que teremos medições integradas entre dados de painel e censais, auditadas e com a qualidade requerida pela indústria.

Palestrante: Amanda Signorini - Gerente de Inteligência e Planejamento - Kantar Ibope Media