• PT
  • EN
  • ES

Cloud e Virtualização

Cloud e Virtualização: realidade cada vez mais presente na operação das emissoras e produtoras

Os serviços de cloud e a virtualização de hardware tem sofrido grande evolução nos últimos anos no mercado de mídia e entretenimento, por conta de uma busca intensa por redução de custo e eficiência operacional dentro das companhias.

A possibilidade de utilização da capacidade máxima de um recurso computacional ou a possibilidade de contratar (pagar) apenas pelo que é consumido, tem facilitado a penetração desse tipo de serviço e se tornado o modelo de negócio cada vez mais comum dentro das emissoras de televisão e produtoras de conteúdo.

Muitos consideram esse tipo de tecnologia vital para sobrevivência das companhias, visto que, as instabilidades políticas e econômicas, principalmente em países como o Brasil, faz com que as suas operações mudem de tamanho de acordo com a demanda do mercado, de maneira muito rápida.

Outro fator relevante para essa grande mudança do mercado é a possibilidade de acessar e produzir o conteúdo remotamente, diminuindo a necessidade de espaço físico, consumo de energia e ar condicionado, dentre outras reduções de infraestrutura.

Moderador: Alexandre Sano - Gerente de Engenharia SBT

Vice-Diretor de Eventos da SET.Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Mackenzie. Pós-graduado em Gestão Empresarial e Inovação Tecnológica pela ESPM. Pós-graduado em TV Digital pelo Mackenzie. Em 2002, iniciou as atividades no SBT e atualmente é responsável pela administração da infra-estrutura técnica de todo SBT SP. Atua também no desenvolvimento de soluções para melhoria continua das atividades, utilizando inovações de processos e de tecnologia. Participa das atividades desenvolvidas pela SET e pelo Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre.

Washington Cabral

Uma Jornada ao Futuro dos Micro-serviços de Mídia Nativos em Cloud

O impacto da transformação digital no setor de mídia e entretenimento vem transformando a forma que fornecedores e broadcasters pensam, desenham e comercializam produtos e experiências. Os atuais modelos de infraestrutura precisam se adaptar a uma realidade elástica, resiliente e altamente distribuída. Durante esta apresentação teremos uma visão geral da jornada que os serviços de suporte de mídia deverão se adaptar a essa nova realidade.

Palestrante: Washington Cabral - Client Technical Advisor for Media & Entertainment na IBM.

Em uma vida pautada pela curiosidade, onde nenhum conhecimento é passível de ser disperdiçado. Washington passou os últimos 28 anos de sua vida profissional no setor de Tecnologia da Informação. A curiosidade e entusiasmo por novos conhecimentos encontrou o casamento perfeito quando passou a se dedicar nos últimos 4 anos ao setor de mídia e entretenimento. A radical transformação impulsionada por TI que o setor enfrenta é o ambiente ideal para desenvolver idéias disruptivas e que possam fazer diferença para o futuro do setor.

Felipe Domingues

Software Defined Solutions

A dinâmica do mercado trouxe incerteza para o setor de mídia: as empresas precisam de sistemas ágeis que possam escalar para cima e para baixo de forma rápida e econômica. Ao mesmo tempo, as soluções para satisfazer as exigências da proliferação de plataformas de distribuição tornaram-se essenciais. Uma resolução prática é migrar de infraestrutura fixa para sistemas de software que funcionam em equipamentos de ti de commodities.

Agora é o momento perfeito para as empresas de mídia para abraçar o mais recente datacenter e tecnologias de nuvem e colher as recompensas de sua flexibilidade inerente e modelos de custo benéfico.

Soluções definidas por software podem transformar o desejo de flexibilidade e de modelos de custo benéfico em uma realidade, removendo a necessidade de hardware medida e fornecendo apenas software, virtualizado e soluções de nuvem.

As organizações de mídia estão sempre procurando reduzir as despesas de capital assim com a virtualização de perto no horizonte muitas empresas estão olhando para usar os centros de dados e sistemas definidos software para reduzir o capital de trabalho, os custos operacionais e melhorar a eficiência, então, em última análise, movendo-se desafio Capex para OPEX.

Palestrante: Felipe Domingues - Arquiteto de Soluções na SAM

Com formação acadêmica em engenharia, atua há mais de 13 anos no mercado Broadcast. Com grande experência em design de sistemas, passou por empresas do setor como Grass Valley e Imagine Communications. Hoje desempenha a função de Arquiteto de Soluções para Snell Advanced Media (SAM) na América Latina.

A Cloud irá matar metade de nós… e salvar o resto!

A indústria de mídia e entretenimento está fundamentalmente se transformando. A maior disrupção não é a transição para o IP, OTT, nem a subida ou descida de aplicações para a nuvem, mas muito mais a fundamental mudança no modo em que a tecnologia broadcast é consumida. Trata-se de serviços que estão sob demanda, usados apenas quando necessários, capazes de ampliar e reduzir a escala sem aviso prévio, sem grandes desembolsos financeiros ou projetos enormes de implementação. E sobretudo, sempre atualizados. Os fabricantes tradicionais do mercado broadcast devem revolucionar sua abordagem no modo de desenvolver os projetos, marketing e modelos de comercialização de seus produtos – ou senão serão extintos. Desde os componentes tradicionais com propósito único a serviços de mídia COTS baseados em nuvem, caminhamos por um longo caminho. No entanto, ainda há muito por vir. Aprendendo com os conceitos nativos da nuvem de resiliência, escalabilidade e orquestração, esta sessão o levará a perturbar as tecnologias que irão pavimentar o futuro dos serviços de mídia. Veremos exemplos de como os compradores estão mudando de comportamento e revisamos casos de melhores práticas de fornecedores que estão respondendo com serviços verdadeiramente inovadores, elásticos e on-demand. Mais importante ainda, examinaremos o que os vendedores e integradores de tecnologia de transmissão e mídia devem fazer para sobreviver, aproveitando efetivamente todo o potencial da nuvem, como se o mercado broadcast fosse uma nova criação, nascida no modelo de negócios da nuvem. Espero ver você lá.

Palestrante: Eduardo Rezende - Arquiteto de Soluções na AD Digital

Profissional com mais de 15 anos atuando no mercado broadcast, tendo desenvolvido projetos distintos nas principais redes de televisão nacionais. Formado em engenharia eletrônica e pós graduado em TV Digital pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, participou dos testes e implementação do sistema ISDB-T na américa latina. Utiliza-se do know how adquirido na área broadcast tradicional para desenvolver projetos em novas plataformas OTT,Cloud e Machine Learning para clientes de diversos mercados.

FLUXO DE TRABALHO CLOUD-BASED PARA PRODUÇÃO DE JORNALISMO

Fluxos de trabalho habilitados para Cloud através da Plataforma Avid MediaCentral para criação, gerenciamento e distribuição de mídia com flexibilidade de implantação para data centers privados, public cloud ou ambientes híbridos.

Palestrante: Benjamin Desbois - Diretor Sênior de Contas Estratégicas Globais e Mercados de Mídia das Américas - Avid

Benjamin lidera o time de vendas da Avid para os mercados de mídia das Américas, com foco em redes, estúdios e estações de pós-produção. Benjamin tem uma experiência internacional significativa em MAM, Pós-Produção, workflow de Jornalismo e Esportes com atividades na Europa, Oriente Médio, África e nas Américas. Benjamin foi gestor de várias áreas na Avid nos últimos 6 anos e é graduado pela Ecole des Mines de Paris.

SOLANGE S LORENZO