• PT
  • EN
  • ES

SET Nordeste: Pré-evento marca início das campanhas de comunicação do switch-off no Nordeste

Desligamento em Fortaleza está previsto para o dia 27 de setembro, ainda sujeito à confirmação do Ministério das Comunicações

O primeiro dia do SET Nordeste 2017 começou com uma coletiva de imprensa sobre o desligamento do sinal analógico de TV no Nordeste, que marcou o lançamento da campanha de comunicação do switch-off na região e foi realizada pela SET em parceria com a ABERT, com a ACERT e com a EAD/Seja Digital.

André Cintra (ABERT), Patrícia Abreu (EAD/Seja Digital) e Giuliana Carrazone (Globo) participaram do pré-evento e falaram ao público no auditório do Sebrae em Fortaleza (CE). O desligamento na capital cearense está previsto para a última semana de setembro.

Giuliana Carrazone (Globo)

Cintra ressaltou o trabalho feito pela Seja Digital em todo o país e afirmou estar satisfeito com o andamento do processo no Brasil. “Nós estamos muito felizes porque a TV Digital está caminhando. Já desligamos Rio Verde (GO) e Brasília em 2016 e, agora, São Paulo (SP) na data prevista. No final deste mês, desligaremos Goiânia (GO) e depois Recife (PE). O desligamento em Fortaleza (CE) e em Salvador (BA) está previsto para o dia 27 de setembro de 2017 (ainda sujeito à confirmação do Ministério).”

Giuliana Carrazone, coordenadora de projetos especiais da Globo, falou das estratégias voluntárias de campanha adotadas pela emissora e deu detalhes sobre o programa Patrulha Digital, “uma união da comunicação, do jornalismo, da programação e da tecnologia da Globo”.

Patrícia Abreu (EAD/Seja Digital)

Patrícia Abreu, diretora de comunicação da Seja Digital, ressaltou a importância das parcerias com todos os atores envolvidos no processo de digitalização da TV brasileira, explicou as estratégias de comunicação da entidade e ressaltou a importância da mobilização social em regiões de população com vulnerabilidade.

“Só as campanhas de comunicação não adiantam em regiões mais vulneráveis. É importante legitimarmos o nosso discurso a partir da ajuda de líderes comunitários, líderes religiosos, ONG’s, prefeituras, agentes de saúde e junto aos alunos nas escolas. São os alunos que, nessas regiões, muitas vezes, são os primeiros a estudar em suas casas e levam as informações sobre o desligamento para os pais”, afirmou.

A cobertura completa do pré-evento você confere na Revista da SET.